BRUXELAS

A capital da Bélgica, famosa por seu Manneken Pis (estátua de uma criança fazendo xixi, vestida com roupas diferentes), batata frita, chocolates deliciosos e cervejas de vários tipos e sabores, oferece várias opções para você conhecer e aproveitar seu período de férias.

IMG_4905

MANNEKEN PIS – BRUXELAS

QUANDO IR

No inverno, a temperatura mínima varia entre 1ºC e 3ºC  e raramente sua máxima ultrapassa os 10ºC. Já no verão, as temperaturas ficam entre 19ºC e 23ºC.

O período que mais chove compreende os meses entre novembro e janeiro, mas, viajando para Bruxelas, é sempre bom ter uma sombrinha ou capa de chuva te acompanhando; as chuvas são frequentes. Estatisticamente, os meses menos chuvosos são fevereiro e abril, embora o risco de chuva também seja grande.

Se sua opção é por não pegar tanto frio, a época mais recomendada para sua viagem fica entre abril e setembro. Fomos em novembro, e encaramos um tempo frio e cinzento (nublado), mas sem chuva.

Para maiores informações sobre clima e chuvas, acesse este atalho.

COMO CHEGAR

Trem – As principais estações de Bruxelas são Brussel-Zuid (ou Bruxelles-Midi), Brussel-Centraal (ou Bruxelles-Central) e Brussel-Noord (ou Bruxelles-Nord). Por serem todas interligadas às linhas de metro, facilitam muito seu acesso à cidade.

Avião – Bruxelas conta com o Aeroporto de Bruxelas-Nacional, também conhecido como Aeroporto de Zaventem (BRU), localizado em Zaventem, ou o Aeroporto de Charleroi Bruxelas Sul (CRL) – muito utilizado pelas low costs.

VISTO

Não é necessário.

FUSO HORÁRIO

5 horas a mais que o Brasil (GMT+2)

MOEDA

Euro. Para cotação atualizada, confira o link do Banco Central.

IDIOMA

Em Bruxelas, existem oficialmente dois idiomas:  francês e holandês. É possível encontrar placas nos dois idiomas. O inglês é compreendido por muitos e, assim, a comunicação não é um problema para a viagem.

QUANTO TEMPO FICAR

Os pontos principais podem ser conhecidos em 2 dias.

Caso tenha interesse em conhecer mais os hábitos e a cultura da capital belga, sem pressa para cumprir uma programação turística tradicional, acreditamos que 5 a 7 dias seja o intervalo adequado.

COMO SAIR DO AEROPORTO

 – Brussels Airport:  Você pode chegar ao centro de Bruxelas usando o trem, o ônibus, ou o táxi. A estação de trens está localizada no piso -1 do aeroporto de Bruxelas. No mesmo piso do desembarque (andar 0), você tem acesso aos ônibus e shuttle.

Os ônibus que fazem a rota até o centro e outras partes da cidade, saindo da plataforma C, e operados pela STIB, são:

  • Linha 12 – funciona de segunda à sexta-feira, até 20h; é expresso, só parando nas estações principais; a única integração com o metrô é na estação Schuman – região dos quarteirões da União Europeia – e sua última parada é na estação Luxemburgo;
  • Linha 21 – opera após as 20h, nos dias de semana e sábados e domingos, e tem muito mais paradas (a última delas – Hertog/Ducale – é de frente para o Palácio Real e fica a 10 minutos de caminhada até a região central turística). A integração com o metrô ocorre nas estações Schuman e Trone. Custa 3 euros, se a passagem for paga antes de entrar no ônibus; 4 euros, se for paga no ônibus; e 21 euros por 10 percursos.

Há também um shuttle que segue até a estação central. O nome dele é ANTWERP – BRUSSELS AIRPORT EXPRESS, confira mais informações no site da empresa.

-Charleroi Airport:  Não existem trens. Para sair do aeroporto, você conta apenas com ônibus ou táxis.  O trajeto é de aproximadamente 1 hora.  Sobre o shuttle até o centro de Bruxelas, confira no site da empresa Brussels City Shuttle.

– Chegando de trem:  Bruxelas tem três estações principais de trem: a Bruxelles-Nord, Bruxelles-Central e Bruxelles-Midi. Para escolher qual delas pretende utilizar, é necessário verificar a localização da sua hospedagem.

HOSPEDAGEM

Se o critério localização é importante para você, a melhor opção é o bairro antigo. Trata-se da região mais próxima à maioria dos pontos turísticos, o qua facilita os deslocamentos dentro da cidade.

Mas, se o critério economia está falando mais alto, a sugestão é  Gare du Midi, em que está localizada a  principal estação de trem de Bruxelas. Apesar de distante do centro, lá existem boas opções de metrô e trem nacionais e internacionais. Se caminhar não é problema, com meia hora você chega aos pontos turísticos.

Seguem indicações bem avaliadas pelo nosso parceiro Booking:

Para quem deseja ficar em casas ou apartamentos alugados por uma temporada, segue o link do Airbnb, com Bruxelas como destino. Caso queira outras opções de hospedagem, acesse o Trivago.

O QUE CONHECER

Grand Place (Groet Markt, em holândes) – uma das mais belas praças europeias, com prédios de fachadas incríveis para onde quer que você olhe. Imperdível!

O jogo de luzes coloridas todas as noites e o festival de tapetes floridos (que acontece nos anos pares, normalmente em agosto) tornam este local ainda mais bonito.

O destaque é o lindo Hotel de Ville (antiga prefeitura), com seus 96m de altura. Há, também, o museu da cidade (Maison du Roi), de frente para o hotel citado, a loja da Godiva (fábrica dos deliciosos chocolates belgas), na qual fica exposta a elaboração de deliciosas sobremesas com chocolate aos que passam. Por lá fica o lindo edifício onde funciona o Hard Rock Café da cidade, além de bares e restaurantes com uma das cervejas mais apreciadas do mundo.

Catedral de São Michel – catedral da cidade, com entrada gratuita para a nave principal. Aos que desejam conhecer os Tesouros da Catedral e a cripta romana, cobra-se menos do que 3 euros.

Place de l’Agora e Galeries Royales – fica estrategicamente entre os pontos turísticos anteriores, e é uma praça que conta com uma galeria linda de lojas ótimas e caras, cafés e restaurantes, tudo isso em um elegante corredor coberto de 200m de comprimento, além de ser marcada pela estátua de bronze do ex-prefeito, Charles Buls, e seu cachorro.

Manneken Pis – símbolo mais famoso da capital belga. Trata-se de uma pequena fonte representada pela estátua de um menino urinando, vestido de várias formas (800 tipos de roupas já foram catalogadas). Há várias versões para a imagem. Uma delas diz que a origem desta obra deve-se à cena em que o filho desaparecido de um duque foi encontrado fazendo xixi em uma árvore no meio de uma batalha, o que retrataria a bravura militar do país.

Rota dos Quadrinhos – o país é o berço de alguns quadrinhos e desenhos mundialmente famosos, sobretudo, Tin Tin (seu criador, Hergé, era belga). Essa característica é celebrada de uma maneira muito original: em várias fachadas dos prédios e murais de Bruxelas há a representação destes desenhos com histórias criativas e coloridas. (arte de rua incrível, mudando a cara da cidade pelo realismo e vibração de suas cores).

É tão turística, que foi criado um mapa com o percurso para localizar os principais murais – fornecido no centro de informações turísticas, no prédio da prefeitura (Grand Place), Há também como reservar um passeio com guia que te leva a esses murais e explica um pouco da história de sua criação.

Jardin du Mont des Arts – entre a Grand Place e o Palácio Real de Bruxelas, em uma colina, localiza-se esse belo jardim com labirinto de plantas e flores e que proporciona uma bela vista panorâmica da cidade.

Place Royale, Palácio Real de Bruxelas e Parque Real – linda praça de cor branca, onde localizam-se museus (destaque para o Museu Real das Belas Artes), a bonita igreja neoclássica de Saint Jacques-sur-Coudenberg, e a estátua de Godefroi de Bouillion (líder da primeira Cruzada, conquistou a cidade de Jerusalém – até então, dominada por muçulmanos -, sendo o primeiro cristão a governá-la).

Perto da praça, diante do belo Parque Real (com suas fontes, estátuas e área verde), encontra-se o Palácio Real. Caracterizada pela exuberante fachada, abriga escritórios de governo e serve de hospedagem de chefes de estado durante visitas diplomáticas a Bruxelas. Uma curiosidade é que a família real não mora mais neste lugar.

Cinquentenaire – outro parque que vale à visita. Nele encontra-se o Museu da Guerra e o Museu do Carro (Autoworld). Todavia, seu maior destaque é o pórtico que lembra o Portão de Brandemburgo e foi construído para celebrar a independência belga. Perto desse monumento você perceberá que existe uma avenida abaixo do parque, em uma construção impressionante!

IMG_4857

ATOMIUM – BRUXELAS

Atomium – estrutura arrojada, construída para a Exposição Mundial há 60 anos. Ultrapassa os 100m de altura, com suas cápsulas contando sua construção e abrigando exposições. O destaque fica para a esfera mais alta, acessível por um elevador com teto vidrado, na qual é possível ter uma vista extraordinária de Bruxelas. Valor da entrada: 11 euros (bilheteria ao lado da estrutura)

Bruparck e a Mini Europa – perto do Atomium, este parque concentra vários restaurantes a preços justos e boas atrações, principalmente as maquetes da Mini Europa (que não abre no inverno).

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

Esse provavelmente não será um problema na sua estadia em Bruxelas. A cidade conta com  ônibus e metrôs de boa qualidade. Outra opção também, são os bondes elétricos em que é possível comprar um bilhete de 24 horas por menos de 10 euros.

Se tem pouco tempo ou gosta de um pouco mais de conforto, uma maneira bastante interessante e de ótimos custo benefício  são os ônibus panorâmicos. Sugerimos que conheça o hop on hop off GET YOUR GUIDE.

CULINÁRIA LOCAL

A culinária belga sofre influências das cozinhas vizinhas da França, da Holanda e da Alemanha e é muito bem considerada dentro do padrão europeu de qualidade.

Batata frita, chocolate e waffles são famosos, gostosos e fáceis de encontrar, até mesmo em banquinhas de rua. Os preços são acessíveis.

Sobre chocolate, o destaque é para Godiva e também a Wittamer, uma doceria conhecida em Bruxelas.

Próximo a praça central você encontra um Hard Rock cafe e também o restaurante Vicent, que possui boas indicações.

Destaques entre os pratos da região são os  croquettes aux crevettes (croquetes de camarão) e les moules avec frites ( mariscos com molho de ervas e  batatas fritas).

Próximo a praça central você encontra restaurantes de todos os tipos, inclusive fast foods e até mesmo restaurantes gregos. Opções para todos os gostos e bolsos.

COMPRAS

A região próxima ao manneken pis é repleta de opções de lojas de lembrancinhas, pequenos mimos, cervejas e chocolates. Como você já passara por lá para conhece-lo pode aproveitar para fazer suas comprinhas. Os preços não são tão altos e existem muitas opções com tudo que os turistas geralmente gostam.

Mas caso procure roupas e outros,  existem duas regiões com lojas da cidade, a Rue Neuve, com lojas mais populares e também marcas famosas na região da Boulevard Waterloo.

NOSSA EXPERIÊNCIA

Passamos apenas um dia em Bruxelas,  o manneken pis (que surpreende pelo tamanho, já havíamos sido avisados mas mesmo assim, é muito pequeno), visitamos muitas ruas charmosas, fizemos comprinhas em lojas de cerveja belga mesmo não sendo apreciadores da bebida (muitos sabores diferentes: chocolate, cereja… tudo e mais um pouco que poderíamos imaginar de sabores, encontramos na Bélgica) e tivemos uma pequena amostra do que a cidade pode oferecer. Fica para uma próxima vez, conhecer melhor Bruxelas.

DICAS

⇒ Belgas são famosos pelas variadas cervejas. Entre as cervejas mais populares na Bélgica você pode pedir a Delirium, a Duvée e a Cuvée des Trolls. Experimente com cuidado pois elas possuem mais de 10% de álcool.

⇒ Pelo que ficamos sabendo, em alta temporada é necessário fazer reserva com antecedência de hospedagem. A cidade fica lotada.

⇒ Não deixe de experimentar o delicioso chocolate belga.

⇒ Aproveite sua estadia na Bélgica e conheça BRUGES.

SEGURO VIAGEM

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

IMG_4940

GROTE MARKT – BRUXELAS, BÉLGICA

IMG_4838

ATOMIUM – BRUXELAS, BÉLGICA

Leia outros posts também:

 BRUGES

ROTA ROMÂNTICA – ALEMANHA

LISBOA

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

5 comentários sobre “BRUXELAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s