HANÓI

A capital não muito conhecida do Vietnã é a base para o famoso passeio de Halong Bay, região considerada uma das maravilhadas da natureza do mundo. Se você está planejando sua viagem para Hanói, muito provavelmente é para conhecer essa região de ilhas em labirinto. Mas a capital vietnamita vai além disso, sendo muito mais que ponto de partida para Halong Bay. Belezas naturais, história, arquitetura e até seu inacreditável e confuso trânsito chamam atenção dos turistas.  Em Hanói, você vai conhecer também a idolatria que os habitantes (e o governo faz questão de alimentar) sobre Ho Chi Minh, um líder revolucionário que tem uma biografia bastante interessante.

IMG_4256

LAGO HOAN KIEM – HANÓI

QUANDO IR

Em Hanói faz frio no inverno, não um frio insuportável, mas, se você estiver chegando de lugares como a Tailândia (melhor época para visitar a Tailândia é no inverno) ou Cingapura, vai sentir bastante a diferença.

Para conhecer Hanói, não existem as preocupações com monções que mencionamos no post O QUE SABER ANTES DE IR PARA ÁSIA. Os meses mais indicados são abril, maio, novembro e dezembro pelo fato de nesses meses haver maior chance de céu claro e as chuvas são mais escassas. Outro motivo,  é  que o calor não é tão forte quanto na época do verão  junho, julho e agosto).

Repare que falamos em maiores chances de céu aberto, mas isso é muito difícil de acontecer. O tempo em Hanói e em boa parte do norte do Vietnã costuma ser cinzento e nebuloso. Viajamos em fevereiro, historicamente um mês de pouca chuva, mas o sol ficou encoberto for densas nuvens o tempo inteiro. Por isso, caso não viaje nos meses mais quentes, prepare seu casaco e proteção para chuvas (capa ou guarda chuva).

Para maiores informações sobre clima e precipitações durante o ano em Hanói, confira este link.

COMO CHEGAR

DE AVIÃO: Do Brasil, não existem voos que levam diretamente a Hanói. O acesso aéreo só pode ser feito por conexão em cidades-hub, como Doha (Catar), pela Qatar Airways; Los Angeles, através da Korea Airlines; e Joanesburgo (África do Sul), pela South African Airlines. O voo ainda pode passar, como costume, em cidades maiores do Sudeste Asiático: Hong Kong ou Bangcoc.

Para os que já se encontram na Ásia, o caminho é bem mais tranquilo. Há boas opções saindo do Camboja (Vietnam Airlines), Singapura (Jetstar), Bangcoc (Vietnam Airlines, Thai, Qatar Airways). Se estiver em Ho Chi Minh, há voos para a capital pelas companhias Jetstar e Vietnam Airlines.

DE ÔNIBUS: Alternativa mais econômica e apenas recomendável para os que já vêm de outras cidades vietnamitas. Há 3 estações principais de ônibus em Hanói, das quais destacamos: Gia Lam – ônibus que chegam de Halong e da província de Lao Cai (onde fica a turística cidade de Sapa); Loung Yen – ônibus provenientes de Nha Trang, Ninh Binh e Hué. Em qualquer das estações, cuidado com golpes. Para ir de táxi da estação de ônibus até o centro de Hanói (maneira mais segura), barganhe com o taxista o valor da corrida antes de entrar no carro. Os motoristas não gostam de ligar o taxímetro.

IMG_4246

TEMPLO DA TARTARUGA – LAGO HOAN KIEM – HANÓI, VIETNÃ

VISTO

É necessário visto para brasileiros entrarem no Vietnã. Existem duas opções: emitir o visto na Embaixada do Vietnã em Brasília (pode ser por correios, não é necessário viajar até Brasília) ou Visa On Arrival que só vale se você for entrar no Vietnã através dos aeroportos.

Você pode conferir mais informações sobre o visto no nosso post: O QUE SABER ANTES DE IR PARA ÁSIA

FUSO HORÁRIO

10 horas a mais que o horário de Brasília (GMT+7)

MOEDA

Vietanamese Dong (VDN) chamado popularmente de “DONG”.

IDIOMA

Vietnamita, próximo ao mandarim e, portanto, muito complicado de entender. A parte boa é que em restaurantes, hotéis e pontos turísticos, os locais entendem e se comunicam em inglês compreensível. Mesmo assim, procure decorar expressões básicas ou levá-las por escrito (cumprimentos, agradecimento – “cam on” -, pedido de desculpa, perguntar quanto custa), assim como o endereço dos hotéis no idioma deles.

Para o turista que fala francês, a chance de obter informações nesta língua em Hanói é boa, em virtude da colonização francesa da cidade.

IMG_4230

CALÇADÃO DO LAGO HOAN KIEM – HANÓI, VIETNÃ

QUANTO TEMPO FICAR

Dois dias completos é o período ideal para ver os principais pontos turísticos sem tanta pressa, mas se o seu tempo em Hanói é escasso (sabemos que o Sudeste Asiático tem muitas opções incríveis e muitas vezes escolhemos vários lugares e o roteiro acaba ficando super corrido), não tem problema! Em um dia você consegue pelo menos sentir o clima do lugar e ver os pontos mais famosos. Vamos deixar para falar sobre isso no tópico mais abaixo sobre pontos turísticos.

COMO SAIR DO AEROPORTO

Táxi: próximo ao desembarque, há balcões que agenciam corridas de táxi. O valor da corrida até o centro custa menos de 20 dólares (350 a 380 mil dongs, a depender do tipo de carro). O aeroporto é distante; seu percurso até o centro dura cerca de 30 a 40 minutos

Mini-ônibus: modal mais barato (menos de 5 dólares), que só deixa o aeroporto quanto a lotação é completa, e leva até uma parada perto do Old Quarter (parte mais turística do centro). Da parada até seu hotel, a viagem de táxi não deve custar mais do que 5 dólares.

Transfer do hotel: veja se seu hotel lhe garante essa comodidade, que pode ser gratuita ou paga (menos de 20 dólares – VND 380.000). Se estiver tudo previamente acertado, leve o comprovante desse ajuste – via de regra, o e-mail da conversa – e procure o motorista que estará segurando uma placa com o nome do hóspede.

Transfer da empresa que escolher fazer Halong Bay: da mesma forma que a opção anterior, esta tem que ser confirmada previamente com a empresa encarregada de te levar de Hanói até Halong Bay. A maioria dessas agências só admite o transfer em um dos trechos: do aeroporto até o seu hotel OU do seu hotel até o aeroporto (prefira esta opção)

Ônibus público: a partir das 5h até as 22h, saem do aeroporto a cada 20 minutos. Escolha as linhas 7 (para Kim Ma) ou 17 (para Long Bien). A passagem custa pouco menos de 1 dólar (5.000 dong). Evite se tiver muita bagagem.

HOSPEDAGEM

Procure ficar perto do Old Quarter (Bairro Antigo). É lá que se concentra a parte mais agitada, e com mais opções de lazer e comércio, além de ficar perto do agradável Lago Hoan Kiem e dos restaurantes abertos até altas horas. Como se não bastasse, nessa região é perfeitamente possível pagar um preço muito bom por diária em quarto confortáveis. Seguem opções bem avaliadas por hóspedes no Booking (a partir de 40 a 180 reais a diária):

Para quem se interessa em alugar quarto, casa ou apartamento por uma temporada, consulte as opções do Airbnb. Caso queira mais alternativas de hospedagem fornecidas por outros sites, procure a que melhor te atenda no Trivago.

O QUE CONHECER
IMG_4266

TEMPLO NGOC SON – HANÓI

Lago Hoan Kiem e Templo Ngoc Son – parte mais agradável para o turista em Hanói. Fica no bairro Old Quarter, perto de vários restaurantes iluminados e é repleto de luzes e flores. O lugar é tão bonito que muitas noivas fazem seu ensaio no seu contorno. Dentro do lago, em uma ilhota, encontra-se a Torre da Tartaruga. Reza a lenda que uma tartaruga tomou a espada que o imperador vietnamita La Loi recebeu do lago e com a qual expulsou os chineses do Vietnã. Em uma ilha um pouco maior do lago, fica o templo taoísta Ngoc Son (lá dentro há uma tartaruga enorme, de 250 quilos, embalsamada) . Ele é  o mais visitado da capital e é acessível a partir da margem através da bela ponte vermelha conhecida como Huc (“sol nascente”). Para entrar no templo, tem que desembolsar menos de 3 dólares (30.000 dong). Procure caminhar à noite pelo lago.

Complexo Ho Chi Minh – enorme área protegida pelo exército e governo vietnamita em homenagem ao endeusado ex-líder comunista do país. O espaço é muito bem cuidado, com jardins, museus e monumentos. Tudo isso gratuito. Se tiver com pouco tempo pra ir, programe-se para chegar cedo. Muitas excursões e curiosos tornam a fila gigante rapidamente. Ao entrar no complexo, você deve deixar seus pertences em um setor vigiado. Boa parte da área não permite fotos. Destaque para o Mausoléu de Ho Chi Minh (proibido tirar fotos); One Pillar Pagoda (templo budista do século XI que representa a flor de lótus com a qual o imperador Ly Thai Tong sonhou que dela receberia um ilho, o que concretizou-se); e Museu Ho Chi Minh (descreve a história dele através de documentos e objetos; para entrar, é preciso pagar um valor à parte; menos de 3 dólares ou 40.000 VND).

Hoa Lo Prison  – lugar onde ficaram detidos e foram torturados os vietnamitas que lutavam pela independência do país frente ao domínio francês (é de 1896). No mesmo estabelecimento, durante a Guerra do Vietnã, ficaram presos os americanos capturados pelos guerrilheiros vietnamitas. Você verá as celas, fotos, roupas e objetos dos prisioneiros. Entrada: aproximadamente US$ 1,50 (30.000 dong).

Templo da Literatura (Van Mieu) – datado de 1070, esse local tranquilo, de inspiração  confucionista, é um oásis de paz dentro do caos da capital. Já foi sede da primeira universidade vietnamita. Muitos alunos ainda tiram fotos de formatura neste lugar. Também custa em torno de US$ 1,50 (30.000 VND) para entrar.

Mercado Noturno (Night Market) – funciona apenas nos fins de semana (de sexta a domingo). Fica na rua Hang Dao, no bairro Old Quarter, e abre às 19h. Lá vende-se de tudo (tem muita coisa falsa também) a preços muito baixos. Pechinche! Não compre pelo primeiro valor! Você economiza bastante e garante muitas lembrancinhas.

Caminhar pelo Old Quarter – mesmo se o mercado noturno não estiver aberto, não desanime! O comércio no Old Quarter funciona a todo vapor e é praticamente setorizado (tem rua para vender bichinhos de pelúcias, rua de eletrônicos, rua de sapatos, outra de papelaria, etc.). Mesmo assim, a confusão é generalizada: nas ruas estreitas coexistem vendedores, barraquinhas de comida, motos, carros buzinando a todo o tempo. Muito doido! Tem gente que adora essa marca registrada de Hanói. Nós ficamos muito assustados. Nunca vimos nada igual.

IMG_4317.JPG

CATEDRAL ST. JOSEPH – HANÓI, VIETNÃ

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

Evite andar de ônibus na cidade. Apesar de baratos, eles costumam ser lotados e muito grandes para o alucinado trânsito da cidade. Além disso, se você estiver hospedado no Old Quarter, é possível conhecer todos os pontos principais caminhando (inclusive o Complexo Ho Chi Minh – 30 minutos a pé). Para o aeroporto, só vá de ônibus se estiver com muito tempo livre e pouca grana. O ticket único é pago dentro do próprio veículo. Há opções de bilhete que inclui várias viagens, saindo proporcionalmente mais barato que comprar várias passagens avulsas. Eles são na cor vermelha e amarela. Para informações sobre rotas principais, acesse este ótimo link em inglês.

Por sua vez, táxi em Hanói é uma boa opção de deslocamento para quem quer conforto e está apressado ou não tem condições de caminhar por muito tempo. O preço das corridas não é caro e o valor é o indicado no taxímetro (aumenta considerando o tempo e distância), sem cobrança de taxas extras.

CULINÁRIA LOCAL

Na nossa viagem pelo Sudeste Asiático, foi em Hanói e Halong Bay que tivemos nossas melhores refeições. Eles preparam ótimos pratos simples, a excelentes preços, baseados em temperos (menta, chili, gengibre, capim-limão), caldos e molhos em vegetais, arroz e alguma carne. E o melhor de tudo: é saboroso sem ser picante, e é bom em qualquer lugar, inclusive nas famosas comidas de rua.

Alguns pratos típicos: Gói Cuon (delicioso e saudável rolinho -spring roll – feito com fino papel de arroz que envolve salada e frutos do mar ou carne bovina, com molho de peixe; delicioso); Bún Cha (carne de porco grelhada, ervas frescas, noodle de arroz e molho de peixe; misture tudo no potinho pra ficar ainda mais gostoso); Cha Ca (pedaços de peixe temperados com gengibre, alho, dill, acompanhados por noodle de arroz).

IMG_4229.JPG

LAGO HOAN KIEM – HANÓI, VIETNÃ

RESTAURANTES
  • Orchid – autêntica culinária local na região central, a bons preços. Lá funciona uma conhecida escola de gastronomia. É possível fazer aulas para aprender a preparar comidas típicas. Para isso, o preço acaba sendo maior;
  • Xôi Yén – lugar muito simples e bacana para quem quer experimentar um costume dos moradores de Hanói: a comida de rua. Na calçada deste local, você come pratos muito bons a preços muito baixos (refeição para casal, com bebidas, custa menos de 15 dólares). Fica no Old Quarter, no endereço: 35B Nguyễn Hữu Huân;
  • Essence Cafe – local aconchegante no Old Quarter que serve boa comida (destaque para o grilled bamboo beef e para o Bún Cha – ambos a menos de 10 dólares -, além de hambúrgueres, steaks e outros pratos mais familiares). Funciona no hotel Essence Hanoi, no endereço: 22 Tạ Hiện;
  • Outras opções: Le Pub (muito perto do lago Hoan Kiem, serve comida típica e cervejas locais e importadas), Lý Club (comida – e preço – mais sofisticada, com opções exóticas, misturando a influência francesa e culinária nativa; localizado em um antigo casarão francês), e restaurantes na praça com a fonte do lado do lago Hoan Kiem (City View Café, Legend Beer, KFC, Burger King, Domino’s, etc.)
COMPRAS

Sem sombra de dúvidas, você vai encontrar de tudo para comprar no Old Quarter. Tente ir ao Mercado Noturno. Nesses locais você encontra chapéus típicos, brinquedos, peças de roupa, comidas, tecidos, eletrônicos e vários souvenirs a preços convidativos. Não deixe de negociar o valor. Eles abaixam muito se você fizer jogo duro. Há shopping perto do lago Hoan Kiem também.

VIDA NOTURNA

Nem se compara ao agito de Bangkok ou das ilhas tailandesas, tampouco de Siam Reap (Camboja), mas o setor com melhores diversões fica no entorno do lago Hoan Kiem. Muitos bares e restaurantes ficam por ali. Procure um com vista do alto para o trânsito caótico da cidade. É surreal!

IMG_4309

MUSEU DA GUERRA – HANÓI, VIETNÃ

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos para Hanói em fevereiro para poder pegar o passeio para Halong Bay e aproveitamos para conhecer os pontos mais indicados na cidade. Não passamos muito tempo, mas acreditamos que foi o suficiente para conhecer o que mais nos interessava no lugar. As pessoas foram educadas conosco, apesar da dificuldade de comunicação. Muitas pessoas não falavam inglês mas se esforçaram para se comunicar na base na mímica. Chamou muita atenção a confusão do trânsito, o comércio nas calçadas, a iluminação do lago durante a noite e, principalmente, a força cultural e histórica do País.

Recomendamos: caminhada ao redor do Lago Hoan Kiem, com parada para o templo Ngoc Son; passeio e compras pelas ruas com trânsito caótico do Old Quarter e pelo Mercado Noturno; jantar com varanda em um dos restaurantes da praça colada ao referido lago (recomendamos o City View Café, Legend Beer ou um dos restaurantes do prédio da frente, onde fica o KFC, a Domino’s e outros); e visita ao complexo do mausoléu de Ho Chi Minh.

DICAS

Segurança Não ouvimos nenhum caso ou alerta de perigo, mas é bom ter muita atenção em locais muito movimentados para evitar furtos. Durante à noite, muitas ruas ficam vazias. Evite-as!

Existe muita oferta de pacotes para Halong Bay. Se quiser, você já pode ir com tudo preparado e garantir transfer pela empresa escolhida. Leia nosso post sobre Halong Bay!

IMG_4178

PRAÇA BA DINH – HANÓI, VIETNÃ

Cuidado com comida de rua! Existem relatos de pessoas que passaram muito mal. Procure averiguar sobre a higiene, caso escolha uma das barraquinhas de rua. Veja também se a barraca é frequentada apenas por turistas ou também por pessoas locais;

Como existem muitas histórias de gente que passou mal, evite o consumo de gelo. Prefira bebidas como refrigerante, cerveja e, em último caso, garrafas d’água lacradas.

⇒ Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Seguro Real. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

O QUE CONSIDERAMOS NEGATIVO

A cidade é bastante poluída, o trânsito bastante confuso. Falando em trânsito, não dá pra acreditar que aquilo seja real. Calçada e asfalto são praticamente a mesma coisa. Todo espaço é disputado. Para você andar, vai ter quer ir se jogando na frente dos carros, bicicletas, motos e outras pessoas. O trânsito nas ruas do bairro antigo, praticamente não anda (se andasse mataria muita gente, talvez). Não existe lei de trânsito ali, não existe nenhum princípio de segurança ou organização. O que vale é a lei da buzina e do ande quem puder. Mas, notamos que é exatamente essa parte que os turistas mais admiram no lugar, realmente uma experiência extremamente exótica!

Outro destaque é o Museu da Guerra com um avião no pátio, colado com uma torre de tijolos aparentes com uma bandeira do Vietnã no topo e perto da Praça Lenin. Fuja deste museu! Você paga em torno de 5 dólares para ver alguns objetos e muita reportagem, tudo com indicação exclusivamente na língua vietnamita e com fachada mal cuidada. É uma verdadeira FURADA.

IMG_4287

CONFUSO TRÂNSITO DE HANÓI – VIETNÃ

CURIOSIDADES

→ RELIGIÃO: 85% da população do País diz ser budista, mas a  maioria não é praticante. Outras religiões por lá são o catolicismo, protestantismo e o Cao Dai (religião originada no Vietnã).

→ ROUPAS TRADICIONAIS: Observamos inúmeras pessoas com aqueles chapéus arredondados com ponta. Eles usam nas plantações de arroz, mas também é bastante comum na cidade. Mulheres usam bastante batas com calças. Mas no geral, as roupas são bem misturadas, muitos tipos.

→ SOBRE HO CHI MINH: Você vai ouvir muito falar dele quando estiver no país. E vale à pena saber mais sobre a personalidade mais cultuada do Vietnã. Uma história bastante interessante. De maneira rápida,  segue um resuminho sobre ele logo abaixo.

Hồ Chí Minh ( significa “aquele que ilumina”, só ganhou esse nome mais tarde) ou, na verdade, Nguyễn Sinh Cung, nasceu em 1890  e morreu em 1969.

Na história oficial apresentada pelo governo do Vietnã,  ele não teve esposa e nem filhos, dedicando sua vida exclusivamente à luta por seu povo e seu país.

250px-Ho_Chi_Minh_1946

HO CHI – MINH, Fonte:wikpedia

Lutou contra o imperialismo norte-americano e teve grande destaque durante a guerra do Vietnã. Hoje em dia é adorado no Vietnã, sendo um exemplo de resistência e bravura.

Mas, verdade ou mentira, pesam sobre seu nome também acusações  de censura, repressão e culto a sua própria personalidade durante o período que liderou a nação.

Existem relatos que estimam terem morrido mais de 24000 vietnamitas entre 1945 e 1956 em campos de concentração.

Outra crítica que pesa sobre seu histórico foi a maneira violenta com a qual teria conduzido a Reforma Agrária e a coletivização das propriedades e empresas nacionais.

Apesar dessas ressalvas, quando estiver na cidade, você vai perceber a importância até hoje de Ho Chi-Minh em monumentos, atrações turística e na opinião popular.

 

SEGURO VIAGEM

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

⇒ CONHEÇA OUTROS POSTS:

HALONG BAY

O QUE SABER ANTES DE IR PARA ÁSIA

IMG_4258

TEMPLO DA TARTARUGA NO LAGO HOAN KIEM – HANÓI

IMG_4312

CATEDRAL ST. JOSEPH – HANÓI, VIETNÃ

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do facebook!

15 comentários sobre “HANÓI

  1. Maria Antonia disse:

    Estou encantada com tanto carinho que vcs de conhecendolugares, compartilham conosco as diversas dicas, as fotos lindíssimas e os encantos dos lugares que nos deixam com muita vontade de conhecer. Parabéns!!!

    Curtir

    • conhecendolugaresblog disse:

      Olá, Rosemeire!
      Para obter o visto do Vietnã você tem duas alternativas. A primeira é através da Embaixada do País aqui no Brasil, http://www.vietnamembassy-brazil.org/pt (já que não está em Brasília, o envio do passaporte e documentação deve ser realizado por Correios).

      A segunda opção é o Visa On Arrival (só vale para quem chega de avião). Para essa opção, é preciso preencher com antecedência um formulário, informando seus dados pessoais e número do passaporte; pagar uma taxa para ter direito a uma “carta de aprovação”; em menos de uma semana, você recebe essa carta e um formulário de entrada e saída do Vietnã por e-mail; imprima a carta e este formulário (preencha este manualmente); separe 2 fotos 4 x 6 (mesmo tamanho da foto do passaporte) e uma quantia de 25 dólares para uma entrada ou 50 dólares para múltiplas entradas (separe um pouco mais, pois esses valores podem atualizar); leve tudo isso – passaporte, fotos, carta de aprovação, formulário de entrada e saída e quantia para pagamento da taxa – em um pacote a ser apresentado em um balcão específico Visa on Arrival perto da imigração no aeroporto de chegada no Vietnã. Com tudo isso apresentado, você recebe o visto estampado lá no país. Para iniciar esse procedimento online (obter o formulário inicial e carta de aprovação), acesse os sites especializados “My Vietnam Visa” ou “Vietnam-evisa.org”.

      Qualquer dúvida, é só nos procurar quando quiser.

      Curtir

  2. Pingback: SIEM REAP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s