SÃO PETERSBURGO

Considerada por muitos a cidade mais bonita da Rússia e uma das mais bonitas da Europa – com seus museus, praças, artistas de rua, teatros, igrejas e palácios entrelaçados por charmosos canais -, São Petersburgo foi capital do maior país do mundo durante o auge da dinastia Romanov (a partir do governo de Pedro, O Grande) até a derrocada do regime czarista pela Revolução Socialista liderada por Lenin em 1917.

A mudança da capital para seu território simbolizou a abertura da Rússia – até então ortodoxa e agrícola – para o mercado europeu, o que impulsionou o desenvolvimento das artes, da cultura, da economia e da consciência ocidentalizada que se espalhou pelo país.

Confira abaixo como chegar, quando ir, onde ficar/comer/divertir-se, o que conhecer e outras informações para facilitar a montagem do seu roteiro ou estimular sua viagem para lá.

IMG_2575.JPG

CATEDRAL DO SANGUE DERRAMADO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

COMO CHEGAR

Bom, você já dever ter lido nosso Guia Prático – Rússia, mas se não for  o caso, seguem as orientações inicias de como chegar!

Avião – saindo do Brasil, considerando ponto de partida a cidade de São Paulo, são aproximadamente 16 horas de voo. O preço nem sempre está atrativo, porém promoções acontecem frequentemente e você pode escolher o destino por um preço bastante interessante.

Atualmente, não existem voos diretos partindo do nosso país até a Rússia. Todavia, os aeroportos de Moscou (capital russa e principal porta de entrada para a maioria dos países europeus), sobretudo o Domodedovo, é acessado por aviões que voam de Lisboa, Roma, Paris, Londres, Helsinque, Praga, entre outras grandes cidades.

Entre as companhias áreas que operam até a Rússia, destacamos: Aeroflot, TAP, British Airways, Air France, Czech Airlines, Lufthansa, KLM, e várias low costs (SmartWings, Air Baltic, etc.).

Importante destacar que São Petersburgo possui aeroporto internacional (Pulkovo, código: LED) e também recebe voos de diferentes partes da Europa, embora em menor quantidade que Moscou. Localizamos alguns voos diretos para São Petersburgo a partir de Londres, Paris, Berlim, Roma, Barcelona, Praga, Amsterdã e Varsóvia.

Todavia, a maioria deles costuma fazer conexão nos Países Bálticos ou na Escandinávia. Por isso, a maior oferta de voos sem paradas e mais baratos para São Petersburgo sai de Tallinn (Estônia), Riga (Letônia), Helsinque (Finlândia) e Estocolmo (Suécia).

Companhias aéreas que operam até lá: S7, Aeroflot, AirBaltic (barata), LOT (barata), Czech Airlines, SAS, FinnAir, British Airways, Vueling.

IMG_20170820_202339_774

CATEDRAL DE NOSSA SENHORA DE KAZAN – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Já se estiver em solo russo…

Considerando apenas as cidades principais de Moscou e São Petersburgo, as melhores opções para mover-se de uma para outra são avião e trem.

Há diversos voos diários a bons preços (média inferior a R$ 250,00 ida e volta) que duram cerca de 1 hora. Quer conferir? Faça simulações pelo site da Skyscanner ou das companhias S7 ou Aeroflot. O valor é parecido com o cobrado para a viagem de trem, todavia, a desvantagem da via aérea é que os aeroportos são distantes do centro das cidades, tanto de Moscou quanto de São Petersburgo.

Trem – diante da mencionada desvantagem, o trem é para muitos a melhor alternativa de deslocamento entre as cidades que visitamos. As estações são centrais/bem localizadas e acessíveis. Todas elas possuem boa infraestrutura e são bem policiadas. As passagens ferroviárias só podem ser compradas com 45 dias de antecedência pelo site  www.russiantrains.com. Comprada a passagem, deve-se imprimi-la com o código de barras e levá-la com seu passaporte até seu vagão (a dica é chegar com 20 minutos de antecedência, no máximo, já que a saída dos trens é bem pontual). O único ponto negativo dessa modalidade de transporte é a duração da viagem: 8 horas em trem convencional e 4 horas pelo trem-bala russo, o Sapsan (considerando o deslocamento entre Moscou e São Petersburgo).

Cruzeiro – outra forma muito comum para chegar em São Petersburgo é de cruzeiro, já que estamos falando da principal cidade portuária russa, com acesso direto aos Países Bálticos e à Escandinávia. Dentre as empresas que oferecem esse transporte até lá, destacamos a Costa Cruzeiros, a MSC, a Norwegian Cruise Line e a Royal Caribbean, e as excursões costumam incluir Copenhague, Oslo, Estocolmo, Helsinque, Tallinn, Amsterdã, Kiel (na Alemanha), Southampton (na Inglaterra). Compare os preços também nesse site.

Carro – Também há boas estradas que ligam Moscou a São Petersburgo através de carro (a rodovia principal entre eles é a E105). Porém, não indicamos essa forma. O transporte coletivo é mais prático e barato, além de ser complicado trafegar dentro dessas grandes cidades (muito bem servidas por metrô e ônibus) por carro alugado. Mesmo assim, caso queira considerar essa opção, sugerimos a locação de automóvel pela Rentcars.

IMG_3200

PRAÇA DO PALÁCIO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

QUANDO IR

O frio na Rússia é realmente um fator a ser levado em consideração ao escolher a melhor época para viajar. As cidades mais procuradas, como Moscou e São Petersburgo podem apresentar mínima de -12°C e máxima de 23°C.

PRIMAVERA: Temperatura média de 6°C e chuvas em torno de 42 mm mensais.

VERÃO: Temperatura média de 17°C e chuvas em torno de 80 mm mensais.

OUTONO: Temperatura média de 5°C e chuvas em torno de 61 mm mensais.

INVERNO: Temperatura média de -8°C e chuvas/neve em torno de 43 mm.

Sendo assim, os melhores meses para ir são: maio e setembro, por serem ótimos para caminhada, com temperatura amena e pouca chuva. Para quem deseja ver neve, no auge do outono e em todo o inverno (entre o início de novembro até meados de março) as paisagens brancas são garantidas, mas é mais difícil fazer passeios a pé nesse período.

IMG_20160824_192328603

O LINDO PALÁCIO DE INVERNO/MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

VISTO

Não é necessário! Não existe a exigência de visto para entrada em território russo. É necessário apenas passaporte.

Os funcionários da imigração são mais atentos e possuem um semblante muito sério, sisudo. A análise do passaporte demora mais tempo e eles costumam olhar nos olhos do turista, causando um certo ar de intimidação. Fique tranquilo e seja solícito, mas não dê uma de brincalhão.

FUSO HORÁRIO

Fuso horário é o que não falta na Rússia. Sua impressionante extensão longitudinal faz do país o recordista em horas diferentes.

Todavia, São Petersburgo segue o mesmo fuso horário de Moscou: UTC+03:00. Isso significa que são 6 horas à frente do Brasil, isto é, quando aqui o relógio marca 10h, lá marca 16h.

IMG_20160824_195654209

FORTALEZA DE PEDRO E PAULO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

MOEDA

Rublo russo. Para conferir a atual conversão monetária oficial, acesse o link do Banco Central.

Se você chegar na Rússia por São Petersburgo já troque alguns euros ou dólares (50 se for em um dia útil, mais se for um fim de semana ou feriado) por rublos no aeroporto. O importante é trocar o suficiente para que você chegue até seu hotel ou a um local próximo ao centro da cidade (avenida Nevsky Prospekt), onde fica a maior concentração de bancos e casas de câmbio mais vantajosas.

IDIOMA

Russo! Um dos países mais desafiadores para a comunicação do turista, mas fique tranquilo: apesar da má fama, encontramos muitos nativos dispostos a ajudar, inclusive por mímica ou aplicativos de tradução. Muitos funcionários das atrações e dos hotéis localizados nos bairros turísticos falam o inglês necessário para você desfrutar São Petersburgo.

IMG_2713.JPG

TORRE DO ALMIRANTADO E O PALÁCIO DE INVERNO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Apesar de ser um pouco difícil de aprender, o alfabeto cirílico deve ser estudado pelo menos 2 semanas antes de viajar até lá. Fique atento à pronúncia. Leve um dicionário com as palavras, expressões e frases mais comuns. Segue abaixo o que consideramos mais importante:

Português:                                       Russo (escrita cirílica/pronúncia):

Com licença, por favor.                Извините, пожалуйста. (izvinítie, pajálsta).

Por favor                                         Пожалуйста (pajálsta)

Você fala inglês?                            Вы говорите по-английски? (vy gavarítie pa-anglísski?)

Eu não falo russo.                         я не говорю по-русски (ia ni gavariú pa-rússki)

Desculpe!                                        Простите! (prastíte!)

Obrigado (a)                                   Спасибо (Spassíba)

Sim/não                                           да/нет (da/niet)

Quanto custa?                                Сколько это стоеит? (skól’ka éta stó-eit?)

IMG_20160824_175110157

SALÃO DO RELÓGIO DO PAVÃO DOURADO – MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

QUANTO TEMPO FICAR

A cidade é grande e com muitas opções, sugerimos um mínimo de 3 dias completos para ter uma noção básica de São Petersburgo.

COMO SAIR DO AEROPORTO

O aeroporto de Pulkovo fica a pouco mais de 20 km do centro de São Petersburgo. Por isso, se você não tiver reservado um hotel que disponibilize um transfer, adote uma das seguinte formas abaixo indicadas:

Ônibus + metrô = a maneira mais barata e indicada para quem não tem malas enormes para carregar e não chega em algumas horas da madrugada.

São dois ônibus úteis/estratégicos que saem da parada de frente para o desembarque do aeroporto na saída 1: o 39Ex (expresso; faz o trajeto que você precisa em 20 minutos) e o 39 (faz o mesmo percurso no dobro do tempo). Há também o ônibus da linha 13 cuja parada fica do lado oposto ao edifício maior do aeroporto. Você paga o bilhete em moeda/dinheiro diretamente ao motorista. O valor é muito baixo (menos de 2 euros em rublos; procure levar dinheiro trocado). Esses ônibus funcionam das 5h30 da manhã às 1h30 da manhã, e passam a cada 15 minutos.

Ambos os ônibus deixam na estação de metrô Moskovskaya, da linha 2/azul. Dentro da estação, você paga o bilhete do metrô em alguma máquina automática ou no guichê com funcionário e sobe no vagão em direção a Parnas (o ticket também não chega a custar sequer 2 euros em rublos. Como provavelmente seu hotel estará nas imediações da Nevsky Prospekt, desça na estação com este nome. Pronto! Você estará no burburinho dessa linda cidade, perto das atrações principais, tendo gasto menos que 5 euros por pessoa.

Táxi = é a forma mais confortável e rápida de chegar ao centro. O valor varia entre 700 e 1000 rublos (menos de R$ 90,00, o que é muito bom para quem divide a corrida com outros passageiros). Há vários taxistas não credenciados no aeroporto que ofecerem o serviço sem ligar o taxímetro. Fuja deles! Procure a placa Taxi Pulkovo ou o centro de informações turísticas, que deve indicar a companhia mais confiável.

Obs: Para quem vai de trem a partir de Moscou (trem convencional ou o de alta velocidade/Sapsan), a chegada em São Petersburgo ocorre na estação ferroviária Moskovsky Vokzal (Moscow Railway), que é bem central, localizada em uma das extremidades da avenida Nevsky Prospekt. Esta ferroviária fica bem perto da estação de metrô Mayakovskaya (linha 3/verde). Caso você esteja hospedado mais perto da outra extremidade da mencionada avenida e não queira andar tanto da ferroviária até seu hotel, vá até a estação de metrô Maykovskaya e pegue o vagão que segue rumo a Primorskaya. Nesse sentido, você deve descer logo na estação seguinte: Gostinyy Dvor.

IMG_20160824_185231325

QUADRO “A DANÇA” DE MATISSE – MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

HOSPEDAGEM

Procure se hospedar ao longo da avenida Nevsky Prospekt, principalmente entre a estação de metrô de mesmo nome e a Praça do Palácio. Trata-se da avenida mais importante da cidade, com as melhores lojas, restaurantes e perto das principais atrações de São Petersburgo.

Tenha em conta que muitos hotéis de custo médio e baixo ficam localizados em alguns andares de prédios comerciais ou galerias, sendo sua entrada comum a várias pessoas não-hóspedes.

Dito isso, passamos a listar algumas opções bem avaliadas por turistas:

Mais sofisticados:

  • Four Seasons Hotel Lion Palace St. Petersburg – 5 estrelas; muito elogiado pelo seu estilo imperial, atendimento e localização (pertinho do Museu Hermitage, do prédio do Almirantado e da Catedral de Santo Isaac); inclui transfer do aeroporto; nota 9,4 no Booking;
  • Belmond Grand Hotel Europe – 5 estrelas; decoração fabulosa; 6 restaurantes em seu interior; quartos espaçosos; pertinho da estação de metrô Nevsky Prospekt e da Catedral do Sangue Derramado; inclui transfer do aeroporto; nota 9,2 no Booking;
  • Corinthia Hotel St. Petersburg – hotel 5 estrelas, pertinho da estação de metrô Mayakovskaya, com fachada clássica e quartos espaçosos com decoração sóbria; inclui transfer para o aeroporto a ser acertado com o hotel; nota 8,8 no Booking;
  • Spbkakdoma Naberezhnaya Moiki 53 – apartamento de frente para o canal, a 300 metros da Praça do Palácio e do Museu Hermitage, além de ficar pertinho da Catedral do Sangue Derramado e da Catedral de Kazan; é possível acertar o traslado do aeroporto; nota 9,1 no Booking;
  • Silver Sphere Inn – o mais econômico entre os sofisticados; quarto com bela decoração, bem pertinho do anterior (isto é, a 250 metros da estação de metrô Nevsky Prospekt, a 800m da Catedral do Sangue Derramado e a 2 minutos de caminhada da Catedral de Kazan); inclui transfer do aeroporto a ser acertado com o hotel.
IMG_2522.JPG

UM DOS SALÕES DO MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Bom custo-benefício:

  • Abajour at Nevsky – embora os quartos não sejam tão bonitos quanto os anteriores, eles não são ruins nem pequenos. O destaque fica para a ótima localização (3 minutos a pé da estação de metrô Nevsky Prospekt, 10 minutos de caminhada para a Praça do Palácio e Museu Hermitage), preço acessível e transfer do aeroporto; nota 9 no Booking;
  • Bolshaya Morskaya 7 Hotel – localização perfeita, a 100 metros da avenida Nevsky Prospekt e da estação de metrô Admiralteskaya, e a 5 minutos de caminhada da Praça do Palácio/Museu Hermitage; não inclui transfer do aeroporto; nota 8,5 no Booking;
  • Nevsky 78 Apart-hotel – boa localização; fica entre a estação Mayakovskaya e a Nevsky Prospekt, perto do Museu Faberge; inclui transfer, o quarto inclui banheiro privativo e cozinha com fogão e geladeira; nota 7,6 no Booking;
  • Apartment on Nevsky 36 – colado à estação de metrô Nevsky Prospekt e bem perto dos pontos turísticos mais famosos da cidade; conta com cozinha e banheiro privativo; não tem transfer do aeroporto;
  • Mini-hotel on Nevskiy 6 – fica a 200m da Praça do Palácio/Museu Hermitage (o mais perto dessa lista) e a 500m da Catedral do Sangue Derramado; possibilidade de acertar o transfer com a pousada; quarto simples e pequeno; nota 8,6 no Booking;

Mais baratos:

  • Hostel Nash Dom – o mais barato dessa lista; fica perto da Fortaleza Pedro e Paulo e da movimentada avenida Kamennoostrovsky, na outra margem do Rio Neva; localizado entre as estações de metrô Gor’kovskaya e Ploschad Lenina; leve google tradutor, visto que quase todos os hóspedes que passam por lá são russos; nota 6,4 no Booking
  • Hostel Kak Doma – o mais econômico perto da Nevsky Prospekt; banheiro e quarto compartilhados; fica a 260 metros acima da Nevsky Prospekt (5 minutos a pé) e a 500m da Catedral do Sangue Derramado; é possível combinar o transfer do aeroporto; pelo mesmo motivo do anterior, leve o google tradutor; nota 7,8 no Booking;
  • Room 6 on Nevskiy – varanda para a avenida Nevsky Prospekt, perto da estação de metrô Mayakovskaya; a 2 km da Praça do Palácio/Museu Hermitage;
  • RiverSide Nevsky Hostel – entre os mais ecoômicos, é o mais limpo/arrumado; albergue que tem quartos privativos e compartilhados; o banheiro é compartilhado; fica a 500m da estação de metrô Nevsky Prospekt, a 800m da Catedral de Kazan; é possível acertar transfer do aeroporto; nota 8,4 no Booking.

Para mais alternativas, consulte o Booking, Trivago ou Tripadvisor. Caso deseje alugar um apartamento ou um quarto conversando sobre os detalhes diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

IMG_20160824_183946444

ARCO NA PRAÇA DO PALÁCIO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

O QUE CONHECER

Museu Hermitage e Praça do Palácio – um dos maiores e mais antigos museus do mundo. É o ponto turístico mais visitado e conhecido de São Petersburgo. Conta em seu acervo com relíquias do Egito Antigo e etruscas, sem ignorar obras (pinturas e esculturas) renascentistas – não poderia faltar Da Vinci e modernas (originais de Picasso, Van Gogh, Monet, Matisse, Cézanne, Rembrandt, entre outros gênios), no total de 3 milhões de peças. Além disso, há uma rica coleção de tapeçaria, vidros, armaduras, cerâmicas e mobílias. Mesmo para quem não gosta de museus, a entrada nesse é imperdível.

Tudo isso espalhado em 10 edifícios que circundam a espetacular Praça do Palácio e com anexos inclusive na outra margem do Neva (como o Palácio Menchivov, que faz parte do complexo Hermitage). O destaque entre esses prédios é certamente o maior deles, o Palácio de Inverno (onde funciona o Grande Hermitage). Lá as obras são dispostas em lindas e detalhadas salas palacianas, já que estamos falando da residência oficial dos czares por muitos anos, idealizada por Ana Ivanovna e finalizado já no governo de Catarina II (1762), que adquiriu 225 obras flamengas e alemãs em 1764, iniciando o legado cultural do museu.

IMG_3368.JPG

PASSEIO DE CARRUAGEM SAINDO DA PRAÇA DO PALÁCIO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Também destaca-se na outra face da Praça do Palácio, o Palácio do Estado Maior, de cor amarelo clara com o arco do triunfo e a enorme escultura de uma carruagem com seis cavalos e um grupo de guerreiros armados, que simbolizam a vitória russa sobre Napoleão Bonaparte. No centro da praça fica a enorme Coluna de Alexandre (a maior em granito vermelho do mundo).

Compre seu ingresso com antecedência no site oficial (leve carteira de estudante internacional). Confira nele os preços atualizados e horário de funcionamento.

Obs: A entrada no museu é gratuita na primeira quinta-feira de cada mês. O horário de funcionamento é maior às quartas e sextas-feiras.

Estações de metrô mais próximas: Admiralteyskaya (linha 5 roxa) ou Nevsky Prospekt (linha 2 azul). Ônibus que param perto: 1, 3M, 3MB, 5M, 7, 10, 11, 24, 191 (parada Malaya Morskaya Street ou parada Dvortsovaya Square) e 2MA, 3, 4M, 4MB, 5M, 5MB, 22, 27 (parada Admiralteyskaya Station).

IMG_2570.JPG

ALA DOS QUADROS DE KANDINSKY – MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Catedral do Sangue Derramado – também chamada de Igreja da Ressureição ou do Salvador no Sangue Derramado. Para nós, é a igreja ortodoxa de fachada mais bonita de São Petersburgo, com muita semelhança na sua forma com a de São Basílio (a famosa de Moscou), embora nela predomine cores mais escuras na base e as cúpulas sejam basicamente em azul e amarelo.

Fica localizada às margens do canal Griboyedov, o que torna a paisagem ainda mais bonita e romântica, com um curso de água e pontes no cenário. Logo atrás dela fica o Parque Mikhailovsky, cujo portão de entrada costuma ser um ótimo local para tirar foto dessa catedral. Passe por ela tanto de dia quanto de noite e veja a beleza impressionante do local. Mais um passeio que não pode faltar na sua viagem a São Petersburgo.

Ela foi construída a partir de 1883 no local em que o czar Alexandre II foi assassinado (o que aconteceu em 1881). Hoje funciona como um museu estatal que conta a história desse que foi considerado um dos primeiros atentados terroristas de que se tem registro. Dentre toda a sua rica decoração, destacam-se os 134 mosaicos de escudos de armas das províncias e comunidades russas que adornam o nível inferior da torre do campanário

Na II Guerra Mundial, os alemães lançaram uma bomba sobre a cúpula mais alta dessa igreja. A bomba não explodiu, tendo sido encontrada apenas quase 20 anos depois. Após isso foi feita uma longa reforma de 27 anos, tendo sido reaberta para visitação já no final da década de 1990.

IMG_20160824_163835109_HDR.jpg

CATEDRAL DO SANGUE DERRAMADO – SÃO PETERSBURGO

IMG_20170906_160944_561

CATEDRAL DO SANGUE DERRAMADO – SÃO PETERSBURGO

Confira aqui os tours feitos nessa linda catedral e aqui o preço atualizado (quartas-feiras costumam ser gratuitas). Para saber os horários de funcionamento, clique neste link. Não precisa comprar com antecedência, não havendo tanta fila quanto para entrar no Museu Hermitage.

Estações de metrô mais próximas: Nevsky Prospekt (linha 2 azul) ou  Gostinyy Dvor (linha 3 verde). Ônibus que param perto: 3, 3M, 3MB, 5, 22, 27 (parada Metro Nevsky Prospekt) e 2M, 2MA, 46, 49, K-76 ou bonde elétrico 3 (parada Letniy Garden).

Catedral de Santo Isaac – é a maior e mais suntuosa igreja de São Petersburgo (capacidade para 14 mil pessoas), famosa por sua cúpula dourada e pelo seu lindíssimo interior com pedras preciosas, mármore e granito. Seu estilo é predominantemente neoclássico, com traços bizantinos.

Foi construída entre 1818 e 1858, dedicada ao padroeiro de Pedro, O Grande. Há 400 obras entre pinturas, esculturas e mosaicos. É uma das mais bonitas que já vimos, e certamente a que possui o interior mais bonito entre todas as igrejas russas que visitamos.

IMG_2682.JPG

POR DENTRO DA CATEDRAL DE SANTO ISAAC – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Ao visitar essa igreja – que hoje funciona como museu estatal, com celebrações religiosas ortodoxas mais esporádicas e em ocasiões solenes -, aproveite para subir a colunada até o domo dela, de onde é possível ter uma linda vista panorâmica da cidade.

Acesse neste link os preços dos tours temáticos feitos nessa catedral (assim como a catedral anterior, as quartas-feiras costumam ser gratuitas). Também não precisa comprar com antecedência, já que conta com uma bilheteria no local e sem grandes filas. Aqui você confere os horários de funcionamento.

Estação de metrô mais próxima: Admiralteyskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: linhas 10, K-252 (parada Admiralteyskiy Avenue) e linha 70 (parada Isaakievskaya Square) e linhas 3, 22, 27, 71, K-169, K-306 (parada Konnogvardeyskiy Boulevard).

IMG_20160825_124650492.jpg

ALMIRANTADO E PARQUE ALEKSANDROVSKIY SAD – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Parque Aleksandrovskiy Sad e Cavaleiro de Bronze – são os jardins de Alexandre, com fontes, chafarizes e estátuas, além de árvores e flores simétricas que ficam entre a Catedral de Santo Isaac e o Rio Neva e ligam essa região até o Almirantado e a Praça do Palácio. Muitos noivos fazem ensaios de casamento nesse belo parque.

Em uma das pontas desse parque, entre o Cais Inglês e o Cais do Almirantado, colado ao Rio Neva, fica a enorme estátua do Cavaleiro de Bronze que homenageia Pedro, O Grande, o czar que transferiu a capital de Moscou para São Petersburgo e foi responsável pela abertura da Rússia para o mercado europeu, o que impulsionou de forma irreversível o desenvolvimento e as revoluções do país.

A construção dessa estátua equestre foi ordenada pela czarina Catarina II. Ela foi feita sobre a Pedra do Trovão, a maior pedra já movida por humanos (segundo o Wikipedia), pesando 1500 toneladas. De frente para essa estátua saem vários barcos que fazem o passeio pelos canais da cidade.

Estação de metrô mais próxima: Admiralteyskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: linhas 10, K-252 (parada Admiralteyskiy Avenue) e linhas 3, 22, 27, 71, K-169, K-306 (parada Konnogvardeyskiy Boulevard).

Catedral de Nossa Senhora de Kazan – a lindíssima catedral em estilo imperial que foi construída entre 1801 e 1811 para abrigar a imagem da padroeira russa, encontrada na cidade de Cazã/Kazan. Sua cúpula de bronze e as colunas paralelas na entrada (que lembram a Basílica de São Pedro, no Vaticano) destacam-se em um dos quarteirões da principal avenida da cidade, a Nevsky Prospekt (na altura da Catedral do Sangue Derramado, sendo possível combinar a visita as duas em uma curta caminhada de distância).

Tornou-se um memorial militar após a vitória russa sobre as tropas de Napoleão e é atualmente filial do Patriarcado de Moscou, que consiste na comunidade eclesiástica ortodoxa russa sob a liderança dos cânones da capital.

Estações de metrô mais próximas: Nevsky Prospekt (linha 2 azul) ou  Gostinyy Dvor (linha 3 verde). Ônibus que param perto: 1, 3, 3M, 3MB, 5, 7, 10, 11, 22, 24, 27, 191 (parada Bolshaya Konnyushenaya ulitsa ou parada Metro Nevsky Prospekt).

Passeio de barco pelos canais – programação imperdível para conhecer a cidade sob uma perspectiva mais romântica, com saídas durante o dia e à noite. É bem fácil de achar empresas que oferecem esse tour (escolha o que passa pela maior quantidade de cais menores e que inclua audioguia em outra língua que não a russa), já que elas ficam espalhadas pelas pontes e perto do Cavaleiro de Bronze e do jardins de Alexandre. Falamos mais a respeito nas seções “Deslocamento pela cidade” e “Vida Noturna”.

IMG_20160824_164539459_HDR.jpg

PASSEIO PELOS LINDOS CANAIS EM SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

Outro passeio muito recomendado é andar de carruagem saindo da Praça do Palácio pelos pontos principais da cidade. São várias as opções, muitas delas com guias trajados como antigamente.

Ponte basculante – outra atração que indicamos fortemente é assistir a Ponte do Palácio/Ponte Dvortsoviy levantando/abrindo/dobrando ao som de música clássica com várias embarcações passando e os edifícios iluminados nas margens do Rio Neva.

Se você for em junho ou julho para São Petersburgo, provavelmente presenciará as “Noites Brancas”, quando o sol não se põe totalmente no horizonte de São Petersburgo e há um show de fogos de artifício enquanto a ponte se eleva. Falamos mais a respeito desse programa muito bom na seção “Vida Noturna”.

Obs: É na base dessa ponte que, durante o dia, saem barcos em direção ao Palácio Peterhof.

Estação de metrô mais perto: Admiralteyskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: 1, 3M, 3MB, 5M, 7, 10, 11, 24, 191, K-252 (parada Dvortsovaya Square).

Almirantado – ao lado do Cavaleiro de Bronze, por dentro dos jardins de Alexandre fica o imponente edifício que foi sede da Marinha Imperial russa, um dos prédios mais famosos da cidade e que teve importância decisiva na expansão militar do país.  Na ponte de seu imenso pináculo dourado fica um cata-vento no formato de um barco. Trata-se de um monumento contemplativo que deve ser visto rapidamente, sem qualquer custo.

Estação de metrô mais perto: Admiralteyskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: 1, 3M, 3MB, 5M, 7, 10, 11, 24, 191, K-252 (parada Dvortsovaya Square).

IMG_2602

CATEDRAL DE KAZAN E CAFÉ SINGER – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Fortaleza de Pedro e Paulo – é o marco zero de São Petersburgo, isto é, a partir dela é que a cidade se expandiu. Foi construída em 1703 a mando de Pedro, O Grande, para proteger a cidade dos ataques suecos, durante a Grande Guerra do Norte. A data do começo de sua edificação é comemorada como o aniversário da cidade (27 de maio ou 16 de maio no calendário juliano).

Dentro dela ficam relíquias militares, museus (inclusive, com a reconstituição das celas dos presos políticos que lá ficaram) e a Catedral de São Pedro e São Paulo, a mais antiga da cidade e famosa por sua enorme torre/antena com um anjo dourado na ponta. Trata-se na segunda igreja construída no mesmo local, já tendo sofrido com a descarga de raios que provocou um incêndio em abril de 1756. Nela estão sepultados todos os czares da dinastia Romanov, desde Pedro até Nicolau II.

Na parte sul, fica uma praia muito frequentada por banhistas no verão. Por trás da fortaleza, fica um complexo de lazer, com zoológico, casa de shows e cinema.

Estação de metrô mais perto: Gorkovskaya (linha 2 ou azul). Ônibus que param perto: linhas 1, 5M, 7, 10, 191, K-252 (parada Dobrolyubova Avenue) e linhas 2M, 2MB, 46 (parada Troitskaya Square)

IMG_2761.JPG

PASSEIO DE BARCO (VISTA PARA O MUSEU KUNSTKAMERA) – SÃO PETERSBURGO

Museu Kunstkamera – o belo prédio esverdeado neoclássico que fica na margem norte do Rio Neva, já na ilha de Vassiliev, abriga o museu mais antigo da Rússia, dedicado à antropologia e etnografia, com mais de 2 mil itens. Ele chama a atenção  por sua torre e é facilmente visto por trás do Palácio de Inverno/Museu Hermitage.

Estações de metrô mais próximas: Vasileotrovskaya (linha 3 verde) ou Admiralteskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: 3M, 6A, 7, 10, 11, 24 (parada Universitetskaya Embankment).

IMG_3149

PONTE LEVADIÇA E A FORTALEZA DE PEDRO E PAULO VISTA DE LONGE – SÃO PETERSBURGO

Antiga Bolsa de Valores e Colunas Rostral – também monumentos mais contemplativos que ficam na ponta leste da ilha de Vassiliev, na região conhecida como Strelka (uma das mais bonitas da cidade), e que podem ser vistos por trás do Museu Hermitage. Vale a pena atravessar a Ponte do Palácio para ter uma vista diferente do Almirantado, do Hermitage e da Catedral de Santo Isaac.

A Bolsa de Valores é um edifício que lembra muito o estilo grego clássico.As colunas avermelhadas têm em alto relevo as pontas de embarcações que representam o expansionismo marítimo, com destaque para uma vitória naval de 1811, tendo servido de farol para os antigos barcos.

Estações de metrô mais próximas: Vasileotrovskaya (linha 3 verde) ou Admiralteskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: 3M, 6A, 7, 10, 11, 24 (parada Universitetskaya Embankment).

Museu Faberge – museu que fica no Palácio Shuvalov e reúne a maior coleção dos famosos ovos com metais (ouro, prata, cobre, platina, níquel), esmalte e pedras preciosas (rubi, diamante, jade, quartzo) desenhados originalmente pelo joalheiro Peter Carl Fabergé a mando dos czares que queriam presentear suas esposas e a corte imperial durante a Páscoa.

O primeiro ovo Faberge foi desenhado e construído em 1885 por determinação do czar Alexandre III que presenteou sua esposa Maria Feodorovna na Páscoa. Essa tradição também foi mantida pelo seu sucessor, o czar Nicolau II.

O museu ainda expõe louças e utensílios sofisticados e exibições temporárias de quadros famosos. O ambiente interno é muito bonito e é uma excelente opção de passeio rápido na cidade. Confira o preço dos ingressos e o horário de funcionamento.

Estação de metrô mais perto: Gostinyy Dvor (linha 3 verde) ou Nevsky Prospekt (linha 2 azul). Ônibus que param perto: linhas 1, 3M, 3MB, 7, 10, 11, 24, 191 (parada Metro Gostinyy Dvor).

IMG_2725.JPG

IGREJA ORTODOXA VISTA DA CATEDRAL DE SANTO ISAAC – SÃO PETERSBURGO

Palácio de Mármore – outro museu de bonita fachada que merece uma rápida visita. Para chegar nele basta seguir pela avenida do cais que segue por trás do Museu Hermitage em direção à direita, rumo ao parque do Campo de Marte. O museu fica fechado às terças-feiras.

Não há estação de metrô muito perto (a menos distante é a Admiralteskaya, linha 5 roxa; ou a Nevsky Prospekt, linha 2 azul). O mais indicado é chegar lá pelo bonde elétrico 3 (parada Suvorovskaya Square) ou de ônibus (linhas 2M, 46, 49, K-76, parada Suvorovskaya Square).

Palácio Mariinsky – é a sede da Assembleia Legislativa de São Petersburgo. Fica de frente para a Catedral de Santo Isaac, na margem sul do Rio Moika (separado daquela catedral pela praça de Santo Isaac e pela Ponte Azul). Foi o último palácio neoclássico imperial construído em São Petersburgo. Recomedamos apenas fotos rápidas do lado de fora.

Estação de metrô mais perto: Admiralteyskaya (linha 5 roxa). Ônibus que param perto: linhas 10, 70, K-252 (parada Isaakievskaya Square) e linhas 2MA, 4M, 4MB, 5M, 5MB, K-306 (parada Bolshaya Morskaya Street).

Teatros Mariinsky – um histórico espaço de óperas e balés, sendo o mais proeminente durante o século XIX, palco de estreia de obras de Tchaikovsky (Lago dos Cisnes, de 1895) entre outros. Edifício que impressiona por fora e por dentro, e conta com um anexo moderno na outra margem do canal Kryukov.

Não há uma estação de metrô muito perto. A menos distante é a que fica por trás do shopping center Sennaya (Sennaya Ploschad, linha 2 azul; ou Sadovaya, linha 5 roxa). O melhor é ir de táxi ou de ônibus (linhas 2, 3, 27, 50, K-62, K-124, K-186, K-350 – parada Teatralnaya Square; ou linhas 6, 22, 71, K-1, K-6K, K-169, K-306 – parada Mariinsky Teatr).

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

A pé, se você estiver hospedado perto da Nevsky Prospekt e não tiver problemas de locomoção. Como dissemos acima, essa avenida liga às atrações principais da cidade, bem como até a margem do Rio Neva de onde é possível avistar o outro lado, com belas construções também (acessíveis por caminhadas agradáveis sobre pontes mais extensas). As ruas são planas e em ótimo estado de conservação, com passagens subterrâneas nos cruzamentos mais movimentados (o que diminui o risco de atropelamento).

Caso queira caminhar com um guia passando pelos pontos mais famosos da cidade, indicamos os free walking tours. Uma empresa bem recomendada é a Feel Free, que oferece transfer a partir do aeroporto e faz passeios privados para os Palácios Peterhof e Catarina.

Para pontos mais distantes de São Petersburgo: metrô ou táxi.

O metrô é bem sinalizado, é prático, pontual e com estações estratégicas bem perto dos locais de destaque na cidade. As estações mais importantes para o turista são: Nevskiy Prospekt (linha 2 ou azul) e Gostinyy Dvor (linha 3 ou verde) para as lojas, restaurantes, Catedral do Sangue Derramado, Catedral de Kazan e Praça do Palácio; Admiralteskaya (linha 5 ou roxa) para o Almirantado, Praça do Palácio, Parque Aleksandrovskiy Sad, Cavaleiro de Bronze, passeio de barco, Catedral de Santo Isaac, Antiga Bolsa de Valores, Coluna Rostral e para a Kunstkamera; Gorkovskaya (linha 2 ou azul) para a Fortaleza de Pedro e Paulo, para o Zoológico, para o estádio de futebol (também acessado pelo metrô na estação Sportivnaya, da linha 5 roxa);  Mayakovskaya (linha 3 ou verde) para a estação ferroviária com trens para Moscou; Moskovskaya (linha 2 ou azul) para a migração de ônibus que levam ao aeroporto.

saint-petersburg-metro-map

REDE DE METRÔ EM SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

Algumas estações funcionam a partir das 5h30 até meia-noite. Confira os horários do primeiro e último metrôs, bem como da abertura e fechamento de cada estação nesse link.

Para mais dicas, siga as instruções básicas do post “Estações de Metrô de Moscou“, que se aplicam via de regra a São Petersburgo.

Uma ótima alternativa são os ônibus turísticos (city sightseeing), principalmente para quem tem pouco na cidade e quer otimizá-lo parando nas principais atrações e ouvindo histórias sobre esses locais. Ele segue o esquema hop-on hop-off, em que você só paga uma vez e desce e sobe em qualquer ônibus da empresa quantas vezes quiser durante a validade de seu ticket/pacote. Confira aqui os pontos do itinerário e a possibilidade de combinar esse passeio com uma volta de barco pelos canais de São Petersburgo.

Costuma funcionar das 9h às 20h, em ônibus que passam com uma frequência de 25 minutos. O percurso completo do ônibus é feito em 1h30. Os pontos principais de saída são a Catedral de Santo Isaac (primeira parada do trajeto) e o aterro do Palácio (pertinho da ponte atrás do Museu Hermitage, que é a décima sétima parada).

Com exceção desse transporte executivo, não é necessário usar ônibus de linha, já que o metrô é excelente e não é atrapalhado pelo trânsito. De qualquer forma, os ônibus mais úteis para chegar nas atrações principais são: 1, 3, 3M, 3MB, 10, 11, 22, 24, 27, 191 (passam na Nevsky Prospekt e ao lado da Praça do Palácio e do Almirantado). Você pode comprar cartões de viagem em lojas de conveniência espalhadas pelas grandes avenidas comerciais ou pagar o ônibus diretamente ao motorista. Leve dinheiro trocado e o google tradutor.

IMG_2670.JPG

ÔNIBUS TURÍSTICO NA CATEDRAL DE SANTO ISAAC – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Táxis também são uma boa forma de deslocamento por lá, indicados para quem deseja conforto e privacidade. As corridas entre as atrações principais não costumam custar mais do que 10 euros em rublos. A desvantagem é a dificuldade de comunicação (a maioria dos taxistas não fala inglês) e a demora em virtude do tráfego. Boas alternativas no mesmo estilo são os aplicativos Uber e Gett.

Em uma cidade tão recortada por canais, não poderíamos deixar de indicar o deslocamento por meio de barco. Várias empresas oferecem o serviço em quase todas as pontes que cruzam a Nevsky Prospekt e de frente para o Cavaleiro de Bronze (perto do Almirantado e da Catedral de Santo Isaac). Encontrá-las é bem fácil. Consulte neste link, os tours que costumam ser feitos (escolha o que passa pela maior quantidade de canais pequenos por dentro da cidade) e as empresas confiáveis.

É bem complicado trafegar em São Petersburgo por carro alugado. A sinalização é em cirílico e os motoristas russos são conhecidos por não respeitarem todas as regras de trânsito, o que torna a condução bem confusa. Mesmo assim, caso queira considerar essa opção, sugerimos a locação de automóvel pela Rentcars.

IMG_20160824_151710455_HDR.jpg

ESTAÇÃO DE METRÔ – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

CULINÁRIA LOCAL

Mais um quesito que nos surpreendeu. Viajamos para a Rússia esperando encontrar comidas sem graça e sem variedade, após lidos alguns comentários a respeito. Todavia (não sei se por sorte ou por irmos com expectativas negativas), comemos muito bem por nas duas cidades que conhecemos naquele país.

IMG_2608.JPG

MACARRONS NO DELICIOSO E LINDO “KUPETZ ELISEEVS” – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

O destaque fica para os pães, sopas e carnes. Os pratos costumam vir acompanhados por repolho, beterraba e batata. Entre as comidas típicas, destacamos:

  • Borshch – tradicional sopa de beterraba. Vem com legumes e pedaços de carne e é preparada com creme de leite fresco. Gostamos bastante;
  • Okroshka – sopa de vegetais, com cebola, pepino, batatas, carne/presunto e kvass (bebida com baixo teor alcoólico de pão). Podem vir com legumes. Bem saborosa;
  • Pelmeni – bolinhos de massa recheados com almôndegas. Muito tradicional nas refeições russas, seja servidos sozinhos ou em sopas;
  • Kulebjaka – torta salgada de salmão ou de vários tipos de carne ou de vegetais. Muito boa como aperitivo ou mesmo como refeição;
  • Shashlyk – é o kebab (carne combinada com legumes no espeto) russo;
  • Pirozhki – deliciosos pastéis recheados com carne, batata, repolho ou peixe. Usam-se ovos para dourar a massa;
  • Ikra – é o famoso caviar, que não é caro por lá. Servido como pasta/patê em canapés e no pão preto. Muito consumido no café da manhã.

IMG_3427.JPG

O café da manhã costuma ser mais reforçado que o brasileiro, contando com panquecas, ovos, cereais e pães. O almoço é, tradicionalmente, comido tarde (por volta das 14h) e é composto por três pratos (sopa de entrada, prato principal com carne ou peixe com os acompanhamentos citados e salada, e sobremesa). O jantar acontece às 19h/20h.

Se encontrar dificuldades para se adaptar ao tempero russo, já existem muitas redes de fast food por lá (Burger King, McDonald’s, Pizza Hut, Starbucks, Coffee House/кофе XAY3), além de muitos restaurantes de alta gastronomia com cardápios da cozinha contemporânea francesa, italiana e asiática.

RESTAURANTES
  • Palkin’/Палкинъ (cozinha contemporânea em um lindo ambiente; vencedor do Traveller Choice do Tripadvisor 2017; fica no cruzamento entre a Nevsky Prospekt  e a Vladimirskiy Prospekt, pertinho do Castelo Mikhailovsky; endereço: Невский пр-кт, 47, St Petersburg, Ленинградская область);
  • Percorso (comida mediterrânea, com ótimos frutos do mar e massas; um dos mais elogiados pelo Tripadvisor; fica no hotel Four Seasons, ao lado da Catedral de Santo Isaac e perto da estação Admiralteyskaya, linha 5 ou roxa; endereço: Voznesensky Ave, 1);
IMG_20160824_163927453_HDR.jpg

CAFÉ SINGER – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

  • River Lounge Boat (jantar em um passeio de barco pelo Rio Neva, com vista para os principais edifícios de São Petersburgo iluminados;
  • Dachniki/Дачники (cozinha tradicional russa; endereço: Nevsky Prospekt, 20, St Petersburg);
  • Kilikia (comida típica da Armênia; fica perto da Catedral do Sangue Derramado; endereço: 26, Griboyedov channel embankment, 40);
  • Pushka Inn Restaurant (comida típica russa servida no belo restaurante do hotel Pushka Inn; endereço: embankment river Moyka, 14);
IMG_3064.JPG

PALÁCIO DE INVERNO ILUMINADO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

  • Kupetz Eliseevs (um dos lugares mais bonitos para comer na cidade; destaque para os salgados, a confeitaria e as bebidas quentes em um lugar de linda fachada de cor acinzentada com estátuas de bronze e decoração art nouveau; endereço: Nevskiy Prospekt, 56);
  • Café Singer (no mesmo estilo do anterior; linda fachada com vista para a Catedral de Nossa Senhora de Kazan; lugar histórico, já que lá funcionava a fábrica de máquinas de costura Singer; endereço: Nevsky Prospekt, 28)
  • Russian Empire/Russian Ampir (comida refinada e atendimento diferenciado; endereço: Nevsky Prospekt, 17);
  • Tsar (ambiente palaciano em que comida russa e internacional se misturam em pratos ecléticos; fica perto dos shoppings centers Sennaya e Admiralteyskiy, próximos à estação de metrô Sennaya Ploschad da linha 2 azul e da estação Sadovaya da linha 5 roxa; endereço: Sadovaya Street, 12);
  • Sadko (destaque para o “frango à Kiev”, a decoração clássica e os garçons cantores; fica perto da Lion’s Bridge e da ponte Potseluyev; endereço: Ulitsa Glinki, 2);
  • Blok (steakhouse sofisticado em um ambiente colorido; fica perto do Parque Tauride; estação de metrô mais perto: Chernyshevskaya, linha 1 ou vermelha; endereço: Potomkinskaya Ulitsa, 4);
  • Gras (cozinha contemporânea a preço moderado; fica na transversal à Nevsky Prospekt na altura da estação de metrô Gostinyy Dvor, da linha 3 ou verde; endereço: fica no cruzamento entre a Sadovaya Street e a Inzhenernaya Street, 7);
  • Restaurant Schengen (gastronomia francesa e da Europa Central em um ambiente clean; fica perto do Parque Tauride e da Catedral da Transfiguração; estação de metrô mais perto: Chernyshevskaya, linha 1 ou vermelha; endereço: Kirochnaya Ulitsa, 5);
  • Do Eat Restaurant (bar e restaurante moderninho, com destaque para os frutos do mar; fica por trás da Fortaleza de Pedro e Paulo; estação de metrô mais perto: Chkalovskaya, da linha 5 ou roxa; endereço: Malyy Prospekt P.s., 54-56);
  • Severyanin (um dos mais elogiados pelo Tripadvisor entre os que servem comida típica russa; fica ao sul do Palácio Mariinsky e ao norte do Parque Yusupov; estação de metrô mais perto: Sadovaya, linha 5/roxa ou Sennaya ploschad, linha 2/azul; endereço: Stolyarnyy Pereulok, 18).
IMG_2493.JPG

COLUNA DE ALEXANDRE E ARCO DO TRIUNFO – SÃO PETERSBURGO

COMPRAS

Conforme adiantamos no Guia Prático – Rússia, os itens mais vendidos para turistas são as Matryoshkas (bonecas coloridas de diferentes tamanhos, encaixadas a menor dentro da maior); Vodkas; artesanato em seda/crochê/porcelana (destaque para as colheres Khohloma e as mini caixas Palekh, louça Gzhel, panos em pashmina), utensílios em estanho; jóias da pedra âmbar; botas, gorros do estilo soviético (Ushanka) e casacos; ursos e outros bichos de pelúcia.

Entre os principais endereços para compras em São Petersburgo:

Avenida Nevsky Prospekt (com lojas de departamento e grifes famosas – Zara, H&M; destaque para o shopping mais antigo da cidade, Bolshoi Gostiny Dvor Department Store, que fica no número 35 dessa avenida, e para a galeria Perinnyye Ryady).

IMG_2747.JPG

MUSEU KUNSTKAMERA E COLUNA ROSTRAL – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Outra rua comercial bacana é a do canal Griboyedov enbankment, pertinho da Catedral do Sangue Derramado, onde são vendidos muitos souvenirs de bom gosto.

Também sugerimos o shopping Dlt que fica entre o canal do Rio Moika e a rua Bolshaya Konyushennaya; e o shopping Sennaya (com lojas a preços mais acessíveis; fica ao lado da estação de metrô Sennaya Ploschad, da linha 2 azul).

Para quem está perto da Fortaleza de Pedro e Paulo, a avenida Kamenoostrovsky (estação de metrô mais perto: Gorvoskaya, linha 2 azul) é um outro ponto para boas compras.

IMG_3056

PALÁCIO DE INVERNO/MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

VIDA NOTURNA

Um programa imperdível para todas as idades é o cruzeiro noturno pelos canais de São Petersburgo. Várias empresas fazem esse passeio e incluem diferentes pacotes, com atrações artísticas variadas e jantares refinados. Para escolher seu preferido, sugerimos que consulte esse site especializado.

Outra atração noturna é assistir à Ponte do Palácio/Ponte Dvortsoviy (que fica por trás do Museu Hermitage e do Almirantado) levantando-se para a passagem dos barcos maiores vindos do Golfo da Finlândia ao som de música clássica emocionante. Trata-se de uma ponte levadiça/ponte basculante que por volta da meia-noite, 1h da manhã (confira o horário exato desse evento com o seu hotel ou em um centro de informações turísticas), tem suas dobras inclinadas e vira um dos cartões-postais mais visitados da cidade. Parece besteira, mas vale a pena, principalmente porque o cenário com as torres e palácios iluminados e a música instrumental emocionada combinam demais com uma mega estrutura de concreto se dobrando. A melhor época para ver isso é em junho, julho ou começo de agosto, quando ocorrem as “noites brancas“, isto é, quando o sol não se põe totalmente na cidade, em um cenário de rara beleza.

IMG_3138.JPG

PONTE BASCULANTE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Para quem está interessado em baladas ou pubs divertidos, a seguir indicamos alguns (a maioria deles perto da estação de metrô Nevsky Prospekt, linha 2 azul; e da estação Gostinyy Dvor, linha 3 verde):

  • Pub Crawl (passe a noite com um guia animado em um grupo de turistas também a fim de curtir o agito da cidade, migrando entre bares e baladas muito bem selecionadas; ideal para quem só pode ou quer curtir uma noite super animada; ponto de encontr: lobby da estação de metrô Mayakovskaya, na avenida Nevsky Prospekt, às 8h30 da noite);
  • Santa Barbara Club (vários ambientes, com destaque para a festa que rola pra valer no terraço Romeo Vip; fica por trás da Catedral de Nossa Senhora de Kazan; endereço: Kazanskaya ulitsa, 7);
  • Lomonosov (entrada gratuita; três andares de festa ao som de diferentes ritmos – eletrônico e pop rock principalmente; mesas têm que ser reservadas com antecedência e não são baratas; vá bem arrumado para essa que é uma das mais conhecidas baladas da cidade; ela tem facecontrol; fica em uma rua paralela à avenida Nevsky Prospekt, perto da estação de metrô do mesmo nome e da Catedral de Kazan, precisamente atrás dos shoppings centers Perinnyye Ryady e Bolshoi Gostinyy Dvor e do Museu de Cera; endereço: Ulitsa Lomonosova, 1);
  • Bares na rua/ulitsa Kazanskaya (é a mesma rua da balada do Santa Barbara Club; destaque para o BorodaBar, Warszawa, Doska – este é mais indie/alternativo dos três);
  • Mishka Bar (ótimos drinks, boa seleção de música ambiente e decoração bacana com luz baixa e móveis coloridos; fica pertinho do Museu Faberge e da Ponte Anichkov; endereço: Fontanka river embankment, 40)
  • Bares undergrounds na rua/ulitsa Dumskaya (pertinho do Lomonosov, em uma rua transversal que liga a Nevsky Prospekt à Lomonosova Ulitsa; destaque para o Poison, Fidel, BarBara, Quarenghi, Dacha, Morrison);
  • UNION Bar & Grill (bar dançante com steakhouse em ambiente lateral;  fica perto da Catedral do Sangue Derramado e do Castelo Mikhailovsky e mais perto ainda da Catedral da Transfiguração, na margem direita do Canal Fontanka; estação de metrô mais próxima: Chernyshevskaya, linha 1/vermelha; endereço: Liteyniy avenue, 55);
  • A2 Green Concert (espaço de shows de música eletrônica e indie; fica algumas ruas atrás da Fortaleza de Pedro e Paulo, sendo necessário atravessar a ponte entre a Bolshoi Prospekt e a Medikov Prospekt; estação de metrô mais perto: Petrogradskaya, linha 2 azul; endereço: Medikov Avenue, 3).
IMG_2555

UM DOS SALÕES DE TAPEÇARIA E MOBÍLIA DO HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO

Para quem gosta de lugares mais sossegados, com uma música menos barulhenta, sugerimos a seguir dois ótimos bares que tocam blues e jazz com artistas ao vivo:

  • Jimi Hendrix Blues Club/Dzhimmi Khendrikc (bar arrumadinho com música excelente; fica aberto até meia noite; fica perto da Catedral do Sangue Derramado e do Castelo Mikhailovsky e mais perto ainda da Catedral da Transfiguração, na margem direita do Canal Fontanka; estação de metrô mais próxima: Chernyshevskaya, linha 1/vermelha; endereço: Liteyniy avenue, 33);
  • JFC Jazz Club (também com música mais tranquila, mas em um ambiente mais bonito e aconchegante; fica a 4 ruas acima da estação de metrô Chernyshevskaya, linha 1 vermelha, à margem do Rio Neva no Cais de Robespierre, na mesma rua do Greenhouse Tauride Gardens; endereço: Shpalernaya ulitsa, 33).

Outra programação noturna é assistir a algum balé/concerto/ópera/peça ou show mais erudito em algum dos vários teatros espalhados pela cidade. Os melhores ambientes para esse tipo de espetáculo são os Teatro Mariinsky, (estação de metrô mais perto: Sennaya ploschad, linha 2 azul; ou Sadovaya, linha 5 roxa; prefira ir de táxi); Mariinsky II (de frente para o anterior, na outra margem do canal, com uma estrutura mais moderna), o Teatro Hermitage (anexo ao famoso museu, em um edifício de cor cinza esverdeado, que pode ser acessado pelo cais do palácio ou pela Millionaya Street) e o Teatro Mikhailovsky (fica em um edifício amarelo bem perto da Catedral do Sangue Derramado, quase na mesma rua, sendo que mais perto da Nevsky Prospekt; endereço: pl. Iskusstv, 1). Consulte a programação nos links destacados ou neste site (Russian Broadway) de venda de ingressos.

IMG_2584.JPG

CATEDRAL DO SANGUE DERRAMADO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

NOSSA EXPERIÊNCIA

Já leu nosso Guia Prático sobre a Rússia? Nele você encontra maiores detalhes dos preparativos. Aqui compartilhamos especificamente nossos dias em São Petersburgo.

Fomos no mês de agosto. As temperaturas estavam extremamente agradáveis, em torno de 15°C e, apesar do tempo nublado predominante (pouquíssimas horas de sol), só pegamos uma chuva fina e rápida em um dia na cidade. Sentimos mais frio em São Peterburgo que em Moscou, mas um casaco simples e calça confortável foram suficientes para nossos dias por lá.

Fomos de ônibus + metrô do aeroporto até nosso hotel, sem maiores problemas, custos ou demora. Ficamos hospedados em um quarto bem simples no Mini-hotel Nevsky Prospekt 88, instalado em um prédio antigo sem recepcionista ou porteiro. A responsável pelo quarto mandou um representante para nos receber e ele não falava inglês. Conseguimos dialogar por meio do google tradutor. Foi bem divertido e inusitado. A maior vantagem da nossa hospedagem era sua localização, na avenida principal da cidade, bem pertinho da estação de metrô Mayakovskaya.

IMG_20160824_190154035

ARTE MODERNA TAMBÉM PRESENTE NO MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Nossas refeições foram feitas em fast foods e em restaurantes que serviam comida típica russa, como o Rock Pub. Lanchamos um dia na linda Kupetz Eliseevs. Em todas as paradas a comida estava boa ou excelente. Não achamos as refeições e o atendimento foi sempre cordial e eficiente, sem qualquer dificuldade de comunicação.

Com exceção dos deslocamentos do aeroporto (ônibus + metrô), até o aeroporto (táxi) e voltando da Fortaleza de Pedro e Paulo (metrô a partir da estação Gorkovskaya), fizemos todos os demais percursos caminhando. A cidade é sem subidas e descidas, as avenidas estão em ótimo estado de conservação, sem buraco algum e com uma largura segura. Há também várias passagens subterrâneas que ajudam os pedestres a atravessar ruas sem se misturar com os carros.

Embora seja conhecida como a “capital do crime” na Rússia (em virtude das gangues que se formaram com o empobrecimento do país a partir do final do regime comunista), a gente sentiu muita segurança pelas ruas, mesmo caminhando de madrugada. As passagens subterrâneas, apesar de esquisitas com pouco movimento na calada da noite, eram frequentadas por diferentes tipos de pessoas de todas as idades. Não presenciamos nenhum furto ou incidente ruim. Basta ficar atento aos bolsos (crimes violentos são raríssimos). Sugerimos que leve porta-dólar por dentro da camisa ou calça ou pochete.

Nossa programação/sugestão de roteiro: no primeiro dia, caminhamos pela Nevsky Prospekt até o Museu Hermitage. Passamos a tarde por dentro desse lindo palácio-museu, olhando seu acervo clássico e o anexo com as obras mais modernas. Em seguida, margeamos o cais por trás do museu, passando pelo Palácio de Mármore e pelo Parque Campo de Marte e pelo Round Market, até chegarmos na incrível Catedral do Sangue Derramado à noite. Entramos em algumas lojas de souvenirs naquela rua e seguimos parando nas vitrines que mais nos chamaram a atenção na Nevsky Prospekt.

IMG_2754.JPG

PASSEIO DE BARCO PELOS CANAIS DE SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

No segundo dia, caminhamos até a Praça do Palácio novamente. Após entrarmos e tiramos várias fotos na entrada da Catedral de Nossa Senhora de Kazan e mais várias fotos daquela praça espetacular, seguimos até o imponente edifício do Almirantado. Caminhamos pelo Parque Aleksandrovskiy Sad (com um monte de noivos e noivas tirando fotos perto das fontes e flores nesse parque). Entramos na lindíssima Catedral de Santo Isaac (a mais bonita que entramos na Rússia, embora não tenhamos entrado na do Cristo Salvador em Moscou nem na do Sangue Derramado) subimos até seu domo dourado, de onde tivemos uma bela vista da cidade. Depois, fomos até o cais de frente para a estátua de Pedro, O Grande (o Cavaleiro de Bronze) onde pegamos o barco e fizemos o imperdível passeio pelos canais da cidade. Fomos até a Catedral do Sangue Derramado para vê-la de dia e caminhamos pelo Parque Mikhailovsky que fica atrás dela. Vimos mais algumas lojas, lanchamos na linda Kupetz Eliseevs e fomos ao hotel, de onde saímos de madrugada caminhando até a beira da Ponte do Palácio. Lá assistimos (com centenas de pessoas) ao espetáculo da ponte se dobrando/se abrindo/se levantando, com músicas clássicas lindas tocando ao fundo. Foi muito bom.

No terceiro dia, fizemos o day tour para os palácios Peterhof e Catarina com um guia/motorista excelente sobre o qual falaremos em um post específico. Na volta, já no final da tarde, o guia/motorista nos deixou na bela Fortaleza de Pedro e Paulo, com muitas lojas e edifícios bonitos e de onde tivemos uma visão bacana para o lado mais famoso de São Petersburgo. Lá perto pegamos o metrô de volta para o nosso hotel e no dia seguinte saímos logo cedo para o aeroporto.

IMG_20160824_163802624_HDR.jpg

CAFÉ SINGER – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

Nossas impressões: São Petersburgo é uma cidade fabulosa, monumental, com uma vibe mais artística e de vida leve que Moscou. É uma cidade mais turística que a capital e impressiona pela grandiosidade e conservação das atrações principais. Seus canais e tempo cinzento lembraram mais Amsterdã que Veneza, embora cada uma delas tenha peculiaridades inconfundíveis. Nossos pontos preferidos foram o Museu Hermitage, a Praça do Palácio e a Catedral do Sangue Derramado, além de termos amado o passeio de barco pelos canais e o espetáculo da ponte basculante. A Nevsky Prospekt é uma avenida mais bacana que qualquer avenida de Moscou, inclusive que a Arbat.

Assim como em Moscou, fomos muito bem tratados em São Petersburgo e os preços das duas cidades são similares, em geral, pouco mais baratos que no Brasil. Aqui encontramos mais pessoas falando inglês que na capital.

Apesar de todas essas ótimas sensações e lembranças da cidade, ainda preferimos Moscou. São inúmeros pontos turísticos e parques em São Petersburgo, mas nem todos juntos superam a Praça Vermelha e os Jardins de Alexandre que embelezam a capital, que ainda conta com as estações de metrô mais lindas que já vimos. São Petersburgo é uma cidade mais romântica, ideal para casais que gostam de fazer as coisas sem pressa, entrando em museus e restaurantes mais sofisticados. Moscou é uma cidade mais eclética e pulsante, com uma variedade maior de paisagens e cada vez mais cosmopolita e moderna.

Os únicos pontos negativos de São Petersburgo são: não contar com um transporte direto entre o aeroporto e o centro e, principalmente, não dispor de muitos hotéis confortáveis a preços moderados. Tirando esses pequenos defeitos (minúsculos perto de outras cidades pelas quais já passamos), a cidade de Pedro, O Grande, e dos czares mais famosos é extraordinária e merece os elogios e fama que recebe.

IMG_3020

SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

DICAS

⇒ Evite pedir informações a policiais. Prefira entrar em um restaurante, hotel ou estação de metrô e tire suas dúvidas lá.

⇒ Evite levar dólares. O câmbio é muito mais fácil e favorável se você levar euros.

⇒ Se for a São Petersburgo no verão europeu (de junho a setembro), compre o ingresso ao Museu Hermitage com antecedência.

⇒ Procure reservar um transfer com guia turístico para os palácios Peterhof e Catarina. Há vários que fazem a visita aos dois palácios no mesmo dia. Indicamos o nosso excelente guia, com um profundo conhecimento de história e sempre paciente e disposto a tirar nossas fotos: Igor (whatsapp: +7 904 518 88 51).

⇒ Escolha a data da sua viagem considerando as temperaturas no país. O frio extremo pode dificultar sua viagem. Mesmo indo no verão, leve um casaco na mala. Por ser uma cidade cortada por rios e canais, há muitos ventos e a sensação térmica baixa bastante, principalmente nos passeios de barco sem teto.

⇒ Estude previamente o alfabeto cirílico e palavras básicas no idioma russo. Um guia do idioma no bolso pode ajudar bastante também.

IMG_2708

SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

Leve carteira de estudante internacional. Elas costumam dar descontos em algumas atrações da cidade e na entrada do Palácio Peterhof e no Palácio Catarina.

⇒ Se quiser visitar uma estação de metrô em São Petersburgo (principalmente para quem não vai passar por Moscou ou vai visitar a capital depois), escolha a de Avtovo, da linha 1 ou vermelha. Ela é considerada uma das mais bonitas da Rússia.

Por opinião pessoal, prefira visitar São Petersburgo antes de Moscou. Como a capital foi a nossa preferida, a gente recomenda que você deixe para conhecer o melhor para o final.

CURIOSIDADES

→ O Ano Novo é o feriado mais celebrado no país, com casas e ruas coloridas e iluminadas. Tanto é assim que não há trabalho por 10 dias depois do Ano Novo (dias esses que não estão incluídos nos 28 dias de férias do trabalhador russo).

IMG_2744.JPG

CAVALEIRO DE BRONZE SOBRE A PEDRA MAIS PESADA JÁ TRANSPORTADA POR HOMENS – SÃO PETERSBURGO

→ O Natal russo é celebrado no dia 7 de janeiro, quase uma semana depois do Ano Novo.

→ São Petersburgo é a segunda cidade mais populosa da Rússia. Foi a capital do Império Russo entre 1703 e 1918, até a eclosão da Revolução Comunista liderada pelos bolcheviques que seguiam Lenin.

→ É a cidade russa mais visitada por estrangeiros.

→ É a cidade europeia com maior quantidade de pontes (afinal, são 93 rios e canais).

→ O prato strogonoff foi criado em São Petersburgo (reza a lenda que foi ideia do Barão Stroganov para receber oum convidado que não tinha condições de cortar os escalopes inteiros).

IMG_3084.JPG

PONTE BASCULANTE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

→ O czar Pedro, O Grande, fundador de São Petersburgo, se inspirou na cidade de Amsterdã para traçar o projeto urbanístico da cidade (sob a supervisão de Alexander Menchikov), após passar uma temporada na Holanda como parte de uma excursão pela Europa para trazer ideias voltadas ao progresso da Rússia.

→ Pedro, O Grande, fundou São Petersburgo com a finalidade de ter uma porta de acesso à Europa, já que a então única cidade portuária ocidental do país, Archangelsk, ficava no mar Branco que congelava no inverno, paralisando a economia naval.

→ A cidade começou a se desenvolver a partir do local onde hoje fica a Fortaleza de Pedro e Paulo, após a vitória da Grande Guerra do Norte, em que as tropas de Pedro venceram os suecos.

→ Já teve o nome de Petrogrado (a partir da I Guerra Mundial) e de Leningrado (durante o regime socialista soviético após a morte de Lenin).

→ A sede da Assembleia Legislativa na cidade fica no Palácio Mariinski (por trás da Catedral de Santo Isaac).

→ Apesar de competir coma Catedral de São Basílio (Moscou), por suas cúpulas coloridas semelhantes, a Catedral do Sangue Derramado é bem mais recente que sua prima da capital. Ela foi construída em homenagem ao czar Alexandre II e durante a II Guerra serviu de armazém de batatas, tendo sido reaberta em 1997 (após quase três décadas de reformas) sem qualquer celebração religiosa nela realizada.

IMG_2742

CATEDRAL DE SANTO ISAAC – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

→ Durante a II Guerra Mundial, São Petersburgo (à época, Leningrado) foi cenário da Operação Barbarossa, um dos bloqueios/cercos militares mais brutais da história. Foram 872 dias entre novembro de 1941 e janeiro de 1944 em que os alemães bombardeavam a cidade de longe e impediram a entrada de qualquer alimento e agasalhos aos habitantes da cidade, que ficaram ilhados e desabastecidos, morrendo de fome, frio e doenças (alguns chegaram a praticar o canibalismo, comeram cera e sola de sapatos, cascas de árbores e violaram túmulos do cemitério para comer cadáveres). Foi um dos maiores exemplos de resistência da história moderna, tendo Leningrado recebido o título de cidade heroica em 1945.

→ Pouco antes do mencionado cerco alemão na cidade, a equipe do Museu Hermitage contou com a ajuda de voluntários para embalar e transferir mais de 1 milhão de obras originais do acervo, resguardando-as da destruição e saque dos nazistas.

→ De acordo com o wikipedia, São Petersburgo  é listada na UNESCO como uma área com 36 complexos de arquitetura histórica, e cerca de 4000 monumentos históricos e culturais. A cidade tem, ainda, 221 museus, 2000 bibliotecas, mais de 80 teatros, 100 organizações de concertos, 45 galerias e salões de mostras, 62 cinemas e cerca de 80 outros estabelecimentos de caráter cultural, com cerca de 100 festivais artísticos anuais.

→ O consumo de álcool entre os russo é impressionante: 18 litros por ano (o dobro do considerado perigoso pelas organizações de saúde) e que provoca a morte de 500 mil pessoas por lá, contribuindo para a elevada taxa de mortalidade até os 55 anos (25%). Boa parte em virtude da vodka (usada inclusive como pagamento a professores em tempos de crise).

SEGURO VIAGEM

 

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

 

IMG_3318

ESCULTURAS NO MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA


IMG_20160824_183942481_HDR

POR DO SOL ATRÁS DO PALÁCIO DE INVERNO/MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO


IMG_2485.JPG

IMG_3415

CATEDRAL DO SANGUE DERRAMADO – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

IMG_3265.JPG

MUSEU HERMITAGE – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

IMG_2613.JPG

KUPETZ ELISEEVS – SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA

IMG_2813.JPG

SÃO PETERSBURGO – RÚSSIA

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

7 comentários sobre “SÃO PETERSBURGO

  1. Pingback: MOSCOU
  2. Maria Antônia disse:

    Como sempre o post está completíssimo, Parabéns! 👏👏👏👏👏👍👍
    Achei as curiosidades deste post bem interessantes , principalmente da folga do trabalhador Russo após o Ano Novo e a data do Natal.🤔🤔
    Show!❤❤❤❤❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s