RAILAY BEACH

Bem mais tranquila que a badalada Koh Phi Phi, Railay Beach é mais um lindíssimo ponto a ser incluído no roteiro de qualquer viagem para a inesquecível Tailândia. 

Localizado numa península da província de Krabi, banhada pelo Mar de Andaman (o mesmo da Maya Bay), em Railay não faltam praias com águas de cores incríveis e grandes pedras “flutuantes”, mirante, restaurantes super charmosos, hotéis baratos e excelentes, além de passeios para ilhas próximas de manter o queixo caído.

Confira a seguir todas as informações que precisa para conhecer mais um paraíso tailandês.

IMG_1348

RAILAY BEACH

COMO CHEGAR

Avião + barco: A primeira coisa que você precisa fazer é voar até o aeroporto de Krabi. Há voos diários a partir de Bangkok (principalmente do aeroporto Don Meung – DMK) até Krabi, grande parte deles operados por companhias aéreas low cost (Air Asia, Nok Air, Thai Lion Air), em um voo que dura pouco mais de 1h.

Também encontramos voos diretos para Krabi a partir de Cingapura (pela Air Asia e Scoot; 1h45 de viagem) e a partir de Kuala Lumpur/Malásia (pela Air Asia; 1h20 de viagem).

Chegando no aeroporto de Krabi, caso você não tenha acertado o transfer/traslado com algum representante do seu hotel, pegue um táxi e escolha por um dos seguintes portos de saída para Railay: a) o que fica na praia Ao Nang (cerca de 26 km de percurso ou 35 minutos de carro); ou b) o que fica no Ao Nam Mao Pier (cerca de 23 km de percurso ou 30 minutos de carro).

DSC08734.JPG

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

O trecho de táxi a partir do aeroporto, apesar de relativamente longo, não é caro. Saindo da sala das esteiras rolantes, você encontrará vários guichês de cooperativas de táxi no saguão de desembarque. Poucas cooperativas aceitam o pagamento por cartão de crédito, por isso leve dinheiro em espécie. O preço costuma ser tabelado, mas tente pechinchar.

A opção pela praia de Ao Nang implica um trecho maior de carro em direção a oeste, porém menor de barco em relação às saídas pelo Ao Nam Mao Pier.

Em Ao Nang, há vários barcos típicos tailandeses (os “long tail boats”) que fazem uma rápida (15 a 20 minutos) e belíssima viagem até a chegada no píer da Praia do Oeste/West Railay, já na península de Railay.

Se optar pela ida até Railay Beach pela praia de Ao Nang, basta pagar diretamente a um dos vários barqueiros para que te leve a Railay (o pagamento deverá ser em dinheiro). Lembre-se de tirar tênis/sapato e de levar uma mala mais leve ou pedir a ajuda do barqueiro. Isso porque você tem que andar um pouco dentro da água (é raso, mas você molha os pés e parte da bermuda) até entrar no barco.

DSC08854

VISTA DA PRAIA DE AO NANG PARA A PENÍNSULA DE RAILAY BEACH – KRABI, TAILÂNDIA

Por sua vez, a viagem a partir do Ao Nam Mao Pier é feita em barcos a motor maiores (quase escunas/catamarãs), embora sejam feitos passeios de long tail, em um trecho mais longo (30 minutos), não tão bonito quanto o anterior, e desembarcam no píer da Praia do Leste de Railay. Se preferir ir por essa via, basta pagar na bilheteria deste píer para ir até o destino citado. O pagamento também deve ser feito em dinheiro.

O custo é baixo (táxi do aeroporto + barco = menos de 80 reais por pessoa, em média) e a recompensa é gigante.

*Essa forma acima descrita é a mais indicada para quem vem pelas grandes cidades tailandesas (Bangkok, Chiang Mai), pela linda ilha de Koh Samui – que não fica no Mar de Andaman, mas sim no Golfo da Tailândia (voo direto de pouco menos de 1h pela Bangkok Airways) – e por países vizinhos.

Caso você já esteja em Koh Phi Phi, em Phuket ou alguma ilha do Mar de Andaman, confira se há excursões de barco até Railay Beach ou até algum porto da província de Krabi – normalmente são mais baratos e até mais rápidos do que ter que pegar um voo com conexão em Bangkok.

IMG_1354

A TAILÂNDIA É INESQUECÍVEL – OLHA A COR DESSA ÁGUA! (SEM FILTRO – RAILAY BEACH

** Fique atento que os barcos só chegam em Railay até cerca de 17h. Assim, caso seu voo chegue no aeroporto de Krabi já à noite, durma uma noite no centro de Krabi e pegue o primeiro barco possível na manhã seguinte para Railay Beach.

*** Não recomendamos a viagem até Krabi por meio de ônibus. As viagens são mais longas (de Bangkok são quase 800 km ou 10h30/11h de trajeto; de Phuket são 160 km ou quase 3h de trajeto), cansativas, desconfortáveis e na quase totalidade das vezes não compensam financeiramente, já que as alternativas (avião ou barco) costumam cobrar preços muito acessíveis e você corre. Mesmo assim, caso prefira economizar e ir por esses coletivos, deixe um comentário para que possamos ajudar no roteiro terrestre.

IMG-20180108-WA0011

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

QUANDO IR

Novembro a abril é o melhor período para conhecer a Tailândia. Fuja da época das monções, que vai de maio a outubro! Cuidado com isso! Viajando durante as monções, há o risco de você sequer chegar nas praias.

Se você pretende esticar sua viagem para o norte da Tailândia (em especial, Chiang Mai), considere ir em novembro. Isso porque é no penúltimo mês do ano que acontece o festival de luzes em Chiang Mai. Em novembro, os nativos e turistas lançam pequenos balões brancos com velas, enchendo o céu de luzes baixas em um cenário lindíssimo.

Caso sua prioridade seja curtir as praias tailandesas, recomendamos a viagem em janeiro ou fevereiro, por serem os meses menos chuvosos do ano.

IMG_1474

PHRA NANG CAVE – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

CLIMA

Tropical úmido, com pequena alteração de temperatura. A mínima não passa de 24°C; e a máxima, de 34°C (meses mais quentes: fevereiro e março). Quente, mas nada insuportável, em função da brisa do mar.

VISTO

Para entrar na Tailândia, não se exige visto. Apenas é necessário preencher um formulário com informações referentes a sua saúde e outros dados na primeira cidade em que você chega no país. Só com esse formulário preenchido e entregue às autoridades sanitárias é que você consegue passar da imigração.

Não se esqueça de levar sua carteira internacional de vacinação atestando que você tomou a vacina de febre amarela há pelo menos 10 dias antes da viagem ao Sudeste Asiático.

Para mais informações sobre visto e vacinação, consulte o Guia Prático – Ásia.

IMG_1388

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

FUSO HORÁRIO

GMT +7. Isso significa que são 10 horas à frente do horário oficial brasileiro. Assim, desconsiderando o horário de verão, quando o horário de Brasília marca 11h30 da manhã, em Railay Beach são 21h30.

MOEDA

Baht (bht). Para ter uma estimativa da cotação aproximada, consulte esse link do conversor monetário do Banco Central do Brasil.

Tenha em mente uma das vantagens de viajar para o Sudeste Asiático é o baixíssimo custo dos serviços. Por isso, se você já tiver pago sua reserva no hotel ou preferir pagar por cartão de crédito (não se esqueça de habilitá-lo para uso internacional), o dinheiro vivo/em espécie que você precisará ter para cada dia por lá é de 60 a 70 dólares em moeda local por pessoa. Esse valor é suficiente para você fazer boas refeições e, pelo menos, um passeio por dia. Evidente que, se você puder reservar 100 dólares em moeda local por pessoa, suas comodidades serão gigantescas.

DSC08783.JPG

VISTA DA PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Cabe registrar, ainda, que há pouquíssimas casas de câmbio em Railay Beach. Só poucos hotéis locais é que realizam a conversão, mas não costuma ser vantajosa. Por isso, prefira já trocar seus dólares/euros por bahts em Bangkok (muitas casas de câmbio na Khao San Road e na Rambutree, bem como nas imediações dos templos mais turísticos e grandes hotéis), no aeroporto ou centro de Krabi.

IDIOMA

Tailandês ou siamês. Embora a escrita local seja impossível de entender, todos (sobretudo os que trabalham com hotéis, restaurantes e que realizam passeios) compreendem bem o inglês básico e assim se comunicam com os turistas.

DSC08853.JPG

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

QUANTO TEMPO FICAR

Enquanto Koh Phi Phi é famosa por você ver o paraíso (Maya Bay, Phi Leh Lagoon, Bamboo Island); em Railay Beach, você se sente no paraíso.

Estamos falando de um conjunto de praias muito bonito e mais sossegado e romântico que Koh Phi Phi, mas nem por isso desanimado. Railay Beach chega a disputar a preferência dos turistas com Koh Phi Phi e Koh Samui/Koh Tao, como o melhor local do litoral tailandês.

Por isso, caso sua intenção seja relaxar com incríveis massagens, restaurantes rústicos e charmosos à beira mar ou sofisticados em hotéis, praticar atividades ao ar livre como canoagem ou escaladas, reserve 4 a 5 dias completos em Railay Beach.

Se o seu propósito for o de curtir as festas e o agito turístico das praias de Koh Phi Phi, mesmo assim, separe pelo menos 2 dias completos (durma duas noites) em Railay. Você não vai se arrepender.

IMG_1372

VIDA DIFÍCIL EM RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

COMO SAIR DO AEROPORTO

Como mencionamos com mais detalhes na seção “Como Chegar”, se seu hotel não incluir transfer/traslado, o táxi é a forma mais prática para sair do aeroporto de Krabi até o píer de embarque para Railay Beach (seja pela praia de Ao Nang, pelo Ao Nam Mao Pier ou mesmo pelo Chao Fah Park Pier).

No saguão de desembarque do aeroporto, há várias cooperativas de táxi que cobram preços tabelados até os citados píeres. Poucas aceitam cartão; tenha fácil dinheiro em espécie.

Só lembrando que, se pedir para o táxi te levar até a praia de Ao Nang, tire tênis/sapato e leve uma mala mais leve ou peça a ajuda do barqueiro do long tail boat. Isso porque você tem que andar um pouco dentro da água (é raso, mas você molha os pés e parte da bermuda) até entrar no barco.

Se estiver viajando sozinho, não tiver pressa e quiser gastar menos, há também shuttle bus ou mini vans compartilhadas que saem do aeroporto (cobram um terço por pessoa do valor total de uma corrida de táxi). Elas saem de frente ao portão de desembarque, esperam a lotação completa e já tem um itinerário definido para deixar primeiro os turistas em pontos mais próximos depois os mais afastados, o que pode tornar mais demorada sua chegada em Railay.

DSC08857

VISTA DA PRAIA DO OESTE/WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

HOSPEDAGEM

As melhores vistas ficam nos hotéis voltados para as praias do oeste de Railay, mas há também muitas opções de hospedagem charmosa e com excelente estrutura na parte leste. Mesmo os hotéis baratos são bonitos, assim, é muito difícil você ficar em um hotel/pousada ruim nessa linda península.

A seguir, listamos algumas opções de hotéis bem avaliados entre os mais sofisticados:

  • Rayavadee (o hotel 5 estrelas melhor colocado no ranking do Booking; tem 3 acessos, dando fácil mobilidade a quem pretende ir às praias de West Railay, East Railay e Phra Nang; inclui transfer do aeroporto, serviço de spa completo, com uma das massagens tailandesas mais famosas; piscina com vista para o mar e o lindo relevo acidentado do entorno, além de um incrível restaurante em uma gruta e um balcão de turismo que organiza vários passeios; nota 9,3 no Booking);
  • Bhu Nga Thani Resort & Spa (hotel 4 estrelas, também voltado para a Praia do Leste/East Railay, embora muito mais barato que o anterior; conta com serviço de spa, piscina, balcão de turismo que organiza atividades de mergulho com snorkel, caiaque e outros passeios; nota 8,5 no Booking);
  • Railay Village Resort & Spa (hotel 4 estrelas na Praia do Oeste/West Railay, com uma linda vista; inclui transfer do aeroporto e piscina, com agências de turismo que organizam passeios de barco, mergulho com snorkel e caiaque; nota 8,4 no Booking);
  • Sand Sea Resort (hotel 3 estrelas na Praia do Oestre/West Railay; inclui transfer, varandas privativas com belas vistas da praia, piscina, massagem e balcão de turismo que organiza passeios e atividades; nota 8,1 no Booking);
  • Railay Princess Resort & Spa (hotel 4 estrelas na Praia do Leste/East  Railay; fica a 5 minutos a pé da gruta e praia de Phra Nang; inclui transfer do aeroporto, spa, piscina, academia e bar; nota 8,2 no Booking).
DSC08679.JPG

RESORT NA EAST RAILAY – DIFÍCIL NÃO CHAMAR DE PARAÍSO – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Na linha custo-benefício/econômico, indicamos:

  • Avatar Railay (um dos melhores avaliados dessa categoria; hotel 3 estrelas que fica na Praia do Leste/East Railay, com piscina, restaurante e bar, pertinho da gruta e praia de Phra Nang, bem como do ponto de escalada e do começo da trilha para o mirante e para a lagoa; nota 8,8 no Booking);
  • Anyavee Railay Resort (hotel 3 estrelas, com quarto amplo, chuveiro quente, piscina de borda infinita, bar e restaurante à beira-mar, na Praia do Leste/East Railay. Muito mais barato que todos os anteriores; nota 7,6 no Booking);
  • Railay Garden View Resort (foi onde nos hospedamos; hotel 2 estrelas com estrutura de madeira, bangalôs charmosos localizados numa área mais alta de East Railay; ótimo atendimento, bom café da manhã; simples, mas muito aconchegante e romântico; ainda mais econômico que o anterior; nota 7,8 no Booking);
  • Diamond Cave Resort & Spa (hotel 3 estrelas que inclui transfer do aeroporto, piscina, massagem, sauna e restaurante; fica entre a praia em uma transversal entre as praias do leste e oeste; nota 6,4 no Booking);
  • Rapala Rock Wood Resort (hotel 2 estrelas, com estrutura muito simples, mas com quartos e banheiros privativos, piscina e horta orgânica; é o mais barato indicado pelo Booking; nota 6,7).

Para mais alternativas, consulte o Booking, Trivago ou Tripadvisor. Caso pretenda alugar uma casa, um apartamento ou um quarto por uma temporada em Railay Beach, acertando os detalhes diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

IMG_1390

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

O QUE CONHECER
  • Phra Nang (praia e gruta): foi a praia com cor de mar mais bonita que achamos em Railay. Fica no final do litoral oeste da Railay, acessada por um caminho pavimentado a partir do calçadão da parte leste. Chegando lá, você encontra várias pessoas fazendo escalada, várias esculturas em formato de pênis como oferenda à santidade hindu Shiva, grutas com estalactites e árvores na beira da água. A vista é muito bonita com a grandes pedras “flutuantes” no horizonte. O acesso é gratuito e o banho de mar excelente, com água calma, morna e limpa. À medida que você caminha pela areia, afastando-se da gruta e das pessoas escalando, você encontra uma faixa maior de praia, mais barcos típicos tailandeses (long tail) que vendem almoços e sucos preparados na hora e mais turistas tomando banho de sol/boiando na água/nadando. É uma área mais espaçosa, porém, mais concorrida.
DSC08689.JPG

ESCALADA PERTO DA GRUTA PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

  • Praia do Oeste/West Railay: é a praia de chegada em Railay para quem vem de Ao Nang. Ela é ampla e ideal para banho de mar pela manhã. À tarde, principalmente, depois das 16h a maré seca rapidamente, sendo difícil encontrar um trecho para molhar além dos joelhos. Neste período, você encontra muita gente praticando esportes (futebol, vôlei, frescobol), hóteis e restaurantes acendendo velas, e o ambiente fica perfeito para assistir ao por do sol.
DSC08819

PHRA NANG CAVE – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

  • Canoagem/caiaque pela península: a água do mar de Railay é calma/lisa e perfeita para remar. Essa atividade é super indicada, porque é uma forma barata e super agradável de conhecer a península a partir de outro ponto de vista, passando por grutas não acessíveis por caminhadas, em especial a que leva até a baía de Ton Sai. Há caiaques para 1 pessoa, 2 pessoas e até para grupos maiores. Para alugá-los, é bem fácil: a maioria dos hotéis possui balcão de turismo que alugam os caiaques a diferentes preços a depender do tempo que você pretende passear; há também várias agências e lojinhas no calçadão da East Railay e na Walking Street (rua principal de areia da West Railay) que alugam caiaques.
  • Escalada: de acordo com a revista Época Negócios, Railay Beach é considerada a “meca tailandesa da escalada”. Isso porque além de grandes pedras no mar, a parte continental de Railay possui vários paredões que são ótimos para prática desse esporte, com diferentes níveis de dificuldade. Eles ficam principalmente no trecho entre a East Railay e a praia Phra Nang, bem como na Diamond Cave. Você deve acertar previamente sua aventura com alguma agência especializada, facilmente localizada na Walking Street (a rua principal de areia da West Railay) e no calçadão da East Railay. Há vários instrutores experientes e diferentes tipos de escaladas, com duração de meio dia (custo médio de 1500 bahts) ou dia completo.
DSC08781.JPG

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

  • Trilha até o mirante e a lagoa secreta: caminhadas feitas na mata, em um percurso a partir de uma entrada localizada entre a East Railay e a praia de Phra Nang (no contorno do resort Rayavadee, com vários macaquinhos no caminho, você verá umas cordas em um barranco). A trilha é em terra/barro, com algumas folhas soltas e pedras com lodo que podem fazer escorregar, o que torna indispensável o uso de tênis. A subida é mais fácil que a descida, por ser mais fácil conseguir apoio para os pés e mãos. Em um determinado momento da subida da trilha há uma bifurcação: seguindo à esquerda você chega no mirante (view point); à direita, você segue o caminho – bem complicado/exigente – para a lagoa. Para chegar no mirante, fique atento à tábua da maré, para não fazer todo o esforço e não ter a vista ideal (o melhor horário costuma ser perto de meio dia); o mais importante é verificar a quantidade de água na East Railay, já que é essa praia que você verá num primeiro plano, com os grandes paredões rochosos e a West Railay ao fundo). Já o percurso até a lagoa é mais longo e menos seguro, passando por passagens estreitas e locais íngremes, que demandam muita força nos braços, impulso e preparo físico. Não conseguimos ir até o final pelo receio de não conseguirmos voltar. Quem consegue, mostra fotos incríveis, parecidas com os cenotes mexicanos.
IMG_1323

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

  • Passeios de barco: nas lojas/agências que ficam na Walking Street (rua principal de areia do West Railay) e no calçadão da East Railay, são vendidas várias excursões em barcos privativos ou embarcações maiores para conhecer ilhas muito bonitas próximas a Railay Beach. Há vários tipos de passeios, inclusive para Phuket e para a James Bond Island, mas esses demandam o dia inteiro, por serem mais afastadas. Os principais passeios vão para ilhas mais tranquilas pertinho de Railay e costumam durar de 5 a 6 horas, sendo os mais comuns:

Four/Five Islands (Chicken Island; Tup Island-Mor Island; Poda Island): você mergulha com snorkel numa praia vizinha a uma montanha no formato aproximado da cabeça de uma galinha, caminha por um banco de areia que liga a Tup Island à Mor Island (verifique a tábua de maré para saber se o banco de areia é visível no horário que você for) e passa um bom tempo na Poda Island, com uma famosa pedra gigante sobre a água. A última parada é opcional, porque é na Phra Nang Beach, a praia com a gruta que é facilmente acessada caminhando em Railay. Pode ser feito por barcos típicos tailandeses (long tail boat).

IMG_1666

POR DO SOL EM WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Hong Island: considerado pela maioria dos turistas um passeio melhor que o anterior, em virtude da beleza e tranquilidade da Hong Beach (com muitas pedras “flutuantes” delimitando a praia, quase deserta) e, principalmente, da Hong Lagoon, com uma cor de mar verde bem vivo e transparente. Pode ser feito por barcos típicos tailandeses (long tail)

Koh Phi Phi: ideal para quem não tem noites reservadas no arquipélago mais famoso da Tailândia. Esse passeio de um dia completo passa pela linda Bamboo Island, pela Phi Leh Lagoon, pela Maya Bay (cenário do filme “A Praia”), Loh Samah Bay e pela Monkey Beach. Um dia de paisagens impressionantes. Não deixe de incluir uma passada por esses lugares na sua viagem. Recomendamos que faça esse passeio em uma lancha rápida (o long tail demora mais para chegar e reduz seu tempo nessas lindas praias).

DSC08786.JPG

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

Ao negociar esses passeios – seja na Walking Street ou no calçadão da East Railay – contrate um barco privativo para você e sua companhia. Vai sair mais caro (se você conseguir mais um casal para dividir a conta do barco, o custo se aproxima de uma viagem em uma embarcação maior/com mais turistas), mas você poderá combinar com o seu barqueiro o melhor horário para evitar o maior fluxo de turistas e o tempo que pretende ficar em cada parada.

Por fim, cabe destacar que o melhor horário para começar esses passeios é logo de manhã cedo (cerca de 8h). Você não precisa comprar com antecedência, exceto o passeio para Koh Phi Phi (este é bom comprar pelo menos na véspera do dia que você deseja ir, para pechinchar melhor o valor e para saber melhor o itinerário, já que contempla mais paradas).

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

A pé. Estamos falando de uma península muito pequena. O caminho é feito praticamente todo em areia fofa ou terra batida, com raros trechos de cimento ou madeira. É muito tranquilo caminhar da Praia do Oeste/West Railay até a Praia do Leste/East Railay e a gruta e praia de Phra Nang, bastando seguir a trilha de areia entre o mato.

Não vimos carros nem motos circulando em Railay Beach.

Para conhecer mais ilhas ou o centro de Krabi, deve-se acertar o passeio de barco – seja no seu hotel ou em alguma agência de turismo localizada principalmente no calçadão da East Railay (há também algumas agências que vendem pacotes/excursões na rua de areia principal entre os hotéis da Praia do Oeste/West Railay).

IMG_1341.JPG

PLACA ALERTANDO SOBRE O RISCO DE TSUNAMI

CULINÁRIA LOCAL

Comida tailandesa (pad thai, tom yum, kao phad e kuay tiew) e frutos do mar são as especialidades servidas nos restaurantes, barracas de rua e hotéis de Railay. Mas lá você também encontra gastronomia francesa, italiana e japonesa, além de algumas lanchonetes que preparam hambúrgueres caprichados por lá.

Lembrando que os pratos típicos tailandeses são temperados com muita pimenta e preparadas com produtos frescos. O Pad Thai é um macarrão de arroz salteado com frango, carne ou tofu, além de molho de shoyu, pimenta e açúcar. Já o Tom Yum é um caldo de camarão, com coentro, folha de limão kaffir, molho de peixe (nam-pla), suco de limão e pimenta. Kao Phad é arroz frito com pasta de curry acompanhado de frango ou camarão. Kuay Tiew é uma sopa com miojo. São vendidas em muitas barracas de rua a preços baixos.

DSC08807.JPG

WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Os frutos do mar mais presentes nos restaurantes locais são peixes, crustáceos e mexilhões. Você encontra de todos os preços, porém mais caros que os pratos tailandeses acima descritos.

Uma outra coisa sensacional e comum por lá são os sucos de frutas em copos entupidos de gelos (mistura de raspadinha e smothie). São deliciosos e você encontra em várias esquinas.

Tem também sorvetes italianos preparados em pedras resfriadas, pasteis, crepes e waffles para lanches rápidos.

DSC08813.JPG

COMIDA TÍPICA TAILANDESA – JANTAR EM RAILAY BEACH

RESTAURANTES

Os restaurantes mais charmosos ficam no calçadão da Praia do Leste/East Railay; os mais rústicos e simples ficam na Walking Street (rua principal de areia entre os hotéis da Praia do Oeste/West Railay). Caminhe várias vezes por esses dois trechos e escolha aquele com o qual você mais simpatiza.

Um lugar especificamente fantástico e que não pode faltar nos seus dias em Railay é o restaurante The Grotto, que fica na entrada de uma gruta e pertence ao hotel Rayavadee, mas aceita não hóspedes desde que reservem uma mesa com antecedência. O lugar é lindíssimo, com vista e comida incomparáveis. Não deixe de ir lá no almoço e/ou, principalmente, perto do por do sol.

IMG-20180108-WA0008 (1).jpg

FIM DE TARDE – THE GROTTO, RAILAY BEACH

Outras boas opções:

IMG_1483

CHEGANDO NA PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH

COMPRAS

Vimos pouquíssimas lojas em Railay, a maioria delas na rua principal de areia entre os hotéis da Praia do Oeste/West Railay (“Walking Street”).

Por isso, se tiver muito interesse em compras, recomendamos que as faça no centro de Krabi (há um mercado noturno e galerias muito baratas perto do Chao Fah Park) ou, principalmente, em Koh Phi Phi e Bangkok, que têm uma variedade infinitamente maior de lojas e itens para levar de lembrança da Tailândia.

DSC08812.JPG

WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

VIDA NOTURNA

Não espere encontrar inferninhos, pubs e boates até o nascer do sol como em Koh Phi Phi ou em Phuket. Como frisamos desde o começo desse post, Railay Beach é um local muito sossegado, mais “família”, romântico e menos turístico que sua vizinha acima citada.

Os locais mais divertidos para passar a noite em Railay certamente são as lanchonetes e bares simples da Walking Street (rua principal de areia da Praia do Oeste, boa para começar a noite) e, principalmente, os bares da Praia do Leste, em especial, o Why Not Bar, o Black Pearl e o The Last Bar, onde acontecem apresentações artísticas e, em algumas noites, lutas de muay thai (a arte marcial tailandesa).

Para noites mais tranquilas, basta ir aos restaurantes elencados na seção acima – não deixe de ir ao The Grotto, vale repetir – ou a algum restaurante de algum hotel/resort bonito que você encontre em sua caminhada (muitos deles aceitam não hóspedes para jantar).

DSC08810.JPG

FIM DE TARDE NA WEST RAILAY – TAILÂNDIA

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos a Railay Beach em fevereiro de 2016. Passamos 2 dias completos lá, sem nenhum risco de chuva. Dias de sol firme e temperatura excelente. Chegamos lá vindos de Bangkok (aeroporto Don Meung – DMK), pegamos o táxi no aeroporto de Krabi e seguimos até o porto de Ao Nang, de onde pegamos o long tail até essa península espetacular.

Ficamos hospedados no Railay Garden View Resort, que só ficou atrás do dormitório do barco em Halong Bay como melhor hospedagem que tivemos no Sudeste Asiático. Bangalô romântico, estrutura de madeira e bambu super charmosa, no meio da mata, com um café da manhã e vistas excelentes, tudo isso a um custo super acessível.

Achamos a segurança em Railay muito boa. Não nos sentimos ameaçados em momento algum (isso vale para toda a nossa viagem pelo Sudeste Asiático). Levávamos o dinheiro que iríamos usar na mochila e o resto deixávamos na mala, que ficava no quarto do hotel.

DSC08724.JPG

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Comemos muito bem. Lembramos de um peixe e um drink que foram preparados dentro de um barco flutuando na parte rasa da Phra Nang Beach. Jantamos uma deliciosa lagosta no The Last Bar; lanchamos um waffle com nuttela inesquecível em uma barraquinha na rua de areita principal da Praia do Oeste, entre outras refeições ótimas (não nos recordamos de nenhuma que tenha sido sem graça, muito cara ou que tenha feito a gente passar mal).

Como tínhamos pouco tempo em Railay, dedicamos todo ele àquele conjunto de praias. No primeiro dia ficamos bastante tempo na praia e gruta Phra Nang (o trecho perto da gruta é o que tem a água mais bonita de Railay, na nossa opinião). Já à tarde fizemos a trilha para o mirante e para a lagoa, mas não conseguimos completar porque achamos o caminho – principalmente para a lagoa – perigoso fisicamente (subidas escorregadias, sem muito anteparo para se segurar). Passamos o fim de tarde na Praia do Oeste/West Railay e vimos um por do incrível por ali. De lá, caminhamos pelo calçadão da East Railay, cheio de restaurantes bonitos, bares com músicas agradáveis e lindos resorts.

DSC08842.JPG

GRUTA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

No dia seguinte, passamos a manhã na Praia do Oeste – com a maré mais alta do que no final do dia anterior – e uma cor de água absurdamente verde; caminhando pela “ilha”, vimos os montanhistas experientes e novatos escalando as enormes pedras de Railay e tomamos banho de mar na gruta Phra Nang, vendo muita gente remando em caiaques, em um cenário incrível. Passamos mais uma noite circulando pelos restaurantes simples da Walking Street de West Railay e pelo calçadão mais charmoso da East Railay.

Já no último dia, tomamos café da manhã com calma, contratamos a excursão (só ida) para Koh Phi Phi. Saímos do píer flutuante da East Railay, o barco nos deixou no píer de Ao Nam Mao. De lá, uma van nos levou até o porto de Krabi Town, de onde saiu nossa escuna para Koh Phi Phi.

Com mais tempo, recomendamos o passeio de caiaque ao redor da península, passando por várias grutas, e o passeio para Hong Island. Com mais dias ainda, visite as Four/Five Islands. Não custa lembrar que, independente do tempo que tenha, não deixe de ir a Koh Phi Phi, seja em um passeio de dia completo em lancha rápida ou para dormir algumas noites no arquipélago mais famoso da Tailândia.

DSC08820.JPG

GRUTA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

Railay Beach foi a primeira praia, “ilha” tailandesa que conhecemos. Talvez por isso tenha marcado tanto a gente. Subir naquele barco longo típico do país, navegar e ver a cor do mar mudando para um verde esmeralda com enormes paredões rochosos no horizonte deixou a gente impressionado logo de cara.

O mar é de água morna e limpa, sem ondas, com areia branca e muita vegetação ao redor, com construções simples de bambu e madeira intercaladas com resorts incríveis, em um cenário rústico-chique. As praias são silenciosas, com muito espaço para caminhadas e atividades ao ar livre, ótimas para gente entrar em sintonia com a natureza e a calmaria. Tanto é assim que dois casais de amigos nossos gostaram tanto de Railay Beach que adaptaram o roteiro, cancelando uma diária em Koh Phi Phi para ficar mais tempo em Railay.

Ressalvada a pequena dificuldade de transportar a mala por ruas de areia e algumas subidas até o nosso hotel, não há nenhum ponto negativo em Railay. Só restaram fotos saudosas e lembranças de momentos maravilhosos naquele lugar que, facilmente, pode definir ou resumir o paraíso. Faça o possível para encaixá-lo na sua programação.

DSC08762.JPG

PRAIA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

DICAS

⇒ Dentre os passeios, recomendamos que priorize os seguintes, nessa ordem: caiaque pela península e grutas de Railay; passeio de barco privativo (long boat tail) para Hong Island; passeio de barco privativo para as Four/Five Islands – isso considerando que você já reservou um ou mais dias em Koh Phi Phi, do contrário, o passeio a este arquipélago tem que ser a sua prioridade absoluta.

⇒ Para não pesar tanto no bolso, chame um casal ou mais alguém em quem você confie, mas não deixe de fazer os passeios de barco acima citados.

⇒ Se seu hotel não incluir transfer/traslado do e para o aeroporto, provavelmente você terá que carregar suas malas. Por isso, sabendo que em Railay as ruas são de areia e que é necessário passar pelo mar (no raso), procure levar uma mala leve e resistente para facilitar na hora de transportá-la.

DSC08693.JPG

GRUTA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

⇒ Cuidado com as bebidas vendidas por lá. Prefira latas vedadas. Evite águas e bebidas não lacradas.

⇒ Atenção também para frutas e peixes expostos. Observe a higiene do local antes de comprar seu produto. Verifique se ele é frequentado por nativos e, principalmente, por outros turistas.

⇒ Leve dinheiro em espécie. Os hotéis e restaurantes aceitam pagamento em cartão, mas algumas agências de turismo só realizam as excursões com pagamento em dinheiro vivo.

⇒ Não se esqueça do filtro solar e dos óculos de sol. A gente fica tão doido com aquele cenário perfeito que acaba deixando de lado cuidados básicos. Também aconselhamos que leve tênis e repelente, sobretudo para fazer as trilhas.

⇒ Leve a carteira internacional de vacinação que comprove ter tomado vacina contra a febre amarela há mais de 10 dias antes da viagem.

⇒ Também inclua na sua mala algum T ou régua e um adaptar universal de tomadas (lá custa barato, mas evite ter essa pendência em um lugar que você só quer curtir). Os pinos são parecidos com os do Brasil, sendo que mais largos. A voltagem é 220v.

⇒ Almoce ou faça uma refeição durante o por do sol no restaurante The Grotto.

⇒ Leia mais sobre a inesquecível Koh Phi Phi clicando no link destacado.

 IMG_1337IMG_1437

CURIOSIDADES

→ Apesar de não ter sido tão devastado pelo tsunami de 2004 (o terceiro maior já registrado por um sismógrafo – entre 9,1 e 9,3 graus na escala Richter – e que atingiu e destruiu boa parte de Koh Phi Phi), Railay Beach localiza-se em uma área de risco tectônico. Você percebe isso nas placas que sinalizam rotas de evacuação.

A caverna de Phra Nang é repleta de esculturas de pênis. Simbolizam a fertilidade e são muito respeitados pelos hinduístas, pelo fato de serem feitas em lingams, uma representação da divindade Shiva.

→ Como dito ao longo do post, Railay Beach é considerada um dos melhores pontos para a prática de escalada na Tailândia. Muitos estrangeiros que adoram aventura e alpinismo só viajam para o país para subir os vários paredões rochosos dessa península.

A maré oscila bastante nessa área do litoral tailandês. Pela manhã, ela é mais baixa na East Railay (uma praia com vegetação típica de mangue); no final da tarde, é o mar que banha a West Railay que recua bastante. Fique atento a isso para fazer a trilha para o mirante (viewpoint) ou algum passeio de caiaque.

IMG_1300

ESCULTURAS NA PHRA NANG CAVE – RAILAY BEACH

SEGURO VIAGEM

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

IMG_1381

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

IMG_1295

RAILAY BEACH – TAILÂNDIA

DSC08857

WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

DSC08816

GRUTA DE PHRA NANG – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

IMG_1701

POR DO SOL EM WEST RAILAY – RAILAY BEACH, TAILÂNDIA

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

 

9 comentários sobre “RAILAY BEACH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s