JALAPÃO

O Jalapão é um dos locais mais exuberantes do Brasil, com rios de água potável, cachoeiras cristalinas, fervedouros – onde é possível experimentar a sensação de flutuar -, chapadões e dunas alaranjadas. Nestes locais as sensações, assim como as paisagens, são únicas.

Estamos falando do maior parque estadual do Tocantins (assim classificado em 2001) e unidade de conservação brasileira, situada no leste do mencionado estado. Apresenta uma variedade de cenários inacreditável: cerrado fechado, cerrado ralo, campo limpo com veredas, buritis e capim dourado (esta última uma planta que só cresce neste local e serve de matéria-prima para vários acessórios e decorações de casas), todos entrecortados por montanhas e cursos de água.

Destacamos nas seções seguintes as informações que consideramos mais importantes para você curtir esse destino, que combina muito bem boa infraestrutura de empresas que organizam expedições sem perder a essência da natureza em estado bruto.

IMG-20180413-WA0253-01~2

FERVEDOURO DO BURITIZINHO

COMO CHEGAR

Saindo de Palmas. É através da capital do Tocantins que o acesso é mais fácil até o Jalapão. De Palmas são 275 km até Mateiros (a cidade ao sul do parque) e 230 km até São Félix do Tocantins (a cidade ao norte do parque).

Há voos da Gol e da Latam até Palmas e eles costumam fazer conexão em Brasília (saindo daqui, o voo dura 1h) ou, em menos casos, em Congonhas/SP (trecho até Palmas dura 2h20 de voo).

Chegando em Palmas, a melhor forma de seguir para o Jalapão é em expedição com alguma agência de turismo. É possível ir por conta própria em veículo com tração 4×4, mas não recomendamos porque o risco de atolar o carro ou de, sem orientação, sofrer alguma avaria ou falta de vaga em restaurantes e pousadas é maior.

De qualquer forma, as estradas de Palmas até o Jalapão são:

  • TO 130 + TO 255 (até Mateiros); ou
  • TO 030 (até São Félix do Tocantins, no norte do parque).
  • De Mateiros a São Félix do Tocantins, o percurso é feito pela estrada TO 110.

O asfalto é de mão dupla e começa a ficar esburacado poucos quilômetros depois de Taquaruçu (que fica a 30, 40 km de Palmas). Quase todos os demais trechos são feitos em estradas de terra, com algumas subidas íngremes e muitas complicações que demandam extrema perícia do motorista e um carro robusto (daí a importância de acertar antecipadamente a expedição com alguma agência especializada).

IMG_20180412_174412742_HDR~2-1.jpg

DUNAS (SERRA DO ESPÍRITO SANTO E MORRO DO SACA TRAPO AO FUNDO) – JALAPÃO, TOCANTINS

QUANDO IR

Os melhores meses para visitar são maio e junho. Isso porque a temperatura é mais agradável, as chuvas são raras (para não dizer inexistentes) e os fervedouros ficam mais cristalinos, com águas menos turvas, sem contar que a seca só está começando, o que mantém a região com árvores de cores vivas. Outra grande vantagem desse período é que ainda não se trata da alta temporada, assim, as principais atrações não ficam tão cheias nem tão caras quanto em julho e agosto.

IMG_20180411_093402082_LL~2

CACHOEIRA ESCORREGA MACACO – JALAPÃO, TOCANTINS

Se você não conseguir ir na época recomendada, fique tranquilo! O Jalapão é visitável o ano inteiro. Entre novembro e abril as chuvas são mais comuns, mas costumam passar rapidamente. O intervalo de maio a outubro o clima é seco, com vegetação queimada, muita poeira e ausência de precipitações.

Dito isso, só mais uma informação: evite ir em feriados. Qualquer que seja o mês do ano, é nos feriados que o Jalapão fica mais cheio e você tem mais dificuldades para conseguir reservas nas agências de viagem e nas hospedagens, além de te fazer esperar mais tempo para acessar os pontos turísticos mais famosos e os poucos restaurantes que existem.

20180411_181552~2

POR DO SOL NA PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

DDD

63

No Jalapão, a operadora que funciona melhor é a Claro. Também ouvimos relatos de pessoas que conseguiram se comunicar com chip da Vivo. A Internet é boa nos hotéis reservados pelas agências de turismo que fazem as expedições fechadas.

IMG_20180414_101953689~2

FERVEDOURO DOS BURITIS – JALAPÃO, TOCANTINS

QUANTO TEMPO FICAR

Há roteiros fechados de 4, 5 e 6 dias com as agências de expedição (quanto mais tempo você ficar, mais caro será o pacote). Eles são suficientes para conhecer as atrações principais do Jalapão – listadas na seção “O que conhecer”, mais adiante.

Pela agência Cerrado Dourado, o 6º dia é dedicado a conhecer 2 cachoeiras em Taquaruçu e o por do sol na Praia da Graciosa, já em Palmas/TO. Assim, os pontos mais famosos do Jalapão são vistos nos roteiros de 4 e 5 dias, embora o de 6 dias seja o mais completo.

A esses dias dedicados ao Jalapão acrescente 2 dias completos para conhecer as atrações de Palmas (comércio, artesanato, monumentos e praias fluviais).

IMG_20180411_175819180_HDR~2

POR DO SOL NA PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

COMO SAIR DO AEROPORTO

De Uber (cerca de R$ 30,00), táxi (cerca de R$ 45,00 a R$ 50,00) até a Praça dos Girassóis/Avenida JK, no centro da capital.

Outra opção é seguir de carro alugado, embora não seja a alternativa mais indicada para desbravar o Jalapão.

Também é possível sair de ônibus. Todavia, não há ligação direta aeroporto-centro. É necessário trocar de coletivo no terminal Xerente, em Jardim Aureny III, e só daí subir na linha Eixão sentido Praça dos Girassóis. Por isso, embora seja a mais barata, trata-se de uma viagem longa e desconfortável. Não recomendamos.

IMG_20180412_202559_116~2

CACHOEIRA DA VELHA – JALAPÃO, TOCANTINS

HOSPEDAGEM

Uma das maiores vantagens de conhecer o Jalapão por agências de expedição é ter incluídas as melhores hospedagens no pacote. Você não se preocupa em reservar nada e dorme nos melhores locais de cidades bem simples, com direito a quartos novos e limpos, Wi Fi, televisão, ar condicionado, frigobar e chuveiro elétrico em banheiro privativo.

A seguir, as pousadas eleitas pelas agências para acomodar os turistas:

  • Águas do Jalapão (na cidade de Ponte Alta);
  • Pousada Santa Helena (em Mateiros);
  • Pousada Beira da Mata (em Mateiros);
  • Pousada São Félix do Jalapão (em São Félix do Tocantins);
  • Pousada Bela Vista (em São Félix do Tocantins);
  • Pousada Café na Mata (em Taquaruçu).
IMG_20180415_074700597 (2)~2

POUSADA SÃO FÉLIX – JALAPÃO, TOCANTINS

O QUE CONHECER
  • Dunas: extensas, altas (40m de altura), com areia fina e de cor alaranjada, cercadas por veredas, pela Serra do Espírito Santo e pelo morro do Saca Trapo. Trata-se da paisagem mais bonita do parque do Jalapão no nosso ponto de vista. É lá que se assiste ao por do sol mais famoso da região. Serviu de cenário para o filme Deus é Brasileiro e para a novela O Outro Lado do Paraíso. Cidade mais próxima: Mateiros. Entrada gratuita e por tempo ilimitado, sem restrição de capacidade máxima.
IMG-20180412-WA0101~2

RUMO ÀS DUNAS (SERRA DO ESPÍRITO SANTO E MORRO SACA TRAPO AO FUNDO) – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180412_211247_973~2

NO ALTO DAS DUNAS – JALAPÃO, TOCANTINS

  • Fervedouros: ressurgências de uma nascente de rio sob uma formação finíssima de arenito. A força da água na superfície frágil gera uma sensação super diferente em que você vai afundando na areia, mas a água te impede, empurrando você para a superfície, com bolhas e a areia “em ebulição”, como o efeito da água fervendo na panela (daí o nome “fervedouro”). São as formações naturais que melhor simbolizam o Jalapão – provavelmente a razão maior para quem viaja até lá. Normalmente são cercadas por bananeiras ou buritis, o que tornam o cenário espetacular. Nos roteiros fechados pelas agências de expedições, você visita mais de cinco fervedouros, dentre elas, preferimos: Buritizinho (o mais bonito, de cor azul piscina, mesmo com tempo chuvoso; lindo em qualquer época); Bela Vista (o maior e melhor estruturado fervedouro, usado na abertura da novela O Outro Lado do Paraíso; fica em São Félix do Tocantins, e pertence ao simpaticíssimo casal Seu Jecimar e Dona Imelda; a época que ele fica mais bonito é na estação mais seca – junho/julho/agosto); e Encontro das Águas (é o que dá a melhor sensação de água em ebulição e que não te deixa afundar; ele é pequeno e a água é turva, por isso, toda época é boa para visitá-lo).
IMG_20180413_225141_802~2

FERVEDOURO DO BURITIZINHO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180413_221309_573~2

ENCONTRO DAS ÁGUAS – RIO SONO E RIO FORMIGA – JALAPÃO, TO

IMG_20180413_110244989~2

FERVEDOURO DO ENCONTRO DAS ÁGUAS (O QUE TEM A SENSAÇÃO MAIS FORTE DA ÁGUA TE “EXPULSANDO”) – JALAPÃO, TOCANTINS

  • Cachoeiras: diante da variedade de rios, não podiam faltar quedas d’água. As três que mais nos chamaram a atenção: Cachoeira do Formiga (a que tem o poço mais bonito, com cor verde-esmeralda), Cachoeira da Velha (a mais volumosa, extensa e famosa, onde é possível fazer rafting e onde foi filmado o filme Deus É Brasileiro e a novela O Outro Lado do Paraíso) e a Cachoeira da Roncadeira (a maior queda visitada nas expedições; lindíssima, em uma mata fechada).
IMG_20180411_095407509_BURST001~2

CACHOEIRA DA RONCADEIRA – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180414_135851110_HDR~2

CACHOEIRA DO FORMIGA – JALAPÃO, TOCANTINS

  • Pedra Furada: disputa com as Dunas o melhor local para ver o por do sol na região. Uma das formações mais famosas e associadas ao Jalapão (embora, tecnicamente, não faça parte do parque). De coloração salmão/cor-de-rosa, com listras, serve de lindo mirante e em alguns meses do ano recebe a visita de araras azuis. Imperdível, principalmente em época de seca – junho/julho/agosto -, com o céu sem nuvens.
IMG_20180411_153941204_BURST001~2

CÂNION DO SUSSUAPARA – JALAPÃO, TOCANTINS

Outras atrações: trilha até o topo do Morro Vermelho (lindo mirante, com várias pedras vermelhas; a subida é feita por uma corda), banho na prainha do Rio Novo (fique atento à correnteza), trekking na Serra do Espírito Santo (subida de quase 1 km para ver o nascer do sol), fotos na Serra da Catedral.

IMG-20180415-WA0061~2

MORRO VERMELHO – JALAPÃO, TOCANTINS

***Opções de expedição: Cerrado Dourado (excelente; super indicamos), Jalapão Extremo, 40 Graus no Cerrado, Livre Expedições, Jalapão Ecotour, entre várias outras que você encontra no site www.attr.tur.br.

IMG_20180412_132341276~2

PRAINHA DO RIO NOVO – JALAPÃO, TOCANTINS

O QUE O PACOTE INCLUI

* Transporte em veículos 4×4 de luxo com capacidade para até 6 passageiros por veículo. Viagem em comboio de até 4 veículos.

 * Hospedagem em pousadas STD com ar condicionado (quarto single/duplo/triplo)

 * Refeições com culinária típica regional, exceto bebidas.

 * Água mineral e lanches durante o deslocamento.

 * Taxas de visitação dos atrativos.

 * Guia/Condutor de turismo.

IMG_20180412_180643839~2

DUNAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

COMO FUNCIONA A HOSPEDAGEM

No geral, as hospedagens são simples, mas com conforto. Os quartos contam com ar condicionado, banheiro privativo, chuveiro elétrico, televisão moderna, frigobar e WI-FI.

Além disso, eles possuem opções de lazer como piscina, bar e redário (alguns contam com mesas de jogos e sauna) e outras amenidades.

Achamos as hospedagens com infraestruturas surpreendentes. Ficam no meio do mata ou na periferia de cidades humildes, mesmo assim, possuem condições satisfatórias para quem quer descansar em lugares limpos e bem cuidados.

IMG_20180411_181032154~2

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

Ficamos nas pousadas Águas do Jalapão (em Ponte Alta; a mais simples das acomodações da viagem), Santa Helena (duas noites em Mateiros), São Félix (a melhor de todas; localizada em São Félix do Tocantins).

Há outras opções nas cidades citadas que a agência de expedição pode te hospedar: Beira da Mata (em Mateiros), Bela Vista (em São Félix do Tocantins) e Café na Mata (Taquaruçu, para quem faz o roteiro de 6 dias).

IMG_20180413_090740_128~2

NO RESTAURANTE DA POUSADA SANTA HELENA – MATEIROS, JALAPÃO, TOCANTINS

A gente costumava chegar depois do por do sol e saía às 8h30/9h da manhã depois de um café da manhã normalmente servido com pão, queijo, presunto, ovo, tapioca e bolos caseiros, com café e refrescos. O check in era resolvido pelo próprio guia/motorista, que nos entregava a chave. A consumação de bebidas e doces era feita à parte, diretamente com a recepção do hotel, com o pagamento feito ao pedir ou ao final da hospedagem, deixando-se a chave na porta do quarto.

IMG-20180414-WA0164

POUSADA SANTA HELENA – MATEIROS, JALAPÃO, TOCANTINS

CULINÁRIA LOCAL

Comida caseira. Carne de panela, farofa de paçoca/carne seca, jerimum/abóbora, macaxeira/mandioca, asa de galinha são comuns nos restaurantes montados em casas de taipa nas entradas dos fervedouros (já incluídos nas expedições; se for por conta própria, o almoço em cada custa cerca de R$ 35,00 por pessoa).

Doces de leite e rapadura são as sobremesas mais comuns. Há estabelecimentos que vendem picolés e sorvetes de frutas do cerrado, como buriti, murici, etc.

As bebidas típicas são sucos das mencionadas frutas do cerrado e cachaças com jalapa (que dá nome ao parque), abacaxi, murici ou cajuí. Se não gostar de nada disso, você encontra refrigerantes e cervejas, além de sucos mais comuns (acerola e maracujá).

IMG_20180413_145052516~2

JALAPÃO – TOCANTINS

COMPRAS

Artesanato a base de capim dourado. Você encontra algumas lojas bem simples e vendedores avulsos nos hotéis. Eles vendem lindos acessórios para casa (descansos de prato, jarros, mandalas, entre outros) e acessórios femininos (brincos, pulseiras, colares), feitos com essa matéria prima que só é encontrada no Jalapão.

O trabalho é incrível e, a depender do tamanho, o preço é bem acessível para ter uma lembrança bonita e exclusiva. Só não leve capim dourado in natura. É proibido embarcar com isso.

IMG_20180413_144830599_HDR~2

LOJA NO QUILOMBO MUMBUCA – JALAPÃO, TOCANTINS

A expedição costuma incluir paradas para a compra desse artesanato e até para estimular a produção local. Lembro de uma loja muito boa no município de Ponte Alta do Tocantins (em frente a um posto de gasolina) e outra com diversos itens na comunidade quilombola Mumbuca.

Em Palmas você também consegue encontrar alguns produtos feitos de capim dourado, além de comidas típicas e utensílios/tecidos artesanais na Feira do Bosque (funciona aos domingos) e na Feira da 304 Sul (funciona às terças-feiras).

IMG_20180411_164827856~2

PRODUTOS FEITOS COM CAPIM DOURADO – JALAPÃO, TOCANTINS

NOSSA EXPERIÊNCIA

​Fomos no início de abril de 2018 em uma expedição de 5 dias realizada pela Cerrado Dourado. Mesmo com o tempo nublado e as chuvas que iam e voltavam, achamos a viagem espetacular. O Jalapão possui uma riqueza e variedade de paisagens impressionantes.

Todo o roteiro estabelecido pela Cerrado Dourado foi cumprido à risca, de forma organizada, pontual e em carro confortável com o guia mais extraordinário que já conhecemos, Gege. Façam o possível para serem conduzidos por ele. Vocês vão ouvir boas histórias, piadas, informações e curiosidades sobre o Jalapão com esse cara que é super bem-humorado, paciente e um excelente fotógrafo. Recomendamos bastante a Cerrado Dourado.

Nossos locais preferidos foram: Dunas, Fervedouro do Buritizinho, Pedra Furada e Cachoeira do Formiga, nesta ordem. Sensacionais! Com exceção do trekking e do rafting, todos os passeios são acessíveis para qualquer idade sem problema de locomoção (a trilha para subir as Dunas exigem um esforço pouco maior, mas nada absurdo ou que coloque em risco a saúde dos turistas; além disso, ela é feita acompanhada por guias).

IMG_20180412_212914_402~2

DUNAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

Pontos positivos: além das atrações visitadas adoramos a imersão na natureza (destino “raiz”; estradas de terra; sensação de aventura e isolamento sem Internet na maioria dos lugares), as pessoas incríveis pelo caminho (destaque para o Seu Jecimar e Dona Imelda, donos do Fervedouro Bela Vista), comida caseira saborosa e pousadas que superaram as expectativas (infraestrutura melhor que muitas pousadas em cidades maiores de interior).

Pontos negativos: quantidade de muriçocas (leve um repelente eficiente e passe bastante, principalmente nas pernas); pequena variedade de comida (apesar de muito bons, em sua maioria, os restaurantes oferecem as mesmas opções por 4/5/6 dias).

Nosso itinerário/sugestão de roteiro: Em Palmas, ficamos hospedados no Atlas Hotel (não estava incluído no pacote; pagamos à parte). O hotel é simples, bem localizado, com bom café da manhã, quarto limpo, TV, banheiro privativo com chuveiro elétrico e cama confortável.

Na manhã seguinte, logo cedo, o guia nos buscou no hotel e dividimos o carro com um ótimo casal pernambucano e seguimos, acompanhados de outro grupo de turistas acomodados em outro carro. Percorremos o Jalapão e arredores assim:

IMG_20180414_232748_251~2

FERVEDOURO – JALAPÃO, TOCANTINS

DIA 1

8:30hs. Saída de Palmas para visita à CACHOEIRA DA RONCADEIRA(70 metros) e CACHOEIRA DO ESCORREGA MACACO (55 metros), no Distrito de Taquaruçú.

12:00hs. Almoço na pousada Águas do Jalapão, em Ponte Alta do Tocantins, o “portal do Jalapão”.

 14:30hs. Saída para o CÂNION DO SUSSUAPARA.

17:00hs. Chegada na PEDRA FURADA para contemplar um lindo por do sol do Jalapão, após rápida parada para fotos no MORRO DA CRUZ.

 19:30hs. Chegada em Ponte Alta para jantar e pernoite.

*A pousada Águas do Jalapão foi a mais simples em que ficamos hospedados. Mesmo assim, ela conta com piscina, quartos com Wi Fi, banheiro privativo com chuveiro elétrico, televisão e refeitório.

IMG_20180412_072546_100~2

CÂNION DO SUSSUAPARA – JALAPÃO, TOCANTINS

DIA 2

8:00hs. Café da manhã, com saída de Ponte Alta às 8:30hs rumo ao coração do Jalapão.

11:30hs. Chegada na CACHOEIRA DA VELHA, para visita contemplativa, após passagem na SERRA DA MURIÇOCA.

* Atividade OPCIONAL de RAFTING, dependendo das condições climáticas (não foi possível fazer porque as chuvas dos dias anteriores aumentaram bastante o nível a violência do rio) e agenda da operadora da atividade no dia.

IMG_20180412_213812_581~2

CHEGANDO NAS DUNAS, COM A VEREDA E A SERRA DO ESPÍRITO SANTO – JALAPÃO/TO

13:00hs. Lanche reforçado tipo pic-nic e, após o lanche, banho refrescante na PRAINHA DO RIO NOVO, cena do filme “Deus é Brasileiro”.

14:30hs. Saída para Mateiros, com parada rápida na COMUNIDADE QUILOMBOLA DO RIO NOVO.

17:00hs. Subida nas DUNAS DO JALAPÃO, com pausa para fotos no MORRO DO SACA TRAPO com a SERRA DO ESPÍRITO SANTO ao fundo, cartão postal do Jalapão e cenário do “bar do Josafá, da novela: O Outro Lado do Paraíso”.

 Em seguida, partimos para Mateiros, para jantar e pernoite. Ficamos hospedados na agradável pousada Santa Helena, com redário, piscina, bar e quartos espaçosos.

*Outra parte do grupo de turistas que veio com a Cerrado Dourado ficou na pousada Beira da Mata (onde jantamos).

IMG_20180412_211344_677~2

POR DO SOL NAS DUNAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

 DIA 3

3:30hs. (OPCIONAL, R$ 120,00) Saída para TREKKING À SERRA DO ESPÍRITO SANTO (250mt de desnível, equivalente a subir 83 andares). Quem optar por não fazer pode descansar até mais tarde (8:30hs).

9:00hs. Após café da manhã, partimos rumo ao FERVEDOURO DO CEIÇA / FERVEDOURO DAS BANANEIRAS, para experimentar a sensação indescritível de estar flutuando, e, dependendo do tempo disponível, vistamos a COMUNIDADE QUILOMBOLA DO MUMBUCA.

IMG_20180413_162720878~3

FERVEDOURO DO CEIÇA/BANANEIRAS – JALAPÃO, TOCANTINS

Em seguida visitamos o FERVEDOURO DO RIO SONO.

No final da tarde, partimos para Mateiros para jantar e pernoite (mesma pousada da noite anterior, isto é: Santa Helena ou Beira da Mata).

IMG_20180414_231826_990~2

FERVEDOURO DO RIO SONO – JALAPÃO, TOCANTINS

DIA 4

9:00: Após café da manhã, visitaremos o FERVEDOURO DO BURITI.

Em seguida visitamos a CACHOEIRA DO FORMIGA, para banho refrescante nas suas águas verde-esmeralda.

De lá, vamos visitar o FERVEDOURO DO BURITIZINHO com pausa para banho no CÓRREGO FORMIGA.

IMG_20180415_101146870~2

MONSTROS DO JALAPÃO/TO: GEGE (DE CAVANHAQUE), SEU JECIMAR E DONA IMELDA

Após o almoço partimos para o FERVEDOURO DO ENCONTRO, o mais forte do Jalapão, e conheceremos o ENCONTRO DAS ÁGUAS, onde ocorre o encontro do córrego Formiga e o Rio Soninho com suas cores e temperaturas completamente diferentes.

No final do dia, partimos para São Félix para jantar (comemos no Restaurante Bela Vista a melhor refeição de toda a viagem; melhor até do que as de Palmas) e pernoite.

​*Ficamos hospedados na pousada São Félix, a melhor de toda a expedição (bom café da manhã, bar bem completo, quartos confortáveis com smart TV e banheiro privativo e uma linda piscina). O outro grupo da Cerrado Dourado ficou hospedado na pousada Bela Vista, que é mais bucólica.

IMG_20180412_073054_434~2

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

DIA 5

Após café da manhã, visita ao FERVEDOURO BELA VISTA, considerado o mais belo do Jalapão por muitos (é, certamente, o maior que visitamos e o melhor estruturado).

Em seguida, visita ao FERVEDOURO DO ALECRIM.

Almoçaremos na CACHOEIRA DAS ARARAS.

 À tarde partimos para fotos na SERRA DA CATEDRAL e na seqüência seguimos rumo ao MORRO VERMELHO, com suas formações que lembram figuras, onde faremos um mini-trekking.

22:00hs. Chegada em PALMAS.

IMG_20180413_094440328~2

FLOR CALIANDRA – JALAPÃO, TOCANTINS

DICAS

Vá ao Jalapão com alguma agência de expedição! Evite ao máximo viajar de forma independente! Os riscos são muito maiores e sua economia não será tão grande, já que a entrada em cada fervedouro, cachoeira, restaurante e hospedagem está incluído no pacote de viagem, mas tem que ser desembolsado em dinheiro para quem viaja por conta própria.

IMG_20180414_162256435_HDR~2

EVITE IR SOZINHO – JALAPÃO, TOCANTINS

Para quem faz a expedição com alguma agência especializada (indicamos fortemente, sobretudo, a Cerrado Dourado), é necessário chegar em Palmas 1 dia antes da data de início da expedição e retornar à sua cidade de origem 01 dia após data de término da expedição pois os horários de vôo não permitem chegada e retorno nas mesmas datas de início e fim das expedições.

Leve uma mala pequena, dentro das dimensões exigidas pela agência de turismo.  Como você divide o carro com outras pessoas, o lanche e as águas, o espaço tem que ser otimizado.

⇒ O que levar: Garrafa de água (squeeze; a Cerrado Dourado fornece garrafas de água, mas é bom ter uma para caminhadas); Óculos de mergulho; Protetor solar; Dinheiro em espécie (não há bancos no Jalapão); Lanterna se for fazer o trekking da Serra do Espírito Santo (a Cerrado Dourado fornece, mas é bom ter uma reserva); Repelente de insetos (fundamental); Máquina fotográfica; Medicação (antialérgicos, anti-inflamatórios e para prevenir enjoos são os mais aconselhados) e produtos de higiene de uso pessoal; Roupas de banho, inclusive toalha para utilização durante o dia; Sandália tipo papete e tênis; Boné ou chapéu e óculos de sol.

IMG-20180415-WA0069~2

MORRO VERMELHO – JALAPÃO, TOCANTINS

CURIOSIDADES

O Tocantins é o estado mais novo do Brasil, fundado em 20 de maio de 1989. Seu território até então pertencia ao estado de Goiás.

O Jalapão passou a ser considerado uma APA (Área de Proteção Ambiental), em 2000, espelhando-se por 461 mil hectares.

Juntamente, com outras unidades de conservação, que incluem até Parque Nacional da Chapada das Mesas, o PEJ forma a maior área de cerrado legalmente protegido do planeta! Aproximadamente 3 milhões de hectares.

→ A cidade de Ponte Alta, considerada “o portal do Jalapão”, tem esse nome em virtude de uma árvore caída que serviu de ponte para pedestres atravessarem o rio (Rio das Balsas/Rio Ponte Alta).

IMG_20180411_152656831_HDR~2

CÂNION DO SUSSUAPARA (ISSO NÃO É CHUVA) – JALAPÃO, TOCANTINS

→ O nome Jalapão deriva da planta “jalapa”, também chamada batata de purga.

→ O Jalapão é uma área do tamanho do estado do Sergipe. Nela localizam-se 8 municípios (Mateiros, Ponte Alta, São Félix do Tocantins, Santa Tereza do Tocantins, Lizarda, Novo Acordo, Rio Sono, Lagoa do Tocantins) e 3 comunidades quilombolas.

→ O Jalapão fica numa região fronteiriça entre vários estados conhecida como MATOPIBA ou MAPITOBA (Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia).

→ O Jalapão, além de servir de cenário para produções nacionais (filmes “Deus é brasileiro” e “Xingu”, novela “O Outro Lado do Paraíso”), também recebeu gravações de programas estrangeiros (Largados e Pelados, Survivor, Desafio em Dose Dupla).

→ A dupla de cantoras “AnaVitória” nasceu e foi criada em Araguaína, em Tocantins.

20180411_180702~2

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180411_100951373~2

CACHOEIRA ESCORREGA MACACO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180411_160312071~2

ATÉ AS PEDRAS SÃO LINDAS NO JALAPÃO – TOCANTINS

IMG_20180411_162334022_HDR~2

PELAS ESTRADAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

IMG_20180411_174316615_HDR~2

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180411_174424746_HDR~3

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180411_181048769~2

POR DO SOL NA PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

 

IMG-20180415-WA0060~2

A CAMINHO DO MORRO VERMELHO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180415-WA0279~3

CERRADO DOURADO E GEGE – MELHOR MANEIRA DE CONHECER O JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180416-WA0003~2

O JALAPÃO É BRUTO, MAS É INESQUECÍVEL – TOCANTINS

IMG_20180414_112520720_HDR~2

BELEZAS DO JALAPÃO (FERVEDOURO DO RIO SONO)

IMG_20180414_121346220~2

BELEZAS DO JALAPÃO (A CAMINHO DO FERVEDOURO DO RIO SONO)

IMG_20180415_103757802~2

FERVEDOURO DO ALECRIM – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG_20180415_165004332_HDR~2

PACHA MAMA NO ALTO DO MORRO VERMELHO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180411-WA0221~2

PONTE ALTA DO TOCANTINS – MUNICÍPIO CONSIDERADO “PORTAL DO JALAPÃO”

IMG-20180412-WA0100~2

PARADA NA COMUNIDADE ANTES DE SEGUIR RUMO ÀS DUNAS DO JALAPÃO

IMG-20180412-WA0155~2

SENDO FELIZ NAS DUNAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

 

IMG_4977

PEDRA FURADA – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180413-WA0199

BELEZAS DO JALAPÃO – TOCANTINS

IMG-20180413-WA0206

JALAPÃO – TOCANTINS

IMG-20180413-WA0321

NITIDEZ DO FERVEDOURO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180413-WA0332

FERVEDOURO DO CEIÇA/BANANEIRAS – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180413-WA0357

FLOR CALIANDRA – TÍPICA DO JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180413-WA0358

CALIANDRA VISTA DE PERTO – JALAPÃO, TOCANTINS

IMG-20180416-WA0001~2

SERRA DA CATEDRAL – JALAPÃO, TOCANTINS

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

10 comentários sobre “JALAPÃO

  1. Herculano disse:

    Eita lugar especial!!!
    Um dos paraísos do Brasil!!!
    Lindas paisagens, banhos espetaculares, natureza exuberante!!!
    Pretendo conhecer qualquer dia destes!!!
    Parabéns, por iniciativa de postar com dicas e roteiros maravilhosos!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s