HOLAMBRA

A maior produtora de flores do Brasil, localizada a menos de 2h30 de São Paulo, é um encanto surpreendente.

Confira nas seções abaixo como chegar, quando ir, o que conhecer, dicas de hospedagem, restaurantes, como se deslocar e pontos turísticos por Holambra, a cidade que completa em 2018 os 70 anos da imigração de colonos holandeses e onde fica o maior moinho da América Latina.

IMG_20180512_160616120

MOINHO POVOS UNIDOS – HOLAMBRA, SÃO PAULO, BRASIL

COMO CHEGAR

Como não há aeroporto na cidade, a maneira mais prática de chegar em Holambra é combinando o voo com um deslocamento de carro.

O aeroporto mais próximo é o Viracopos (em Campinas), a pouco mais de 60 km. A maioria dos voos que chega lá são da AZUL, mas ele também opera em parceria com a GOL e a LATAM.

Pousando em Campinas, sugerimos o deslocamento terrestre até Holambra por meio do Uber (custo da corrida é de R$ 110,00, aproximadamente). Caso queira esticar sua viagem para conhecer outras cidades do interior paulista – Serra Negra, Atibaia, Campos do Jordão -, aconselhamos o aluguel de carros (faça antecipadamente pela Internet com a Rentcars).

IMG-20180609-WA0054-2

HOLAMBRA – BRASIL

O caminho entre o Aeroporto Viracopos até Holambra passa pelo entroncamento/anel viário da Rodovia Anhanguera (altura do Km 103), trafegando depois pela Rodovia Dom Pedro I até a Saída 134 (Km 134),  a partir da qual você deve seguir pela rodovia estadual SP-340 (direção Mogi Mirim) e, por fim, pela rodovia estadual SP-107. Só há um pedágio no caminho – lembrando que, se você for de Uber, você não paga o pedágio.

*Apenas aconselhamos o ônibus de Campinas até Holambra para quem viaja sozinho. Isso porque o valor da passagem de ônibus do aeroporto até o terminal de Campinas de onde sai o coletivo para Holambra + o valor da passagem deste local até Holambra é pouco mais econômico que a ida de Uber. Além disso, é uma maneira mais cansativa e longa para chegar ao destino. Mesmo assim, se preferir ir de ônibus, dirija-se até a Rua Dr. Ricardo ou até a frente da concessionária Peugeot (que fica ao lado de uma ponte próxima ao número 503 da Avenida Barão de Itapura) e suba no da Viação Princesa D’Oeste que segue rumo a cidade de Artur Nogueira.

20180512_165206

TAMANCO GIGANTE NA ENTRADA DO RECINTO EXPOFLORA – HOLAMBRA

Para quem chegar em São Paulo pelo Aeroporto de Guarulhos ou pelo Aeroporto de Congonhas, aí sim a maneira mais barata é ir de ônibus. Para tanto, você deve ir até a Rodoviária/Terminal Tietê, na capital paulista, e de lá pegar um ônibus da Viação Cometa, Viação Cristália ou Viação Santa Cruz em direção a Mogi Mirim ou Mogi Guaçu. Como este ônibus não para no centro de Holambra, assim que passar pelo pedágio de Jaguariúna, ligue para alguma cooperativa de táxi em Holambra para encontrar você na parada do ônibus, que fica em frente a Renovias.

Algumas opções de taxistas em Holambra – Jorge Gonzaga – (19) 99112 3260 ou 99603 0299; Ilson – (19) 99179 1665; Nezão (Valdecir Rosa) – (19) 99602 2949; Valtemir (Vurto) – (19) 99698 9583 ou 99343 1109; Marcão – (19) 99169 6773

De ônibus são quase 2 horas saindo do Terminal Tietê (capital) até Holambra.

Se preferir ir de carro, siga pela Rodovia Bandeirantes – que liga São Paulo até Campinas. Chegando lá siga até o entroncamento da Rodovia Anhanguera (altura do Km 103), trafegando depois pela Rodovia Dom Pedro I até a Saída 134 (Km 134),  a partir da qual você deve seguir pela rodovia estadual SP-340 (direção Mogi Mirim) e, por fim, pela rodovia estadual SP-107.

QUANDO IR

A época que a cidade fica mais movimentada é, de longe, a Expoflora (festival das flores, com os produtores mostrando suas produções e muita dança e música típica). Isso acontece semanalmente, de sexta-feira a domingo, entre o fim de agosto e o fim de setembro.

IMG_20180513_113521191-2

PORTAL DE ENTRADA – HOLAMBRA

O lado positivo é que a cidade fica mais decorada, com mais restaurantes e bares abertos. O lado negativo é que, como em toda alta temporada, os preços dos hotéis e serviços ficam salgados, as ruas mais cheias e o trânsito mais carregado.

Diante disso, para quem quer uma experiência mais sossegada, os meses de abril a julho são os mais indicados, por terem uma temperatura mais amena e menor índice estatístico de chuva.

DDD

19

QUANTO TEMPO FICAR

Em 2 dias completos você vê as atrações principais e consegue olhar o mercado das flores e comprar alguns produtos artesanais locais sem pressa.

HOSPEDAGEM

Como a cidade é pequena, os hotéis se concentram na Rota dos Imigrantes, a principal “rua” de Holambra. Entre os destaques, os melhores avaliados são:

  • Holambra Garden Hotel (foi onde nos hospedamos; atendimento eficiente; instalações limpas; quarto amplo e com aspecto de novo; banheiro privativo com ótimo chuveiro; café da manhã variado; localização perfeita; excelente; super indicamos);
  • Top Centrum Hotel (pertinho do hotel anterior, ao lado de lojas, restaurantes de comida caseira e bancos);
  • Hotel Villa de Holanda (também nas proximidades, com fácil acesso às atrações principais da cidade).

Para mais alternativas, consulte o Booking, Trivago, Tripadvisor ou Hoteis.com. Caso deseje alugar uma casa, apartamento ou quarto conversando diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

IMG_20180512_115220738.jpg

HOLAMBRA GARDEN HOTEL – HOLAMBRA

O QUE CONHECER

Tour pelos campos de flores – é a atração principal de Holambra, já que é a maior produtora do Brasil. A depender da época que você viaja até a cidade, a visita é feita a campos/estufas/viveiros de lírios, gérberas, crisântemos, girassóis, entre outras. É um verdadeiro espetáculo de cores. Vale muito a pena.

Por ficar na zona rural de Holambra, a maneira mais fácil de conhecê-las é fechando o tour com alguma das empresas especializadas da cidade. Entre elas, a gente recomenda bastante a Theos Turismo.

Localizada em uma das ruas principais da cidade (Rua Dória Vasconcelos, pertinho da vila holandesa e dos restaurantes mais famosos de Holambra), essa agência é super profissional, pontual, organizada e conta com guias animados, flexíveis e cheios de informações sobre as flores e as curiosidades de Holambra. Prestam serviço de excelência; outro nível. Aprovadíssimos.

O passeio é diário e costuma abranger dois campos de flores. Ele dura de 2 a 3 horas, percorrendo outros pontos famosos da cidade. Durante a Expoflora, a visita é mais curta, já que a quantidade de turistas e a rotatividade é maior, passando por apenas 1 campo de flores.

Para saber valores atualizados e horários dos tours, contacte a Theos Turismo pelo e-mail contato@theosturismo.com.br  ou pelos telefones (19) 99168-2199/ (19) 3802-4675

IMG_20180512_145223017

CAMPO DE MARGARIDAS – HOLAMBRA

Moinho Povos Unidos – é o cartão-postal principal de Holambra. Ele é gigantesco – o maior da América Latina – e simboliza a influência holandesa na cidade. É possível subir pelas escadas até o patamar superior do moinho e ter uma vista panorâmica da região. Além disso, ao seu redor, fica uma pracinha com belos jardins e lojinhas e um galpão de artesanato (vendem muitos bordados, panos e comidas típicas).

A visita a esse moinho também está incluída no tour do campo de flores (apenas uma parada de 15 minutos), mas é bem tranquilo ir até lá de forma independente. Para tanto, basta seguir pela Alameda Maurício de Nassau até sua extremidade norte, a 1 km do Lago Vitória Régia.

Portal de entrada da cidade – quem vem pela Rota dos Imigrantes (o acesso principal de Holambra) já entra no clima holandês com esse lindo monumento de boas-vindas em tijolo aparente seguindo a arquitetura tradicional dos Países Baixos. Parada rápida para boas fotos em um cenário incomum no Brasil.

Boulevard holandês – é o nome que se dá ao quarteirão com a sequência de lojas coloridas com fachadas no estilo holandês (janelas grandes e teto em degraus), no início da Rua Dória Vasconcelos, em especial a loja Ibraflor, o estabelecimento da rede Casa Bela, a loja Aromas de Holambra e a loja Beijo de Anjo. Ótimo local para algumas fotos, compras e até uns petiscos ou refeições nos ótimos restaurantes ao lado.

20180512_114158

BOULEVARD HOLANDÊS – HOLAMBRA

Lago Vitória Régia e Deck do Amor – é a charmosa área ao redor da qual os nativos fazem suas caminhadas, pedaladas ou seus piqueniques cercado por árvores e acompanhados por gansos e capivaras que se banham no lago ou descansam e tomam sol nas margens. No lado oeste da orla do lago fica uma ponte de madeira com tela de arame decorada por arranjos de flores e…cadeados. Sim, cadeados de casais apaixonados, em uma tradição romântica que justifica o nome Deck do Amor.

Ao norte do lago você encontra a confeitaria mais badalada da cidade, a Zoet en Zout, com doces e salgados lindos e saborosos em um ambiente super agradável. Encontre a localização aqui.

Recinto da Expoflora – é a ampla área onde acontece o festival mais famoso de Holambra. Entre o fim de agosto e o fim de setembro os pavilhões e as lojas coloridas estão a todo vapor, com flores de todas as cores e tipos expostas em diferentes cenários, além de shows e danças típicas de gente vestida como nos vilarejos do interior da Holanda. Sem contar a chuva de pétalas que deixa ainda mais lindo o ambiente.

Logo ao lado da entrada (ainda do lado de fora do recinto), você encontra um enorme tamanco holandês que rende ótimas fotos. Ali pertinho, há lojas de fachada vermelha, amarela e verde que funcionam o ano todo, o que é ótimo para quem visita a cidade fora da Expoflora. Encontre a localização aqui.

20180512_165313

RECINTO DA EXPOFLORA – HOLAMBRA

Museu Histórico de Holambra – de frente para a atração anterior fica o museu onde é contada a criação e a evolução da cidade por documentos, fotos e objetos dos primeiros habitantes e suas tradições. Fica bem perto da Igreja Matriz. Encontre a localização aqui.

Lago do Holandês/Nossa Prainha – localizado na zona sul (no final da Avenida das Tulipas) fica esse que é o lago mais extenso de Holambra. Também um local que os nativos frequentam para caminhar pela orla e frequentar os bares e lojas ao redor da prainha artificial e dos belos eucaliptos que contornam a área. Considerado um dos melhores lugares para ver o por do sol na cidade. Encontre a localização aqui.

*Com tempo sobrando na cidade, passeie pela Praça dos Pioneiros (onde ficam alguns quiosques e uma parada de ônibus com arquitetura holandesa; encontre a localização aqui) e pela Praça da Cachoeira (onde fica uma pequena queda d’água e uma roda hidráulica; encontre a localização aqui). Lugares simples, mas bem cuidados que valem uma passada rápida.

20180512_121513

PRAÇA DA CACHOEIRA – HOLAMBRA

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

A pé. O centro turístico da cidade é pequeno, concentrado e seguro. Todas as atrações acima descritas ficam em apenas 5 ruas com bom calçamento, todas elas planas ou com pequena inclinação. Dificilmente você caminhará mais do que 6 km entre todos os pontos mencionados.

Só é necessário o uso de transporte veicular para conhecer os campos de flores e, se não tiver muita disposição, para ir até o Portal Turístico da entrada da cidade. Para os campos/estufas/viveiros de flores, recomendamos o tour com a van/micro-ônibus de alguma agência local (gostamos demais da Theos Turismo). Para o Portal da entrada, caso não tenha visto ou parado ao chegar, a melhor forma de chegar lá é de carro alugado ou táxi.

Não há necessidade alguma de trafegar pelos ônibus de linha. Você vai ver como é fácil e seguro se locomover em Holambra.

20180512_115003

LOJA NO BOULEVARD HOLANDÊS – HOLAMBRA

CULINÁRIA LOCAL

Além dos temperos e pratos comuns do Brasil, lá você encontra muitos restaurantes servindo comida holandesa e alemã (joelho de porco, carne de pato, carne de coelho, kassler, salsichão, chucrute com repolho e batata).

Não deixe de provar e levar para casa o stroopwafel (biscoito amanteigado fino e crocante, de formato arredondado, e com recheio de caramelo, doce de leite ou chocolate; o mais tradicional é com caramelo; não deixe de degustá-lo sobre uma xícara de café ou chá quente, situação em que o recheio fica derretido).

Aproveite também para consumir os queijos locais, em especial o Gouda (nítida influência dos colonos holandeses), o mel fabricado na cidade e as tortas de maçã.

Sem esquecer as raízes cervejeiras da Holanda e da região flamenga, não deixe de experimentar a cerveja artesanal do Bier Trunk Pub Bar, bem como alguma Red Ale, Porter ou Red Ipa da Caverna de consumir algum rótulo da Schornstein, que já teve fábrica instalada em Holambra.

RESTAURANTES
  • Zoet en Zout – a confeitaria mais famosa da cidade (não é raro encontrar algum artista famoso em suas mesas). Ótimo para tomar café da manhã, um brunch e um lanche no final da tarde. Lá o destaque ficam para os doces e tortas finas, dos mais variados sabores – tem até “doce de rosas” -, e os cafés. Mas os salgados não fazem feio, com ótimos croissants e croque monsieur. Não dá voltar de lá sem passar por essa confeitaria. Encontre a localização aqui.
  • Casa Bela – no quesito restaurante, ele é o mais recomendado de Holambra, com certificado de excelência da Tripadvisor. Bonita decoração, o cardápio é extenso e as comidas são sensacionais, com pratos (holandeses, alemães, italianos, veganos) de linda apresentação e sabor à altura.  Excelente para o almoço e jantar. Encontre a localização aqui.
  • Martin Holandesa – de frente para o restaurante anterior, esse restaurante-confeitaria também é outra ótima opção para curtir a noite regada a uma boa cerveja, bons petiscos e pratos típicos, além de deliciosos chocolates. Encontre a localização aqui.
  • The Old Dutch – um dos melhores para comida típica holandesa. A carne de coelho é muito elogiada (prato Gebraden Konijn), bem como a torta de maçã (Appeltaart). Encontre a localização aqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Tratterie Holandesa – cozinha holandesa baseada em peixes, carnes nobres, aves, além de cervejas importadas e decoração típica do país. Encontre a localização aqui.
  • Hoek Burger – hamburgers gourmets servidos em um ambiente moderno (decoração industrial), com mesas na calçada de um dos cruzamentos mais legais da cidade. Lá não deixe de experimentar também as asinhas de frango empanadas. Encontre a localização aqui.
  • Bier Trunk Pub Bar – cervejaria com bons petiscos, telões esportivos e música animada. Encontre a localização aqui.

*Para quem não gosta de se arriscar com comidas internacionais ou quer economizar, há restaurantes de comida caseira ao longo da Rua Rota dos Imigrantes (entre o Holambra Garden e a Praça da Cachoeira) e na zona sul da cidade (ao redor do Lago do Holandês/Nossa Prainha).

IMG_20180512_190748196_LL-2

RESTAURANTE CASA BELA – HOLAMBRA

COMPRAS

Para flores – Pavilhões da Expoflora e lojas da Rua Campo de Pouso (em especial, A Orquídea e Pronta Flora);

Para roupas e souvenirs (tamancos, porcelanas em azul e branco, entre outros) – lojas do Boulevard Holandês (no começo da Rua Dória Vasconcelos, sobretudo a Ibraflor, o estabelecimento da rede Casa Bela, a loja Aromas de Holambra e a loja Beijo de Anjo) e das casinhas de artesanato na praça do Moinho Povos Unidos;

Para doces típicos – confeitaria Zoet en Zout, restaurante Martin Holandesa e Cafe De Klomp.

NOSSA EXPERIÊNCIA/SUGESTÃO DE ROTEIRO

Fomos a Holambra em maio de 2018. Passamos 1 dia e meio na agradável cidade do interior paulista. Fomos com o avião da LATAM até o aeroporto Viracopos (em Campinas) e de lá seguimos de Uber por uma rodovia segura, duplicada e em ótimo estado até Holambra.

Ficamos hospedados no ótimo Holambra Garden Hotel, bem no centro da cidade. Com uma equipe prestativa (deram inclusive um mapa e nos falaram como chegar nos pontos imperdíveis) e ótimos quartos e café da manhã, trata-se de um local excelente para descansar. Ficaríamos lá de novo sem hesitar.

IMG-20180609-WA0043-2

HOLAMBRA – SÃO PAULO, BRASIL

Deixamos nossos pertences no quarto e começamos a conhecer a cidade. Passamos pelo Boulevard Holandês, caminhamos pela Rua Dória Vasconcelos, encantados com a primeira impressão da cidade – toda arrumadinha e sossegada, com casas cheias de flores e muros baixos.

Demos uma volta na orla do Lago Vitória Régia, parando para algumas fotos com as capivaras e no Deck do Amor. Caminhamos pela Alameda Maurício de Nassau pela Rua Girassóis e pela Viela Lantanias até chegarmos na maravilhosa confeitar Zoet en Zout, bonita, organizada e com quitutes tão bem apresentados quanto gostosos.

Depois de um farto café da manhã, caminhamos rumo a oeste, passando pelas lojas do centrinho, pela Praça dos Pioneiros e pela Praça da Cachoeira. Apesar de serem cantos agradáveis, vale apenas para passar o tempo.

No início da tarde, a van da agência Theos Turismo nos buscou no nosso hotel e nos deixou na sede da empresa, que foi o ponto de encontro dos demais turistas que fizeram o tour pelos campos de flores conosco. Saindo pontualmente, fomos guiados por um ótimo monitor da companhia em um micro-ônibus confortável e limpo, que deu uma volta pela parte sul até seguir pela zona rural, onde paramos para ver um campo de margaridas (fantástico!), com direito a vários fotos tiradas pelo nosso guia, e muita explicação ao ar livre sobre o processo de plantação em etapas e várias curiosidades.

IMG_20180513_113411829.jpg

NO PORTAL DE ENTRADA DA CIDADE – HOLAMBRA, BRASIL

Depois de tanto encantamento, seguimos até outra plantação. Dessa vez, vimos milhares de gérberas vermelhas, amarelas, rosas, laranjas, amarelas em estufas. Sensacional! Outra experiência linda e muito bem explicada pelo simpático guia da Theos Turismo. A gente não queria sair de lá, mas eles tinham horário a cumprir.

Na volta, paramos por 15 minutos no Moinho Povos Unidos e aproveitamos cada segundo admirando aquele cenário florido, seguro e bonito (lembrando vagamente os arredores de Amsterdã). O moinho é imenso, a pracinha em volta é uma delícia para ficar descansando e as lojinhas de artesanato vendem muitas lembrancinhas de bom gosto.

Voltamos para a sede da Theos Turismo (não deixe de ir sem essa empresa) e de lá caminhamos até a zona sul, onde demos uma pequena volta no Lago do Holandês pegando o restinho do por do sol.

Ao regressarmos ao centrinho, jantamos no delicioso restaurante Casa Bela (pedimos um kassler e um risoto, que estavam indescritíveis de tão bons) e comemos sobremesa na Martin Holandesa. Foi uma combinação perfeita. Recomendamos!

IMG_20180512_184144725_LL

RESTAURANTE CASA BELA – HOLAMBRA, BRASIL

No dia seguinte, após um café da manhã muito bom no Holambra Garden Hotel, aproveitamos o tempo que tínhamos para visitar os mercados de flores (A Orquídea e a Pronta Flora, duas perdições para quem quer voltar para casa com sementes ou bulbos ou plantas/flores já desenvolvidas) e as lojinhas de doces (compramos um pacote de stroopwafel que não durou nem 2 dias de tão viciantes que eram).

Depois disso, chamamos o Uber, que nos buscou no hotel e parou para que tirássemos foto do lindo Portal de entrada da cidade (viemos por um caminho que não passou por lá).  Após 5 minutinhos de fotos e contemplação, seguimos viagem até o aeroporto de Campinas.

Nosso veredicto é que Holambra é uma cidade que casa perfeitamente com um fim de semana para quem quer descansar e passar boa parte do tempo presenteando os olhos (com a quantidade imensa de lindas flores) e o paladar, sem contar que a sensação de bem-estar é absurda (não sentimos medo de nada em momento algum, pelo contrário, só gente disposta a rir e ajudar). Um pedacinho da educação e estrutura europeia com a simpatia brasileira. Não tem como dar errado. Visite!

*Cabe registrar nosso agradecimento especial aos mais que parceiros Holambra Garden Hotel e Theos Turismo. Holambra foi muito melhor com eles.

DICAS

Quer ver flores até cansar? Vá a Holambra na Expoflora (todos os fins de semana entre o fim de agosto e o fim de setembro; confira as datas e preços atualizados no link destacado). Agora, reserve sua hospedagem e passeios com antecedência para garantir sua vaga.

⇒ Para visitar os melhores campos de flores (passeio indispensável em Holambra), contrate a Theos Turismo. Agência confiável e profissional com a qual fizemos nosso tour.

IMG_20180512_112743339

BOULEVARD HOLANDÊS – HOLAMBRA

⇒ Querendo levar uma planta, muda ou flor desenvolvida de uma loja de flores, não esqueça de perguntar antes à vendedora se dá para embarcar no avião com o que você pretende comprar. Sacos com bulbos e sementes são permitidos em voos nacionais sem problemas.

⇒ Com tantos doces bonitos vendidos na cidade, não deixe de comprar um pacote de stroopwafel. Ele parece simples, mas foi o que mais gostamos.

⇒ Leve um calçado confortável, roupas leves e um cartão de crédito. Isso é suficiente para você conhecer os pontos principais da cidade e consumir em suas principais lojas. Se for viajar no inverno, leve uma roupa de frio (esteja preparado para temperaturas médias de 16°C em junho e julho, e 17°C em agosto).

CURIOSIDADES

→ Holambra foi fundada em 14 de julho de 1948  recebeu esse nome em homenagem a Holanda + América + Brasil.

→  Foi fundada por por imigrantes holandeses (em sua maioria católicos, vindos de Brabante do Norte), em um programa de incentivo do governo holandês após a II Guerra Mundial.

20180512_153643

HOLAMBRA – BRASIL

→ É um dos 29 munícipios paulistas com o status de “Estância Turística”, o que lhe garante uma verba governamental extra por preencher requisitos de potencial turístico previstos em uma lei estadual.

→ A cidade tem o maior índice de segurança do país e é o 61° município brasileiro no ranking de qualidade de vida.

→ É o maior centro produtor de flores e plantas ornamentais da América Latina. Responde por 80% das flores exportadoras pelo Brasil e 40% da produção florícola interna.

→ A Expoflora é a maior exposição de flores latino-americana, realizada desde 1981.

→ O Moinho Povos Unidos é o maior da América Latina, com 38,5 metros de altura e com pás de 25 metros de comprimento. É uma réplica dos moinhos moedores de grãos do sul da província Holanda do Sul (cuja capital é Haia e a maior cidade, Roterdã).

IMG_20180513_113521191-2

PORTAL DE ENTRADA – HOLAMBRA, BRASIL

IMG_20180512_154130062

HOLAMBRA – BRASIL

 

IMG_20180512_152516001

HOLAMBRA – BRASIL

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

9 comentários sobre “HOLAMBRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s