DESERTO DO ATACAMA

O deserto mais árido e rochoso do mundo é cercado por cordilheiras, vulcões, lagoas coloridas (algumas com teor de sal maior que o do Mar Morto), mirantes de cair o queixo, oásis, povoados rústicos e o céu mais estrelado do planeta. O melhor de tudo é que ele fica na América do Sul, muito fácil de ser acessado por brasileiros.

Confira nas seções deste post todas as dicas e informações necessárias para você conhecer um dos destinos mais inóspitos e fascinantes que existem: o Deserto do Atacama.

IMG_5299.JPG

LAGUNA MIÑIQUES – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

COMO CHEGAR

Avião + transfer em van compartilhada.

Como não há aeroporto em San Pedro de Atacama (a cidade-base para os passeios pelo famoso deserto e salar), a maneira mais rápida e confortável é chegar pelo moderno e bonito Aeroporto de Calama (CJC), uma cidade no norte do Chile a 85 km do vilarejo principal acima citado.

IMG_5539

LAGUNAS ESCONDIDAS – ATACAMA, CHILE

Não há voos diretos do Brasil até Calama. Por isso, a forma mais comum para voar até lá é saindo de Santiago (duração aproximada do voo: 2h; a capital chilena é facilmente acessada por voos diretos das principais cidades brasileiras através da LATAM, GOL e Avianca). As companhias aéreas que fazem o trajeto Santiago-Calama  são a Sky Airlines e a JetSmart. O custo da viagem ida e volta, quando comprado com pelo menos 1 mês de antecedência, dificilmente passa dos R$ 400,00 por pessoa.

*Vale ficar atento às dimensões da bagagem e à escolha dos assentos. Por serem companhias low cost, a Sky e a Jetsmart costumam restringir bastante o tamanho e peso da bagagem gratuita e o assento só não é pago se você não escolhê-lo.

IMG_20180626_085644805_HDR.jpg

VOANDO ATÉ CALAMA PELA SKY AIRLINES – ATACAMA, CHILE

Pousando em Calama, você encontrará no saguão de desembarque (do lado de fora das esteiras de bagagens) várias agências que operam transfers compartilhados para San Pedro de Atacama. As que mais indicamos são: Transfer Pampa (a que contratamos), a Transandino e a TransLicancabur.

O valor do traslado é tabelado entre as empresas concorrentes:  algo em torno de 12 mil pesos chilenos para ir OU 20 mil pesos chilenos para ida e volta (conversamos com o funcionário da Transfer Pampa e ele fez ida e volta por 18 mil pesos chilenos). Você escolhe a agência que preferir, preenche um formulário com o seu nome, a quantidade de acompanhantes, nome e endereço do hotel em San Pedro do Atacama e o horário do seu voo da volta (se for pagar ida e volta, claro).

IMG_5420_2.JPG

CAMINHO PARA AS LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – ATACAMA, CHILE

Feito isso, você faz o pagamento adiantado e recebe um comprovante com o telefone da empresa escolhida e o horário combinado que a van buscará no seu hotel para você regressar – a saída para San Pedro de Atacama não demora mais do que 20 minutos depois de você fazer o pagamento. Fique tranquilo que todas elas são empresas confiáveis, organizadas e pontuais. O deslocamento dura pouco mais de 1h na van, em uma estrada de ótimo asfalto que segue na mão e contramão sem tráfego.

IMG_20180626_092419607_HDR

AEROPORTO DE CALAMA – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

OBS 1: É possível chegar em San Pedro de Atacama de ônibus, mas o trajeto é bastante longo e desconfortável a partir de Santiago (24 horas de percurso) e o custo não compensa: em torno de 200 a 250 reais – só o trecho de ida. Para quem se interessar, a Turbus faz o percurso entre Santiago e San Pedro de Atacama. Já a CikTur, a Atacama VIP e a Pullmann são empresas que fazem o trajeto rodoviário entre a capital chilena e Calama, de onde será necessário pagar outra passagem para San Pedro de Atacama.

IMG_5317_3.JPG

LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – ATACAMA, CHILE

OBS 2: Apesar de ser possível alugar carro no aeroporto de Calama, não indicamos essa modalidade para chegar em San Pedro de Atacama. Isso porque a secura do asfalto exige muita perícia do motorista para administrar o freio e as condições dos pneus.

IMG_5282~2.JPG

LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

OBS 3: Também é possível chegar no Deserto do Atacama vindo da Bolívia, em um trajeto lindíssimo que parte do Salar de Uyuni, passando pelo deserto de Salvador Dalí, Laguna Colorada, etc. Apesar de muitos mochileiros fazerem dessa maneira, ela não é a mais indicada para quem tem pouco tempo e para quem quer um relativo conforto, já que é feita em deslocamentos terrestres longos e pelo fato de ser possível conhecer os locais mais famosos do Atacama e o Salar de Uyuni nos tours oferecidos pelas agências de San Pedro, que é mais facilmente acessada na forma descrita no início dessa seção: voo de Santiago até Calama + transfer compartilhado nas vans de Calama para San Pedro de Atacama. Mesmo assim, para quem quer se aventurar, seguindo a direção norte-sul (Bolívia-Chile), indicamos que entre em contato e acerte os detalhes com a companhia Blue Line Service. ou compre sua passagem de ônibus (12 horas de trajeto) pela Tickets Bolivia.

 

QUANDO IR

Por ser o deserto mais seco do mundo, quase não chove no Atacama. Para se ter uma ideia, estatisticamente/historicamente, o mês mais chuvoso é janeiro, com pouco mais de 20 mm de precipitações.

Assim, os ótimos passeios que saem de San Pedro de Atacama podem ser feitos em qualquer época do ano. Para os nativos que trabalham lá e conversaram conosco, os meses mais indicados para conhecer a região são março, abril, outubro e novembro por terem temperaturas mais agradáveis de dia e a noite.

IMG_20180627_091954673_BURST000_COVER_TOP~2.jpg

LAGUNA TUYAITO – ATACAMA, CHILE

Apesar disso, a nosso entender, os melhores meses do ano para visitar a região são os de inverno: junho, julho e agosto. O frio é intenso (noites que facilmente chegam a -10ºC, -15ºC), mas é praticamente certo que você verá os vulcões e algumas trilhas cobertas de neve nesse período.

*Alguns guias nos disseram que é possível ver neve no verão (período mais úmido), em virtude de a cordilheira funcionar como barreira forçando as nuvens a se acumularem, a subirem e se precipitarem em neve nessa época.

IMG_20180628_080749743_HDR_2.jpg

ÔNIBUS ABANDONADO NA CORDILHEIRA DE SAL – ATACAMA, CHILE

VISTO

Não se exige visto para brasileiros que ficarão no território chileno por até 3 meses. Basta levar uma carteira de identidade com foto recente ou, melhor ainda, um passaporte válido durante todo o tempo que você estiver no Chile.

20180627_173157_3.jpg

ANFITEATRO – VALLE DE LA LUNA, ATACAMA, CHILE

O passaporte é mais indicado por garantir desconto em hospedagens de 19% sobre o imposto IVA. Assim, munido do passaporte, pergunte para sua pousada/hotel qual é o valor da diária sem o IVA.

Nenhuma vacina específica é exigida de brasileiros para entrar no Chile.

IMG_5322

CAMINHO DAS LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

FUSO HORÁRIO

GMT -4. Isso significa que é uma hora atrás do horário predominante no Brasil. Assim, quando o relógio marca 10h30 da manhã em Brasília, são 9h30 da manhã no Atacama.

IMG_20180626_121852464

PRAÇA PRINCIPAL – SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE

MOEDA

Peso chileno. Para ter uma estimativa do câmbio, confira o conversor monetário oficial do Banco Central do Brasil (em junho de 2018, calculamos 10.000 pesos chilenos = R$ 60,00, aproximadamente).

IMG_5662_2

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – ATACAMA, CHILE

Procure chegar em San Pedro de Atacama com pesos chilenos ou dólares e com um cartão de crédito habilitado para uso internacional. Apesar do fluxo de brasileiros ser cada vez maior na cidade-base do deserto, o real não é facilmente convertido nas casas de câmbio de lá. Por isso, troque seus reais em Santiago (melhor local é na Rua Agustinas, logo atrás do palácio presidencial La Moneda; trocamos na casa de câmbio JM, que não cobrou comissão) e viaje com os passeios pagos com antecedência.

IMG_20180626_184746615_BURST001

POR DO SOL E LUA NASCENDO COM VISTA PARA O VULCÃO LICANCABUR – ATACAMA, CHILE

Se precisar trocar dinheiro em San Pedro de Atacama (dólares ou – você pode tentar – reais), dirija-se a Rua Toconao, onde fica a maioria das casas de câmbio. Vale dizer que a a entrada nas atrações lá deve ser paga em espécie/dinheiro vivo. Também é possível sacar pesos chilenos nos caixas eletrônicos da rede Redbank (sacamos lá no caixa da farmácia Cruz Verde, na esquina da Rua Caracoles com a Rua Toconao).

Com a hospedagem e os tours pagos com antecedência (pela Internet) ou por cartão de crédito na hora, trabalhe com a margem de, pelo menos, 20.000 pesos chilenos por pessoa para cada dia em San Pedro do Atacama. As refeições e as entradas nas atrações (quando não incluídas nos pacotes das agências) não são baratas.

IMG_5539

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – ATACAMA, CHILE

IDIOMA

Espanhol. Diante da grande quantidade de turistas, moradores e até guias brasileiros em San Pedro de Atacama, a comunicação é muito tranquila por lá. Você encontrará cardápios em português, bem como recepcionistas de hotéis e garçons falando português totalmente compreensível.

IMG_5160

RAPOSA NAS TERMAS DE PURITAMA – ATACAMA, CHILE

QUANTO TEMPO FICAR

São inúmeros os passeios que saem de San Pedro de Atacama de diferentes tipos. Diante disso, aconselhamos um intervalo entre 3 e 5 dias completos por lá para você curtir uma variedade maior de paisagens. Se você tiver interesse em conhecer o Salar de Uyuni saindo de lá, reserve 1 semana a 10 dias na região.

IMG_5269

LAGUNA MISCANTI – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

COMO SAIR DO AEROPORTO

A forma mais tranquila é pelas vans dos transfers compartilhados referidas na seção “Como Chegar”. São confortáveis, limpos e pontuais. Você não espera mais do que 20 minutos depois de feito o pagamento do seu traslado para subir na van e seguir viagem para o Atacama.

20180627_170105_2 (1).jpg

VALLE DE LA LUNA – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

Há locadoras de carro na área de desembarque do Aeroporto de Calama. Não indicamos sair de lá dessa maneira. Isso porque, apesar de o asfalto ser ótimo e quase não haver trânsito entre Calama e San Pedro de Atacama, a estrada é bastante seca, o que exige muita perícia do motorista para administrar o freio e as condições dos pneus. Além disso, as atrações no deserto costumam ser acessadas por estradas de terra com muitos atalhos e pouca sinalização, o que complica a vida de quem quer usar carro alugado no aeroporto para chegar nelas.

IMG_5381

LAGUNA MIÑIQUES – ATACAMA, CHILE

HOSPEDAGEM

Fique o mais perto possível da Rua Caracoles, a principal de San Pedro de Atacama. É lá que se concentram as lojinhas, os restaurantes e a parte mais bonita e movimentada da cidade. Abaixo, algumas opções bem avaliadas por turistas:

  • Hotel La Cochera – foi onde nos hospedamos; delícia de lugar. Staff super acolhedor, atencioso e profissional – notadamente a inigualável Paula, com uma atenção e calor humano que parece que já era da nossa família -, quarto e banheiro privativos, de tamanho e estrutura maior e melhor que a maioria das hospedagens em San Pedro; ótima localização – menos de 1 minuto de caminhada até a rua principal; seguro, com instalações de aparência bonita e nova. A equipe entrega um box de café da manhã para quem tem passeios saindo muito cedo. Aprovadíssimo e super recomendado;
IMG_20180626_110131873

O ÓTIMO HOTEL LA COCHERA – SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Ckoi Atacama Lodge – localizado a 650 metros do centro, conta com um cercado com lhamas que faz a alegria dos turistas. Nota 8,5 no Booking;
  • Hostal Ayni – indicado para quem quer pagar o mínimo possível para dormir. Nota 9,3 no Booking;
  • Hostal Mirador – o mais barato da lista. Albergue que fica a 800 metros do centro. Nota 8,4 no Booking.
IMG_5026

HOTEL LA COCHERA – SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE

Para mais alternativas, acesse o Booking, Trivago ou Tripadvisor. Caso prefira alugar uma casa ou um quarto por uma temporada acertando os detalhes diretamente com o proprietário, consulte as opções do Airbnb.

O QUE CONHECER

Depois de caminhar pelas simpáticas ruas de areia e casas alaranjadas de San Pedro de Atacama, passando pela Rua Caracoles (a principal), pela praça municipal (onde fica a prefeitura, a Igreja Matriz, alguns bons restaurantes e onde acontecem as festas populares), pelo Museu do Meteorito (em forma de domo/iglu, é lá onde ficam expostos detritos de corpos celestes; considerado um dos 10 melhores museus chilenos) e pelo Museu Gustavo Le Paige (que conta a história da ocupação humana na região em objetos históricos), dedique suas manhãs e tardes para fazer os imperdíveis passeios pelas redondezas do deserto.

A seguir, listamos os principais, seguindo a ordem de prioridade e fama:

  • Lagunas Altiplânicas + Pedras Rojas: foi o passeio mais espetacular que fizemos. Começa às 5h30 da manhã e termina às 13h30/14h. Fomos com a excelente agência Ayllu Atacama (recomendamos demais) e o tour incluiu farto café da manhã com nascer do sol na Laguna Tuyaito, parada para fotos no lindo mirante de Pedras Rojas (Salar de Aguas Calientes/Salar de Talar), visita ao extraordinário parque das Lagunas Altiplânicas (= Laguna Miscanti + Laguna Miñiques), parada na placa do Trópico de Capricórnio e parada para fotos no meio da estrada. A Ayllu Atacama ainda inclui um almoço na sua sede, servido assim que o passeio termina. Nesse tour você verá as paisagens mais bonitas do Atacama (lagos ao lado de vulcões, ainda mais bonitos quando cobertos de neve). Vá bastante agasalhado – chegamos a enfrentar -8ºC no café da manhã – e faça seus movimentos devagar, respirando muito bem, já que as atrações ficam a mais de 4 mil metros de altitude. Custo da entrada: 3 mil pesos chilenos aproximadamente, pago somente em espécie (o valor do passeio varia para cada empresa; consulte o cobrado pela Ayllu Atacama, que é a melhor, neste link) ;
IMG-20180627-WA0184~3

LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG_5293_2.JPG

LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

  • Geysers El Tatio: um dos passeios mais clássicos e gelados do Atacama. Sai muito cedo (5h/5h30 da manhã) e termina às 13h, aproximadamente. Você assiste ao efeito das águas de um vulcão secundário/nascente termal sendo jorradas para o alto em intervalos curtos. O passeio feito pela empresa Ayllu Atacama ainda inclui café da manhã, visita ao povoado de Machuca, parada para fotos de Vizcachas (um animal típico que se assemelha ao coelho, só que maiores e mais gordos).  No final desse tour, o turista pode tomar banho em piscinas naturais bem quentes. Fundamental ir bem agasalhado e também fazer movimentos lentos até se adaptar à altitude (mais de 4300 metros). Valor da entrada: entre 4 mil e 10 mil pesos chilenos (pagos em espécie); o custo atualizado do passeio com a Ayllu Atacama – repetimos, a que mais gostamos depois de muita pesquisa – você confere aqui;
  • Lagunas Escondidas: o passeio mais surpreendente que tivemos e um dos menos concorridos. É nele que você vê as lagoas de água mais bonita de todo o Atacama. O passeio começa por volta de 6h/6h30 e termina entre 13h30/14h (pode ser feito à tarde também: dura das 13h às 19h30). A agência Ayllu Atacama nos buscou no hotel e nos levou de volta à sede da empresa no final. Este tour inclui café da manhã em um ônibus abandonado vendo o nascer do sol numa região entre a Cordilheira de Sal e a Cordilheira Domeyko, cercada de lindas rochas. Depois entra no complexo das 7 lagoas de Baltinache. A beleza das lagoas vai aumentando à medida que você segue a trilha acompanhada de guia (as mais lindas são as 3 que ficam antes da última; de cor azul turquesa, cercadas pelo branco do sal). É possível tomar banho na primeira e na última – esta a mais bonita para entrar. Não é aconselhável entrar de cabeça, já que o elevadíssimo teor de sal pode entrar nos olhos, tornando sua viagem bem incômoda. O tour com a Ayllu Atacama ainda contempla um almoço delicioso regado a vinho com vista para as lagoas, as pedras e as cordilheiras. Vale a pena levar um agasalho, embora menos robusto que o dos passeios anteriores, já que a altitude é mais baixa. Também leve uma roupa de banho, caso queira entrar em alguma lagoa (a Ayllu Atacama fornece roupão para se enxugar e proteger do frio). Custo da entrada: 5 mil pesos chilenos (pagos em espécie). O valor atualizado do passeio você encontra neste link.
IMG_20180628_112659646_HDR~2.jpg

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – ATACAMA, CHILE

  • Valle de La Luna/Valle de La Muerte: outro que figura entre os mais famosos do Atacama. Ele representa bem a sensação de estar em um deserto com muitas rochas e dunas de areia. O passeio começa às 14h30/15h e termina 19h30/20h. Nosso tour com a Ayllu Atacama começou na sede da empresa e incluiu entrada em cavernas de sal; caminhada pelo centro do Valle de La Luna, com paradas estratégicas para fotos diante das formações rochosas mais inusitadas (como as “3 Marias” e o “Anfiteatro”); parada no lindo mirante da Pedra do Coyote; e por do sol com direito a piquenique e vinho com vista para o Valle de La Muerte. Deve-se levar um agasalho leve e um bom calçado para caminhadas. O passeio é feito a quase 2500 metros de altitude e sempre acompanhado de guia. Custo da entrada: entre 3 mil e 4 mil pesos chilenos. O valor atualizado do tour você encontra aqui.
20180627_182837.jpg

VALLE DE LA LUNA VISTO DO MIRANTE DO COYOTE – ATACAMA, CHILE

  • Laguna Cejar + Ojos del Salar + Laguna Tebinquiche: considerado pelos nativos, o passeio com o melhor por do sol. É onde se tomam os banhos mais fotografados do Atacama. Ele é feito de tarde: começa entre 14h30/15h saindo da sede da agência e termina às 19h30/20h. Nosso tour com a Ayllu Atacama parou primeiro no complexo da Laguna Cejar (com três grandes lagoas de alto teor de sal, de água bem fria e onde não se consegue afundar; você fica boiando e apreciando a vista; o sal é retirado em chuveiros de água doce pertinho das lagoas); depois parou rapidamente para fotos nos Ojos del Salar (duas lagoas em formato de círculos perfeitos); e terminou com fotos, coquetel (com direito a aula e degustação de pisco sour) e o entardecer mais bonito da viagem na Laguna Tebinquiche, cercada de belas gramíneas e com vários flamingos. Vale a pena levar roupa de banho (a Ayllu fornece roupão para se enxugar) e agasalho. Passeio a 2300 metros de altitude. Valor da entrada: 20 mil pesos chilenos. O custo atualizado do tour com a Ayllu Atacama você encontra neste link;
IMG_5853

LAGUNA CEJAR – ATACAMA, CHILE

20180628_175213

OJOS DEL SALAR – ATACAMA, CHILE

IMG_20180628_190328639_HDR_2 (1).jpg

POR DO SOL NA LAGUNA TEBINQUICHE – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

  • Tour Astrolunar/Astronômico – nos períodos sem lua cheia, o Atacama é presentado com um dos céus mais estrelados do mundo, em virtude da combinação de ausência de luz + posição geográfica + qualidade do ar ambiente e altitude. Por isso, reserve sua viagem para uma época sem lua cheia (de preferência vá na lua minguante ou crescente) e inclua esse tour. Ele só é feito a noite – o que permite o encaixe com qualquer outro(s) passeio(s) durante o dia, começando depois do por do sol (entre 19h30 e 20h30, a depender da estação do ano). A Ayllu Atacama leva você até o ponto de observação, onde você terá uma aula de astronomia, vendo constelações famosas, planetas, estrelas cadentes e ainda brindado com um chocolate quente. Leve um agasalho forte porque faz muito frio. Para mais informações sobre custos, horários e dias que esse passeio acontece, entre em contato com a Ayllu.
tourB.jpg

TOUR ASTRONÔMICO – CRÉDITO: ESSE MUNDO É NOSSO

  • Salar de Tara –  o passeio mais longo dentro do norte chileno é um dos que mais superam expectativas no deserto. Começa às 8h e termina às 16h30, aproximadamente (não pode ser combinado com outro durante o dia). O tour com a Ayllu inclui parada no Mirante San Pedro de Atacama com uma ótima vista para o lindo Vulcão Licancabur; parada no Paso de Jama, na Laguna de Quepiaco, no Moai de Tara (símbolo mais famoso desse salar, entre os “Monges de La Pacana”) e nas Catedrais de Tara (pedras pontiagudas que formam um belo chapadão nessa região). Vá bem agasalhado em virtude da altitude, a 4500 metros. Não há valor de entrada. O custo atualizado do passeio você encontra aqui.
  • Termas de Puritama – passeio ideal para quem quer relaxar em um cenário acolhedor, de água quente, pouco concorrido, batendo papo com o guia e – a depender da empresa que você contrata – perfeito para degustar um ceviche e vinho maravilhosos (a Ayllu Atacama proporciona tudo isso para seus clientes).  O passeio pode ser feito pela manhã – das 8h30 às 14h, aproximadamente – ou pela tarde – 14h às 18h30, mais ou menos. Recomendamos bastante que você faça pela manhã, quando o sol bate na água e torna a visibilidade e as fotos mais bonitas que o cenário sombreado da tarde. Leve roupa de banho, já que é é possível mergulhar nas 8 piscinas termais a 33,5ºC (banho mais gostoso do Atacama). A Ayllu fornece roupão para se enxugar. Custo da entrada: 9 mil pesos chilenos durante a semana. O valor atualizado do passeio você encontra neste link.
    IMG_20180626_181318055~3

    TERMAS DE PURITAMA – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

    IMG_20180626_164832116_HDR_3.jpg

    TERMAS DE PURITAMA – ATACAMA, CHILE

  • Trekking com subida ao Vulcão Lascar: considerada a caminhada mais recompensadora do Atacama. Você caminhará até o cume dele – um dos poucos vulcões em repouso do norte chileno (pode voltar a atividade a qualquer momento) – e da cratera é possível ver a Lagoa Leija. Passeio recomendado para quem tem hábitos saudáveis e costume de fazer caminhadas ou corridas regulares, já que o esforço é feito a mais de 5500 metros de altitude, com o ar já quase rarefeito, podendo causar náuseas, dores de cabeça e sangue no nariz. O tour com a Ayllu Atacama inclui café da manhã, e o guia leva cilindro de oxigênio. Leve água, segunda pele, bandana para cobrir o nariz, casaco bem resistente e bastão para trekking! O valor atualizado do passeio você confere no site da Ayllu, linkado no destaque.
IMG_5248_2.JPG

VIZCACHAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

  • Trekking com subida ao Cerro Toco: similar ao anterior, em uma altitude ainda maior (5600 metros de altitude). Leve água, gorro, bastão de caminhada e evite fazer refeições pesadas para atenuar os riscos de mal estar. O custo atualizado do passeio você encontra aqui.
IMG_5642.JPG

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – ATACAMA, CHILE

  • Tour do vinho: quem disse que em um deserto não se planta nada? Nesse delicioso passeio, que acontece de tarde, você conhece uma das melhores vinícolas do Atacama, além de degustar e harmonizar alguns dos melhores vinhos de altitude do mundo. A Ayllu inclui ainda paradas pelo povoado de Toconao e pela Laguna Chaxa. Valor da entrada: 12.500 pesos chilenos. Para mais informações, clique nesse link.
  • Tour da cerveja: nos moldes similares ao passeio anterior. Você conhece a história e o processo de fabricação da cerveja artesanal local e experimenta ela com diferentes petiscos. O horário do passeio é flexível a depender da demanda. Interessou? Então, confira as demais informações clicando aqui.
MapaChile 2

MAPA DETALHADO DO ATACAMA – CHILE

*Para quem tem mais tempo e dinheiro no Atacama, vale demais esticar a viagem para conhecer o Sala de Uyuni, já na Bolívia. Várias empresas instaladas na Rua Caracoles vendem pacotes incluindo hospedagens e refeições no deslocamento de ida e volta. Como já deu para perceber, recomendamos a Ayllu Atacama, com tours de 3 dias/2 noites e de 4 dias/3 noites. Caso deseje informações mais detalhadas sobre esse passeio inesquecível a um dos lugares mais deslumbrantes do mundo, acesse esse link.

IMG_5376_2.JPG

LAGUNA MISCANTI – ATACAMA, CHILE

deserto-atacama

MAPA RESUMIDO DO ATACAMA, CHILE – CRÉDITO: VIAJALI

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

Pelas ruas do vilarejo, a pé ou de bicicleta. A cidade é muito pequena (pouco mais de 7 mil habitantes) e é segura a qualquer hora do dia.

Para conhecer as atrações das redondezas, circulando pelo deserto, a melhor forma é contratando os passeios junto a uma agência. Nossa preferida, de longe, é a já citada Ayllu Atacama.

IMG-20180626-WA0062

A PÉ NO CENTRO DE SAN PEDRO DE ATACAMA

Os tours da mencionada empresa são bem organizados; as vans são pontuais; os motoristas e guias são bastante profissionais e atenciosos, contando histórias e curiosidades de cada passeio, tirando fotos e respondendo qualquer tipo de dúvida com grande simpatia e respeito. Além disso, cada tour que eles oferecem incluem uma refeição excelente a depender da hora em que sai o passeio (piquenique, almoço, brunch, lanche da tarde), com ingredientes variados e de alto nível.

A Ayllu Atacama proporciona uma grande comodidade, buscando os clientes no hotel (quando os passeios começam de madrugada), ou levando-os a partir de sua sede – onde há um bar e um buffet – quando o tour inicia à tarde.

IMG_5383

VAN DA AYLLU ATACAMA – LAGUNAS ALTIPLÂNICAS, ATACAMA, CHILE

CULINÁRIA LOCAL

Carne de caprino (cabras e ovelhas), bem como a carne de lhama são muito consumidas em San Pedro de Atacama. Apesar de ser mais famoso no Peru, os ceviches no Atacama são excelentes e servidos em vários restaurantes. Os pratos costumam vir acompanhados de grãos de milho ou pedaços de tubérculos (mandioca). Você encontrará também pratos servidos com salada, quinoa e algarrobo/alfarroba. Os nativos gostam de comer ensopados e caldos, sobretudo de abóbora e de lentilha.

IMG_20180626_170024107.jpg

CEVICHE, EMPANADAS E VINHO – LANCHE PREPARADO PELA EMPRESA AYLLU ATACAMA – CHILE

Na cidade, você encontra muitas picadas (restaurantes mais baratos), pizzarias e pastelarias que vendem empanadas. Entre as sobremesas, o destaque fica para as que levam doce de leite ou calda de frutas vermelhas.

No que diz respeitos às bebidas, prove o delicioso pisco sour (bebida alcoólica típica do Peru e do Chile), uma jarra de borgoña (vinho com morangos amassados), os vinhos (prove o vinho branco com melão) ou a cerveja artesanal “St. Peter”. Os sucos naturais mais encontrados por lá são de morango, limão, abacaxi e melão.

IMG_20180627_090123355.jpg

CAFÉ DA MANHÃ NO ATACAMA

RESTAURANTES
  • Las Delícias de Carmen – um dos melhores para experimentar comidas típicas no Atacama;
  • Baltinache – indicado por todos que vivem lá como um dos melhores de San Pedro. Ligue para reservar com antecedência;
  • Ckunna – animado no happy hour e recomendado pela boa comida e ótimo atendimento;
  • La Estaka – considerado um dos melhores de Atacama. Prove o ceviche de lá!
IMG_20180628_124521795.jpg

ALMOÇO SERVIDO PELA AYLLU ATACAMA NAS LAGUNAS ESCONDIDAS – CHILE

  • Barros Café – um dos mais tradicionais e elogiados no Atacama (serve crepes e tortas gostosas);
  • Pizzaria El Charrua – as massas e pizzas mais comentadas;
  • La Picada del Indio – elogiados pelos nativos, principalmente em virtude do preço mais baixo.
COMPRAS

A Rua Caracoles é a melhor para levar alguma lembrança do Atacama. Lá você encontra a maior quantidade de lojas. Algumas vendem joias; outras tecidos e roupas de frio (casacos, gorros e luvas, principalmente); também há as que vendem souvenirs alusivos a lhamas ou objetos de misticismo (velas, incensos e pedras coloridas).

Outras ruas com estabelecimentos comerciais: Toconao, Villama, Gustavo Le Paige e Tocopilla.

IMG_5112

VIDA NOTURNA

Não espere encontrar baladas até a madrugada em San Pedro. A cidade serve de refúgio para as pessoas acordarem cedo em busca de trilhas e passeios que começam de madrugada.

Por isso, o melhor a fazer para aproveitar a noite é escolher um lugar bem iluminado e movimentado para beber e jantar (confira na seção “Restaurantes”, os locais mais procurados entre os turistas).

IMG_5201

NOITE EM SAN PEDRO DE ATACAMA – CHILE

Os mais tradicionais à noite são os restaurantes ao redor da praça da matriz, bem como o Blanco (com DJs aos fins de semana e mesas a luz de velas; encontre a localização aqui), o Lola (por lá rola uma competição de videokê e música ao vivo durante a noite; fica na esquina entre a Rua Caracoles e a Rua Toconao), o Barros (música ao vivo, boas pizzas – em especial, a de queijo com cebola caramelizada- e ótimos drinks; encontre a localização aqui).

Passeie pela Rua Caracoles – a principal – e vá entrando e saindo dos bares, cafés e lojinhas pelo caminho. Esse já é um ótimo passatempo nas noites atacamenhas.

IMG_20180626_201010284_LL.jpg

NOITE NO HOTEL LA COCHERA – ATACAMA, CHILE

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos a San Pedro de Atacama no fim de junho de 2018. Viajamos até Calama e saímos de lá com a Sky Airlines (voo barato e confortável; comidas e bebidas são cobradas à parte). O transfer Calama – San Pedro de Atacama – Calama foi contratado na hora com a ótima Transfer Pampa, que nos ofereceu desconto para ida e volta. Ficamos 3 dias naquele local inesquecível, com sol e sem nuvens na maior parte do tempo (no último dia, o tempo ficou cinzento, mas garantiu um por do sol lindíssimo).

IMG_20180626_123627589.jpg

RUA CARACOLES – SAN PEDRO DE ATACAMA, CHILE

A gente se hospedou no excelente Hotel La Cochera. Os elogios são insuficientes para aquele atendimento prestativo e carinhoso que recebemos. Lembramos especialmente de Paula, que nos acolheu e conversou conosco como se fôssemos da família, além de nos presentar com um vinho maravilhoso, bem como capuccinos e lanches inesperados. Não dá para deixar de lado a localização incrível (perto de tudo no centrinho), as ótimas instalações em que dormimos, bem como a área comum com a bela piscina, o restaurante rústico e chique e o wi fi acima da média que disponibilizaram. Voltaremos para ficar lá quantas vezes formos ao Atacama.

IMG_20180626_114009078

COM PAULA (QUASE UM PONTO TURÍSTICO DO ATACAMA) – HOTEL LA COCHERA, CHILE

Adoramos aquele vilarejo, com um charme e uma energia só dele, com quase todos caminhando com mochilas (pouquíssimos carros atrapalhavam os cruzamentos) nas ruas de areia e casas alaranjadas ou de tom ocre. A simplicidade das casas e das ruas era contrastada com lojas e restaurantes bem decorados, mas sem aquela sofisticação que intimida. A gente se sentiu seguro em todos os locais que passamos, sem nenhum risco de assalto ou furto (diferente do que encontramos em Santiago).

O único ponto negativo fica para o preço dos restaurantes e de várias hospedagens pesquisadas. Tivemos muita sorte de encontrar o ótimo custo-benefício do Hotel La Cochera (faça sua reserva com antecedência para garantir um dos agradáveis quartos de lá), mas não é fácil ficar em um quarto com banheiro privativo no centro de San Pedro pagando pouco. Da mesma forma, nem pense em converter o valor da comida em reais! Fora o La Picada del Indio e de algumas comidas vendidas na rua, é difícil achar restaurantes que vendem pratos individuais a menos de R$ 50,00, mesmo os que tenham ingredientes simples.

IMG_5368.JPG

BRINCANDO COM A NEVE NAS LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – ATACAMA, CHILE

Fizemos todos os nossos passeios com a extraordinária agência Ayllu Atacama. Sem sombra de dúvidas, está no rol das melhores parceiras que já tivemos em nossas viagens.

Ouvimos elogios de diferentes perfis de clientes, muitos deles voltaram para o Atacama e repetiram os passeios com a Ayllu de tanto que gostaram dela. Nosso destaque vai para o tratamento super acessível da funcionária Renata, e a simpatia/conhecimento/didatismo/paciência dos guias Rodrigo, Cláudio e Chilla. Mais um tópico do checklist para o Atacama que você tem que atender para ter a melhor experiência possível naquele lugar que deixa saudades.

IMG-20180627-WA0096~2

LAGUNA MIÑIQUES – ATACAMA, CHILE

Nossa sequência de passeios foi:

1º dia – Depois de uma caminhada para reconhecimento da cidade, fomos à tarde para as Termas de Puritama com o guia Rodrigo. O passeio durou umas 4 horas e foi muito agradável. Os banhos nas cachoeiras e poços termais entre lindas plantas em um vale cercado por grandes paredões rochosos foram muito bons (mesmo tendo que encarar um frio impressionante com os ventos constantes e a temperatura baixa). O guia preparou um dos melhores piqueniques da viagem, com churrasquinhos de camarão com abacaxi, além de um ceviche e uma garrafa de vinho branco maravilhosos. No fim, paramos para ver o por do sol de um mirante de cara para o lindíssimo vulcão Licancabur.

IMG_5819.JPG

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

2º dia – De manhã, Lagunas Altiplânicas + Pedras Rojas; à tarde, Valle de La Luna + Valle de La Muerte.

O passeio para as Lagunas Altiplânicas foi o melhor que fizemos. A van, com o guia Cláudio, veio nos buscar às 5h30 da manhã. Depois de quase 2 horas de estrada, a van parou na Laguna Tuyaito, onde vimos o espetacular nascer do sol e tomamos um ótimo café da manhã – com nutella, doce de leite, geleia de morango, pães, sucos, café e leite – no lugar mais frio da minha vida (-8ºC; pensei que ia perder os dedos das mãos; vá muito agasalhado). Depois fomos mirante da Salar Aguas Calientes/Salar de Talar, conhecido como Pedras Rojas. Visual impressionante de tão bonito. Em seguida, chegamos na Laguna Miscanti e na Laguna Miñiques, um dos cenários mais lindos que já vimos, com trilhas nevadas, lindos lagos e vulcões cobertos de neve em um dia sem nuvem no céu. Por fim, paramos para fotos incríveis na estrada com a cordilheira ao fundo. Na volta, a van nos deixou na sede da Ayllu, onde almoçamos no buffet lá montado com comidas muito boas (refeição incluída no passeio).

IMG_20180627_100828879~2.jpg

NO MIRANTE DAS PEDRAS ROJAS – ATACAMA, CHILE

Às 14h30 saímos da sede da Ayllu para o Valle de La Luna com o guia Davi. Conhecemos cavernas de sal (não recomendado para pessoas idosas, acima do peso ou com problemas de coluna e joelho) e formações rochosas e dunas impressionantes, com uma cor laranja forte para todos os lados. Nosso guia nos levou depois ao lindo Mirante do Coyote e, 20 minutos após, paramos no mirante do Valle de La Luna para ver o sol se por, a lua cheia (lindíssima) nascer, regados a um ótimo vinho e um saboroso piquenique.

IMG_20180627_163547130.jpg

ESCALANDO O VALLE DE LA LUNA – ATACAMA, CHILE

3º dia – De manhã, Lagunas Escondidas de Baltinache; à tarde, Laguna Cejar (leia-se cêrrar) + Ojos del Salar + Laguna Tebinquiche.

Saímos às 6h30 da manhã do nosso hotel com o ótimo guia Chilla. Depois de  vinte minutos no carro da Ayllu, paramos para tomar mais um ótimo café da manhã e ver mais um lindo nascer do sol em um ônibus abandonado ao lado da Cordilheira de Sal, cercado por lindas pedras de cor ocre e laranja. Em seguida, mais quarenta minutos de carro, entramos no complexo das Lagunas Escondidas. Na chegada, ao olharmos a primeira lagoa, nos decepcionamos. Todavia, à medida que seguíamos com o guia pela trilha (plana e fácil de percorrer para qualquer pessoa), o cenário ia ficando mais lindo e já no final do caminho vimos as lagoas mais bonitas de todo o Atacama. Apesar de pequenas (pouco maiores que poços), a cor azul turquesa delas no meio do deserto de pedras, cercadas por cordilheiras, faz valer cada centavo da viagem até o Atacama. É surreal! Ficamos duas horas à vontade, podendo tomar banho (na verdade, boiar, já que é perigoso mergulhar de cabeça com tanto sal naquela água) em duas lagoas – a primeira e a última, que é a mais bonita para entrar. Depois disso, o guia Chilla serviu o melhor almoço da viagem: um filé temperado com o próprio molho e especiarias acompanhado por um risoto de quinoa. Tudo isso harmonizado com um vinho tinto excelente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Voltamos para a sede da Ayllu e de lá saímos às 14h30 com o guia Maurício. Paramos na Laguna Cejar, onde mergulhamos/boiamos (não pode entrar de cabeça, caso contrário, o risco de muito sal entrar no seu olho e atrapalhar todo o seu passeio é grande). Trata-se de um complexo de três grandes lagoas com alto teor de sal e água gelada. Vale muito a experiência de entrar nelas. Saindo do banho, há chuveiros de água doce e vestiários para tirar o excesso de sal do corpo. Depois fomos aos Ojos del Salar, que são duas lagoas naturais de água doce e em formato de círculos perfeitos que rendem um bom banho (embora nosso tempo corrido não tenha nos permitido entrar) e lindas fotos. Por fim, esperamos o mais lindo por do sol da viagem pelo Chile na Laguna Tebinquiche, que estava cheia de flamingos em suas margens mais distantes e gramíneas por todos os lados, tornando o lugar muito bonito para contemplar e relaxar. Passamos uma boa hora em um abrigo lá assistindo ao por do sol, lanchando e bebendo o pisco sour delicioso preparado pelo nosso guia.

Depois dessa sequência arrebatadora de passeios pelo Atacama, nosso transfer (empresa Transfer Pampa) nos buscou pontualmente no hotel e nos levou ao Aeroporto de Calama, onde seguimos viagem rumo a Santiago.

IMG_5440

ÔNIBUS ABANDONADO E CORDILHEIRA DE SAL – ATACAMA, CHILE

IMG-20180629-WA0008

ESPERANDO O POR DO SOL NA LAGUNA TEBINQUICHE – ATACAMA, CHILE

Sugestão de roteiro para 3 dias: um dia para Lagunas Altiplânicas/Pedras Rojas + Valle de La Luna; um dia para Geysers del Tatio + Lagunas Escondidas; um dia para o Salar de Tara.

Sugestão de roteiro para 4 dias: todos os citados acima E um dia para Termas de Puritama (pela manhã é bem mais bonito que à tarde) + Laguna Cejar/Tebinquiche.

Sugestão de roteiro para 5 dias: todos os anteriores E um dia para subir o Vulão Láscar ou o Vulcão/Cerro Toco.

*Com mais tempo, considere fazer o tour pelo lindo Salar de Uyuni.

IMG_20180628_182406848~2

LAGUNA TEBINQUICHE – ATACAMA, CHILE

DICAS

⇒ Viaje de Calama até San Pedro de Atacama de transfer, pagando a ida e volta ao chegar no saguão de desembarque. O carro alugado é desnecessário e as estradas – embora em ótimas condições – oferecem riscos maiores do que as rodovias a que estamos habituados. O traslado de van não precisa ser fechado com antecedência. É fácil de localizar as agências que o oferecem, e o serviço é fácil, tranquilo e pontual.

⇒ Chegue em Calama/San Pedro com pesos chilenos ou dólares. O câmbio de reais não é tão fácil de encontrar como em Santiago (na capital chilena, troque seu dinheiro na Rua Agustinas, pertinho do palácio presidencial La Moneda).

IMG_5920.JPG

POR DO SOL NA LAGUNA TEBINQUICHE – ATACAMA

⇒ Tenha sempre dinheiro em espécie, já que as entradas nas atrações dos passeios só aceitam pagamento dessa forma.

⇒ Não esqueça de levar um bom agasalho, calçado para caminhadas, manteiga de cacau, hidratante, calça, luvas, protetor solar e óculos escuros. Roupas de frio podem ser alugadas lá, mas aconselhamos a compra antecipada pelo site da Decathlon. Muita claridade, ar seco e frio (pelo menos, à noite) vão estar presentes no Atacama em qualquer época do ano.

IMG_5500_2.JPG

LAGUNAS ESCONDIDAS – ATACAMA, CHILE

IMG-20180627-WA0181_4

PEDRAS ROJAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

⇒ Viaje para o Atacama em uma época sem lua cheia. É com o céu mais escuro (principalmente, com a lua na fase minguante ou crescente) que o céu da região fica mais estrelado e quando são realizados os Tours Astronômicos.

⇒ Para se hospedar no melhor local de custo-benefício, a gente sugere o Hotel La Cochera. Adoramos nossos dias por lá, com a localização excelente, o carinho de toda a equipe e a qualidade bem satisfatória do quarto, comida e áreas comuns.

⇒ Contrate seus passeios com uma boa agência de viagens (conhecemos colegas que foram enganados por agências mais baratas). Você encontrará a maioria delas na Rua Caracoles, mas recomendamos com muita ênfase a Ayllu Atacama. Essa empresa é realmente diferenciada. Você vai gostar ainda mais da viagem com o auxílio dela.

IMG-20180627-WA0078~2

VALLE DE LA LUNA – ATACAMA, CHILE

⇒ Se só tiver um dia completo no Atacama, escolha o tour pelas Lagunas Altiplânicas. Foi o mais bonito que fizemos e já dá uma boa ideia de quão incrível é aquele deserto. Caso tenha mais dias na região, confira nossas sugestões de roteiro na seção “Nossa Experiência”.

⇒ Não esqueça de levar um T ou uma régua de tomadas e um adaptador universal. O plugue padrão no Chile é do tipo L, com três pinos arredondados paralelos e de igual tamanho. A voltagem é 220V.

20180627_111644_2 (1).jpg

LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

CURIOSIDADES

→ O Atacama é considerado o deserto mais alto e mais seco do mundo.

→ San Pedro do Atacama é a maior cidade da região. Considerada um oásis, pela maior quantidade de água subterrânea que permite o cultivo de plantas e criação de animais, possui pouco mais de 7.000 habitantes.

IMG_5428.JPG

VALLE DE LA LUNA – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

→ O vulcão preferido dos nativos de San Pedro é o Licancabur. Em formato cônico quase perfeito, ele é avistado de qualquer rua da cidade. Há uma bela lenda local que fala que o Licancabur e, seu irmão, Juriques (vulcão menor que fica ao lado) eram apaixonados pela mesma “mulher”, o vulcão Kimal, que ficava perto deles.  Em um ataque de ciúme, o Licancabur entrou em erupção e destruiu a “cabeça” (cume original) de Juriques, tornando-o mais baixo e irregular. Irritados com essa atitude, os demais vulcões do Atacama reclamaram para Láscar, o “vulcão-pai”, que castigou Licancabur por acabar com a harmonia da região. Como castigo, Láscar afastou Kimal de Licancabur, colocando-os um de frente para o outro, a uma distância que pudessem se ver, mas não se tocar.  Depois de muitos anos de tristeza de Licancabur e Kimal, o vulcão Láscar, compadecido mas sem querer perder sua autoridade, abrandou a punição de Licancabur, aproximando de sua amada uma vez no ano – dia 23 de junho -, quando o sol projeta a sombra perfeita de Licancabur no “corpo” de Kimal.

→ Embora existam centenas de vulcões no Atacama, o mais alto vulcão chileno é o Ojos del Salado, a mais de 1000 km ao sul, já na fronteira com a Argentina, a leste de Copiapó. O citado vulcão tem 6893 metros de altitude e é também o mais alto do mundo.

IMG-20180628-WA0080~2

DESERTO DO ATACAMA – CHILE

→ Foi ao redor da simpática Igreja de San Pedro que a cidade cresceu. Ela foi construída por jesuítas espanhóis em 1774.

→ Entre os párocos que evangelizaram e trouxeram influências modernas para os atacamenhos, o que mais se destacou foi o belga Gustavo Le Paige, que fez e sistematizou descobertas arqueológicas, construindo o Museu Arqueológico da cidade em 1957. Alguns nativos dizem que foi ele atribuiu o nome Valle de La Luna a uma das principais atrações do Atacama, por nela identificar semelhança de relevo com a superfície lunar.

SEGURO VIAGEM

 

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

 

IMG_5288

LAGUNA MISCANTI – ATACAMA, CHILE

IMG-20180628-WA0020

LAGUNAS ESCONDIDAS DE BALTINACHE – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG_5909

POR DO SOL NA LAGUNA TEBINQUICHE – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG_5842.JPG

LAGUNA CEJAR – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG-20180626-WA0046

RAPOSA – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG_5647.JPG

LAGUNA ESCONDIDA DE BALTINACHE – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

IMG_5226_2.JPG

CAFÉ DA MANHÃ NA LAGUNA TUYAITO – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

 

IMG-20180627-WA0124

ESTRADA PARA AS LAGUNAS ALTIPLÂNICAS – DESERTO DO ATACAMA, CHILE

 

⇒Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do Facebook!

 

 

 

16 comentários sobre “DESERTO DO ATACAMA

  1. Elder Loureiro de Barros Correia disse:

    Cada vez mais completo seus posts. Realmente uma pena ter ido uns dias antes e não ter conseguido aproveitar todas as valiosas dicas compartilhadas por aqui.

    Curtir

  2. Cheila Mascarelo disse:

    Simplesmente o melhor diário de viagem! Dicas PERFEITAS!!!
    Fui no Deserto do Atacama em 2015, mas não fiz todos esses passeios….
    Agora tô morrendo de vontade de voltar!!!

    Parabéns pelo blog! Sempre com postagens incríveis!!!

    Curtir

  3. Pingback: SANTIAGO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s