SANTIAGO

A capital chilena encanta por suas atrações históricas, gastronômicas, friozinho de inverno (com possibilidade de neve bem perto, no Valle Nevado e outros parques para esquiar), cultura, charme e outros muitos adjetivos.

Confira nos tópicos abaixo todas as informações necessárias para montar seu roteiro à cidade com vista para a Cordilheira dos Andes.

IMG_20180625_145710216~2

MUSEU DE BELLAS ARTES – SANTIAGO, CHILE

COMO CHEGAR

Saindo do Brasil – voos diretos de São Paulo e Rio de Janeiro, pouco mais de 4h de duração -, são frequentes as promoções de passagem aérea para Santiago, operados pelas companhias LATAM e GOL, principalmente (há voos da Emirates também).

Sugerimos o acompanhamento semanal ou quinzenal de sites como o Melhores Destinos, o Skyscanner, o Submarino Viagens e o Viajanet, bem como o aplicativo Passagens Baratas para garantir um bom preço de passagem.

IMG_20180625_095752224~2

SOBREVOANDO OS ANDES PRESTES A CHEGAR EM SANTIAGO, CHILE

O aeroporto da cidade é o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, que fica a cerca de 15 km do centro da cidade.

Também é possível chegar de ônibus, saindo de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo. Colocamos aqui, 3 empresas que operam para esse destino:

De ônibus – É possível ir de ônibus a Santiago e as principais cidades de embarque são Rio de Janeiro e São Paulo. As opções aqui são duas: você pode ir direto para Santiago ou comprar uma passagem para Buenos Aires e, de lá, para Santiago. Duas companhias são mais conhecidas por proporcionarem esse trajeto: Crucero del Norte e Pluma. Nessa segunda, a possibilidade é ir até Buenos Aires e de lá, pra Santiago.

Nossa sugestão, considerando o tempo, valor e conforto é realmente a opção aérea.

IMG_20180625_143428311~2

PLAZA DE ARMAS E CATEDRAL METROPOLITANA – SANTIAGO, CHILE

QUANDO IR

Esse é um lugar que a época ideal pra ir realmente depende da preferência do viajante, mas o ano inteiro garante excelentes possibilidades.

A alta temporada corresponde aos meses de inverno (sobretudo, em julho e agosto), com a cidade mais charmosa e uma variedade maior de atrações por perto com grande chance de precipitações de neve (incluindo o Valle Nevado). A temperatura na capital fica entre 0°C e 14°C nessa época.

Para quem não gosta de frio e quer priorizar a capital chilena a preços mais acessíveis – promoções de passagens aéreas e de valores de hospedagens -, o verão é ideal, com temperaturas médias variando entre 16°C e 35°C e pouquíssimo risco de chuva.

Para que você possa conferir detalhadamente a variação de temperatura nos meses e índice de chuva, separamos esse link para acesso.

IMG_20180625_145907833~2

PARQUE FLORESTAL – SANTIAGO, CHILE

VISTO

Não é necessário. Nem mesmo passaporte para brasileiros. É indispensável apenas RG em bom estado de conservação e com foto recente. Não se exige nenhum cartão de vacinação.

FUSO HORÁRIO

GMT -4. Isso significa que é uma hora atrasada em relação ao horário predominante no Brasil. Assim, quando o relógio marca 10h30 da manhã em Brasília, são 9h30 em Santiago.

dsc03342

PLAZA DE ARMAS – SANTIAGO, CHILE

MOEDA

Peso chileno. Você pode chegar com reais. Nossa moeda é facilmente aceita nos bancos e nas casas de câmbio da capital chilena. Para ter uma estimativa da cotação atual, clique no conversor monetário do Banco Central do Brasil.

Leve seu cartão de crédito habilitado para uso internacional, saque seu dinheiro no caixa eletrônico ATM do aeroporto. O resto do dinheiro você pode trocar em uma das várias casas de câmbio da Rua Agustinas, no centro de Santiago (pertinho do palácio presidencial La Moneda).

IMG_20180625_150044838~2

RESTAURANTE CASTILLO – PARQUE FLORESTAL, SANTIAGO, CHILE

Procure ter 200 reais convertidos em peso chileno por dia na cidade. Os custos das refeições são bem elevados.

*Use seu cartão de crédito habilitado para uso internacional ou dólares para pagar hospedagens. Isso porque na cidade vigora um desconto de 19% no IVA para turistas na hora de pagar pelo serviço de acomodação.

IDIOMA

Espanhol. O fluxo de brasileiros no Chile é cada vez maior , principalmente no inverno. Por isso, é muito comum ver recepcionistas, garçons, vendedores e prestadores de serviços que falam português fluente. A comunicação não é motivo algum de preocupação.

IMG_20180625_134234077_HDR~2

CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

QUANTO TEMPO FICAR

Sugerimos, no mínimo, 5 dias, para que possa também aproveitar os passeios próximos: conhecer vinícolas, Valle Nevado ou Valparaíso + Viña Del Mar. As atrações da capital podem ser conhecidas em 2 dias completos. No restante do tempo, dedique cada dia a fazer os tours citados.

COMO SAIR DO AEROPORTO

Se você não tiver traslado contratado com seu hotel, evite os táxis e os transfers oferecidos no lado de fora da área de desembarque (na área que os familiares costumam esperar os passageiros que chegam). Eles costumam cobrar preços extorsivos.

Apesar de o aplicativo funcionar, o Uber não é regulamentado no Chile. Por isso, só use essa forma de transporte para se deslocar entre os bairros de Santiago, mas evite se arriscar com motoristas de aplicativos para sair do aeroporto ou para ir até lá.

Dito isso, as formas mais comuns para ir do aeroporto ao centro é de ônibus, vans em transfers oferecidos perto da saída do desembarque ou táxis credenciados (também dentro da área de desembarque, perto do local de recolhimento das bagagens).

dsc03336

PLAZA DE ARMAS – SANTIAGO, CHILE

De ônibus – companhias Centropuerto ou Tur-Bus. Partem em frente da saída 5, no térreo do aeroporto. Funcionam das 5h às 0h – passam em intervalos de 20 minutos – e têm paradas em entradas de estações de metrô da capital (o Centropuerto inclui paradas na Estação Central e na estação Los Héroes, muito perto das atrações turísticas do centro de Santiago). O custo da passagem de ida e volta por menos de 3000 pesos chilenos – pagos somente em espécie.

De transfer – minivans que levam os passageiros até os respectivos hotéis. Melhores agências: Transvip e Delfos, ambas localizadas perto da esteira de bagagens, pouco antes da porta automática que separa os passageiros dos familiares esperando. O custo varia a depender do bairro onde você pretende ir (para Lastarria e Providência, custa menos de 15.000 pesos chilenos) e pode ser agendado e pago com antecedência pela Internet – basta clicar nos links destacados. Se quiser pagar lá, é possível comprar o serviço por cartão de crédito.

De táxi oficial – as empresas credenciadas são Taxi Oficial e Rádio Móvil, e ficam em balcões na área de desembarque. Outras companhias confiáveis são a Aero Taxi e a Euro Taxi. Aceitam pagamento feito por cartão de crédito. O custo da corrida oscila entre 15 e 20 mil pesos chilenos, a depender do bairro onde fica seu hotel (preço tabelado).

IMG_20180625_133603739~2

CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

HOSPEDAGEM

Diferentemente do quesito alimentação, a hospedagem no Chile é relativamente barata. Há inúmeros hotéis e apart-hotéis de todos os tamanhos e preços espalhados na cidade.

Se você quiser ficar perto do centro, onde ficam concentradas as atrações mais históricas de Santiago, reserve sua hospedagem nos ótimos bairros de Lastarria, Belavista ou Providência (os dois primeiros são mais próximos, porém, mais movimentados; o último é mais residencial, embora com uma grande variedade de bares e restaurantes).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para quem quer mais sossego e ficar perto da área de arquitetura mais moderna, limpa e bonita, a dica é ficar no bairro Las Condes (perto do Sky Costanera e de Providência). A seguir, algumas sugestões de hospedagens bem avaliadas:

  • Hotel Luciano K – um dos mais famosos de Lastarria. Nota 8,8 no Booking;
  • Hotel Ismael – pertinho do anterior, de ótima qualidade e mais barato. Nota 8,9 no Booking;
  • Lastarria 43-61 – um dos melhores apart-hotéis da cidade. Fica em Lastarria, de frente para uma área cheia de restaurantes charmosos. Nota 9 no Booking.
  • Rukaza Lastarria Apartments – alguns dos apartamentos mais baratos na capital chilena, e pertinho do metrô. Ótimo custo-benefício. Nota 8,4 no Booking.
  • The Aubrey Boutique Hotel – um dos mais refinados e tradicionais hotéis de Bellavista, ao lado do teleférico do Cerro San Cristóbal, do Jardim Botânico e perto do complexo de lazer Pátio Bellavista. Nota 9,3 no Booking.
  • Bellavista 165 – fica perto Cerro San Cristóbal e a uma curta caminhada do centro. Nota 8,9 no Booking;
  • Hotel Don Santiago – bom custo-benefício em Bellavista. Nota 8,1 no Booking.
  • Hotel Boutique Reyall – fica em Providência, a menos de 10 minutos de caminhada para a estação de metrô Cristóbal Colón. Nota 8,8 no Booking;
dsc03348

MERCADO CENTRAL – SANTIAGO, CHILE

  • Ibis Santiago Providência – bem localizado em um dos melhores bairros da capital chilena, ao lado da estação de metrô Manuel Montt. Nota 7,9 no Booking;
  • Icon Hotel – situado em uma área nobre do bairro Las Condes, perto da estação de metrô Hernando de Magallanes. Nota 8,7 no Booking;
  • Vip Home Costanera – também localizado no bairro chique de Las Condes, bem perto do imenso Sky Costanera, de vários arranha-céus e da estação de metrô Tobalaba. Nota 8,5 no Booking.
  • Homestay Riquelme – o mais barato dessa lista, ao lado da estação de metrô Santa Ana, bem no centro, a uma curta caminhada para o Palácio La Moneda e para casas de câmbio. Quarto duplo simples, com banheiro compartilhado. Nota 9,3 no Booking.

Para mais alternativas, acesse o Booking, Trivago ou Tripadvisor. Caso queira ainda mais opções de quartos, apartamentos ou casas para alugar por uma temporada, tratando dos detalhes diretamente com o proprietário, consulte o Airbnb.

O QUE CONHECER

Na ordem de beleza e importância turística, para a gente:

Cerro San Cristóbal – melhor mirante e parque da cidade. Local mais procurado para ver o por do sol ou a Cordilheira dos Andes com neve em alguns cumes. Conta com teleférico, funicular, várias trilhas para caminhadas e pedaladas, imagem da Imaculada sobre uma escadaria, além de Jardim Japonês, Jardim Botânico e Zoológico (na base desse monte, que é visto de vários pontos da cidade). Perfeito para levar crianças e ótimo programa para casais e famílias. Acesso principal: no final da Rua Pio Nono, poucas quadras depois da Faculdade de Direito e da face oeste do Pátio Bellavista. Estação de metrô mais perto: Baquedano, acessada pela linha vermelha/L1 ou verde/L5. Ônibus úteis: letreiro para Bellavista ou Faculdade de Direito (linhas 409, 410, 502, 503). Encontre a localização aqui.

IMG_20180625_140952430~2

PALÁCIO LA MONEDA VISTO DE TRÁS – SANTIAGO, CHILE

Palácio de La Moneda – palácio presidencial com bela fachada acinzentada, espelhos d’água, visitas guiadas pelos gabinetes e salas administrativas com acervo histórico (foi lá que o presidente Salvador Allende foi assassinado a mando das tropas do ditador Augusto Pinochet) e artístico. Não deixe de ver a troca da guarda e o museu com exposições temporárias que ficam no subsolo. Estação de metrô mais próxima: Universidad de Chile, da linha vermelha/L1. Há vários ônibus que passam por lá; suba nos que tenham no letreiro “La Moneda”, “Universidad de Chile” ou “Av. Libertador Bernardo O’Higgins”. Encontre a localização aqui.

Plaza de Armas – praça mais importante e histórica do centro da cidade, onde fica a Catedral da cidade, o Museu Histórico Nacional, contrastando com edifícios espelhados modernos. Bem perto do palácio presidencial citado acima. Caminhe entre esses dois pontos turísticos para encontrar a sede do antigo Congresso – um belo monumento de cor branca de arquitetura clássica. Estação de metrô mais próxima: Plaza de Amas, da linha verde/L5. Ônibus úteis: linhas 504, 505, 508, 514 (bem como 203, 206, 208, 214, 226, 230). Encontre a localização aqui.

dsc03327

ANTIGA SEDE DO PODER LEGISLATIVO CHILENO – SANTIAGO

Cerro Santa Lucía – mais um charmoso monte arborizado que fica no centro da cidade. Ele é mais baixo que o Cerro San Cristóbal, mas também proporciona lindas vistas para a Cordilheira dos Andes. Além disso, é ótimo para caminhadas (não tem teleférico, nem funicular, e não pode ser acessado de carro ou ônibus) e conta com fontes, jardins, estátuas e várias belas construções de estilo clássico. Evite caminhar por lá à noite e, mesmo durante o dia, fique atento aos seus pertences (dinheiro e cartão dentro de porta-dólar ou pochete) Estação de metrô mais próxima: Santa Lucía, acessada pela linha vermelha/L1. Ônibus úteis: linhas 116, 303, 345, 412, 418, 422, 516, 518, 519e (ou qualquer um que tenha o letreiro para “La Moneda”, “Universidad Católica”, “Universidad de Chile”, ou “Av. Libertador O’Higgins”). Encontre a localização aqui.

IMG_20180625_133537031~3.jpg

CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

Sky Costanera – maior prédio da América Latina, cuja construção foi finalizada em 2011. O edifício é todo espelhado, conta com shopping center, academia, Hard Rock e vários restaurantes panorâmicos e outros mirantes, além de vários escritórios e consultórios. Fica no encontro dos bairros Providência e Las Condes, em uma área cercada de arranha-céus modernos, sedes de empresas, Embaixada dos EUA e vida noturna agitada. Tão bom quanto entrar nesse prédio imponente, é vê-lo a partir do Cerro San Cristóbal com os Andes ao fundo. Estação de metrô mais próxima: Tobalaba, acessada pela linha vermelha/L1 ou azul/L4. Ônibus úteis: 405c, 406, 407, 426, 212, 429, 429c, 430. Encontre a localização aqui.

Museu de Arte Precolombino – considerado um dos melhores museus chilenos, reúne acervo dos povos inca, maia, asteca e chinchorro (pescadores que habitaram o norte do país há quase 8 mil anos), com tecidos, esculturas e outros registros anteriores à colonização espanhola. Estação de metrô mais próxima: Plaza de Armas. Encontre a localização aqui.

dsc03361

CASA-MUSEU LA CHASCONA – SANTIAGO, CHILE

La Chascona – museu onde era uma das casas do poeta Nobel da Paz, Pablo Neruda. Ele é todo feito com referências a barcos e ao mar, paixões do escritor mais adorado do Chile. O passeio é feito com áudio guia (inclusive em língua portuguesa), que ajuda a explicar a história e as curiosidades de cada ambiente. Confira horários de funcionamento e valor atualizado do ingresso clicando no link destacado. Essa atração fica bem perto do acesso principal ao Cerro San Cristóbal. Estação de metrô mais próxima: Baquedano, acessada pela linha vermelha/1 ou linha verde/5. Ônibus úteis: linhas 116, B15 ou qualquer um dos indicados para chegar no Cerro San Cristóbal. Encontre a localização aqui.

Parque Florestal – caminho arborizado para pedestres, que liga o centro ao começo do bairro Providência. Ao longo do caminho, os destaques ficam para o Museu de Bellas Artes (fachada em art nouveau; acervo com mais de 5000 obras europeias e chilenas), o restaurante com fachada de castelo (“Castillo Florestal“).

dsc03340

PLAZA DE ARMAS E CATEDRAL METROPOLITANA – SANTIAGO, CHILE

Mercado Central – um dos mais tradicionais locais para comer pescados frescos na capital chilena, frutas e comidas típicas. De lá também saem passeios turísticos por Santiago e arredores. Estação de metrô mais perto: Plaza de Armas (linha verde/L5) ou Cal y Canto (linha amarela/2). Ônibus úteis: linhas 119, 121, 402, 404, 409, 502, 502c, 503, 509, 517. Encontre a localização aqui.

Parque de las Esculturas – ótimo passeio para quem já viu as atrações anteriores e tá com tempo livre na cidade. Gratuito e em uma área que fica entre o Cerro San Cristóbal e o Sky Costanera, contando com mais de 30 esculturas de todos os tipos e materiais, feitas por diferentes artistas. Estação de metrô mais próxima: Pedro de Valdívia, acessada pela linha vermelha/L1. Ônibus úteis: linhas 409, 410, 410e, 411, 502, 502c, 546e. Encontre a localização aqui.

*OBS: Santiago é um excelente ponto de partida para outras incríveis atrações chilenas: estações de esqui do Valle Nevado, Parque Farellones, La Parva, Colorado, etc…; visita a Cajón del Maipo/Embalse el Yeso (represa entre montanhas); vinícolas (as mais famosas: Concha Y Toro, Santa Rita e Undurraga); cidades litorâneas/balneários de Valparaíso e Viña del Mar. Não deixe de aproveitar sua temporada na capital chilena para fazer esses tours que duram um dia cada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

DSC03875

MUSEU FONCK – VIÑA DEL MAR, CHILE

Se tiver mais tempo no país, dedique-o para visitar o Deserto do Atacama (ao norte) e/ou a região dos lagos andinos (Puerto Varas/Frutillar/Pucón – no centro sul) e/ou o parque nacional Torres del Paine (na extremidade sul), os lugares de natureza mais bonita do país e entre os mais lindos do mundo.

d70317fa7a899a6251a9fb2d677d3593.jpg

MAPA DE ATRAÇÕES TURÍSTICAS EM SANTIAGO – CRÉDITO: PINTEREST.PT e CTS TURISMO

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

Para se locomover entre o centro, Lastarria, Bellavista e Providência (todas as atrações acima estão nesses bairros), a melhor opção é fazer a pé. Se não tiver condições físicas, ou disposição, aconselhamos o deslocamento por meio de metrô, que está espalhado por 5 linhas, com estações servidas de mapas e funcionários prestativos (confira as tarifas atualizadas neste link).

Vale dizer que, para circular de metrô e ônibus de linha, É NECESSÁRIO COMPRAR UM CARTÃO PARA COLOCAR CRÉDITOS (TARJETA BIP!) correspondentes às passagens de metrô/ônibus que você pretende utilizar. Esse cartão é comprado nas estações de metrô ou nesses endereços.

IMG_20180625_141152597~2

*A Tarjeta Bip! tem que ser comprada (valor em agosto de 2018: 1550 CLP) e o valor da carga tem que ser feito em uma pagamento a parte – carga mínima de 750 CLP. A vantagem desse cartão é que ele é integrado com os transportes públicos chilenos e, no metrô pelo menos, você tem direito a fazer duas baldeações no intervalo de 2h, gastando o crédito de só uma viagem.

**Na seção “O que conhecer”, indicamos as estações de metrô e paradas de ônibus próximas ao pontos turísticos principais da cidade. Para achar as estações de metrô e paradas de ônibus mais perto de outros locais de interesse (hospedagem, restaurantes, baladas), acesse o mapa de Santiago e, após consultar o específico ponto que deseja ir – normalmente destacado com uma marca vermelha -, localize o ícone do M ou do ônibus em branco com fundo azul.

Para longas distâncias (passear pelo bairro Las Condes se você vêm dos bairros citados acima), uma alternativa ao metrô é o Uber, muito mais barato e confiável que os táxis comuns. Evite os confusos ônibus – as passagens têm que ser compradas em bancas (não são vendidas por cobrador dentro do coletivo).

Outra ótima maneira de desbravar a cidade é de bicicleta. Há várias estações de bicicletas públicas rotativas (do banco Itaú). Confira o valor das tarifas diárias, estações para pegar e deixar sua bicicleta, tempo de uso sem gasto adicional e horário de funcionamento clicando aqui.

*Para tours guiados de bicicleta, recomendamos a empresa La Bicicleta Verde.

IMG_20180625_141614755~2

BICICLETAS ROTATIVAS – SANTIAGO, CHILE

Se tiver pouco tempo em Santiago e quer otimizá-lo para passar pelas atrações mais famosas, o conselho vai para o deslocamento pelo ônibus turístico – de cor vermelha, com dois andares (lembra os ônibus de Londres) e operado pela Turistik. Funciona no sistema hop-on hop-off, isto é, você paga o ingresso para poder descer e subir quantas vezes quiser nas paradas do roteiro predefinido durante a validade do seu bilhete (normalmente 1 dia basta para conhecer Santiago através dele), com direito a áudio guia que narra as histórias e curiosidades dos pontos mais tradicionais da cidade. A mencionada empresa também viabiliza tours privados e tours compartilhados para vinícolas, estações de esqui e cidades próximas.

dsc03354

TÁXI E ÔNIBUS – SANTIAGO, CHILE

CULINÁRIA LOCAL

Carnes vermelhas (em parrillas ou cazuela, que são ensopados acompanhados de legumes cozidos) e, sobretudo, frutos do mar são as melhores pedidas para saborear os pratos adorados pelos chilenos. Lulas, ostras, pescados (truta, congro/safio e salmão, principalmente) e as famosas centollas (caranguejos gigantes do Pacífico Sul, bastante carnudos e de sabor mais adocicado do que os caranguejos e siris consumidos no Brasil) têm que ser experimentados por qualquer turista que visita a cidade. Os pratos, não raramente, vêm acompanhados com molho feito à base de “palto” (abacate) ou com bananas fritas em discos (“plátano”)

Para lanchar ou petiscar antes da refeição principal, a dica fica para o pastel de choclo (feito à base de milho e recheado com carne, queijo ou presunto), a porção de sopaipilla (massa frita, que lembra um risoli, às vezes recheada, às vezes acompanhada de molho ou patê) e as empanadas.

Prove qualquer dessas comidas acompanhado de uma jarra de suco de framboesa (uma das bebidas mais deliciosas que provamos por todos os lugares que já visitamos), uma garrafa de vinho local (há centenas de vinícolas nos arredores de Santiago produtoras de excelentes vinhos) ou de um drink a base de pisco sour (aguardente de uva misturado com limão e açúcar, muito comum no Peru e no Chile).

20180625_200837~2

EMPANADAS E SUCO DE FRAMBOESA – SANTIAGO, CHILE

RESTAURANTES

Opções não faltam em Santiago. Abaixo, listamos boas alternativas para quem deseja conhecer os mais turísticos, os mais elogiados e alguns de bom custo-benefício. Para achar as estações de metrô e paradas de ônibus próximas, procure no “aqui” em destaque o ícone do M ou do ônibus em branco com fundo azul.

  • Giratorio – um dos restaurantes mais procurados por turistas. Ele se movimenta lentamente em torno do próprio eixo, rendando belas vistas panorâmicas da cidade. Fica no bairro Providência. Encontre a localização aqui.
  • Donde Augusto – apesar do ambiente simples é onde se come uma das mais saborosas (e caras) centollas da cidade. Também é procurado por muitos turistas, já que fica no Mercado Central. Encontre a localização aqui.
  • Como Agua Para Chocolate – um dos mais frequentados por brasileiros. Muita gente tem preconceito por conta disso (torcendo o nariz e chamando o lugar de “modinha”), mas não deixa de ser um lugar com pratos bonitos, atendimento simpático e belo ambiente. Fica no bairro Bellavista. Encontre a localização aqui.
  • Aqui Está Coco – para muitos, é o restaurante “turístico” que mais vale a pena conhecer. Ambiente bonito e pratos elogiados. Fica em Providência, perto do famoso Giratorio e da premiadíssima filial do peruano Astrid Y Gastón. Encontre a localização aqui.
dsc03911

COMO ÁGUA PARA CHOCOLATE – SANTIAGO, CHILE

  • Peumayen – presente em todas as listas dos melhores restaurantes da capital chilena. Serve comida ancestral com técnicas e combinações da cozinha contemporânea. Fica em Bellavista. Encontre a localização aqui.
  • Bocanariz – semelhante ao anterior, com ênfase em harmonias de pratos e vinhos. Bastante elogiado entre os restaurantes mais novos. Fica no charmoso bairro de Lastarria. Encontre a localização aqui.
  • 99 Restaurante – um dos mais elogiados dos últimos tempos para quem gosta de comida autoral. Por ser o lugar da moda, a dica é reservar com antecedência.Fica no bairro de Providência, pertinho do restaurante Giratorio. Encontre a localização aqui.
  • Azotea Matilde – restaurante de bom custo-benefício montado no terraço em Bellavista, com uma bela panorâmica da cidade. Encontre a localização aqui;
  • Ocean Pacific’s – bastante tradicional no centro de Santiago. Destaque para a decoração de seus ambientes, todos com alusão ao mar (há um em que você se sente dentro de um submarino; outro dentro da barriga de uma baleia; outro em cima do convés de um navio pirata). Comida cara, mas com deliciosos frutos do mar. Se for à noite, prefira ir e voltar de Uber/táxi (evite ir caminhando). Encontre a localização aqui.
  • Uncle Fletch Burger – na categoria bom custo-benefício. Serve os hamburgers mais elogiados da capital, também com opções para veganos e boas cervejas artesanais. Fica bem perto do Patio Bellavista. Encontre a localização aqui.
  • Tiramisú – o melhor custo-benefício que experimentamos em Santiago. Ambiente bem romântico, bastante procurado pelos locais, e que serve ótimas pizzas e massas. Fica perto do Sky Costanera, já na bonita região de El Golf. Encontre a localização aqui.
  • Galindo – outro famoso restaurante em Bellavista para quem procura um bom custo-benefício. Encontre a localização aqui.
IMG_20180630_202707951_LL~2.jpg

CENÁRIOS INUSITADOS NO RESTAURANTE OCEAN PACIFIC’S – SANTIAGO, CHILE

*Para quem não quer muito trabalho para escolher algum desses restaurantes, a dica é se dirigir ao Patio Bellavista (encontre a localização aqui) ou à rua José Victorino Lastarria (mais precisamente no número 70) ou ao Parque Arauco (encontre a localização aqui). Esses locais reúnem vários restaurantes charmosos e animados, principalmente à noite, reunindo turistas e locais que ficam petiscando, bebendo drinks e colocando a conversa em dia.

**Querendo economizar, peça o Menu del Dia. É a opção mais em conta de alguns restaurantes e normalmente seu valor compreende a entrada + o prato principal + sobremesa/refrigerante.

***Para quem quer uma experiência de explicação e degustação de vinhos harmonizando com diferentes pratos, recomendamos o ótimo Wine Taste 360º.

****Para tardes quentes, indicamos a Heladeria Emporio la Rosa, a preferida dos locais e considerada uma das 25 melhores sorveterias do mundo. Você encontra uma unidade na Rua José Victorino Lastarria e outra na Rua Merced (esta é uma cafeteria, perto do Museu Bellas Artes e do Palácio Bruna).

20180630_193248~2.jpg

AMBIENTE NO ESTILO DE UM SUBMARINO – RESTAURANTE OCEAN PACIFIC’S – SANTIAGO, CHILE

COMPRAS

Além do centro da cidade (Paseo Ahumada – quarteirões comerciais entre as ruas Moneda e Agustinas), os melhores locais de compra em Santiago são os shoppings Costanera Center (encontre a localização aqui), Parque Arauco (encontre a localização aqui) e o Outlet Buenaventura (melhor ir de Uber/táxi; fica distante do centro; encontre a localização aqui).

dsc03350

MUSEU DE BELLAS ARTES – SANTIAGO, CHILE

Nesses locais você encontra mais vestuários, mas há produtos artesanais (muitos utensílios domésticos feitos em cobre e muitos souvenirs para turistas).

Para quem quer encontrar mais lojas avulsas sem precisar ir a shopping, recomendamos uma caminhada entre os bairros de Lastarria e, principalmente, Providência – ótimos achados por lá.

VIDA NOTURNA

Para quem quer ver o movimento em lugares com bela decoração, com shows ao vivo e servidos de bons drinks, recomendamos as ruas do bairro boêmio de Bellavista, principalmente o Patio Bellavista, bem como o conjunto de restaurantes concentrados na Rua José Victorino Lastarria (em frente à sorveteria Emporio La Rosa).

Outros lugares aconselhados são o Sky Costanera (tem um Hard Rock Cafe anexo), as imediações do shopping Paseo Las Palmas – nas ruas do bairro Providência entre as estações de metrô Pedro de Valdivia e Los Leones (linha vermelha/L1) – e a rua Isadora Goyenechea, na região de El Golf.

IMG_20180630_210418928_LL.jpg

CURTINDO A NOITE NO RESTAURANTE TIRAMISÚ – SANTIAGO, CHILE

Para quem tem mais fôlego, vale emendar o programa noturno indo para alguma balada (que costuma esquentar a partir de meia-noite, 1h da manhã) ou clube de jazz. Algumas sugestões bem avaliadas na cidade:

  • Club Matta (entre o Palacio La Moneda e o Estádio Nacional, precisamente aqui);
  • Subterráneo (fica no bairro de Providência; encontre a localização aqui);
  • La Feria (fica em Bellavista; encontre a localização aqui);
  • Club Chocolate (perto do anterior, também em Bellavista, precisamente aqui);
  • Bunker (boate GLS; fica em Bellavista, precisamente aqui);
  • After Office (boate montada na cobertura de um edifício e que já começa animada às 19h30, mais ou menos; fica ao sul do Estádio Nacional, precisamente aqui);
  • Club de Jazz de Santiago (entre Providência e Las Condes, precisamente aqui);
  • Thelonius (fica em Bellavista; encontre a localização aqui).

Para quem tem pouco tempo em Santiago e quer otimizá-lo passando pelas baladas mais animadas, com direito a cerveja liberada durante uma hora, shots liberados para entrar em alguns bares, recomendamos o Pub Crawl (costuma sair de Bellavista, precisamente daqui).

*Recomendamos que vá e volte de Uber para cada uma dessas baladas. Caso prefira ir de metrô ou ônibus, encontre as estações e paradas próximas, clicando no “aqui” em destaque e localizando o ícone do M ou do ônibus em branco com fundo azul.

dsc03346

MERCADO CENTRAL – SANTIAGO, CHILE

NOSSA EXPERIÊNCIA

Estivemos em Santiago em duas oportunidades: abril/maio de 2015 (usando a cidade como base para conhecer os Lagos Andinos, Puerto Varas e Bariloche) e fim de junho de 2018 (de onde partimos para conhecer o Deserto do Atacama, Valle Nevado e Cajón del Maipo). Em ambas as ocasiões, não choveu  e a temperatura estava bem agradável – um casaco que se usa em Curitiba/São Paulo foi suficiente para suportar as temperaturas mais baixas da noite.

Ficamos hospedados em Lastarria, um bairro charmoso com ótimos restaurantes e perto do centro e dos bairros de Bellavista e Providência. Recomendamos para quem pretende visitar a cidade pela primeira vez (onde ficam as atrações turísticas mais tradicionais), porém, para quem visita novamente, sugerimos a hospedagem em Providência (perto do Sky Costanera ou das estações de metrô “Pedro de Valdívia” ou “Los Leones”) ou no bairro Las Condes (bairro mais nobre, porém afastado).

IMG_20180625_132218606_HDR~2.jpg

NO CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

No período em que ficamos em Santiago, caminhamos a quase totalidade do tempo, só usando o bom/barato/fácil metrô. Para sair do aeroporto, como o transfer acertado previamente nos deixou na mão, tivemos que contratar um já quase do lado de fora do aeroporto. Levamos um golpe: o motorista nos cobrou mais do que o dobro do cobrado pelas empresas com guichês e preços tabelados que ficam perto da esteira de recolhimento de bagagens. Nas demais ocasiões (para sair do aeroporto e voltar até ele), nos arriscamos com o Uber. A maneira mais prudente e barata, a nosso ver, é contratar o transfer da Transvip ou Delfos, que têm balcões dentro do aeroporto – logo antes da porta automática que separa os passageiros recém-chegados das famílias que os aguardam.

A cidade não é tão segura quanto imaginávamos, pelo menos no que diz respeito aos crimes sem violência: vimos um furto acontecendo na mesa ao lado no restaurante em que jantamos em Lastarria. Por isso, passamos a ficar mais atentos e guardar nosso dinheiro e cartão de crédito para uso internacional nos porta-dólares que deixávamos por dentro das calças.

Três coisas nos chamaram atenção nos dias em Santiago: 1) a insegurança em usar o Uber para sair do aeroporto e para ir até ele (para circular entre bairros turísticos, o aplicativo foi bem tranquilo e uma ótima alternativa); 2) a necessidade da compra de um chip de telefone local para usar uma Internet de melhor qualidade (várias bancas de revistas e farmácias vendem a preços baixos, mas você também encontra em lojas de eletrônicos no Costanera Center; basta comprar e seguir o passo a passo recebido por SMS; se ainda continuar difícil, peça ajuda ao vendedor); 3) o preço alto das refeições (o segredo para economizar é pedir o “menu del dia”).

IMG_20180625_140518388~2

PALÁCIO LA MONEDA – SANTIAGO, CHILE

Conhecemos o Cerro Santa Lucía (vale muito a pena fazer a trilha e ver do seu mirante a cidade com os Andes ao fundo), o bonito palácio La Moneda, assim como a antiga sede do Congresso chileno com sua linda fachada; demos uma volta pela Plaza de Armas; passeamos pelo Mercado Central; caminhamos pelo Parque Florestal, passando pelo Museu de Bellas Artes; visitamos a casa-museu La Chascona (visita super interessante); circulamos à noite pela região do Sky Costanera. Jantamos no animado Patio Bellavista, que é uma ótima opção para curtir a noite; em outro jantar, fomos ao Tiramisú (muito romântico, com preços excelentes e muito procurado pelos chilenos; recomendamos bastante); também chegamos a jantar no Nolita, em uma região bem charmosa de Lastarria, cheia de restaurantes com aquecedor e uma livraria em um beco sem saída com luz baixa; em outra noite fomos ao inusitado Ocean Pacific’s, com aquela decoração única com tudo alusivo ao mar, e onde petiscamos um delicioso carpaccio de frutos do mar.

Como utilizamos Santiago como base para fazer passeios durante os dias, não conseguimos ir ao Cerro San Cristóbal para ver o por do sol. Esse é nosso maior arrependimento no Chile e o motivo maior para querer voltar até aquela agradável capital. Diante disso, conselho nosso: apesar de as atrações ao redor de Santiago sejam mais bonitas e imperdíveis do que ficar na cidade, reserve pelo menos 2 dias só para ela e, com o tempo bonito, dedique-o ao Cerro San Cristóbal. Ele é o mirante mais lindo e procurado da cidade, além de ser cheio de atrações que rendem boas horas por lá.

IMG_20180625_130952576.jpg

CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

Sugestão de roteiro para 2 dias:

1º dia – circular pelo centro e suas atrações mais tradicionais (Cerro Santa Lucía; palácio La Moneda e seu museu subterrâneo; Museu de Arte Precolombino; Plaza de Armas; Mercado Central; caminhada pelo Parque Florestal; caminhada, subida de funicular/teleférico ao Cerro San Cristóbal; circular pelos bairros de Lastarria e terminar a noite em algum restaurante-bar do Pátio Bellavista).

2º dia – bater perna pelos ótimos bairros de Providência, El Golf e, se der tempo, por Las Condes. Visitar o Sky Costanera, sem deixar de ir ao seu mirante, além de caminhar pela região dos belos arranha-céus de lá. Para quem curte agito noturno, faça o pub crawl ou comece a aproveitar no After Office, emendando com alguma boate indicada na seção “Vida Noturna”. Se quer algo mais tranquilo, faça o Wine Taste 360º ou escolha algum entre os ótimos restaurantes da região de Providência (entre as estações de metrô Pedro de Valdívia e Los Leones) ou de Bellavista – basta dar uma olhada nas alternativas que listamos na seção “Restaurantes”.

dsc03320

PALÁCIO LA MONEDA – SANTIAGO, CHILE

DICAS

⇒ Não use o Uber para sair do aeroporto ou para chegar. Ele ainda não é regulamentado no Chile e, por isso, não é tão fácil combinar o ponto de encontro com os eventuais e corajosos motoristas. Nos bairros turísticos próximos ao centro, use o Uber sem medo.

⇒ Compre um chip de celular chileno quando puder. Ele é fundamental para você postar suas fotos quando quiser, pesquisar mapas na Internet e entrar em contato com prestadores de serviços (taxistas, motoristas de Uber, recepcionista de hotel). Para tanto, dirija-se a uma banca de revista ou a uma farmácia ou a uma loja de eletrônicos e siga as instruções que os vendedores te passarem. Trata-se de um item super útil e relativamente barato.

⇒ Para fazer os espetaculares passeios pelos arredores de Santiago – Valle Nevado, Cajón del Maipo, vinícolas, Viña del Mar – recomendamos a excelente empresa 321 Chile. Ela tem ótimos motoristas e guias, e fazem uma programação impecável para cada tipo de passeio contratado.

IMG_20180625_135127726~2

CENTRO DE SANTIAGO – CHILE

⇒ Se tiver mais tempo no país, dedique-o para visitar o Deserto do Atacama (ao norte) e/ou a região dos lagos andinos (Puerto Varas/Frutillar/Pucón – no centro sul) e/ou o parque nacional Torres del Paine (na extremidade sul), os lugares de natureza mais bonita do país e entre os mais lindos do mundo.

⇒ Caso prefira alugar um carro para circular por lá, recomendamos a locação antecipada no site da Rentcars.

⇒ Os itens de consumo – principalmente alimentos – são caros no Chile. Por isso, leve o cartão de crédito habilitado para uso internacional e tenha fácil R$ 150,00 a R$ 200,00 em espécie por dia. Guarde sua grana e o cartão em um porta-dólar. Evite bolsas e carteiras. Vimos um furto do nosso lado em um restaurante no bairro de Lastarria.

⇒ Use seu cartão de crédito para pagar sua hospedagem. Pagando assim ou com dólares em espécie, você tem direito ao desconto em quase vinte por cento do valor do total, por abono do imposto IVA.

⇒ Não esqueça de levar um T ou uma régua de tomadas e um adaptador universal. O plugue padrão no Chile é do tipo L, com três pinos arredondados paralelos e de igual tamanho. A voltagem é 220V.

dsc03331

ANTIGA SEDE DO CONGRESSO CHILENO – SANTIAGO

CURIOSIDADES

→ Santiago concentra quase 40% da população chilena, sendo a 7ª cidade mais populosa da América Latina.

→ É a terceira capital latino-america com a melhor qualidade de vida (atrás de Montevidéu e Buenos Aires).

→ A cidade foi conquistada pelo espanhol Pedro de Valdívia, sendo fundada no atual Cerro Santa Lucía. Conquistou sua independência em 1818 com as tropas do libertador Bernardo O’Higgins.

IMG_20180625_130452665~2

PARQUE AO LADO DO CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

→ 11 de setembro é uma data muito emblemática para os chilenos. Neste dia, em 1541, a cidade foi destruída pela ação dos nativos chefiados por Michimalonco. E neste dia, em 1973, o então presidente socialista Salvador Allende foi morto (tese principal: suicídio com arma dada por Fidel Castro) no palácio La Moneda no golpe militar liderado pelo general Augusto Pinochet.

→ A capital é bem cinzenta/enevoada por conta da poluição. Isso se deve à posição de Santiago, localizada em um vale entre as montanhas da Cordilheira dos Andes. Pela altitude ao redor, a fuligem não se dissipa e fica concentrada sobre a cidade, o que também explica a pequena quantidade de chuvas (montanhas funcionam como barreiras às nuvens mais densas).

→11 de setembro também é sinônimo de episódios bem marcantes à história chilena, data em que ocorreu o Golpe Militar de Pinochet contra Allende.

→ O empresarial Costanera Center, finalizado em 2011, é o edifício mais alto da América Latina. Lá funcionam escritórios, restaurantes, academias e shopping center.

SEGURO VIAGEM

 

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

IMG_20180625_131206931_HDR~2.jpg

CERRO SANTA LUCÍA – SANTIAGO, CHILE

dsc03335

PLAZA DE ARMAS – SANTIAGO, CHILE

dsc03367
dsc03316

PALÁCIO LA MONEDA – SANTIAGO, CHILE

⇒ Gostou do blog? Clique AQUI e siga nossa fanpage do facebook!

 

8 comentários sobre “SANTIAGO

  1. Herculano disse:

    Santiago e o Chile de uma forma geral são opções excelentes pra viajar, estrutura turística e hospitalidade são características destacadas no Chile. O blog, como sempre, indica roteiros e atrações imperdíveis, parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s