CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO

Um dos melhores passeios para fazer saindo de Santiago, a visita à represa Embalse El Yeso, na cidade de Cajón del Maipo, vem crescendo na preferência dos turistas em terras chilenas, sobretudo, no inverno com os montes cobertos de neve em um cenário encantador e muito diferente ao que estamos acostumados.

Descubra nos tópicos seguintes como é fácil fazer esse day tour e guardar algumas das melhores lembranças desse país de paisagens fantásticas que é o Chile.

IMG_20180629_140831116~2

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

COMO CHEGAR

O aeroporto internacional mais perto é o de Santiago. Confira informações detalhadas para chegar na capital chilena, clicando no link destacado.

Do centro da capital (bairros de Lastarria e Providência) até a represa de Embalse El Yeso são quase 110 km de carro ou 2h20 de trajeto, passando pela Ruta 70 (Vespucio Sur Express) + La Florida + Camilo Henríquez + Camino a San José del Maipo.

Apesar de a estrada ser excelente para quem pretende dirigir em carro alugado (mão e contramão), recomendamos que o passeio seja feito por meio de alguma agência de excursão. O valor não será tão distinto da locação do automóvel, além dos benefícios de ter um guia para explicar todas as curiosidades e histórias do percurso e das atrações principais; bem como de estar incluído um piquenique com vinho; e a tranquilidade de não se preocupar em acertar as ruas e enfrentar o trânsito para sair de Santiago.

IMG_6006~2.JPG

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

Dentre as inúmeras agências que realizam esse passeio (Turistik, Sousas Tour, Destino Chile, etc), sugerimos a excelente 321Chile, elogiada por todos os turistas como a melhor empresa entre as concorrentes já experimentadas.

A citada companhia combina com você, pelo whatsapp, o horário que a van passará no seu hotel em Santiago no dia previamente contratado para o passeio (costuma ser antes do nascer do sol – 6h/6h30 da manhã) e regressa às 16h30/17h. Parte do pagamento deve ser feita com antecedência, para garantir a reserva, e o restante pode ser pago ao final do passeio ao guia (vimos alguns passageiros com a excursão toda paga antecipadamente).

IMG_20180629_120233684_BURST001~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

*Se quiser ir de transporte público: na estação de metrô Las Mercedes (sentido Plaza Puente Alto; linha 4) pegar um coletivo ou micro com letreiro para Cajón del Maipo OU na estação de metrô Bellavista La Florida (linha 5), dirigir-se ao terminal de ônibus interurbano e subir no de nº 72, que para em San José del Maipo. De lá, saem vários ônibus mais baratos até o Cajón/Embalse el Yeso.

20180629_144930~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

QUANDO IR

Sem dúvidas, no inverno. É entre o fim de junho e a primeira quinzena de setembro (principalmente em julho e agosto) que a neve cobre as montanhas ao redor da represa de água verde esmeralda, deixando o cenário mais bonito.

Fique atento para a previsão do tempo, uma vez que, com precipitação forte de neve, a excursão até Embalse El Yeso não ocorre. Por isso, uma vez no Chile, mantenha contato com a agência do passeio para saber se há condições seguras para que a excursão seja confirmada para a data pretendida.

*Embora a visita à represa aconteça o ano todo, se só puder ir ao Chile no verão ou primavera, prefira conhecer as vinícolas dos arredores de Santiago, fazer a travessia dos Lagos Andinos, conhecer Torres del Paine ou o Deserto do Atacama. Nessa época, a beleza de Embalse El Yeso não é tão marcante quanto no inverno.

IMG_20180629_133921682~2.jpg

PIQUENIQUE COM VINHO CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

VISTO

Não é necessário. Nem mesmo passaporte para brasileiros. É indispensável apenas RG em bom estado de conservação e com foto recente. Não se exige nenhum cartão de vacinação.

FUSO HORÁRIO

GMT -4. Isso significa que é uma hora atrasada em relação ao horário predominante no Brasil. Assim, quando o relógio marca 10h30 da manhã em Brasília, são 9h30 em Santiago.

IMG_6025~2.JPG

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

MOEDA

Peso chileno. Você pode chegar com reais. Nossa moeda é facilmente aceita nos bancos e nas casas de câmbio da capital chilena. Para ter uma estimativa da cotação atual, clique no conversor monetário do Banco Central do Brasil.

Leve seu cartão de crédito habilitado para uso internacional, saque seu dinheiro no caixa eletrônico ATM do aeroporto. O resto do dinheiro você pode trocar em uma das várias casas de câmbio da Rua Agustinas, no centro de Santiago (pertinho do palácio presidencial La Moneda).

IMG_20180629_124340165~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

Procure ter 200 reais convertidos em peso chileno por dia na cidade. Os custos das refeições são bem elevados.

*Use seu cartão de crédito habilitado para uso internacional ou dólares para pagar hospedagens. Isso porque na cidade vigora um desconto de 19% no IVA para turistas na hora de pagar pelo serviço de acomodação.

IMG_5999~2.JPG

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

IDIOMA

Espanhol. O fluxo de brasileiros no Chile é cada vez maior , principalmente no inverno. Por isso, é muito comum ver recepcionistas, garçons, vendedores e prestadores de serviços que falam português fluente. A comunicação não é motivo algum de preocupação.

QUANTO TEMPO FICAR

Trata-se de um passeio bate-volta. Na excursão de 1 dia com a 321Chile você conhece a represa Embalse El Yeso, o centro da cidade de San José del Maipo, um túnel cheio de histórias, além de margear o Rio Maipo. Esse tempo é suficiente. Se for de carro alugado, vá até a represa e volte no mesmo dia (não faz sentido hospedar-se na cidade).

20180629_144717

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

Estique sua viagem para conhecer Deserto do Atacama (de 3 a 5 dias), Lagos Andinos (só a travessia dura 2 dias), Puerto Varas/Frutillar/Pucón (3 dias, 1 para cada cidade), Torres del Paine (de 4 a 10 dias) e Valparaíso/Vinã del Mar (há passeios de 1 dia, mas Vinã del Mar vale 1 dia só para ela).

Para dicas de hospedagem em Santiago, clique no link destacado.

IMG_5972.JPG

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

COMO FUNCIONA O PASSEIO

Custo: Entre 25 mil e 35 mil pesos chilenos (cerca de R$ 150,00 e 215,00) por pessoa. Em novembro de 2018, a empresa 321Chile cobrava 29 mil pesos chilenos pelo passeio.

Forma de pagamento: tomando a 321Chile como referência, o pagamento pode ser A) 100% adiantado na hora de reservar (transferência bancária) ou B) pode ser dada uma entrada de 30% quando for feita a reserva (transferência bancária) e o restante deve ser pago em dinheiro em espécie. Aceita-se pagamento em pesos chilenos ou reais.

20180629_133443~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

 

Dias em que a excursão acontece: todos os dias. Recomenda-se o agendamento do tour para os dias da semana, uma vez que aos sábados e domingos vai muita gente. *Em dias de nevasca, o acesso não é permitido, por isso é muito bom acompanhar a previsão do tempo do dia do seu passeio e manter contato com a agência para ver se o passeio está confirmado.

IMG_20180629_120337576_HDR~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

O que levar: roupa especial de frio (sobretudo, luvas, calçado apropriado para caminhadas – sola grossa e com amortecimento – e casaco corta-vento impermeável), óculos de sol, garrafa de água, filtro solar. É possível alugar calçados impermeáveis – os mais indicados para esse passeio – e outros utensílios em um centro de apoio, que faz parte de uma das paradas do tour.

20180629_163651~2.jpg

CENTRO DE APOIO PARA O PASSEIO AO CAJÓN DEL MAIPO – CHILE

Duração do passeio: 9h a 10h. A van busca cada passageiro em seu respectivo hotel a partir das 6h20 da manhã. O retorno é feito a partir das 15h.

Onde se hospedar em Santiago (melhores bairros para o acesso da van): Centro, Lastarria, Bellavista, Providência e Las Condes.

IMG_20180629_124402140~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

Itinerário do tour: após buscar cada passageiro em seu hotel, a van percorre cerca de 1h até parar no povoado de San José del Maipo para café da manhã (não incluso no custo do tour; você paga o que consumir). Poucos quilômetros depois, parada para aluguel (opcional) de equipamentos de neve. Em seguida, parada em uma cascata perto da entrada da represa. Depois, a van contorna um caminho de cerca de 3km já dentro da área da represa, até um lugar reservado onde é servido piquenique com uma vista e um sossego incomparáveis (outra vantagem da 321Chile, já que não vimos nenhuma outra empresa chegar tão longe na represa). No retorno, parada no Túnel Tinoco (onde passava o trem e com histórias de um período marcante da história recente chilena); devolução dos equipamentos de neve no mesmo centro de apoio da ida; regressos dos passageiros em cada hotel.

O que é servido no piquenique: vinho chileno, suco, água, queijos, embutidos (salame, presunto), geleias, salgadinhos, mini sanduíches, amendoins, azeitonas.

IMG_20180629_134429646~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fizemos um bate-volta a Cajón del Maipo/Embalse el Yeso no fim de junho de 2018, com a ótima empresa 321Chile. Acertamos a data com antecedência de 1 mês, mais ou menos, e trocamos mensagens na véspera para confirmar o horário. Todas as respostas foram rápidas e atendiam o que queríamos saber.

IMG_20180629_122321487_BURST000_COVER_TOP~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

A van nos buscou no nosso hotel, em Lastarria, poucos antes das 6h30 em um lindo dia de sol quase sem nuvens. Ela era confortável e com capacidade para cerca de 10/15 passageiros. Paramos para tomar café da manhã em San José del Maipo (compramos um salgado, garrafas de água e chocolates para passar o dia).

Depois disso, paramos novamente para que os passageiros que precisavam, alugassem roupas de frio em um centro de apoio utilizado por várias empresas de turismo. Nós não descemos porque já estávamos usando um casaco corta-vento, luvas e botas impermeáveis, comprados na Decathlon.

IMG_6039~3.JPG

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

Em seguida, a van seguiu margeando o Rio Maipo e o cenário foi ficando cada vez mais bonito, com as montanhas nevadas tornando-se mais frequentes no cenário. Enquanto estávamos no veículo, o guia nos explicou histórias recentes da política chilena (período de Pinochet e os governos seguintes); e como funcionava a represa (seu volume; capacidade de atendimento como foi construída e por quantos trabalhadores; etc).

Paramos e seguimos caminhando até uma cachoeira, poucos quilômetros antes da entrada da represa. O lugar é muito lindo e já valeu a viagem. Mas o melhor veio depois. Ao subirmos até o nível mais alto da represa, vimos como esse passeio tem que ser incluído por qualquer turista que visita o Chile. A água verde esmeralda cercada pelas montanhas brancas não se compara com pouquíssimos locais no Hemisfério Sul (todos eles na Patagônia chilena e argentina).

IMG_20180629_140605043~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

A van parou para os passageiros usarem o banheiro e algumas fotos. Em seguida, seguiu curso pelo caminho estreito ao lado do lago artificial que poucas pessoas mais corajosas faziam a pé (não vimos nenhuma outra empresa concorrente chegar aonde a 321Chile nos levou; não havia nenhuma outra van ou 4×4 aonde estacionamos). Ao final do trajeto, a van parou em um lugar sem ninguém. O motorista e o guia prepararam a mesa do piquenique, enquanto aproveitávamos a beleza do cenário para tirar fotos de todos os pontos possíveis ou mesmo só para ver o lugar sem lentes e procurar figuras que o encontro das montanhas com o lago provocavam. Todos brindamos, lanchamos, conversamos, passamos mais 1h ali, sem ninguém além do grupo da citada companhia até a hora de voltarmos.

20180629_144844~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

No retorno, paramos para uma foto diante da placa da represa e, algumas dezenas de quilômetros depois, visitamos um túnel de uma ferrovia desativada (ao lado do Rio Maipo), que percorremos inteiro somente com a lanterna dos celulares como guias. Após, seguimos viagem até o centro de apoio onde foram devolvidos os equipamentos alugados e, depois, cada passageiro foi devolvido nos seus respectivos hotéis (foi ótimo porque pudemos ter uma noção geral do belo e aprazível bairro de Providência, incluindo o histórico Estádio onde o Exército de Pinochet executou os presos políticos e dissidentes).

Enfim, a viagem foi espetacular (entre os que saem de Santiago, só encontra páreo com Valle Nevado/Farellones para ser considerado o melhor), com ótima equipe de motorista e guia, pouco cansativa (o sono reduzido ao acordar cedo foi compensado com a volta tranquila no trajeto de retorno). Os chilenos sabem receber bem demais!  Não deixe de visitar aquele cenário inacreditável! Super recomendado.

IMG_20180629_124540239~2.jpg

CAJÓN DEL MAPIO/EMBALSE EL YESO – CHILE

 

DICAS

⇒ Para descobrir detalhes da culinária local chilena e sugestões de hospedagens, restaurantes, opções de vida noturna, meios de transporte e locais de compra em Santiago, confira os tópicos correspondentes no link destacado.

⇒ Se desejar esticar sua viagem pelas paisagens mais bonitas do Chile, confira nossos posts sobre Deserto do Atacama, Torres del Paine, Lagos Andinos e Puerto Varas.

⇒ Não use o Uber para sair do aeroporto ou para chegar. Ele ainda não é regulamentado no Chile e, por isso, não é tão fácil combinar o ponto de encontro com os eventuais e corajosos motoristas. Nos bairros turísticos próximos ao centro, use o Uber sem medo.

IMG_20180629_122747088-2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO – CHILE

⇒ Compre um chip de celular chileno quando puder. Ele é fundamental para você postar suas fotos quando quiser, pesquisar mapas na Internet e entrar em contato com prestadores de serviços (taxistas, motoristas de Uber, recepcionista de hotel). Para tanto, dirija-se a uma banca de revista ou a uma farmácia ou a uma loja de eletrônicos e siga as instruções que os vendedores te passarem. Trata-se de um item super útil e relativamente barato.

⇒ Já falamos no post, mas não custa relembrar. Faça sua excursão ao Cajón del Maipo/Embalse el Yeso com uma empresa bem avaliada (enfatizamos a excelente 321 Chile). Vimos muitas companhias deixando seus passageiros na entrada da represa, sem qualquer orientação e sequer levando-os aos lugares mais bonitos do complexo. Também vimos vans de empresas dirigindo perigosamente e colocando em risco outros veículos. Evite aventuras incompletas e desconfortáveis!

⇒ Caso prefira alugar um carro para circular por lá, recomendamos a locação antecipada no site da Rentcars.

IMG_20180629_131038771_HDR.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

⇒ Os itens de consumo – principalmente alimentos – são caros no Chile. Por isso, leve o cartão de crédito habilitado para uso internacional e tenha fácil R$ 150,00 a R$ 200,00 em espécie por dia. Guarde sua grana e o cartão em um porta-dólar. Evite bolsas e carteiras. Vimos um furto do nosso lado em um restaurante no bairro de Lastarria.

⇒ Use seu cartão de crédito para pagar sua hospedagem. Pagando assim ou com dólares em espécie, você tem direito ao desconto em quase vinte por cento do valor do total, por abono do imposto IVA.

⇒ Não esqueça de levar um T ou uma régua de tomadas e um adaptador universal. O plugue padrão no Chile é do tipo L, com três pinos arredondados paralelos e de igual tamanho. A voltagem é 220V.

20180629_130411~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

CURIOSIDADES

 

→ A represa Embalse el Yeso fica no cânion andino, chamado Cajón del Maipo, a 2400 metros de altitude.

→ A construção foi inaugurada em 1964, tendo sido feita onde ficava a antiga Laguna Azul e capta a energia decorrente do represamento do Rio Yeso, o principal afluente do Rio Maipo.

IMG_20180629_124033095~2.jpg

TOUR OPERADO PELA 321CHILE PARA O CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO

→ Abastece 7 milhões de habitantes da Região Metropolitana de Santiago, com capacidade de 253 milhões de metros cúbicos.

→ Em 1986, o general Augusto Pinochet (então administrador da ditadura chilena, responsável por uma matança de oposicionistas e dissidentes) sofreu um ataque armado na encosta La Achupallas – a caminho do Cajón del Maipo – , enquanto retornava de um fim de semana de descanso na sua residência em El Melocotón. O ataque foi realizado pelo grupo de extrema esquerda “Frente Patriótica Manuel Rodríguez (FPMR)”. O saldo final foram 5 mortos e 11 feridos. Pinochet sobreviveu e recrudesceu a violência. O local do ataque é simbolizado com uma lápide, cruzes e flores no acostamento da via.

IMG_20180629_132808421~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

20180629_125855~2.jpg
20180629_123001~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/ EMBALSE EL YESO – CHILE

20180629_144726~2.jpg

CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO – CHILE

13 comentários sobre “CAJÓN DEL MAIPO/EMBALSE EL YESO

  1. Pingback: SANTIAGO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s