WHITSUNDAY(S)

As praias mais elogiadas da Austrália, o mirante mais espetacular que já vimos e a porta de entrada para a maior barreira de corais do mundo. Em Whitsundays você encontra tudo isso.

Siga a leitura pelos tópicos a seguir para fazer todo o seu roteiro pela região litorânea no nordeste do maior país da Oceania, composta por várias pequenas cidades com gente animada e aventureira. Viagem perfeita para você, seja mochileiro, seja mais interessado no conforto de bons resorts. Afinal, um lugar que reúne Whitehaven, Hill Inlet e a Great Barrier Reef é ideal para todos os bons gostos.

IMG-20190923-WA0014.jpg

PRAINHA DE ACESSO A HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

COMO CHEGAR

Avião – A melhor maneira de chegar em Whitsunday. Não há voos diretos saindo do Brasil até lá. Chegue no Whitsunday Coast Airport (localizado em Proserpine, há 38 km da cidade mais movimentada da região, Airlie Beach) voando a partir de Brisbane (1h45 em voo direto) ou Sydney (2h35 em voo direto) ou de Melbourne (2h55 em voo direto). Há companhias áreas low-costs com voos regulares diários até lá (Jetstar e Tigerair, principalmente), além das companhias Virgin e Qantas.

*Em simulação rápida no Skyscanner, encontramos trechos de ida a partir de R$ 155,00 para voos saindo de Brisbane (mais barato na quarta, quinta ou sábado); a partir de R$ 280,00 para voos saindo de Sydney (mais barato no domingo ou segunda-feira); e a partir de R$ 337,00 saindo de Melbourne (mais barato no domingo ou na sexta-feira). Pesquisa feita para voos com 4 a 5 meses de antecedência.

IMG-20190923-WA0026.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

** Embora nosso post utilize Airlie Beach como referência de cidade-base em Whitsundays, outro aeroporto nessa região fica na linda Hamilton Island (HTI).  Trata-se de uma pequena ilha com ótimos e tranquilos resorts, ideal para quem quer curtir uma lua de mel/férias mais relaxadas em casal ou com crianças, já que a vida noturna é mais variada e divertida em Airlie Beach.

É 1h40 de voo direto saindo de Brisbane (custo a partir de R$ 270 cada trecho); 2h30 de voo direto saindo de Sydney (custo a partir de R$ 280 o trecho);  2h55 de voo direto saindo de Melbourne (custo a partir de R$ 420 o trecho).

*** Faça a simulação no Skyscanner, no Decolar, no Google Flights e baixe o aplicativo de Passagens Imperdíveis para acompanhar as promoções até lá. A compra de passagens costuma ser mais barata se for feita entre terça-feira e quarta-feira. Além disso, navegue de forma anônima (Ctrl + Shift + N no Google Chrome) para ter mais chance de manter os preços de sua primeira consulta.

IMG-20190923-WA0011.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Carro – Embora as estradas sejam ótimas na Austrália, estamos falando do 6º maior país em extensão territorial do mundo, com as cidades mais turísticas muito distantes de Whitsunday, sem mencionar a alternativa barata mencionada acima. De qualquer forma, se quiser alugar um carro para ir até lá, confiram as estradas:

A partir de Brisbane – via Bruce Highway/A1 (12h30 de estrada; 1095 km). Para mais opções de estrada, clique aqui.

A partir de Sydney – via Leichhardt Highway/A5 (20h30 de estrada; 1870 km). Para mais opções de estrada, clique aqui.

A partir de Melbourne – via Newell Highway/A39 (27h de estrada; 2460 km). Para mais opções de estrada, clique aqui.

IMG-20190923-WA0063

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

* Vá preparado para dirigir na mão inglesa (volante no assento dianteiro direito; marcha à esquerda do motorista; carros lentos trafegando pela faixa da esquerda e ultrapassando pela faixa da direita). Baixe o Google Maps e o aplicativo Maps.Me no seu celular, marque os pontos de referência da estrada por essas ferramentas, estude o percurso e, se possível, tenha o chip SIM com Internet internacional ilimitada para se preparar para essa odisseia.

IMG-20190923-WA0008

Ônibus – a forma mais desvantajosa, pelo tempo desperdiçado (mais de um dia de deslocamento) e sem nenhuma economia de despesa (passagem estimada em mais de R$ 750,00 saindo do Terminal de Brisbane; quase R$ 1500,00, saindo do Terminal de Sydney). Se tiver interesse, a companhia de ônibus que faz esse percurso é a Greyhound Australia. Compre no link destacado ou acessando o site da Busbud.

QUANDO IR

Entre junho e setembro, por ser a estação mais seca do ano (setembro é o mês menos chuvoso) e com boas temperaturas. Essa é, portanto, a melhor época para fazer os passeios no mar sem risco de chuvas. Evite ir entre dezembro e março, principalmente em fevereiro – são os mais chuvosos.

IMG-20190923-WA0018.jpg

ARLIE BEACH – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

Vale acrescentar que há várias espécies de águas vivas nos mares de Whitsundays, sobretudo entre outubro e maio. Se viajar até lá durante este período, reforce seus cuidados com roupas especiais para banho e pergunte sobre os melhores lugares para curtir o mar.

Caso queira acompanhar os festivais culturais que acontecem por lá para ver se algum deles coincide com a sua viagem, clique nesse link, neste aqui ou no site oficial de turismo de Whitsundays.

VISTO

O visto de turista é exigido para quem viaja de férias, a negócios ou para estudar até 12 semanas no país insular e deve ser feito eletronicamente (via Internet pelo programa “eTourist”). Ele vale por 1 ano.

IMG-20190923-WA0050.jpg

HAMILTON ISLAND – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

Basta você preencher o formulário de turista visitante (Visitor – subclass 600; tenha seu itinerário com voos, hotéis e endereços na Austrália definidos para facilitar a obtenção desse visto), pagar a taxa de solicitação (cerca de 150 dólares australianos com cartão de crédito habilitado para uso/pagamento internacional) e esperar entre 15 e 20 dias para receber o e-mail com a liberação de seu visto – um documento/papelada com a informação “GRANTED” que você deve levar impresso.

Vale a pena também levar o cartão de vacinação internacional com a vacina de febre amarela em dia (isto é, tomada a mais de 10 dias e a menos de 10 anos antes da viagem). Ninguém nos exigiu isso em momento algum na Austrália, mas recomenda-se essa prudência.

Para mais informações, entre em contato com a Embaixada da Austrália.

Este slideshow necessita de JavaScript.

FUSO HORÁRIO

GMT +10. Isso significa que são 13 horas à frente do horário predominante brasileiro. Exemplo: Quando o relógio marca 8h da manhã em Brasília, são 21h em Whitsundays.

IMG-20190923-WA0054.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

MOEDA

Dólar australiano (AUD). Para ter uma estimativa da cotação, confira o conversor monetário do Banco Central do Brasil (1 Dólar Australiano é equivalente a pouco menos que 3 reais).

Com o hotel e passeios pagos no cartão ou em dinheiro separado (leve impresso o voucher da sua reserva, disponibilizado assim que feito o pagamento antecipado pelo site da agência), é bom levar, no mínimo, 50 euros ou dólares americanos convertidos em dólares australianos por dia, além de cartão de crédito habilitado para uso internacional.

IMG-20190923-WA0019

AIRLIE BEACH LAGOON – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Caso deseje adquirir mais dólares australianos, recomendamos o saque nos caixas ATM ou nas casas de câmbio que ficam na Shute Harbour Road. Aproxime o mapa para localizar as alternativas mais próximas do local em que você se encontra.

IDIOMA

Inglês com um sotaque muito forte e gírias próprias. Não é tão fácil entender como em outros países anglófonos, mas é só ter paciência e pedir para repetirem a informação de forma lenta. Os australianos são muito simpáticos, sobretudo nessa região de vida mais tranquila e bonita.

IMG-20190923-WA0043.jpg

BICENTENNIAL WALK, AIRLIE BEACH – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

QUANTO TEMPO FICAR

2 a 4 dias completos. A programação é vasta, mas o custo dos passeios é muito alto e a duração deles é, em geral, longa (de dia inteiro).

IMG-20190923-WA0032

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

COMO SAIR DO AEROPORTO

Alugando carro ou contratando um transfer em alguma das empresas próximas às esteiras de bagagem.

Indicamos a locação de veículo com a Rentcars. Sempre tire fotos e filme qualquer imperfeição que você encontrar no carro, sob pena de ser acusado de ter causado ela ao devolver o veículo e pagar muito mais caro por isso.

IMG-20190923-WA0057.jpg

WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

No aeroporto de Proserpine (Whitsunday Coast) você encontra 2 empresas que realizam o transfer do aeroporto até os hotéis em Airlie Beach: Whitsunday Transit (a que contratamos; excelente pela pontualidade, conforto e simpatia da equipe) e Whitsundays 2 Everywhere. O custo entre essas concorrentes é praticamente idêntico (cerca de AUD 20 AUD para ir ou pouco menos de AUD 40 ida-e-volta). Para mais opções, negocie com o seu hotel ou acesse este link dos ônibus de linha da região para combiná-lo com o táxi/Uber.

IMG-20190923-WA0012

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

HOSPEDAGEM

Em Airlie Beach (todos próximos à Shute Harbour Road – a rua mais movimentada da pequena cidade), na ordem decrescente de custo:

IMG-20190923-WA0013.jpg

WHITSUNDAY – AUSTRÁLIA

Em Hamilton Island, na ordem decrescente de custo (todos eles são mais caros que os de Airlie Beach, em virtude de sua infraestrutura diferenciada e exclusiva):

De qualquer forma, para mais alternativas de hospedagens, consulte o Booking, Trivago, Tripadvisor. Caso prefira alugar um quarto, apartamento ou uma casa para uma temporada, tratando dos detalhes diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

IMG-20190923-WA0035.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

O QUE CONHECER

– Whitehaven + Hill Inlet: a praia mais famosa e o mirante mais bonito da Austrália. Cenários de vários cartões postais e propagandas do país dos cangurus.

Para chegar lá, há várias empresas que organizam passeios de barco saindo de Airlie Beach e de Hamilton Island. Após muita pesquisa, recomendamos a Cruise Whitsundays (mais organizada, mais animada, mais confortável e com um preço similar ao cobrado pelas concorrentes).

IMG-20190923-WA0040

POR DO SOL EM AIRLIE BEACH – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Há passeios que duram meio dia (sem incluir a parada em Hill Inlet; saídas pela manhã e à tarde); e outros que duram o dia inteiro (saídas por volta das 8h da manhã e retorno no por do sol; opções com e sem parada em Hill Inlet; pode ser feito com o catamarã/veleiro Camira ou em barcos maiores com mais turistas).

O tempo que se passa em Whitehaven é mais do que suficiente para tirar fotos e tomar banho de mar ao lado da praia com inacreditáveis 98% de sílica – o que explica a cor branquíssima da areia. A Cruise Whitsundays garante almoço e bebidas, além de barracas para descansar durante o dia na praia.

Embora o tempo reservado para Hill Inlet seja curto (cerca de 30 minutos, após uma trilha leve e guiada por instrutores profissionais), faça questão de incluir a visita a este local! É o ponto alto do passeio, com as plataformas com as vistas mais absurdas que você verá de um mar na sua vida. O contraste de diferentes tons de azuis, intercalados por bancos de areia em formatos ondulares são prova de que Deus dedicou mais atenção naquele cantinho do planeta. Imperdível!

IMG-20190923-WA0005.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Custo aproximado: entre AUD 185 e AUD 230. Confira atualizações de preços e horários neste link.

Grande Barreira de Corais: outro orgulho enorme dos australianos, trata-se da maior barreira de corais do mundo (mais de 2300 km de extensão), com um mosaico technicolor de recifes e uma vida marinha infinita e inimaginável.

Para chegar até a barreira de corais partindo de Airlie Beach, é necessário contratar um dos inúmeros passeios de barco (alguns incluem pernoite no veleiro em alto-mar, com todas as comodidades básicas, inclusive quartos subaquáticos) ou contratar um sobrevoo feito por um helicóptero ou hidroavião (apesar de muito caro, é uma experiência incomparável de tão lindas que são as fotos; imagine voar tendo a vista mais abrangente de um dos lugares mais bonitos do mundo!).

IMG-20190923-WA0033.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Os tours podem incluir mergulho com cilindro, mergulho com snorkel, contemplação em observatórios subaquáticos ou banhos simples.

Tanto para quem quer chegar de barco (tour de dia inteiro ou com pernoite) quanto para quem prefere ir de helicóptero/hidroavião, mais uma vez, sugerimos os tours organizados pela maravilhosa Cruise Whitsundays. Outras empresas que realizam esses voos cinematográficos: GSL Aviation e Air Whitsunday Seaplanes.

Custo aproximado: entre AUD 270 (só o passeio de dia inteiro) e AUD 800 (passeio com pernoite em quartos/cabines subaquáticas de luxo). Confira atualizações de preços e itinerários neste link.

Passeios de barco: há vários tipos de expedições marítimas em Whitsundays, desde os românticos aos mais aventureiros, seja de dia inteiro ou, principalmente, com uma ou duas noites a bordo da embarcação. É possível alugar um barco a vela ou lanchas de maior porte, ou mesmo fazer tours com grupos de amigos ou de turistas desconhecidos (você pode inclusive contratar aulas para aprender a velejar).

IMG-20190923-WA0049.jpg

POR DO SOL EM AIRLIE BEACH – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Para tanto, indicamos as opções da empresa especializada Sailing Whitsundays, que oferecem, inclusive, saltos de skydive.

Custo aproximado: entre AUD 170 AUD (passeios simples de dia inteiro ou voos rápidos de skydive sem brindes) até AUD 6250 AUD (barcos luxuosos privativos por até 4 noites). Confira as atualizações de preços e itinerários neste link.

– Skydive: salto de paraquedas com vista para o lindo mar da região. É rápido, mas quem fez assegura que é inesquecível. Recomendamos a empresa Sailing Whitsundays.

Custo aproximado: entre AUD 180 (voo simples sem brindes) até AUD 250 (voo com direito a fotos e vídeo).

Ver as baleias: outro espetáculo da natureza que Whitsundays proporciona, principalmente entre junho e setembro. Para fazer o passeio, aconselhamos novamente que entre em contato com a empresa Cruise Whitsundays ou Sailing Whitsundays. Toda a explicação sobre as espécies, época de migração e outras curiosidades você acessa no link acima.

IMG-20190923-WA0074.jpg

PRAINHA DE HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Tour na Hamilton Island: na ilha exclusiva e tranquila, com muito verde e o lindo mar de Whitsundays ao redor, é possível ver baleias dando o ar da graça, passar o dia em um campo de golfe, fazer trilhas, conhecer o Wild Life (mini zoológico onde você tem contato e tira fotos com coalas e cangurus) e resorts completos (com direito a banhos de piscina, passeio de bicicleta ou de kart).

Também há passeios para a Daydream Island, onde fica um luxuoso resort com muitas atrações exclusivas.

Esses tours também são vendidos nas agências de Airlie Beach. Mais uma vez, recomendamos a Cruise Whitsundays (empresa mais respeitada da região).

Custo aproximado: entre AUD 125 (para a Daydream Island) e AUD 220 (campo de golfe na Hamilton Island). Confira atualizações de preços e itinerários neste link.

IMG-20190923-WA0046

AIRLIE BEACH LAGOON – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Crocodile Safari: passeio pela plantação de cana de açúcar, pelo pântano Goorganga Wetlands e pelo Rio Proserpine, onde é possível ver crocodilos – estamos falando da maior concentração desse animal na costa leste australiana (com sorte, também se avistam cangurus e outros bichos típicos no percurso).

O tour costuma durar das 8h30 às 15h, e inclui transporte terrestre e fluvial, além de almoço.

A empresa Cruise Whitsundays também realiza esse passeio, inclusive para quem se hospeda em Hamilton Island.

Custo aproximado: entre AUD 140 (para quem sai de Airlie Beach, Cannonvale) e AUD 240 (para quem sai de Hamilton Island). Confira atualizações de preços e itinerários neste link ou aqui.

IMG-20190923-WA0010.jpg

AIRLIE BEACH – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

– Curtir as atrações de Airlie Beach: destaque para a Airlie Beach Lagoon (linda e ampla piscina de água salgada e acesso gratuito na orla principal da cidade; muito utilizada pelos turistas e nativos, uma vez que as praias em Airlie Beach costumam ser cheias de águas-vivas; ninguém toma banho no mar que banha a cidade) e para a Bicentennial Walkway (belo caminho litorâneo, em madeira, que se estende da orla principal até a cidade de Cannonvale, passando pela praia Shingley, pelo porto dos resorts e pelo trecho com vista para a Pigeon Island; passatempo também gratuito e boa pedida para quem tem horas sobrando na cidade).

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

Seja em Airlie Beach, seja em Hamilton Island, a locomoção dentro dessas bases é feita quase completamente a pé/em caminhadas.

Hospedando-se no centro, não há necessidade de alugar carro tampouco de usar os bons ônibus de linha (passam a cada meia hora conectando os pontos mais distantes da região). Tudo é pequeno e seguro, a qualquer hora do dia.

Tirando esses deslocamentos, as principais atrações estão em praias ou em recifes acessados apenas por meio de barco/avião/helicóptero.

IMG-20190923-WA0037.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

CULINÁRIA LOCAL

Tirando as deliciosas pies (empadas quentes e recheadas de carne e queijo, menos duras e massudas que as brasileiras) e os simples e saborosos dampers (pãezinhos secos que vão bem quando acompanhados de azeite), não há nada muito marcante em termos de comida típica salgada australiana.

Predomina a influência da colonização inglesa, com o  fish & chips dividindo o destaque do cardápio com costelas e carnes (sobretudo, de carneiro) regadas ao molho barbecue e acompanhadas de batatas (fritas ou rústicas); raramente você encontra arroz como acompanhamento. É aquele estilo que encontramos nos restaurantes da franquia Outback/Applebees. Também é comum encontrar pratos típicos indianos e árabes em lanchonetes espalhadas pelo país.

IMG-20190923-WA0006.jpg

ALMOÇO EXCELENTE NO TREEHOUSE – AIRLIE BEACH, AUSTRÁLIA

*Os australianos adoram colocar Vegemite (pasta apimentada escura feita a partir da levedura da cerveja) em pães pela manhã ou nos lanches. Provamos e detestamos. Arrisque, se puder!

Já em termos de doces, a conversa é outra…

TIM TAM. Guarde esse nome! É o pacote de biscoitos crocantes mais deliciosos e famosos da terra dos cangurus. Há pacotes com diferentes coberturas, sendo o tradicional/ao leite, o de caramelo e o de chocolate amargo/extra dark os mais consumidos. A boa notícia é que os pacotes são muito mais baratos do que várias sobremesas vendidas em restaurantes e nem tão gostosas assim.

Outro doce delicioso e barato que encontramos naquelas bandas foi o Pods, pacote de mini biscoitos crocantes super recheados com sabor de Twix, Mars ou Snickers. Viciamos naquilo ali. Encontramos facilmente no supermercado Woolworths de Airlie Beach.

IMG-20190923-WA0067.jpg

PRAINHA DE HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Também vale a pena experimentar Lamingtons (bolo quadrado com cobertura de chocolate e coco, levando geleia ou creme no recheio da massa) e Pavlovas (torta de frutas com suspiro e merengue), bebendo um Bubble Tea (chá gelado com xarope e bolinhas de tapioca).

Para quem curte comer coisas simples enquanto caminha sem hora para parar, vale a pena experimentar os biscoitos Anzac (são espécies de cookies secos e crocantes, sem recheio; trata-se de um patrimônio imaterial histórico dos australianos, tendo sido criado pelas mulheres dos combatentes da I Guerra Mundial para alimentarem seus maridos durante as longas expedições, por serem alimentos nutritivos e não perecíveis).

RESTAURANTES

Na rua principal de Airlie Beach predominam restaurantes em estilo praiano sem muito glamour. A temática nesse local é mais despojada; comida saudável ou com “sustança” servida em mesas e cadeiras de madeira. Por sua vez, perto dos portos e dos resorts há achados maravilhosos. A seguir, algumas alternativas bem avaliadas:

IMG-20190923-WA0047.jpg

VISTA DA TREEHOUSE PARA A AIRLIE BEACH LAGOON – WHITSUNDAYS, AUSTRÁLIA

*Para quem quer economizar, a dica é fazer mini feiras comprando suas refeições com os produtos do supermercado Woolworths (fica aqui).

COMPRAS

Não é o ponto forte de Airlie Beach. Lá você não encontra nada de muito especial em termos de souvenirs (apenas ímãs de geladeira, cartões-postais, copinhos de vidro, chaveiros). O destaque ficam para bonitas roupas de banho vendidas na rua principal/Shute Harbour Road e biscoitos Tim Tam (ótima lembrancinha para amigos e parentes; preço mais barato você encontra no supermercado Woolworths).

IMG-20190923-WA0079.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

VIDA NOTURNA

O agito fica concentrado nos bares com música ao vivo, com karaokê ou competições de sinuca/bilhar ao longo da Shute Harbour Road (a rua principal de Airlie Beach). Não vá esperando uma badalação como Mykonos, Cancún, Ibiza, Saint Tropez nem nada do tipo. Nos bares de Whitsundays predominam jovens mochileiros mais a fim de contato com a natureza e festas de amigos do que em exibir as melhores roupas em boates alucinantes até o nascer do sol

Além disso, estamos destacando uma cidade muito pequena, onde sequer há pub crawl.

IMG-20190923-WA0039.jpg

POR DO SOL EM AIRLIE BEACH – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Seguem algumas opções divertidas:

*Para quem prefere algo mais tranquilo, sugerimos os restaurantes mencionados na seção anterior ou outras alternativas próximas ao porto de onde saem os barcos da Cruise Whitsundays ou ainda o Northerlies Beach Bar & Grill (é mais distante de Airlie Beach – o que demanda um carro alugado ou um táxi até lá -, mas é bonito e fica à beira mar, exatamente aqui).

IMG-20190923-WA0038.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos a Whitsundays no fim de agosto de 2019, chegando pelo aeroporto de Proserpine (voo da Jetstar partindo de Sydney; 10 kg como peso máximo para 2 bagagens somadas por pessoa), e fazendo de Airlie Beach nossa cidade-base por 2 dias completos.

Saímos do aeroporto e voltamos para ele com o transfer da Whitsunday Transit (equipe simpática, ônibus confortável e com Wi-Fi, trajeto até o hotel feito em 30 a 40 minutos). O transfer de ida e volta foi acertado na chegada ao aeroporto.

IMG-20190923-WA0009.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – FOTO TIRADA PELA EQUIPE DA CRUISE WHITSUNDAYS

Ficamos hospedados no bom Nomads Airlie Beach: bem localizado (na rua principal da mini cidade, pertinho dos portos principais, da Airlie Beach Lagoon, do supermercado e dos bares e lojas), com acomodações de todos os tipos e capacidades – a nossa era um quarto de casal, com banheiro privativo, com TV, cozinha americana; amplo e limpo -, e com uma equipe atenciosa e que vendia passeios pelas atrações próximas.

Dentro de Airlie Beach, fizemos todos os nossos deslocamentos a pé. Sentimos bastante segurança, mesmo andando sozinhos em já no meio da noite. Em nenhum lugar ficamos preocupados com furtos ou crimes violentos.

Adoramos o almoço no Tree House e a animação noturna no Boaty’s e no Magnums Bar, mas a maior parte do que comemos foi comprado no supermercado Woolworths, principalmente os doces e as frutas vermelhas (boa alternativa para quem quer economizar).

IMG-20190923-WA0035.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

No primeiro dia, decidimos conhecer Airlie Beach. Andamos na Bicentennial Walkway, tomamos banho na Airlie Beach Lagoon, entramos em lojas e em restaurantes, e tiramos nossas dúvidas sobre os passeios. Em todos os lugares fomos muito bem recebidos. A cidade não tem muita coisa para ver ou fazer.

No segundo dia, acordamos cedo e fizemos o passeio espetacular para Whitehaven e Hill Inlet com a incomparável Cruise Whitsundays. A equipe maravilhosa daquele barco confortável, rápido e animado nos levou às paisagens mais bonitas que vimos na Austrália (e olhe que fomos a Sydney, Melbourne e à Great Ocean Road/12 Apóstolos).

O barco fez paradas na Daydream Island e na Hamilton Island para buscar outros passageiros antes de chegarmos em Whitehaven. O mar não estava agitado. Ninguém enjoou no percurso. Chegamos na praia de areia branquíssima e mar azul-turquesa transparente perto de 10h da manhã e só regressamos às 16h.

Durante o tempo que ficamos lá, foram muitas fotos, mergulhos (mar calmo, sem ondas, mas gelado) e caminhadas, além de termos aproveitado a infraestrutura fornecida pela empresa – barraquinhas montadas, almoço (hamburgers), roupas próprias para banho e água/refrigerante/cerveja à vontade -. Tudo muito organizado e sem stress. O staff da Cruise Whitsundays cuidou de tudo com um sorriso no rosto e sempre disposto a ajudar, deixando-nos curtir aquele paraíso sem pensar em nenhuma pendência ou obrigação.

IMG-20190923-WA0071.jpg

PRAINHA DE HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

O ponto alto do passeio foi, sem dúvidas, o mini-tour para Hill Inlet. Um barco menor da empresa nos buscou em Whitehaven no horário combinado (varia a depender da cor da pulseira que eles entregam no porto de saída de Airlie Beach) e 15 minutos depois nos deixou com um guia no início da trilha leve – caminho em madeira por uma mata fechada que dura 15 a 20 minutos. Ele nos conduziu até os mirantes mais lindos que já vimos na vida. São 3 plataformas muito próximas feitas de madeira com vista para o mar com todos os tons de azul possíveis intercalados por bancos de areia branquíssimos e em formato de ondas/linhas curvas. Coisa mais maravilhosa do universo. Um dos destaques incontestáveis da nossa volta ao mundo.

Voltamos à praia de Whitehaven depois de 30 minutos nos mirantes e mais poucos minutos na prainha de Hill Inlet (ficaríamos fácil ali pelo dia inteiro). Depois de toda aquela beleza, voltar para a linda praia principal passou a ser normal. Embora Whitehaven seja acima da média, a gente estava voltando de uma paisagem única, sem igual. Só passamos a falar de Hill Inlet o resto da tarde. Curtimos mais um pouco a praia principal na maré baixa e voltamos para Airlie Beach em um lindo por do sol. Jantamos perto do nosso hotel e, no dia seguinte, regressamos para o aeroporto com o transfer da Whitsunday Transit, seguindo viagem com a Jetstar para Melbourne.

IMG-20190923-WA0041.jpg

AIRLIE BEACH – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

Se tivéssemos mais tempo, gostaríamos de ter feito o voo (com mergulho) em um hidroavião sobre a Grande Barreira de Corais. Só de olhar as fotos, deve ser um negócio absurdo de lindo. Inclua na sua programação.

Veredicto: Se você viaja para a Austrália entre junho e setembro, é um crime não incluir o passeio para a praia de Whitehaven e, sobretudo, para os mirantes de Hill Inlet no seu roteiro. Reforçamos pela milésima vez neste post: é a vista de mar mais bonita que já vimos na vida. O paraíso não deve ser muito diferente daquilo ali, não! Cenário difícil de desenhar em sonho.

Tudo foi perfeito em Whitsunday/Airlie Beach. A paisagem praiana e o comportamento relaxado e alto astral de quem mora lá conquistam a gente logo no primeiro contato. A infraestrutura é básica, mas bem feita (tem até uma piscina/lagoa linda pensada para  quem não se arrisca a tomar banho no mar, que é cheio de águas vivas). Nada extravagante. Um lugar para se sentir bem sem ostentar.

IMG-20190923-WA0030.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

As únicas ressalvas ficam para o tipo de comida (a qualidade é boa, só não é muito variada), para os preços salgados (tirando o supermercado Woolworths, há poucas opções de refeições por menos de AUD 20) e para a abundância de águas-vivas (talvez seja o recado da natureza para o visitante procurar Whitehaven + Hill Inlet para tomar o melhor banho de mar de todos).

DICAS

⇒ Viaje até Whitsundays entre junho e setembro, época com menos chuvas e maior probabilidade de ver baleias.

⇒ Compre um chip SIM para ter Internet o tempo todo no seu celular. Isso facilita, principalmente, para chamar o Uber, baixar mapas e postar fotos e vídeos a qualquer hora e em qualquer lugar.

IMG-20190923-WA0052.jpg

PRAIA DE WHITEHAVEN – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

⇒ Faça seus passeios com a empresa Cruise Whitsundays. Pesquisamos extensamente antes de viajar e comprovamos lá que ela não tem fama à toa. É a mais confiável e organizada que existe na região, sem cobrar preços extorsivos frente a suas concorrentes.

⇒ Leve seu cartão de crédito/débito habilitado para uso internacional e prefira sacar seus dólares australianos nos caixas eletrônicos ATM (encontrados aqui). Ele trabalha com a cotação oficial e você não paga as comissões geralmente cobradas nas casas de câmbio. Vale dizer que quanto menos você saca, menos imposto você paga pela operação financeira. Logo, é preferível sacar uma quantia maior, para evitar usar mais vezes o caixa.

⇒ Não precisa, mas se for alugar um carro, alugue com câmbio automático. Torna a direção mais fácil para quem não está acostumado a guiar na mão inglesa. Tenha em mãos o Google Maps e o aplicativo Maps.me com os pontos de interesse já baixados antes de ficar sem Internet.

IMG-20190923-WA0069.jpg

WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

⇒ Leve filtro solar e chapéu. O sol não perdoa em Whitsundays (a Austrália é o país com maior índice de câncer de pele do mundo)

⇒ Para não correr o risco de ficar sem fotos, leve um adaptador universal para tomadas. A tomada australiana é do tipo I. A voltagem padrão é 230v.

CURIOSIDADES

→ É possível falar Whitsundays (ao se referir ao arquipélago que inclui Hamilton Island, Daydream Island e outras ilhas menos famosas) e Whitsunday (ao se referir à ilha principal do mencionado arquipélago; é na Whitsunday Island que fica a praia de Whithaven e os mirantes de Hill Inlet).

→ Whitsundays é o arquipélago mais visitado da Austrália. Localiza-se no nordeste do estado de Queensland.

→ O nome é sinônimo de Pentecostes, e foi assim chamada pelo seu descobridor, o navegador James Cook, em junho de 1770.

→ Antes da chegada dos ingleses, as ilhas Whitsundays eram habitadas pelos aborígenes da etnia Ngaro, que viviam basicamente da pesca.

IMG-20190923-WA0051.jpg

→ A praia de Whitehaven tem 7 km de extensão, e sua fama principal consiste na cor extremamente branca de sua areia. Essa tonalidade deve-se à concentração de 98% de sílica pura, a maior do mundo. Como as rochas locais não tem sílica, há muitas versões sobre a origem desse material na areia da praia (sendo a mais verossímil, o resultado de milhões de anos da ação das correntes marítimas).

→ Em virtude da sílica que a compõe, a praia de Whitehaven não retém calor, o que torna sua temperatura agradável para caminhar descalço a qualquer hora.

→ A praia de Whitehaven é seguidamente eleita a mais bonita e limpa da Austrália.

SEGURO VIAGEM

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

IMG-20190923-WA0081

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

IMG-20190923-WA0017.jpg

AIRLIE BEACH – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

IMG-20190923-WA0015.jpg

PRAINHA DE HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

IMG-20190923-WA0023.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

IMG-20190923-WA0029.jpg

HILL INLET – WHITSUNDAY, AUSTRÁLIA

12 comentários sobre “WHITSUNDAY(S)

  1. Herculano disse:

    Convite maior e melhor não há pra quem gosta de mar e praia: SENSACIONAL!!!
    Posts paradisíacos de praias, claro sem deixar de mencionar as dicas maravilhosas, principalmente na culinária, com pratos apetitosos, parabéns!!!

  2. Maria Antônia disse:

    Parabéns pelo post maravilhoso!👏👏👏👏👏❤❤
    Fotos sensacionais, que mostram águas muito límpidas, fazendo um convite para conhecer as praias de Whitsundays.💙💙💙💙 Amei !!!

Deixe uma resposta