OTTAWA

Muitas vezes ignorada no roteiro de viajantes, a capital do segundo maior país do mundo é uma parada estratégica culturalmente interessante e repleta de belos monumentos para quem pretende circular pelas cidades mais famosas do leste do Canadá. E o melhor de tudo é que é possível conhecer a quase totalidade dos pontos turísticos em pouco tempo.

Confira nos tópicos seguintes os detalhes sobre esse agradável reduto da província de Ontário, às margens do Canal Rideau, a meio caminho entre Toronto e Montreal.

IMG-20200215-WA0079-01

LUZES DE OTTAWA – CANADÁ

COMO CHEGAR

Avião – não há voo direto do Brasil até o aeroporto de Ottawa (código IATA: YOW). Para chegar lá pela via aérea, o mais comum é fazendo conexão em Toronto (companhia aérea: Air Canada) e/ou em Chicago (companhia aérea: United Airlines) e/ou em Nova York/Detroit (companhia aérea: Delta Airlines).

O tempo estimado de deslocamento (já incluída a espera na conexão) varia entre 13h30 e 20h. Um custo razoável da passagem é R$ 1.600,00/trecho.

20200103_131620-02

CHAMA ETERNA NO PARLIAMENT HILL – OTTAWA, CANADÁ

*Para quem chega no Canadá por outra cidade, a duração e custo aproximado da viagem aérea até Ottawa é: saindo de Toronto (1h de voo pela Air Canada; R$ 300,00, principalmente em voos às terças-feiras e quintas-feiras de meses de baixa temporada – primavera e outono), saindo de Montreal (50 minutos de voo pela Air Canada; entre R$ 870,00 e R$ 1200,00; é mais barato ir de ônibus ou trem), saindo de Quebec (1h de voo pela Air Canada; R$ 720,00), saindo de Vancouver (4h30 de voo pela West Jet ou Air Canada; R$ 830,00), saindo de Calgary (3h45 de voo pela West Jet ou Air Canada; R$ 880,00).

IMG-20200215-WA0046-01

CANAL RIDEAU – OTTAWA, CANADÁ

** Faça a simulação no Skyscanner, no Decolar, no Google Flights e baixe o aplicativo de Passagens Imperdíveis para acompanhar as promoções até lá. A compra de passagens costuma ser mais barata se for feita entre terça-feira e quarta-feira. Além disso, navegue de forma anônima (Ctrl + Shift + N no Google Chrome) para ter mais chance de manter os preços de sua primeira consulta.

Trem – a estação de Ottawa fica aqui. Muitas vezes sai mais em conta que a passagem aérea, sem tanto desperdício de tempo pra quem parte das famosas cidades do leste canadense (Toronto, Montreal, Quebec). A duração e o preço atualizados você confere no link oficial da empresa Via Rail.

Ônibus – a estação central rodoviária fica aqui. Da mesma forma que descrito sobre os trens, o trajeto de ônibus muitas vezes é mais econômico (em tempo e dinheiro) que esperar o embarque, voar, pegar malas despachadas de um voo. A empresa que recomendamos para fazer este tipo de deslocamento é a Greyhound. Para duração e preço atualizados, clique no link destacado, no da Busbud ou no da Ottawa Central Station.

IMG-20200215-WA0063-01

LETREIRO DE OTTAWA – CANADÁ

Carro alugado – melhor transporte para quem tem tempo sobrando e gosta de independência, privacidade e de curtir o trajeto. Recomendamos sempre a locação de carro com a empresa parceira Rentcars. As estradas de acesso até Ottawa, a depender de cidades comuns de partida, são as seguintes: saindo de Toronto (401 + 416; 4h20/452km de trajeto), saindo de Montreal (40 O + 417 W; 2h05/198km de trajeto) e saindo de Quebec (40 O + 50 O; 4h30/445km de trajeto).

Não deixe de baixar o Google Maps, com os pontos que pretende conhecer já destacados, bem como as rotas devidamente estudadas e traçadas.

QUANDO IR

Tópico difícil de escrever, porque cada estação no Canadá tem a sua beleza peculiar. Apesar de o outono ser lindo, com as árvores de maple com cor laranja forte e folhas no chão, e do verão ser animado e com muitos eventos, sugerimos os meses de inverno e de primavera – especialmente entre fevereiro e maio. Neles o risco de chuva é historicamente menor e a cidade se caracteriza pelo Canal Rideau congelado e transformado no maior rink de patinação no gelo do mundo (inverno) ou se embeleza com o festival das tulipas às margens do citado canal (primavera, normalmente alguns dias em maio).

IMG-20200215-WA0062-02

BYWARD MARKET – OTTAWA, CANADÁ

Se preferir ou só puder viajar em outra época, confira os festivais culturais e outras atrações que acontecem na cidade clicando nesse link ou no site da secretaria de turismo da capital. (a maior parte deles concentra-se entre julho e agosto, com destaque para a celebração do Dia da Independência, que acontece em 1º de julho).

VISTO

É obrigatório para turistas brasileiros (assim como o seguro viagem). A boa notícia é que ele é muito fácil, rápido e barato de ser obtido se você tiver o visto norte-americano válido e chegar no Canadá via aérea: trata-se do eTA (autorização eletrônica de viagem), que tem validade de 5 anos após a confirmação do seu pagamento.

Se você atender a esses requisitos, basta preencher este formulário (ou clicar no botão “Apply for an eTA”) no site oficial do governo canadense (munido de passaporte válido e cartão de débito/crédito) + pagar 7 dólares canadenses após clicar no botão “Transmit and pay” (CAD 7,00 = cerca de R$ 25,00). Se estiver tudo certo, em poucos minutos você receberá a resposta com a confirmação do visto por e-mail mesmo. Salve e imprima este e-mail. Ele já é suficiente para o acesso ao Canadá, junto com o passaporte válido (e o passaporte onde conste o visto norte-americano válido).

IMG-20200215-WA0056-01

GALERIA NACIONAL – OTTAWA, CANADÁ

OBS: A tradução das perguntas do formulário para o português brasileiro você encontra aqui. Para outras línguas e algumas instruções, clique neste link.

Outra forma de obtenção do visto canadense é a convencional (TRV – Temporary Resident Visa). Ela é aceita para quem entra no Canadá pela via marítima, terrestre ou aérea. Como ele custa a partir de CAD 100,00, só vale a pena se você chegar de barco, de carro/ônibus/trem ou se for de avião (e, neste caso, não conseguir obter o eTA). O TRV pode ser solicitado presencialmente – na VFS Global/CVAC em Brasília, RJ ou SP – ou online, via identificação biométrica e anexação de alguns documentos.

Para informações mais detalhadas, acesse esse site (com endereço, telefone e e-mail da embaixada e dos consulados do Canadá no Brasil) ou deixe sua pergunta ao final do post.

IMG-20200215-WA0077-01

LUZES DE OTTAWA – CANADÁ

FUSO HORÁRIO

GMT -5. Isso significa que são duas horas atrás do horário predominante brasileiro, desconsiderado o horário de verão. Exemplo: quando o relógio marca 10h da manhã em Brasília, são 8h da manhã em Ottawa.

20200103_132525-02

PARLIAMENT HILL VISTO DO CANAL RIDEAU – OTTAWA, CANADÁ

MOEDA

Dólar canadense (CAD). Para ter uma estimativa da cotação, confira o conversor monetário do Banco Central do Brasil (CAD 1,00 equivale aproximadamente a R$ 3,30).

Com o hotel e eventuais passeios pagos no cartão ou em dinheiro separado (leve impresso o voucher da sua reserva, disponibilizado assim que feito o pagamento antecipado pelo site da agência), é bom levar, no mínimo, 60 dólares norte-americanos convertidos em dólares canadenses por dia, além de cartão de crédito habilitado para uso internacional.

IMG-20200215-WA0051-01

FAIRMONT CHATEAU LAURIER – OTTAWA, CANADÁ

Caso deseje adquirir mais dólares canadenses, recomendamos o saque nos caixas ATM (há alguns no aeroporto, no Rideau Centre, nas imediações do Parliament Hill e no Mercado ByWard) ou nas casas de câmbio que ficam na zona turística (entre a City Hall e a National Gallery). Aproxime o mapa para localizar as alternativas mais próximas do local em que você se encontra.

IDIOMA

Inglês e francês. Ottawa fica na divisa entre a província de Quebec (francófona, precisamente a cidade colada de Gatineau) e a província de Ontário (anglófona). Por esta razão, e considerando que o país é oficialmente bilíngue e que o povo canadense é famoso pela cordialidade, é muito tranquilo se comunicar em qualquer dos citados idiomas.

IMG-20200215-WA0054-01

INTERIOR DA NOTRE DAME – OTTAWA, CANADÁ

O canadense é paciente; não se irrita em repetir a informação se você não entender de primeira. Vá tranquilo quanto a esse quesito, mesmo sem dominar língua estrangeira alguma, mas, se puder, diga um Good Morning (bom dia), Good Afternoon (boa tarde), Good Evening/Good Night (boa noite), Thank You (obrigado), Excuse me (com licença), Please (por favor), Sorry (desculpe). Os canadenses apreciam turistas atenciosos e educados.

QUANTO TEMPO FICAR

2 dias completos são suficientes. Ottawa tem um centro turístico pequeno e que dá perfeitamente para conhecer em caminhadas não cansativas. Mais dias que isso, você vai dar de cara com os mesmos lugares, sem novidades. Dedique o resto da sua temporada canadense para conhecer Quebec, Montreal e Toronto ou o lado centro-oeste do país.

IMG-20200215-WA0049-01

PARLAMENTO – OTTAWA, CANADÁ

COMO SAIR DO AEROPORTO

Forma mais barata: ônibus 97 (o local de saída fica no andar do desembarque). O pagamento tem que ser feito com dinheiro em espécie (leve trocado, porque o motorista não devolve troco) ou mediante a compra do PRESTO – cartão em que você coloca crédito para se deslocar pela cidade. Esse coletivo leva até o centro da cidade. O custo é igual a de uma passagem regular do ônibus urbano.

Forma mais confortável: Uber (cerca de CAD 30,00)/táxi, shuttle bus/ônibus executivo (cerca de CAD 60,00), transfer contratado previamente.

*Siga as placas no aeroporto ou procure o centro de informações para saber exatamente o ponto de partida desses modais até sua hospedagem ou outro local de interesse.

IMG-20200215-WA0084-01

PARQUE MAJOR HILL – OTTAWA, CANADÁ

HOSPEDAGEM

O ideal é ficar hospedado o mais perto possível do shopping Rideau Centre ou do Parliament Hill. Ficando lá, você consegue conhecer os pontos turísticos mais famosos de Ottawa caminhando.

Recomendamos a hospedagem no HI OTTAWA JAIL HOSTEL. Trata-se de um albergue com quartos privativos e coletivos (os banheiros são coletivos) instalado onde funcionava um presídio. Isso mesmo: os quartos ficam em antigas celas, com placas informando o preso que ficou recluso em cada uma delas; os banheiros e demais ambientes e acessórios remetem aos cenários da prisão que ali operava.

IMG-20200215-WA0095

HI OTTAWA JAIL HOSTEL – OTTAWA, CANADÁ

Pode parecer um pouco assustador ao primeiro contato, mas foi uma experiência incrível e única ter ficado ali. É um lugar seguro, limpo, ousado, organizado, muito bem localizado (na rua do shopping, e a menos de 10 minutos de caminhada do ByWard Market, exatamente aqui), com programações variadas a depender do dia (há pub crawls e city tours que saem desse hostel) e com café da manhã incluído – tudo isso a um preço acessível e em uma realidade diferente de qualquer outro lugar em que já ficamos.

Faríamos de novo e reforçamos a sugestão. Para conferir valores atualizados das diárias, clique neste link.

IMG-20200215-WA0098

HI OTTAWA JAIL HOSTEL – CANADÁ

A seguir, outras opções de acomodações em hospedagens convencionais bem avaliadas e bem localizadas em ordem decrescente do custo de diária:

IMG-20200215-WA0092

Caso deseje mais alternativas de hospedagens, consulte o Booking, Trivago, Tripadvisor. Caso prefira alugar um quarto, apartamento ou uma casa para uma temporada, tratando dos detalhes diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

IMG-20200215-WA0103

HI OTTAWA JAIL HOSTEL – CANADÁ

O QUE CONHECER
  • Canal Rideau: o curso d’água que atravessa o centro turístico da capital transforma-se a depender da estação do ano (pode ser rink de patinação no gelo durante o inverno, pode ser canteiro de flores durante a primavera) e de suas pontes você têm as melhores vistas dos prédios de belas fachadas. O melhor trecho para caminhar nas suas margens é o Rideau Locks (eclusas que ficam pertinho da Plaza Bridge, exatamente aqui). Metrô de superfície (O-Train) útil: linha 1/vermelha (estação Rideau). Ônibus próximo: linha 9 (parada Rideau C) ou linhas 6, 7, 12, 14, 15, 17, 18 (parada Elgin/Wellington).

IMG-20200215-WA0052-01

  • Parliament Hill: o lindo edifício que é sede do governo federal do Canadá. É possível fazer visitas guiadas gratuitas a boa parte do seu interior (reserve seu ticket clicando neste link do site oficial). Durante algumas noites há projeção de luzes e sons na sua fachada. Dá para tirar fotos muito boas próximo à Centennial Flame (chama em homenagem ao soldado desconhecido que representa os mortos nas guerras em que o Canadá participou oficialmente). Fica aqui. Metrô de superfície (O-Train) útil: linha 1/vermelha (estação Parliament). Ônibus próximo: linhas 11, 12, 17, 18, 22, 23, 24 (parada Wellington/Metcalfe).
20200103_174047

PARLAMENTO – OTTAWA, CANADÁ

  • Mercado ByWard: área mais animada do centro, com restaurantes, pubs e lojas para todos os gostos nos arredores. Fica aqui (aproveite para tirar uma foto com o letreiro de Ottawa, que fica pertinho, exatamente aqui). Metrô de superfície (O-Train) útil: linha 1/vermelha (estação Rideau). Ônibus próximo: linhas 5, 6, 7, 12, 14, 15, 17 (parada Rideau A), linhas 6, 9, 602 (parada Dalhouse/York), linhas 11, 17, 31, 48, 55, 59, 67 (parada Rideau/Sussex).
20200103_143210-01

MERCADO BYWARD – OTTAWA, CANADÁ

  • Galeria Nacional do Canadá: museu de arte com fachada de vidro e com uma aranha gigante no pátio de frente para a entrada principal. Do outro lado da rua fica a bela Catedral de Notre Dame (o interior é bem mais bonito do que a aparência externa) e ao lado da galeria fica o mirante Nepean Point (precisamente na base da estátua do conquistador francês Samuel de Champlain), de onde se tem uma das melhores vistas da cidade, perfeito para ser visitado perto do por do sol. Fica aqui. Metrô de superfície (O-Train) útil: linha 1/vermelha (estação Rideau). Ônibus próximo: linha 9 (parada Sussex/Murray).
20200103_135351-01

GALERIA NACIONAL – OTTAWA, CANADÁ

  • Museu Canadense de História: outra atração de grande riqueza cultural e linda fachada, de grande apelo para as crianças. Fica localizada no outro lado do rio (já na província de Quebec), exatamente aqui (aproveite para dar uma volta pelo Parque Jacques-Cartier, que fica pertinho, exatamente aqui). Ônibus próximo: linhas 67, 734 (parada Laurier/Élisabeth-bruyère), linhas 15, 63, 66 (parada Allumettières/Laurier). Não há estação de O-Train muito perto.
IMG-20200215-WA0053-01

OTTAWA – CANADÁ

*Há outros museus interessantes (Museu da Guerra/fica aqui, Museu da Aviação e do Espaço/fica aqui, Museu Canadense de Natureza/fica aqui) e o ótimo shopping Rideau Centre, ideais para dias de chuva depois de ter visitado os pontos acima destacados. Se fizer sol, principalmente no outono, aproveite para conhecer o parque onde fica o Pink Lake (exatamente aqui) ou para caminhar pelo Rideau Hall (palácio que é residência oficial do Governador-Geral do Canadá, e conta com bonito jardim).

20200103_190349-01

CORREDOR DE QUARTOS NO HI OTTAWA JAIL HOSTEL – OTTAWA, CANADÁ

**Se quiser caminhar sem rumo definido, só para ver o movimento mesmo, sugerimos o passeio pela Sparks Street e pela Metcalfe Street.

***Caso tenha alguma noite sobrando na cidade, assista ao jogo de hockey do time local (Ottawa Senators) no Canadian Tire Centre, arena multiuso onde acontecem shows também e fica aqui.

20200103_143217-01

OTTAWA – CANADÁ

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

A pé. Se você estiver hospedado entre algumas das alternativas indicadas nesse post ou nas redondezas do Parliament Hill/ByWard Market, é perfeitamente possível conhecer o principal da cidade caminhando. Procure um free walking tour (o Hi Ottawa Jail Hostel realiza essa excursão gratuita pelas atrações mais famosas, com informações sobre curiosidades históricas de cada uma).

ottawa-tourism-travel-trade-presentation-english-march-2010-4-728

MAPA DE OTTAWA (OS PONTOS TURÍSTICOS PRINCIPAIS FICAM NA PARTE CINZA/MARROM E NA MARGEM DIREITA DO CANAL RIDEAU) – CRÉDITO: SLIDESHARE

Se estiver distante do centro, opte pelo ônibus ou pelo O-Train. Caso pretenda utilizar o transporte público várias vezes, compre o cartão PRESTO com créditos ilimitados para um dia.

Outra boa opção para desbravar a cidade, arriscando ir para lugares menos fotografados e fazendo um exercício por essa cidade plana e pensada para mobilidade, alugue uma bicicleta e pedale por lá.

20200103_130842-01

MEMORIAL NACIONAL DA GUERRA – OTTAWA, CANADÁ

CULINÁRIA LOCAL
  • Poutine (batata frita com queijo e caldo de carne);
  • Maple Syrup (espécie de mel extraído da árvore típica canadense, normalmente servido em panquecas ou waffles; vale a pena provar o taffy – meio picolé/meio raspa raspa de maple syrup preparado numa camada de gelo);
  • Peanut butter (manteiga de amendoim de sabor que mistura o doce e o salgado com consistência de pasta de doce de leite, normalmente consumida em pães ou panquecas e encontrado em todos os supermercados e lojas de conveniência);
  • Bagel (tipo de pão durinho em forma de rosca, com diferentes recheios; prove com cream cheese e com salmão);
IMG-20200215-WA0071

OTTAWA – CANADÁ

  • Mac&Cheese (macarrão com queijo);
  • Fish and chips (influência inglesa);
  • Pies/tarts (tortas salgadas no estilo de uma empada, com diferentes recheios e com consistência mais cremosa; as modalidades doces mais famosas são as butter tarts – feita com creme de manteiga)
  • Beaver Tail (massa frita feito pastel, no formato de rabo de castor, e cobertura por tudo o que é tipo de doce: Nutella, M&M, baunilha, Oreo, cookies, canela, banana, etc…; vendido nos quiosques que levam o nome do doce);

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Reese (chocolate com recheio de pasta de amendoim; lembra uma paçoquita com cobertura de chocolate; encontrado em todos os supermercados);
  • Frutas vermelhas (framboesa, mirtilo, amora a preço mais acessível que em países tropicais) e carnes de caça (coelho, cervo, etc.)
RESTAURANTES
IMG-20200215-WA0069-02

OTTAWA – CANADÁ

20200103_184516-01

OTTAWA – CANADÁ

Para comer barato, a dica é comprar comida em algum supermercado/loja de conveniência (7 Eleven tem boas opções econômicas) ou escolher algum fast food (experimente a rede local Tim Hortons) ou ir à praça de alimentação do shopping Rideau Centre.

IMG-20200215-WA0057-01

NOTRE DAME – OTTAWA, CANADÁ

COMPRAS

As melhores concentrações de lojas e produtos artesanais são o shopping Rideau Centre (fica aqui),  os arredores do Mercado ByWard (fica aqui) e a Sparks Street.

Algumas lojas com preços mais em conta: Dollarama (fica aqui), The Bay/Hudson’s Bay (fica aqui) e Winners (fica aqui).

20200103_160203-01

SHOPPING CF RIDEAU CENTRE – OTTAWA, CANADÁ

Entre os artigos mais típicos para comprar de lembrança, destaque para garrafinhas de vidro e caixas com produtos à base de maple syrup ou produtos ligados à hockey ou com alusão a ursos e alces.

VIDA NOTURNA

Com pouco tempo na cidade e sem saber pra onde ir, sugerimos o Pub Crawl (o Hi Ottawa Jail Hostel é um dos que realiza esse tour noturno pelos bares e boates clássicas da capital). Outros Pub Crawls você encontra no site da Let’s Roam.

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos a Ottawa em janeiro de 2020 (começo do inverno canadense). Ficamos um dia (bastante nublado/cinzento) na capital canadense, como parada estratégica entre Quebec/Montreal e Toronto. Chegamos e saímos de ônibus Greyhound. Para o traslado rodoviária-centro e vice-versa pegamos o Uber (custou entre CAD 15,00 e CAD 20,00).

IMG-20200209-WA0050-01

OTTAWA – CANADÁ

Nossos eTA’s foram tirados junto com a agência de intercâmbio World Study em um procedimento muito tranquilo e barato. Ter o visto norte-americano válido ajuda demais. Do momento em que solicitamos os eTA’s pelo sistema ao momento em que os recebemos não demorou sequer 15 minutos.

Ficamos hospedados no HI OTTAWA JAIL HOSTEL. Foi surreal. Não há nada parecido com aquilo. Nenhum lugar em que dormimos antes e dormiremos nas próximas viagens compara-se a dormir em um antigo presídio. Além de todos os cuidados básicos esperados (limpeza, bom atendimento e qualidade dos acessórios). A ambientação é propositalmente mantida como tal, com referência aos detentos, um Código Penal dentro do quarto, o jeito como as toalhas e lençois são dobrados, a iluminação e a decoração dos corredores, dos banheiros, das escadas. É uma experiência extraordinária, que deve ser vivida, a ponto de ser uma atração turística para não hóspedes.

A partir da nossa acomodação, todos os nossos deslocamentos foram feitos a pé. Segurança e tranquilidade absolutas na cidade. Nenhum medo de assalto, mesmo passando por regiões pouco movimentadas, seja de dia ou à noite.

Comemos no ByWard Market (em um restaurante taiwanês e uma cafeteria onde são vendidos os cookies que Barack Obama comeu quando visitou a cidade) e lanchamos no BeaverTails. As comidas foram saborosas, em especial “o rabo de castor”, mas sugerimos outras opções de pratos salgados (confiram boas alternativas na seção Restaurantes). O preço dos restaurantes lá é pouco mais barato do que em Montreal, mas similar ao de Toronto. Fique atento, que o valor das refeições é sempre adicionado de uma taxa na conta (assim como acontece em qualquer compra no Canadá).

IMG-20200215-WA0073-01

OTTAWA SIGN – CANADÁ

Os lugares que mais gostamos foram (na ordem de preferência): show de luzes e som Parliament Hill, arredores do ByWard Market, interior do Hi Ottawa Jail Hostel, shopping Rideau Centre e interior da Catedral de Notre Dame. O Canal Rideau, famoso por tornar-se o maior rink de patinação no gelo durante o inverno, estava congelado, mas infelizmente não estava apropriado para o uso que a gente queria ver.

Sugestão de roteiro: em apenas um dia você consegue conhecer todos os pontos turísticos (revisitando-os, inclusive) que mencionamos no tópico “O QUE CONHECER”. Comece o tour pelo albergue-presídio, depois atravesse a ponte ali perto (Mackenzie King Bridge) e tenha a primeira panorâmica dos prédios mais famosos de Ottawa.

IMG-20200215-WA0050-01

PARLIAMENT HILL – OTTAWA, CANADÁ

Caminhe até o Memorial Nacional da Guerra, dedicado aos soldados canadenses que lutaram na I Guerra Mundial. Dobre a esquerda e passe um bom tempo no Parliament Hill (faça a visita guiada gratuita no interior do edifício governamental mais importante do Canadá).

Na saída, caminhe pela rua comercial Sparks Street (lá há boas opções de restaurantes também). Depois do almoço, volte até as margens do Canal Rideau e ande pelo trecho das eclusas/locks 1-8. Atravesse a Plaza Bridge e veja o belo Fairmont Chateau Laurier (outro bom lugar para fazer uma refeição).

Siga até o Mercado ByWard e circule pelas lojinhas e quitandas de lá. Depois, vá à Catedral de Notre Dame (entrada gratuita), passando pelo Parque Major’s Hill. Depois de visitar o interior da citada igreja, atravesse a rua e passe um tempo dentro da Galeria Nacional. Saindo de lá, dirija-se ao Nepean Point e tire algumas belas fotos com a vista da cidade a partir da estátua de Samuel de Champlain.

Atravesse a ponte (Alexandra Bridge) e visite o Museu de História Canadense, parando um tempinho para olhar a silhueta do centro da cidade de outra perspectiva. Ao anoitecer, passeie pelo shopping Rideau Centre e, por fim, termine a noite em algum pub ou restaurante nas imediações do Mercado ByWard.

IMG-20200215-WA0055-01

INTERIOR DA NOTRE DAME – OTTAWA, CANADÁ

Com mais tempo na cidade, sugerimos: A) visitar as atrações mais afastadas (Pink Lake e o Rideau Hall) e/ou B) visitar algum outro museu/galeria (Museu da Guerra, Museu Aeroespacial, Museu Canadense da Natureza, etc), Com noite sobrando na cidade, assista ao jogo de hockey do time local (Ottawa Senators) no Canadian Tire Centre, que fica aqui.

Veredicto: turisticamente pequena e não tão animada quanto Montreal, Toronto e Quebec, Ottawa se revelou uma cidade que parece mais adequada para morar que visitar. Ela tem inúmeros valores culturais (profusão de museus impressionante), muitos parques e – apesar dos traços urbanos inegáveis – um ar de sossego/calmaria domina seu ritmo.

Gostamos muito mais da noite em Ottawa – linda iluminação de ruas, prédios e restaurantes – do que do dia e acreditamos que a capital canadense merece uma chance de turistas, nem que seja como parada rápida entre as maiores cidades do leste do país, sobretudo na primavera e no auge do inverno (fevereiro, quando o Canal Rideau é usado como pista de patinação, em um cenário bastante incomum, divertido e bonito).

IMG-20200215-WA0047-01

CANAL RIDEAU – OTTAWA, CANADÁ

DICAS

⇒ Viaje para Ottawa entre fevereiro e maio. É nesse intervalo que a cidade fica mais bonita e quando o índice de chuvas é menor. Julho e agosto são os meses com mais festivais e eventos (o dia 1º de julho é o Dia da Independência do país, sendo bastante festejado em Ottawa), caso prefira esse critério na hora de escolher a data da viagem.

⇒ Se for no rigoroso inverno, leve roupas de frio consistentes: casaco grosso corta-vento, com capuz e impermeável, segundas-peles (tanto blusas quanto calças), calçados confortáveis e impermeáveis, cachecol, touca, acessório que proteja as orelhas, luvas.

20200103_175017

MEMORIAL NACIONAL DA GUERRA – OTTAWA, CANADÁ

⇒ Ainda no tocante ao inverno, se viajar durante essa estação a Ottawa, procure ir ao jogo de hockey do time local, Ottawa Senators, no Canadian Tire Centre (fica aqui). É um dos programas preferidos entre os canadenses, e o preço do ingresso não é tão absurdo quanto em Toronto e Montreal.

IMG-20200215-WA0056-01

GALERIA NACIONAL – OTTAWA, CANADÁ

⇒ Aplicativos sempre ajudam (fundamental comprar um chip SIM – a gente adora e recomenda o EASYSIM4U – para ter acesso a Internet em qualquer lugar da cidade). Mencionamos durante o post e aqui resumimos alguns que podem facilitar sua viagem:

Para saber sobre o clima Weather Channel, para ajuda no idioma o conhecido Google Tradutor, o Lexifone (capaz de gerar áudios no idioma escolhido e traduzir áudios) e Wordlens (traduz placas e textos mediante a foto tirada por seu celular, o aplicativo traduz para você o que está escrito). Ah! Não deixe de baixar o Google Maps, com os pontos que pretende conhecer já destacados, bem como as rotas devidamente estudadas.

20200103_133339-01

OTTAWA – CANADÁ

⇒ Recomendamos a hospedagem próxima ao shopping Rideau Centre/ByWard Market ou ao Parliament Hill, em especial reforçamos a sugestão pela experiência única de acomodação no HI OTTAWA JAIL HOSTEL. Ficando nessas redondezas, você conhecerá as atrações mais famosas a pé.

⇒ Para não correr o risco de ficar sem fotos, leve um adaptador universal para tomadas. A tomada do Canadá é do tipo A (foto da esquerda logo abaixo) e do tipo B (foto à direita). O padrão de voltagem é 110/120v.

20200103_133741-01

NOTRE DAME – OTTAWA, CANADÁ

CURIOSIDADES

→ Ottawa é a capital e a quarta maior cidade do Canadá (segundo maior país do mundo em extensão territorial), com cerca de 1 milhão de habitantes.

→ Seu nome original (ano de fundação: 1826) era Bytown e passou a ser chamada Ottawa em função do rio que a atravessa e que, na língua algonquina das Primeiras Nações canadenses, significa “trocar/troca/câmbio”.

IMG-20200215-WA0045-02

ENTRADA DO HI OTTAWA JAIL HOSTEL – CANADÁ

→ Apesar de ter recebido a visita europeia com o conquistador francês Samuel de Champlain em 1613, a cidade só tornou-se efetivamente ocupada por povos não nativos – no caso, britânicos – durante o século XIX (até então só servia como ponto de comércio entre caçadores e comerciantes de pele), para evitar a invasão/expansão norte-americana, sobretudo após a Guerra de 1812.

→ Passou a ser a capital da província em 1857 após decisão da Rainha Vitória, em função de sua maior distância/segurança territorial ao possível invasor norte-americano; em virtude de sua localização entre o Alto Canadá (francês) e o Baixo Canadá (inglês); e graças a sua beleza natural. Com a independência do Canadá, em 1867, permaneceu como a capital do novo país.

IMG-20200215-WA0076-01

OTTAWA – CANADÁ

→ Sofreu fortes incêndios em 1900 e 1916, reconstruindo-se rapidamente em seguida, mas somente tendo sido implementado o replanejamento urbano a partir de 1951, idealizado pelo francês Jacques Gréber. Mais recentemente, foram registrados terremotos em Ottawa (5,2 na escala Richter em janeiro de 2000; 4,5 em 2006).

→ A temperatura mínima histórica de Ottawa foi de -46,1ºC, no inverno de 1943 (atualmente o inverno registra uma temperatura média de -10/-8ºC). A máxima foi de 39,5ºC em agosto de 2005 (atualmente, o verão registra uma média de 20 a 25ºC).

20200103_132427-03

FAIRMONT CHATEAU LAURIER – OTTAWA, CANADÁ

→ É a cidade com maior nível educacional do país (maior índice per capita de engenheiros, cientistas e doutores do Canadá), bem como a com menor índice de desemprego e mais alto padrão de vida, sendo repetidas vezes considerado o melhor lugar para viver no Canadá.

→ Entre as celebridades que nasceram ou foram criadas em Ottawa: Alanis Morrissette, Sandra Oh (médica Cristina Yang de Grey’s Anatomy) e Mathew Perry (Chandler de Friends).

SEGURO VIAGEM

 

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

12 comentários sobre “OTTAWA

  1. Herculano disse:

    Embora não muito comentada nos roteiros turísticos para o Canadá, o blog mais uma vez nos surpreende, oferecendo excelente opção pra conhecer Otawa. Excêntrica, com aquela hospedagem numa cadeia, mas muita marcante por sua beleza e várias opções a desfrutar.
    Valeu pelas dicas como sempre!

Deixe uma resposta