ISTAMBUL

A histórica cidade espalhada em dois continentes; o mais importante reduto turco, sede do Império Romano do Oriente; terra das mesquitas mais famosas, das baklavas mais gostosas, dos bazares mais grandiosos e sedutores, dos palácios mais ornamentados, da comida de rua mais variada, gostosa e barata, da tradição cultural autêntica ao dosar o Oriente com o Ocidente, do gigante aeroporto, do fanatismo pelo futebol (maior que o brasileiro), da vida noturna animada e eclética.

Não é pouca coisa que você vai encontrar em Istambul, um dos lugares mais sensacionais, diversificados e marcantes que já visitamos. Dá saudade de lá só em lembrar sobre o que escrever nessas linhas. Confira nos tópicos abaixo os motivos do nosso carinho pela eterna terra dos sultões.

20190817_122158-01

TORRE DE GÁLATA – ISTAMBUL, TURQUIA

COMO CHEGAR

De avião – a forma mais rápida e segura. Há voos diretos diários de São Paulo para Istambul, operados pela Turkish Airlines. A duração é de 12h30. Um custo razoável da passagem para lá é de R$ 2.500,00 (normalmente, com conexão em Paris, Amsterdã, Barcelona, Londres ou Frankfurt – todos esses grandes centros com voos diretos regulares saindo das principais cidades brasileiras).

3979433B-BF6D-420A-8921-706F50870B76-01

INTERIOR DA HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

* Faça a simulação no Skyscanner, no Decolar, no Google Flights e baixe o aplicativo de Passagens Imperdíveis para acompanhar as promoções até lá. A compra de passagens costuma ser mais barata se for feita entre terça-feira e quarta-feira. Além disso, navegue de forma anônima (Ctrl + Shift + N no Google Chrome) para ter mais chance de manter os preços de sua primeira consulta.

20190813_070343-01

AEROPORTO DE ISTAMBUL VISTO DO AVIÃO DA TURKISH AIRLINES – TURQUIA

De cruzeiro – os portos de embarque mais comuns ficam na Grécia (Atenas), na própria Turquia (Éfeso ou Kusadasi), na Itália (Roma ou Veneza), na Espanha (Barcelona), na Croácia (Split ou Korcula), na Rússia (Sochi) ou na Ucrânia (Odessa). O terminal de cruzeiros de Istambul fica no píer de Karaköy, pertinho das atrações mais famosas da cidade (exatamente aqui). Consulte o site 123Cruzeiros para ver a opção que inclui o melhor roteiro náutico envolvendo Istambul ou então as companhias MSCCosta e Norwegian Cruise Line – as mais respeitadas nesse quesito.

20190812_121527-01

HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

De ônibus – alternativa principalmente para quem começa a viagem na Turquia pela Capadócia. Não recomendamos, haja vista o tempo de duração (entre 11h e 12h, em cerca de 750 km de estrada) e o custo similar à opção aérea que liga essas duas cidades turísticas. De qualquer forma, para quem tem interesse, algumas empresas de coletivos que operam no trajeto Capadócia/Göreme – Istambul são: Metro (chegando em Samandira Tesis), Kamil Koç (o melhor terminal de chegada é o Istambul-Esenler Otogar, já que fica mais perto do centro histórico da cidade e fica bem próximo a uma estação de metrô), Öncü Seyahat (mais barata que as anteriores). Os terminais de ônibus de Istambul você encontra aqui.

20190817_042426-01

ENTRADA PRINCIPAL DO PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

De carro alugado – também não aconselhamos, pelo fato de Istambul ser uma cidade grande e com tráfego intenso. De qualquer forma, caso queira a independência de ter um transporte privativo a qualquer tempo, recomendamos a locação no site da Rentcars. Seguem os percursos, distância e duração entre as cidades mais turísticas turcas até Istambul:

20190812_103004-01

PÁTIO DA MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

  • saindo da Capadócia/Göreme: 8h30/9h, pelas rodovias D750/E90 + O4 ou pela via D200/E90;
  • saindo da cidade histórica e balneária de Éfeso: 5h30/536km, pelas rodovias E-881 + O5;
  • saindo da cidade litorânea da Anatólia/Antália: 9h20/740km, pela rodovia D650;
  • saindo de Ancara (a capital turca): 5h/450km, pela rodovia O4 (E89 + E80).

* Baixe o Google Maps e o aplicativo Maps.Me no seu celular, marque os pontos de referência da estrada por essas ferramentas, estude o percurso e, se possível, tenha o chip SIM com Internet internacional ilimitada para se preparar para essa odisseia.

IMG_0817-01
QUANDO IR

Entre maio e outubro, época de temperaturas amenas e menor probabilidade de chuva. Setembro é o melhor mês para fazer o passeio de balão na Capadócia (menos ventos), por isso, é uma época perfeita para viajar para Istambul no pacote.

Vale lembrar que julho e agosto são os meses mais festivos (auge do verão no Hemisfério Norte), mas os mais caros.

IMG_4086-01

O LINDO CENÁRIO DA MESQUITA DE ORTAKÖY (VÁ ATÉ ESSE LOCAL EM UM DIA DE SOL) – ISTAMBUL, TURQUIA

Para conferir os principais festivais dessa efervescente cidade, clique neste link ou nesse aqui ou ainda nesta opção (adiantamos que, embora o lindo festival das tulipas ocorra em abril, é em junho e julho quando acontecem os eventos mais movimentados).

VISTO

Não é exigido de turistas brasileiros. Basta levar um passaporte válido por 6 meses.

A imigração é bem tranquila nos principais aeroportos da Turquia. Seja respeitoso, educado e tranquilo, mas não displicente nem autoritário. Jamais demonstre pressa ou impaciência perante os fiscais.

IMG_0879-01

CORREDOR LATERAL DA PRAÇA SULTANAHMET COM VISTA PARA A MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

Para evitar a mais remota dor de cabeça, recomendamos que tenha em mãos a passagem de saída do país, reservas com datas de hospedagens e uma declaração de vínculo empregatício no Brasil (nunca cobraram isso da gente em países que não requerem o visto, mas serve como cautela máxima).

Caso deseje mais informações, acesse o link do Portal Consular.

20190816_140703-01

TRAVESSIA DO BÓSFORO COM A PONTE EMINÖNÜ E, AO FUNDO, A TORRE DE GÁLATA – ISTAMBUL, TURQUIA

FUSO HORÁRIO

GMT +3. Isso significa que são 6 horas à frente do horário predominante no Brasil, desconsiderado o horário de verão. Assim, quando o relógio marca 7h30 da manhã em Brasília, são 13h30 em Istambul.

IMG_4006-01

TORRE DA DONZELA (CONSTRUÍDA DURANTE O DOMÍNIO DOS GREGOS, HÁ MAIS DE 2 MIL ANOS, JÁ FOI FAROL E HOJE É RESTAURANTE)

MOEDA

Lira turca (₺ ou TL). Para ter uma estimativa da cotação, confira o conversor monetário do Banco Central do Brasil.

Com o hotel e passeios pagos no cartão (leve impresso o voucher das suas reservas, disponibilizado assim que feito o pagamento antecipado pelos sites das agências), é bom levar, pelo menos, 50 euros diários por pessoa convertidos na moeda nacional e o cartão de crédito habilitado para uso internacional.

IMG_0611-01

PRAÇA SULTANAHMET – ISTAMBUL, TURQUIA

Caso deseje adquirir mais liras turcas em Istambul, recomendamos o saque nos caixas ATM ou as casas de câmbio que ficam no aeroporto ou no centrinho turístico (nas imediações da Praça Sultanahmet e perto do píer de Eminönü) ou em Karaköy (perto da Torre Gálata) ou perto da Praça Taksim e na Rua Istiklal. Para mais opções de caixas eletrônicos e casas de câmbio, clique aqui e aproxime o mapa para localizar as alternativas mais próximas do local em que você se encontra.

20190817_041626-01

ISTAMBUL – TURQUIA

* A Turquia é um dos destinos mais baratos da Europa, e por isso um dos que mais dá vontade de gastar. Levar 50 euros é suficiente para fazer as três refeições e ainda comprar lembrancinhas baratas, mas se puder levar 80 a 100 euros/dia (convertidos em turcas liras), dá pra ser mais feliz com a quantidade de coisas lindas que dá para comprar nas inúmeras lojinhas que tem por lá.

20190817_130230-01

VISTA DA TORRE DE GÁLATA PARA O LADO EUROPEU DE ISTAMBUL – TURQUIA

IDIOMA

Turco (não confunda com o árabe), mas o inglês é bem aceito e compreendido por lá. Prestadores de serviços e funcionários de atrações turísticas entendem e dão as informações básicas em inglês perfeitamente compreensível.

Os turcos são muito simpáticos, prestativos e comunicativos (adoram uma boa negociação no comércio; pechinche pra valer antes de comprar). Mesmo se você não falar inglês muito bem, eles vão te ajudar. Além disso, muitos brasileiros estão viajando cada vez mais para o país. Assim, eles estão acostumados a lidar conosco. Comunicação, enfim, é bem tranquila por lá.

20190817_041940-01

UM DOS JARDINS DO PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

QUANTO TEMPO FICAR

No mínimo, 3 a 4 dias completos, mas o recomendável é entre 5 dias e 1 semana inteira. A cidade é repleta de coisas pra fazer e monumentos por todas as partes, além do Estreito de Bósforo, sendo necessário reservar alguns dias para passear pela área europeia e outros para os bairros asiáticos.

20190812_111243-01
COMO SAIR DO AEROPORTO

A partir do novo aeroporto de Istambul (Istanbul Havalimani – IATA: IST):

Ônibus Havaist – forma mais barata. O coletivo da empresa Havaist liga o imenso aeroporto (Istanbul Havalimani) a vários locais da cidade (entre eles o centrinho – a 50 km de distância). Para ter acesso ao ônibus, ao sair do desembarque, siga as placas indicativas do ícone do ônibus, elas vão apontar para você descer ao piso -2.

20190818_041827-01

ÔNIBUS HAVAIST (MEHOR FORMA DE SAIR DO AEROPORTO ATÉ O CENTRO TURÍSTICO) – ISTAMBUL, TURQUIA

Ao chegar nesse andar, você verá um corredor de ônibus estacionados. Dirija-se até o guichê na calçada e compre seu Istanbul Kart (cartão de transporte público integrado – isto é, válido para bondinhos eletrônicos, metrôs de superfície e outros modais em Istambul).

O valor desse cartão é de 10 TL. Embora ele possa ser compartilhado entre diferentes pessoas, faça uma recarga de, pelo menos, 30 liras turcas adicionais por pessoa (a recarga é individual).

20190813_034736-01

AEROPORTO DE ISTAMBUL – TURQUIA

Com o cartão em mãos, pegunte no guichê da compra onde fica a plataforma de onde sai o ônibus até seu local de destino. Para a maioria dos turistas, a parada mais importante é a Sultanahmet, onde ficam as mesquitas mais famosas, o centro comercial (pertinho do Grande Bazar), de restaurantes, hotéis, de parques e do porto de onde saem os passeios de ferry pelo Estreito de Bósforo. Os ônibus para a praça Sultanahmet (última parada) são os expressos  da linha IST-20, e saem da plataforma 16. O custo estimado do trajeto é de ₺ 18,00 por pessoa.

*Outras linhas expressas  úteis a turistas: IST-19 (vai até a praça Taksim; custo do trecho é de ₺ 18,00 por pessoa); IST-1 (vai até Yenikapi, hub de onde saem ônibus e metrôs para várias partes da cidade; custo do trecho é de ₺ 18,00 por pessoa).

20190818_045904-01

O LINDO,  LUXUOSO E ENORME NOVO AEROPORTO DE ISTAMBUL – TURQUIA

** Os ônibus Havaist têm wi-fi, possuem tela de entretenimento com entrada USB e são confortáveis com espaço suficiente para malas. Com o Istanbul Kart, você pode pagar a passagem diretamente com o motorista, com quem você pode recarregar seu cartão (pagando com cartão de crédito; eles não aceitam dinheiro em espécie).

20190812_115606-02

CISTERNA DA BASÍLICA – ISTAMBUL, TURQUIA

Transfer/van compartilhada – negocie com o seu hotel ou com alguma das empresas que realizam esse serviço no balcão próximo à retirada das malas para que forneçam o transfer por 15 euros ou até ₺ 80,00.

Táxi – forma mais cara e confortável. O trajeto aeroporto-centro custa cerca ₺ 150,00. Para ter acesso às cooperativas confiáveis, basta seguir as placas ao sair do desembarque. Uber não opera no/para o novo aeroporto de Istambul.

IMG_0808-01

HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

A partir do Aeroporto Sabiha Gökçen (IATA: SAW), comum para quem viaja de low cost até Istambul:

Ônibus regular – linha E3 é a única que conecta até a parte europeia da cidade, parando na estação de metrô Levent (a 4 paradas da estação Taksim).

Shuttle (micro-ônibus) – operado pela empresa Havabus; leva até a praça Taksim a cada meia hora. Duração do trajeto: 30 minutos. Custo aproximado: ₺ 13,00 (fora o valor do cartão Istanbul Kart).

20190817_125445-02

VISTA DA TORRE DE GÁLATA – ISTAMBUL, TURQUIA

Táxi – a depender da área turística onde você estará hospedado, o custo da corrida costuma variar entre 80,00 e 100,00 liras turcas. Uber também não opera no/para o citado aeroporto.

HOSPEDAGEM

Os arredores da praça Sultanahmet e da praça Taksim são os que concentram a maior quantidade de hotéis por ficarem em áreas com muitas atrações turísticas por perto. Ficando em um dos dois locais, você estará bem situado. O preço das diárias costuma ser mais barato do que hotéis de padrão similar em países europeus. O serviço é bastante profissional e o atendimento é honesto, pontual e simpático.

IMG_0510

QUARTO DO LALINN HOTEL (QUE INCLUI BANHEIRO PRIVATIVO) – PERTINHO DA PRAÇA SULTANAHMET, ISTAMBUL, TURQUIA

Ficamos no excelente Lalinn Hotel (fica aqui). Embora não sirva café da manhã e esteja localizado em uma rua feia e com aspecto esquisito à noite, foi um lugar seguro, com ótimos quartos privativos, recepcionista atencioso e prestativo, além de ficar a menos de 10 minutos de caminhada da praça Sultanahmet (que liga a Mesquita Azul à Hagia Sofia) e a pouco mais de 2 km do píer Eminonu (de onde saem os passeios de barco pelo Estreito de Bósforo). Recomendamos bastante.

IMG_4021-01

PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

A seguir, mais opções bem avaliadas em ordem decrescente de custo.

Pertinho da praça Sultanahmet:

IMG_0913

ISTAMBUL, TURQUIA

20190812_053706-01

MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

Pertinho da Torre Gálata, recomendamos:

Pertinho da Praça Taksim, sugerimos:

20190817_040645-01

PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

Em Kadiköy/Moda (bairros do lado asiático, com opções mais baratas, acesso mais difícil para o aeroporto e com menos atrações turísticas por perto), aconselhamos:

Para mais alternativas de hospedagens, consulte o BookingTrivagoTripadvisor. Caso prefira alugar um quarto, apartamento ou uma casa para uma temporada, tratando dos detalhes diretamente com o proprietário, acesse o Airbnb.

20190812_112445-02

HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

O QUE CONHECER

Praça Sultanahmet – praça principal da parte antiga da cidade. Separa as mesquitas mais famosas de Istambul e possui um paisagismo muito bonito, com jardins, corredores, bancos e fontes que formam um lindo cenário para fotos. Perto dela você encontra vendedores de comidas de rua, lojas de trajes típicos e o Arasta Bazar. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

20190812_143444-01

CORREDOR DA PRAÇA SULTANAHMET COM VISTA PARA A HAGIA SOFIA SOB UM CÉU ROXO – ISTAMBUL, TURQUIA

Mesquita Azul/Sultanahmet Mosque – a mesquita com o interior mais bonito (vitrais e mosaicos incomparáveis). Construída entre 1609 e 1616, é a única com 6 minaretes. O horário de visitação é reduzido às sextas-feiras, ocorrendo apenas no turno da tarde. Entrada gratuita. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

20190812_104016-01

PARTE DO INTERIOR DA MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

Santa Sofia/Hagia Sofia – museu mais famoso da cidade, pela riquíssima história: já foi basílica cristã e já foi mesquita, tendo sido o maior templo religioso por quase mil anos. Seus detalhes no interior são de ouro. Visita imperdível. Não abre às segundas-feiras. Preço estimado da entrada: 100 TL. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

IMG_0940-02

A HISTÓRICA HAGIA SOFIA (JÁ FOI IGREJA ORTODOXA GREGA, JÁ FOI MESQUITA, HOJE É MUSEU) – ISTAMBUL, TURQUIA

Cisterna da Basílica/Yerebatan Saray – maior reservatório de água construído durante o Império Romano do Oriente em Istambul. Lugar lindíssimo, com mais de 300 colunas coríntias iluminadas indiretamente (destaque para a coluna com a Cabeça da Medusa na base e a “Coluna em lágrimas”). Aberto todos os dias. Preço estimado: 30 TL. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Travessia do Bósforo – clássico passeio de barco que mostra as atrações principais tanto do lado europeu quanto do lado asiático de Istambul, contando um pouco da história da cidade e de alguns pontos turísticos avistados. Além das mesquitas e palácios à beira-mar, destaque para a Torre da Donzela, para a Ponte do Bósforo, para a fortaleza/castelo Rumelihisari e para a Ponte Fatih Sultan Mehmet. Os passeios partem do píer Eminönü – fica aqui – em diferentes horários (recomendamos o que sai perto do por do sol, para ver a cidade em claro e com as luzes acesas), sendo 2h30/3h a duração do mais completo. Há várias empresas que agenciam esses passeios, mas se você comprar seu ticket em um vendedor no porto conseguirá um preço muito mais barato (pagamos 20 TL por pessoa para o passeio completo). Essa atração começa aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sirkeci (linha T1/azul escura).

20190816_144720-01

FORTALEZA RUMELIHISARI – TURQUIA, ISTAMBUL

Grande Bazar – maior mercado coberto do mundo. Embora não seja o lugar mais barato para compras (itens similares mais baratos são encontrados em Kadiköy), é o mais folclórico e turístico. Lá é possível pagar para tirar fotos com tapetes e luminárias coloridas. Visita imperdível. Entrada gratuita. Esa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Beyazit (linha T1/azul).

20190817_052259-01

O GIGANTESCO E LINDO GRANDE BAZAR – ISTAMBUL, TURQUIA

Torre de Gálata – imponente torre que domina o panorama da parte europeia, na seção norte do Corno de Ouro (Golden Horn), foi construída em 1348 durante a expansão da colônia genovesa de Constantinopla. No alto da torre fica um belo restaurante e um terraço circular que é um dos melhores mirantes da cidade, ótimo para o por do sol. Custo estimado da entrada: 35 TL. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Karaköy (linha T1/azul). Por ficar no alto de uma colina, caso não tenha condições ou vontade de subir a pé as ruas comerciais pelo caminho, suba de funicular na estação Karaköy, que fica aqui.

20190817_121214-01

TORRE DE GÁLATA – ISTAMBUL, TURQUIA

Palácio de Topkapi – residência oficial dos sultões por 400 anos, localizado na acrópole da cidade. Lá você conhece o harém e outros diferentes ambientes e utensílios de muita opulência, todos trabalhados em mosaicos impressionantes de cores e formas. Não abre às terças-feiras. Custo estimado da entrada: 100 TL (30 TL adicionais para acesso ao Harém e à Hagia Eirene). Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

20190817_034857-02

ENTRADA DO PALÁCIO DE TOPKAPI (PRIMEIRA RESIDÊNCIA OFICIAL DOS SULTÕES) – ISTAMBUL, TURQUIA

Mesquita de Ortaköy – seria uma bela mesquita (com interior em pedra rosada e de cor salmão), como outra qualquer, se não fosse seu ainda mais lindo pano de fundo: o Estreito de Bósforo logo atrás e a Ponte do Bósforo. Não é à toa que trata-se de um cenários mais retratados nos cartões-postais da cidade. Rende lindas fotos  Perto dela ficam bons restaurantes e um animado mercado, com interessantes opções de souvenirs.  Aberta todos os dias entre 9h e 18h. Entrada gratuita. Essa atração fica aqui. Para chegar de transporte público: tram/bonde até a parada Kabatas (linha T1/azul escura) + ônibus (linhas 22, 22B, 22RE, 25E, 30D, 40, 40T, 42T, 57UL, DT1, U1).

IMG_4101-01

MESQUITA DE ORTAKÖY – ISTAMBUL, TURQUIA

Palácio Dolmabahçe – residência oficial dos últimos sultões, o primeiro palácio de estilo europeu em Istambul, pertinho do  Estádio do Besiktas. Também possui lindos quartos, mosaicos e azulejos impressionantes. Destaque para o jardim com o portão que se abre para o Estreito de Bósforo, para a Torre do Relógio, para o lustre de cristal da Boêmia (o maior do gênero) no salão central e para o leito de morte de Mustafa Kemal Atatürk, proeminente militar turco durante a I Guerra Mundial e que conduziu o país à República e à modernização nos anos seguintes. Não abre às segundas e quintas-feiras. Custo estimado da entrada: 90 TL a visita básica (120 TL o combo mais completo, incluindo a Torre do Relógio e o Harém). Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Kabatas (linha T1/azul escura).

20190816_141659-01

PALÁCIO DOLMABAHÇE (RESIDÊNCIA OFICIAL DOS ÚLTIMOS SULTÕES) – ISTAMBUL, TURQUIA

Parque Gühlhane – o mais antigo parque urbano da cidade é um espaço verde amplo, bom para caminhadas e piqueniques, com uma localização estratégica (perto das mesquitas mais famosas e do Palácio Topkapi), com canteiros floridos e uma bonita vista da cidade. Entrada gratuita. Aberto diariamente. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Gülhane (linha T1/azul escura).

20190816_132939

PARQUE GÜLHANE – ISTAMBUL, TURQUIA

Hipódromo de Constantinopla – localizado no corredor lateral oeste da Praça Sultanahmet, é onde aconteciam os eventos esportivos e sociais no início do Império Romano do Oriente/Império Bizantino. Destaque para a Coluna de Constantino/Coluna Serpentina e para o Obelisco de Thutmosis III/Obelisco de Teodósio, ambos milenares. Por ficar em praça pública, não há custo nem horário de funcionamento. Essa atração fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Sultanahmet (linha T1/azul escura).

20190812_123807-01

CORREDOR DO ANTIGO HIPÓDROMO DE CONSTANTINOPLA – ISTAMBUL, TURQUIA

Mercado de Kadiköy – atração principal do bairro asiático de Istambul que vem despertando cada vez mais a atenção dos turistas. O fato de cobrar preços muito mais baratos do que os cobrados no Grande Bazar e o fato de contar com uma presença maior de nativos que de turistas tornam esse lugar mais autêntico e real que as atrações famosas dos bairros europeus. É por lá também que você encontra restaurantes servindo comida dos tempos otomanos e barraquinhas vendendo temperos e aperitivos mais raros/exóticos. Essa atração fica aqui. Estique a visita a esse mercado para fazer um passeio pelo calçadão de Kadiköy (vizinho à estação de ferry) e para ver um por do sol incrível no alto da Çamlica Hill (perto da estação de metrô Kisikli, exatamente aqui). Para chegar: ferry saindo do píer de Eminönü ou do píer de Besiktas. Os horários de saída dos barcos você confere nesse link.

20190817_035238-01

PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

Büyükada – a maior ilha das Prince Islands. Lugar tranquilo e bonito para caminhar, pedalar, andar de carruagem pelas ruas de sobrados (lá parece que o tempo parou) ou tomar um banho de mar na Blue Beach. Essa atração fica aqui. Para chegar: ferry/barco que sai do píer de Bostanci (ao sul de Kadiköy, no lado asiático; fica aqui).

20190812_053631-01

ISTAMBUL – TURQUIA

Aquário – atração para levar crianças ou para ser visitada em dias de chuva. Fica perto do antigo Aeroporto Atatürk, distante do centro. Custo estimado da entrada: 100 TL (90 pela Internet). Essa atração fica aqui. Para chegar: suba no ônibus shuttle fornecido pelo aquário com parada nas praças Sultanahmet e Taksim; ou vá de trem (desça na estação Florya Akvaryum) ou ônibus (linhas 73B, 73F, 73Y).

20190816_142742-01

PONTE DO BÓSFORO (UMA DAS LIGAÇÕES ENTRE OS BAIRROS ASIÁTICOS E OS BAIRROS EUROPEUS) – ISTAMBUL

Museu de Arte Moderna – atração autoexplicativa para ser visitada caso você canse de tantos museus e cenários históricos lindos. Ela fica aqui. Parada de bonde/tram mais próxima: Odakule (linha NT/verde) ou estação de metrô Sishane (linha M2/verde) ou estação de funicular Beyoglu.

*Com tempo sobrando, assista a uma partida do Fenerbahçe (o estádio Sükrü Saracoglu fica no lado asiático, exatamente aqui), do Galatasaray (o Türk Telekom Arena fica no lado europeu, exatamente aqui) ou do Besiktas (o estádio Vodafone Park fica no lado europeu, de acesso mais fácil que os anteriores, exatamente aqui) e presencie o fanatismo turco pelo futebol.

20190816_131622-01

PALÁCIO DE TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

DESLOCAMENTO DENTRO DA CIDADE

A pé, de bicicleta/segway, por metrô ou bondinho elétrico ou em travessias de ferry.

A pé – sempre a melhor forma de conhecer uma cidade. Se você estiver hospedado entre as opções do lado europeu que indicamos, dá para conhecer a região mais turisticamente interessante caminhando. Para se ter uma ideia, a distância entre a Mesquita Azul e a Praça Taksim é de 4,5 km; entre o Grande Bazar e a Torre Gálata é de pouco mais de 2 km.

20190817_055629-01 (1)

BONDE/TRAM, O MELHOR TRANSPORTE PÚBLICO DA CIDADE (SIGA A LINHA T1/AZUL ESCURA) – ISTAMBUL, TURQUIA

Caso prefira fazer uma caminhada guiada em grupo, indicamos algum free walking tour (confira neste mapa de onde partem algumas empresas, entre elas a Free Istanbul Tours, a Viaurbis e a Guru Walk).

Bicicleta/Segway – pedalar ou andar conduzindo um segway também são ótimas alternativas para conhecer Istambul. Clique aqui e encontre nos ícones respectivos os locais de locação das bikes. Para quem prefere o segway, clique no link destacado para conferir os detalhes dos roteiros de passeios guiados.

20190817_055854

INTERIOR DO BONDE/TRAM (PERTO DA PRAÇA SULTANAHMET, OS VAGÕES FICAM LOTADOS) – ISTAMBUL

Metrô – diante da maior facilidade e abrangência do bondinho/tram, o metrô não é tão útil para turistas em Istambul. De qualquer forma, a linha vermelha (M1) e a verde (M2) é a que conecta os pontos mais visitados da área histórica. Para usar esse transporte, use as máquinas de vendas multilíngues para comprar o cartão de passagem avulsa (a passagem unitária custa em torno de 4,00 liras turcas) ou tenha em mãos o cartão Istanbul Kart com créditos suficientes para o deslocamento.

IMG_0618-01

PRAÇA SULTANAHMET – ISTAMBUL, TURQUIA

 

Bonde/tram – na nossa opinião, o melhor transporte público da cidade. Destaque para a linha azul escura (T1), com paradas próximas a várias atrações turísticas – Mesquita Azul/Hagia Sofia, Grande Bazar, Palácio Topkapi, píer dos passeios de barco pelo Bósforo, Torre Gálata, Praça Taksim e Palácio Dolmabahçe. Fique atento para o sentido que o bonde segue (identificado no letreiro da parada ou na dianteira do veículo); se errar, tem que pagar novamente para ir ao caminho inverso. A compra é semelhante à realizada para o metrô – tickets avulsos (4 liras turcas o bilhete unitário) ou utilizando os créditos que tiver carregado no Istanbul Kart em, ambos vendidos em máquinas na entrada das paradas.

tube #subway #metro #transport #Istanbul Rail Transit #map ...

MAPA DO METRÔ DE ISTAMBUL – CRÉDITO: PINTEREST.CO.KR

Ônibus turístico (hop on-hop off) – operados pela empresa Big Bus, possuem as rotas e horários indicados no link destacado (a vermelha é a principal, atingindo a Torre Gálata/Karaköy, o Dolmabahçe, Besiktas, o Palácio Beylerbeyi na parte asiática, e a praça Taksim; a azul inclui a Sultanahmet, o Topkapi, a região de Eminönü, além de uma volta pelo Golden Horn). O preço atualizado você confere nesse atalho.

Ferry – meio de transporte utilizado para fazer a imperdível travessia pelo Estreito de Bósforo e também para passear pelo lado asiático de Istambul, em especial por Kadiköy e Üsküdar. Os píeres com as maiores opções de tours marítimos são os de Eminönü (fica aqui) e de Kabatas (fica aqui). O custo dos passeios dificilmente ultrapassam 20 liras turcas. Para conferir os horários da linhas marítimas principais, clique nesse link.

20190812_111519-01

HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

OBSAs estações/paradas e linhas de metrô/bonde/ônibus e os píeres do ferry mais próximos dos pontos turísticos, restaurantes, pubs e baladas indicados nesse post você encontra ou ao final da descrição da atração específica ou clicando no “aqui” sublinhado e localizando o ícone do “M” ou do bonde/ônibus/barco branco com fundo azul mais próximo do local desejado.

CULINÁRIA LOCAL

Istambul tem a melhor comida de rua entre as cidades que já visitamos. Destaque para o milho assado/queimado doce ou salgado (misir), para as castanhas tostadas (kastane; ambos são vendidos na praça Sultanahmet, perto da Hagia Sofia), para o pão recheado de filé de peixe fritado na chapa com pasta de alho (balik ekmek, vendido perto da ponte Galata), para as rosquinhas de pão cobertas de gergelim (simit), para o arroz amanteigado com grão de bico, pimenta preta e frango desfiado (tavuklu pilav) e para os mexilhões cozidos e recheados com arroz aromático (midye dolmas). Cada uma dessas delícias é baratíssima, custando entre 4,00 e 20,00 liras turcas.

IMG_0924-01

AS INESQUECÍVEIS BAKLAVAS DE PISTACHE DO HAFIZ MUSTAFA (PEÇA COM SORVETE DE ACOMPANHAMENTO) – ISTAMBUL, TURQUIA

Nos restaurantes, experimente o “pidé” (pizza turca em formato de canoa), “börek” (lasanha fina preparada com carne, queijo e espinafre) e as carnes ensopadas (bovina ou caprina) servidas em jarros ou travessas de barro, acompanhada de arroz, batatas e salada com molho de iogurte são os pratos quentes típicos nos restaurantes de Istambul, identificados no cardápio como “pottery kebab“.

Não faltam os kebabs tradicionais (carne de espeto, seja kafta, porco, frango ou cordeiro em pratos bem servidos com arroz levemente picante), os charutos de folha de uva e os pães sírios/pita com patês, molho de iogurte e queijos fortes de entrada, que remetem à fusão de influências árabes e gregas.

IMG_0930-01

KEBAB – ISTAMBUL, TURQUIA

Entre os doces locais, destaque para a inconfundível e imperdível baklava (doce folheado, normalmente com recheio de pistache e coberto por uma calda de mel ou caramelo – prove o da rede Hafiz Mustafa, são inesquecíveis) e para os maravilhosos sorvetes/dondurma (eles têm uma consistência diferente, mais elástica do que a vendida no Brasil, e comprá-los de algum sorveteiro de rua é bem divertido, já que ele faz um monte de malabarismos e brincadeiras antes de entregar o produto).

IMG_4071-01

OS DELICIOSOS E BARATÍSSIMOS SÜT MISIR (MILHOS SALGADOS) – ISTAMBUL, TURQUIA

No quesito bebidas, recomendamos o suco de romã (pomegranate) misturado com laranja (a romã pura é muito azeda) ou o chá turco/çay (lê-se chai). Para quem gosta de vinhos, há vários wine bars em Göreme, tendo em vista a farta produção vinícola da Capadócia, inclusive com tours guiados para algumas plantações mais famosas.

RESTAURANTES

São inúmeras opções, com destaque para os restaurantes do bairro Fatih, para as ruas próximas ao píer Eminönü (mais especificamente pertinho da estação de tram Marmaray), para o Grande Bazar, para a vizinhança do Arasta Bazar, para as ruas de acesso à Torre Gálata (Istiklal Caddesi e Büyük Hendek Cadmi), para os arredores da Praça Taksim, do estádio do Besiktas, do acesso à Mesquita de Ortaköy e para o miolinho de Kadiköy (perto do píer e da estação de metrô).

20190812_131706-01

RESTAURANTES COM MESAS NAS CALÇADAS EM FATIH – ISTAMBUL, TURQUIA

A maioria dos ambientes não é muito sofisticada e quase todos têm um preço mais barato do que pagamos em restaurantes de preços justos no Brasil. Istambul é uma maravilhosa perdição gastronômica.

Se você gostar de doce e se você não gostar de doce, é quase obrigatório experimentar a porção de baklavas tradicionais (de pistache) em uma unidade do inesquecível e histórico restaurante Hafiz Mustafa (ficam aqui), verdadeiro patrimônio de Istambul e de tão bom são ótimos para levar alguns em lindas caixas e dar de presente a seus amigos/entes queridos. Outro concorrente elogiado no quesito confeitaria típica turca é o Köskeroglu Baklavalari (fica aqui).

20190812_130956

UMA DAS ESTANTES DE UMA UNIDADE DO HAFIZ MUSTAFA (MELHOR FABRICANTE DA BAKLAVA) – ISTAMBUL, TURQUIA

Abaixo, algumas opções bem avaliadas:

  • Nusr-Et (restaurante do famoso cozinheiro Salt Bae, em que a carne é servida envolta em papelote/folha de ouro; preço alto, mas ambiente bonito e de renome internacional; as unidades ficam aqui);
  • Hamdi Restaurant (com uma linda vista no rooftop; a unidade de Eminönü fica aqui);
  • 360 Restaurant (com vista panorâmica e linda iluminação; fica aqui);
  • Sarniç Restaurant (lindo ambiente, com comida típica da região da Anatólia – origem dos otomanos; fica aqui);
IMG_0657-01

ISTAMBUL – TURQUIA

20190812_113322-01

ISTAMBUL – TURQUIA

Para quem quer comer ainda mais barato, indicamos as barraquinhas de rua, as redes fast food perto do píer de Eminönü e os mercadinhos e as lojas de conveniência que existem aos montes perto da Mesquita Azul e no caminho para o Grande Bazar (na rua Yeniçeriler Cadmi).

OBS: As estações/paradas e linhas de metrô/bondinho/ônibus e píeres do ferry mais próximos de todos os restaurantes acima citados você encontra clicando no “aqui” sublinhado e localizando o ícone do  “M” ou do ônibus/bondinho/barco branco com fundo azul mais próximo do local desejado.

IMG_0591-01

MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

COMPRAS

Na terra dos bazares, souks e mercados, onde pechinchar é quase uma lei (“indirim”, que significa desconto, é palavra de ordem), o que não faltam são opções das mais variadas, bonitas e – o melhor de tudo – boa parte delas a preços irresistíveis. Mais um quesito em que Istambul é um lugar fantástico (vão somando).

20190817_052556-01

LINDAS E COLORIDAS OPÇÕES PARA COMPRAR EM ISTAMBUL, TURQUIA

Sem dúvidas, o melhor lugar de compras é o gigantesco Grande Bazar (maior mercado coberto do mundo; fica aqui), onde dificilmente você não ficará perdido no meio de tantos corredores com milhares de lojas vendendo joias, tapetes, luminárias coloridas, especiarias, cerâmicas, louças, roupas típicas, além dos souvenirs universais (cordões ou pulseiras de olho grego/olho turco, chaveiros, ímãs de geladeira, copinhos, marcadores de páginas, artesanatos, etc…). Atenção: o Grande Bazar não abre aos domingos!

Além dele, destaque para o Bazar das Especiarias/Mercado Egípcio (você encontrará o paraíso para quem adora temperos exóticos na cozinha, bem como castanhas de todos os tipos; destaque para o cheiro do local; fica aqui), para a Rua Istiklal – que liga a Praça Taksim à Torre Gálata, é repleta de lojas e de muita gente, e tem um bondinho vermelho super turístico que a atravessa -, para o Arasta Bazar, que tem a comodidade de ficar ao lado da Mesquita Azul (fica aqui) e para o Mercadinho em Kadiköy – lado asiático – perto da estação de ferry.

IMG_4073-01

UMA DAS ENTRADAS PARA O GRANDE BAZAR – ISTAMBUL, TURQUIA

Para quem prefere a organização, aclimatação e lojas de grifes internacionais mais conhecidas dos shoppings centers, a dica é bater perna no Cevahir, considerado o segundo maior do gênero na Europa (fica pertinho da estação de metrô Sisli – linha M2/verde, exatamente aqui). Um outro shopping bastante recomendado é o Akmerkez, localizado em Beşiktaş, exatamente aqui (pertinho da estação de metrô Nispetiye – linha M6/marrom).

20190817_121250-01

TORRE DE GÁLATA – ISTAMBUL, TURQUIA

VIDA NOTURNA

Os bairros mais legais para curtir a noite em Istambul são Beyoglu (destaque para a rua Sofyali e para as passages de Çiçek e de Nevizade) e Ortaköy

  • Babylon (mistura dance music, rock e jazz nos diferentes andares; fica aqui);
  • Ruby (fica aqui);
  • Anjelique (fica em uma mansão em Ortaköy, exatamenteaqui);
  • Sortie (fica aqui);
  • 360 (considerado um dos melhores restaurantes-balada do mundo pela CNN; fica aqui);
IMG_4001-01

ISTAMBUL, TURQUIA

IMG_0935-01

ENTARDECER NA LINDA PRAÇA SULTANHAMET (MESQUITA AZUL AO FUNDO) – ISTAMBUL

Com poucas noites na cidade, aconselhamos que faça o Pub Crawl (o ponto de encontro do mais famoso no gênero fica aqui), circulando por alguns dos bares e boates mais turísticos de Istambul com uma turma e um guia animados, além de amenidades incluídas no pacote (como shots gratuitos ou bebidas com desconto). Outra empresa que realiza esse serviço você acessa nesse link (o ponto de encontro desta fica no Tower Pub, ao lado da Torre Gálata).

Banho Turco – uma das tradições mais antigas, autênticas e relaxantes do país tem na Çemberlitas Hamami o ambiente mais famoso para a sua prática. Os preços atualizados você confere no link destacado. Fica entre as estações de trem Sultanahmet e Çemberlitas, exatamente aqui.

20190816_142508

MESQUITA DE ORTAKÖY E PONTE DO BÓSFORO ILUMINADOS – ISTAMBUL, TURQUIA

Dança do Ventre – entre os locais recomendados para assistir a essa manifestação cultural de raízes antigas sugerimos o Kervansaray (fica aqui) e o restaurante Sultana’s 1001 Nights (fica aqui).

NOSSA EXPERIÊNCIA

Fomos a Istambul em agosto de 2019, chegando pelo gigantesco novo aeroporto em um voo partindo de Atenas pela companhia aérea Aegean.

Ficamos hospedados no Lalinn Hotel, de ótimo custo-benefício: quarto limpo e espaço, com itens novos e de boa qualidade, atendimento prestativo e localização excelente – a menos de 10 minutos de caminhada até a Mesquita Azul.

IMG_0629-01

NA PRAÇA SULTANAHMET (HAGIA SOFIA AO FUNDO) – ISTAMBUL

Nossos deslocamentos aeroporto-hotel e hotel-aeroporto foram feitos por meio do eficiente ônibus Havaist da linha IST-20 – nosso ponto de desembarque/embarque no centro era a praça Sultanahmet. Os demais deslocamentos foram feitos a pé (a maior parte deles), de bonde/tram (para a Torre Gálata e para boa parte do percurso até Ortaköy), de ônibus (na parte final do percurso para Ortaköy) e de ferry (travessia do Estreito de Bósforo). Com exceção do passeio de barco – pago em dinheiro na hora – os demais deslocamentos foram pagos com créditos que carregamos no Istanbul Kart adquirido no aeroporto.

IMG_0847-01

CISTERNA DA BASÍLICA – ISTAMBUL, TURQUIA

Sentimos bastante segurança, mesmo andando sozinhos em ruas mal iluminadas e com aspecto decadente e abandonado já no meio da noite (sobretudo, em várias ruas comerciais – perto da praça Sultanahmet, entre elas a rua de acesso ao nosso hotel, e perto da Torre Gálata).

20190812_103034-01 (1)

COM O TRAJE NECESSÁRIO PARA ENTRAR NA MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

Em Istambul, fizemos ótimas refeições turcas. Destaque para as kastanes (castanhas assadas), misir (milho verde tostado) e para o balik ekmek (peixe frito na chapa no pão, com recheio adicional de cebola, tomate e alface), para as inigualáveis baklavas do Hafiz Mustafa, para o suco de romã no Asara Bazar, para os kebabs em restaurantes com mesas na calçada no bairro de Fatih e para o cordeiro servido em um restaurante no acesso à mesquita de Ortaköy.

Os lugares que mais gostamos foram (na ordem de preferência): praça Sultanahmet, Hagia Sofia, travessia do Bósforo, Grande Bazar, Torre Gálata, caminho entre o píer de Eminönü e a praça das mesquitas, Cisterna da Basílica, Ortaköy (enfrentamos muita chuva lá) e Palácio Topkapi. A Mesquita Azul estava muito cheia e em reforma; infelizmente não a visitamos nas melhores condições.

20190817_120946-01

COM A TORRE DE GÁLATA AO FUNDO – ISTAMBUL, TURQUIA

Sugestão de roteiro para 4 dias completos:

1º dia – conhecer a área mais antiga de Istambul. Começar pela praça Sultanahmet (com fotos no bancos, fonte central e corredores); visitar a Mesquita Azul, a Hagia Sofia e a Cisterna da Basílica, nessa ordem. Parada para o almoço na Tarihi Sultanahmet Köftecisi. Tirar umas fotos rápidas no Hipódromo com a Coluna de Constantino e de Teodésio, em seguida, visitar o Palácio Topkapi. Faltando 2h para o por do sol ir caminhando até o píer Eminönü, onde você iniciará a travessia pelo Bósforo, vendo Istambul se acendendo. Ao voltar do passeio, jantar em algum restaurante panorâmico (recomendamos o Hamdi, que fica perto do local de desembarque no retorno).

20190816_140002

NO BARCO DA TRAVESSIA DO BOÓSFORO – ISTAMBUL, TURQUIA

2º dia – conhecer Karaköy, Beyoglu e Ortaköy. Atravessar a Ponte Gálata entre os vários pescadores, provando um café da manhã no piso inferior (exclusivo para pedestres) e repleto de restaurantes. Na outra ponta da ponte, pegar o bonde/tram ou ônibus na estação Karaköy descendo na parada de acesso à mesquita de Ortaköy. Passear pelas lojinhas e tirar fotos lindas dessa mesquita (à beira mar) com a Ponte do Bósforo ao fundo. Depois disso, seguir para o Palácio Dolmabahçe. Depois da visita ao palácio, seguir caminhando até a Praça Taksim, passando ao lado do moderno estádio do Besiktas e parando para almoçar ou lanchar na Hafiz Mustafa. Depois de algumas fotos na citada praça das manifestações e festividades, seguir caminhando ou no turístico bondinho atravessando a famosa rua comercial Istiklal até chegar na Torre de Gálata. Tirar foto na rua que tem essa torre ao fundo (Büyük Hendek Cadmi); subir até o terraço da torre, ficando lá para ver o por do sol. Já de noite, se ainda tiver disposição, curta a noite em algum restaurante ou balada em Beyoglu (destaque para o 360 ou para as passagens Çiçek ou Nevizade).

IMG_0793-01

NO INTERIOR DA HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

3º dia – tomar um banho turco e fazer as compras. Logo no primeiro horário possível, tome um banho turco na Çemberlitas Hamami. Ao sair de lá, visite o vizinho Grande Bazar (quanto mais cedo você chegar nesse mercado, menos gente pra competir espaço) e o Bazar das Especiarias/Mercado Egípcio à tarde – este é bem menor; 1h30 é suficiente para vê-lo com calma. Com o sol mais baixo, passear pelo Parque Gülhane. Jantar em algum dos inúmeros restaurantes perto da estação de bonde/tram Sirkeci/Marmaray (na Ankara Cadmi).

4º dia – conhecer um pouco do lado asiático. Embarcar no ferry a partir do píer Eminönü (Turyol) ou Karaköy ou Yenikapi ou Kabatas; descer no píer de Kadiköy. Passear pelo mercadinho a céu aberto nas ruas próximas (Kadiköy Market); almoçar no restaurante de comida otomana Çiya, degustar especiarias e comidas típicas nas ruas dessa que é a área menos turística do roteiro. Se ainda estiver cedo, vá até Üsküdar para visitar ao palácio Beylerbeyi (pertinho da Ponte do Bósforo) e a mesquita Mirimah Sultan. Quando o sol estiver baixando, siga até o Çamlica Hill para ver ele se por (outro lugar recomendado para ver o crepúsculo é o calçadão ao lado do píer de Kadiköy).

IMG_4048-01

NO PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

Veredicto: como escrito na introdução do post, Istambul é uma das nossas cidades preferidas no mundo. Monumentos para todos os lados, história pura, comidas e compras variadas, baratas e de qualidade. Seu apelo turístico se deve ao profundo valor que os nativos dão as suas tradições e aos seus hábitos. Um mundo diferente do nosso, misturando influências ocidentais e orientais em uma combinação genuína. Passear por suas ruas, visitar seus palácios, mesquitas e bazares, comer seus kebabs, especiarias e baklavas é uma experiência sem precedentes e que não tem como ser repetida em outro lugar. Recomendadíssimo!

IMG_0637-01

ISTAMBUL – TURQUIA

DICAS

⇒ Prefira viajar para lá em setembro, abril, maio ou junho (nessa ordem). São os meses  com menos chuvas, temperaturas mais amenas, fora da alta temporada e com maior garantia de passeio de balão na Capadócia (aproveite e dê uma lida no nosso post sobre esta cidade, famosa pelos passeios de balões).

20190812_112442-01

INTERIOR DA HAGIA SOFIA – ISTAMBUL, TURQUIA

⇒ Pechinche! Não compre nenhuma lembrancinha dos bazares/das lojas no primeiro valor anunciado. Seja mais insistente e irredutível do que os vendedores. Muitas vezes, a batalha é chata, mas trazem boas economias.

⇒ Atenção às vestimentas na hora de entrar nas mesquitas. É necessário ter os ombros e joelhos coberto e deve-se tirar os calçados. Embora nas mesquitas mais turísticas existam postos de auxílio que fornecem vestuário apropriado, já vá preparado vestindo uma calça e uma blusa com manga (mulheres podem levar xales, pashminas ou cangas para cobrir os ombros).

IMG_0938-01

ISTAMBUL – TURQUIA

⇒ Ao fazer a travessia de barco pelo Estreito de Bósforo saindo do píer de Eminönü, escolha ficar sentado no lado esquerdo do barco para ter as melhores vistas e tirar as melhores fotos.

20190812_121138-01

CISTERNA DA BASÍLICA – ISTAMBUL, TURQUIA

⇒ Não deixe de comer a porção de baklava de pistache com sorvete no Hafiz Mustafa. A baklava sozinha é muito boa, mas a combinação com o gelado do sorvete de creme com textura de iogurte é maravilhosa.

⇒ Para visitar o Grande Bazar e o banho turco, prefira ir nos horários mais próximos da abertura, quando o mercado fica menos tumultuado e o banho turco mais limpo.

IMG_0520-01

⇒ Não deixe de tirar fotos incríveis entre os tapetes trabalhados e luminárias coloridas! Há várias lojas no Grande Bazar em que você pode fazer essas fotos (elas costumam cobrar por tempo em que você reserva para essas fotos; o preço fica entre 10 TL e 20 TL; vale a pena).

⇒ Viaje para a Turquia com o chip SIM. É por meio dele que você terá acesso ilimitado à Internet em qualquer lugar, o que facilitará seu contato de confirmação e detalhamento com as empresas prestadoras de serviço.

20190817_035641-01

UM DOS MOSAICOS NOS AZULEJOS DO PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL

CURIOSIDADES

→ Embora seja a maior cidade e principal polo industrial, comercial, cultural e universitário da Turquia, Istambul não é a capital daquele país (Ancara é que ostenta essa condição).

→ Istambul é a quarta maior cidade do mundo e disputa com Londres o posto de mais populosa da Europa.

→ A cidade era a capital da Trácia Oriental e já foi chamada de Bizâncio (até 330 d.C. – em homenagem ao rei dos colonos dóricos, Bizas, da cidade-estado Mégara) e de Costantinopla (até 1453). O nome Istambul se popularizou durante o Império Otomano, passando a ser oficial a partir de 28 de março de 1930.

20190812_105535-01

ISTAMBUL – TURQUIA

→ Foi a capital do Império Romano do Oriente (deslocou o poder romano para oriente e a cidade tornou-se o centro da cultura grega e do cristianismo durante os séculos seguintes; com a crise de Roma e durante boa parte da Idade Média, foi a maior e mais próspera metrópole do mundo) e do Império Otomano.

→ Assim como Roma, Istambul é conhecida como a cidade das 7 Colinas, sendo a mais alta o local onde está situado o Palácio de Topkapi.

20190817_040345-01 (1)

PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

→ Situada em ambas as margens do Estreito de Bósforo e do norte do Mar de Mármara, Istambul é a única cidade no mundo que ocupa dois continentes (Europa e Ásia).

→ A Basílica de Santa Sofia (Hagia Sofia), erguida no início do Império Romano do Oriente, foi a maior catedral do mundo durante quase mil anos. Em 1453, com a conquista da cidade pelo sultão otomano Maomé II – “O Conquistador” (Fatih) – e o fim do Império Romano do Oriente, proclamou-se a fé islâmica e a Hagia Sofia foi convertida em mesquita imperial.

→ A Cisterna da Basílica, construída em poucos meses no ano de 532, é a maior das centenas de cisternas construídas em Istambul durante a época bizantina/romana oriental, com capacidade para 30 milhões de litros. Ela tem 336 colunas romanas procedentes da Anatólia (a maioria do estilo coríntio), com destaque para duas que têm o rosto da Medusa na base. Foi locação de cenas do filme “Moscou contra 007” e “Inferno”.

IMG_0788-01

ISTAMBUL – TURQUIA

→ Foi na gestão de Maomé II (Império Turco Otomano) que foi construído o Grande Bazar e o Palácio Topkapi (edificado sobre as ruínas da antiga acrópole, tendo servido como residência imperial oficial por 400 anos).

→ A Mesquita Azul, construída entre 1609 e 1616 sob ordens do sultão Amade I, é a única da cidade que possui seis minaretes.

20190817_035410-01

UM DOS AMBIENTES DO PALÁCIO TOPKAPI – ISTAMBUL, TURQUIA

→ Durante o governo do sultão progressista Mamude II iniciou-se o período de reformas de aproximação à cultura ocidental (“Tanzimat” ou “Reorganização”). Foi uma fase de em que se construíram pontes sobre o Corno de Ouro (Golden Horn) e conectou-se Istambul à rede ferroviária europeia na década de 1880. Foram desenvolvidas redes de eletricidade, de transporte subterrâneo, de distribuição de água e de telefonia.

→ O regime do sultanato foi deposto em 1922 (o último sultão foi Mehmed VI) após sucessivos levantes de grupos radicais nacionalistas como os Jovens Otomanos, a Revolução dos Jovens Turcos e a derrota na I Guerra Mundial. Iniciou-se o período republicano na Turquia, transferindo-se a capital para Ancara.

 

20190816_142043

ISTAMBUL – TURQUIA

→ Na história recente de Istambul, impressiona também os feitos de Mustafa Kemal Atatürk, destacado líder militar turco durante a I Guerra Mundial (conduziu o exército nacional à improvável vitória sobre os aliados na batalha de Galípoli), estadista revolucionário (encabeçou o Movimento Nacional Turco durante a chamada Guerra da Independência do país), fundador da República da Turquia – dando fim ao Império Otomano – e seu primeiro presidente, responsável pela modernização estrutural do país nos moldes ocidentais. Como iluminista, implantou reformas econômicas, culturais e políticas, transformando o país em uma democracia secular, isto é, não ligada ou explicada por causas religiosas. De acordo com o Wikipedia: “Poucos países foram tão genuinamente e permanentemente alterados pela mão de um homem como a Turquia o foi pela de Atatürk”. O maior aeroporto de Istambul até 2019 tem o nome Atatürk em homenagem a esse líder popular nacional.

IMG_0595

HAGIA SOFIA VISTA DA SAÍDA DA MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

→ Em 2010, Istambul foi a Cidade Europeia da Cultura. A cidade foi candidata à sede dos Jogos Olímpicos de 2020 e é onde ocorrem as corridas de Fórmula 1 desde 2005 (sendo o brasileiro Felipe Massa o maior vencedor até hoje).

IMG_0589-01

NA MESQUITA AZUL – ISTAMBUL, TURQUIA

SEGURO VIAGEM

 

Para viajar tranquilo, só curtindo as paisagens e desfrutando de todos os pontos turísticos e passeios, recomendamos o conforto (a preços justos) do seguro viagem pela empresa Real Seguro. Ela indica a seguradora mais confiável e adequada – muitas vezes a mais barata – para a cobertura dos sinistros que você quer evitar. Confira!

20190817_125315-01

ÁREA EUROPEIA DE ISTAMBUL VISTA DA TORRE DE GÁLATA – TURQUIA

20190812_053617-02

PRAÇA SULTANAHMET – ISTAMBUL, TURQUIA

 

5 comentários sobre “ISTAMBUL

  1. Pingback: CAPADÓCIA
  2. Herculano disse:

    Cidade cheia de encantos e magia!!! Riquíssima em cultura e história, dividida entre ocidente e oriente, Europa e Ásia, e este paradoxo é o que deve atrair tanto turista. O blog como sempre, explora muito bem esta característica apresentando e indicando tantas atrações e dicas, que nos fazem querer conhecer ainda mais lugar tão maravilhoso.

Deixe uma resposta